Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: ciclismo

Tag Archives: ciclismo

António Morgado (Bairrada) venceu em Seia e mantém a Amarela

António Morgado (Bairrada) tornou a não dar hipótese aos adversários e conquistou a vitória no contrarrelógio da 15.ª Volta a Portugal de Juniores, que ligou Gouveia a Seia. Os seus colegas de equipa, Gonçalo Tavares e Rúben Rodrigues, alcançaram o segundo e terceiro melhores tempos, respetivamente.
Neste sábado, teve lugar a terceira etapa da Volta a Portugal de Juniores  entre Gouveia e Seia, num contrarrelógio de 14,8 quilómetros. Com um percurso bastante exigente a nível técnico, qualquer distração poderia comprometer o resultado e impedir um tempo vencedor.
Tomás Mineiro (EFAPEL-Escola de Ciclismo de Águeda) fez 17m26s e manteve-se durante algum tempo na liderança, acabando por ser batido pelo seu colega de equipa, Guilherme Mesquita, em 12 segundos.
Estanislao Calabuig (Bathco Cycling Team) estabeleceu o novo melhor tempo em 17m09s, antes de chegar a equipa da Bairrada para baixar ainda mais os tempos. Depois de terem preenchido o pódio do Campeonato Nacional de contrarrelógio no fim de semana passado, a formação tornou a repetir o feito.
O melhor tempo seria alcançado pelo atual campeão nacional e líder da Volta a Portugal de Juniores, António Morgado, com uma marca de 16m09s. Gonçalo Tavares conseguiu o segundo melhor tempo, a 14 segundos do colega de equipa, e Rúben Rodrigues, campeão nacional de fundo, fechou o pódio em terceiro, a 32 segundos do vencedor.
“O contrarrelógio correu bem, foi sempre a gerir e nunca arrisquei muito. Não queria comprometer o dia de amanhã nem corridas futuras. Amanhã vai ser uma etapa muito dura. A minha equipa e eu vamos ter de nos esforçar ao máximo e todos querem o que nós temos. Vai ser uma etapa muito atacada e vamos tentar manter a camisola. Seria muito bom vencer esta corrida amanhã, pelo trabalho que toda a equipa tem feito”, revelou António Morgado, camisola amarela e líder da classificação de melhor júnior de primeiro ano.
Com este resultado, António Morgado segue para a última etapa com 1m39s, para o segundo classificado na geral, Gonçalo Tavares, líder da montanha. Lucas Lopes (Póvoa de Varzim/CDC Navais) é terceiro, a 2m08s do líder. Abel Rosado (Teika Team-GSport) lidera a classificação por pontos.
A última etapa vai ligar Celorico da Beira à Guarda, num percurso de 110,9 quilómetros. A partida será dada às 12h00, sendo que a chegada está prevista para as 15h15.
Fonte:FPC

Portugal pedalou 3906,3 km por uma causa – Rubis Gás vai doar 19.531 euros

O projeto de responsabilidade social “Pedalar por uma Causa”, uma iniciativa da Rubis Gás cofinanciada pela Rubis França, que visa a angariação de fundos para apoiar instituições de solidariedade social, e que se realizou pelo quarto ano, no âmbito do patrocínio da Camisola Verde da Volta a Portugal em Bicicleta, foi uma vez mais um sucesso.

Portugal pedalou 3906,3 quilómetros conseguindo, assim, um total de 19.531 euros. Este valor será agora repartido por três instituições de solidariedade social: o Grupo Dançando com a Diferença, o Centro Comunitário Bento XVI e a Associação das Aldeias de Crianças SOS Portugal.

O Dançando com a Diferença surgiu como um projeto piloto no ano de 2001 na Região Autónoma da Madeira, com o objetivo de implementar atividades de Dança Inclusiva, inexistentes na Madeira naquela altura. Anos depois constituiu-se como uma companhia profissional que, atualmente, tem vários objetivos destacando-se, entre eles a possibilidade de juntar em palco pessoas com e sem deficiências por uma só causa: Dançar.

Sob Direção Artística de Henrique Amoedo, em mais de 15 anos de atividade, tornou-se uma referência nacional e internacional dentro das artes contemporâneas, ocupando um patamar de referência dentro do panorama artístico europeu quando falamos de Arte Inclusiva.

O Centro Comunitário Bento XVI é uma IPSS em funcionamento desde 2010, sediada na freguesia de Borba da Montanha, no concelho de Celorico de Basto, vocacionada essencialmente para apoiar crianças e pessoas Idosas. Trata-se de um equipamento construído de raiz, que possui gabinetes para atendimento e apoio logístico, gabinetes de saúde, quartos, instalações sanitárias, salas de convívio/atividades, arrecadações, cozinha/despensa, refeitório, lavandaria, rouparia e espaços verdes exteriores. Desenvolve três respostas sociais: Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI), com capacidade para 53 utentes, Serviço de apoio Domiciliário (SAD), para 73 utentes e ainda Creche, para 33 utentes.

As Aldeias de Crianças SOS de Portugal pertencem a uma federação mundial (SOS Kinderdorf International) que trabalha para proteger e cuidar de crianças que perderam os cuidados parentais ou que correm o risco de perdê-los. Acolhe crianças e jovens num modelo familiar de cuidados alternativos diferenciado em que as crianças vivem numa casa, com um/a cuidador/a de referência, permanecendo junto dos seus irmãos biológicos no ambiente protetor da Aldeia e fazendo parte ativa e integrante da comunidade.

Na área da prevenção, realizam o Programa de Fortalecimento Familiar, que intervém junto das famílias biológicas capacitando-as para um cuidado protetor do bem-estar das suas crianças, prevenindo a institucionalização. Em Portugal, as Aldeias SOS acolheram já 696 crianças nas Aldeias SOS de Bicesse, Gulpilhares e Guarda e apoiaram 481 crianças e jovens através do Programa de Fortalecimento Familiar.

A maior prova do ciclismo português decorreu entre os dias 4 e 15 de agosto. Contou com 130 atletas de 19 equipas numa competição em que foram percorridos mais de 1.568 quilómetros. O vencedor da 82.ª Volta a Portugal foi o ciclista Amaro Antunes da W52 e a Camisola Verde Rubis Gás foi entregue a Rafael Reis, da Efapel, vencedor da última etapa contrarrelógio em Viseu.

Volta a Portugal de Juniores com passagem na região

Vai decorrer, a 15.ª Edição da Volta a Portugal de Junioresde 26 a 29 de agosto, com a realização da 3.ª etapa entre Gouveia e Seia. A Volta a Portugal de Juniores é uma corrida disputada pelo pelotão sub-19, que contempla quatro etapas e um total de 347,7 quilómetros. A etapa inaugural terá lugar a 26 de agosto, com partida e chegada em Almeida, estendendo-se por um percurso de 92,6 quilómetros.

A segunda etapa, a 27 de agosto, irá ligar Sabugal a Penamacor através de um traçado de 129,4 quilómetros. A 28 de agosto, a cidade de Gouveia será palco do início da 3.ª etapa, com um contrarrelógio individual de 14,8 quilómetros com final na cidade de Seia. A partida será dada pelas 16h00, na Rua Dr. Mário Gomes Figueira (junto ao Centro de Saúde de Gouveia), com passagem pelas freguesias de Moimenta da Serra, Paços da Serra, Santa Marinha e S.Martinho. A chegada à Avenida Luís Vaz de Camões, em Seia, irá ter lugar cerca das 16h20.

A finalizar a Volta, no dia 29 de agosto, irá ter lugar a 4.ª e última etapa, uma viagem de 110,9 quilómetros, entre Celorico da Beira e a cidade da Guarda, naquela que faz desta a etapa-rainha da competição, já que os jovens ciclistas terão de ultrapassar a exigente subida das Penhas da Saúde, contagem de montanha de primeira categoria. Será na capital de distrito que se irá conhecer o vencedor desta 15.ª Volta a Portugal de Juniores.

82ªVolta a Portugal-Kyle Murphy (Rally Cycling) venceu em Castelo Branco

Foi um daqueles dias em que era impossível não pensar no que aí vem. Este sábado é dia de subida à Torre, e, por isso, foram as equipas dos sprinters as mais interessadas na etapa da 82ª Volta a Portugal Santander que fez esta sexta-feira a travessia do Alto Alentejo para a Beira Baixa.
Kyle Murphy (Rally Cycling) foi o vencedor isolado na chegada a Castelo Branco.
O norte americano, que leva ao peito o símbolo Lusíadas Saúde, insistiu quando os companheiros de fuga já não tinham pernas para mais. Insistiu quando o pelotão deu tudo por tudo depois de perceber que dar mais de nove minutos de vantagem não tinha sido a melhor ideia. Insistiu também quando Joni Brandão surpreendeu no último quilómetro e ganhou ligeira vantagem à cabeça do pelotão. Tanta insistência tinha de dar certo e Kyle Murphy terminou vitorioso.

Centro Cyclin´Portugal da Guarda vai ser uma realidade

Vai ser implementado  o Centro Cyclin´Portugal da Guarda, numa iniciativa do Município da Guarda , em parceria com a Federação Portuguesa de Ciclismo. Este projeto visa a criação de uma rede de percursos cicláveis que congregue o ciclismo, inicialmente com a implementação de percursos na vertente de BTTXC divididos pelos quatro níveis de dificuldade e percursos de estrada num total de 400 quilómetros, considerando os pontos de interesse turístico e o património natural do Município da Guarda.

Um dos objetivos do projeto é promover o território, unindo sinergias entre o movimento associativo, os promotores turísticos e os grupos dinamizadores do ciclismo local.

O Centro Cyclin´Portugal da Guarda é também um investimento que contribuirá decisivamente para a dinamização do chamado Turismo de Natureza, e que surge num contexto de incentivo à prática desportiva numa modalidade em grande ascensão, produzindo um impacto muito positivo ao nível da saúde e qualidade de vida dos cidadãos.

Flávia Lopes e Michel Machado vencedores do Viseu Dão Lafões Riders Challenge

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões deu por encerrada a primeira edição do Viseu Dão Lafões Riders Challenge, um desafio inovador que atraiu 183 atletas, oriundos de 5 países distintos (Canadá, Itália, Portugal, Espanha, Reino Unido).

Nesta prova, que decorreu entre 17 de outubro e 20 de dezembro de 2020, os participantes foram desafiados a percorrer as quatro Subidas Épicas | Viseu Dão Lafões, traçadas nas encostas das serras do Caramulo, Arada e Montemuro. Embora os componentes de superação e de descoberta fossem os condimentos principais deste evento, a vertente competitiva não foi esquecida por via do registo dos tempos obtidos em cada uma das quatro subidas.

No plano competitivo, foram validadas 273 subidas. Entre os 50 atletas que completaram as quatro subidas (finishers), Flávia Lopes, atleta da equipa Vasconha BTT Vouzela, foi a Vencedora Absoluta Feminina; Michel Machado, também da equipa Vasconha BTT Vouzela, foi o Vencedor Absoluto Masculino. Já a equipa Vasconha BTT Vouzela sagrou-se vencedora do “Finishers Board” e do “Climbers Board”.

Atendendo às restrições que vivemos, o Viseu Dão Lafões Riders Challenge assumiu-se como uma alternativa válida para a prática desportiva, permitindo a captação e o acolhimento de atletas, respeitando todas as diretivas associadas à situação sanitária atual.

De acordo com o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho: “Tendo em conta o número de participantes, as suas nacionalidades, bem como a diversidade dos distritos de origem dos atletas nacionais, consideramos que esta iniciativa foi um sucesso, tanto no plano desportivo como no âmbito da estratégia que a CIM Viseu Dão Lafões delineou, de promoção da região enquanto destino de excelência para turismo natureza e desportivo.”

Ainda de acordo com o Secretário Executivo: “O sucesso desta iniciativa, é um reflexo do potencial de atração que os recursos naturais da região, se devidamente explorados, exercem sobre os amantes de atividades ao ar livre. Cabe-nos a nós, não só, preservar estes recursos endógenos, mas também ser capazes de os apresentar ao mundo de uma forma sustentável, criando novas oportunidades de desenvolvimento regional. É este o trabalho que a CIM tem vindo a desenvolver.”

 

Este desafio contou com a parceria do Turismo Centro de Portugal, da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) e dos 4 Municípios envolvidos no projeto.

Vuelta 2020 passa em Fornos, Celorico, Mangualde e Almeida

Portugal vai ser contemplado por duas etapas da Vuelta a Espanha 2020, uma a terminar na cidade invicta, Porto e outra a ter inicio em Viseu e a terminar em Ciudad Rodrigo.

Face a isso, localidades como : Fornos de Algodres, Chãs Tavares, Mangualde, Celorico da Beira, Almeida e concelho da Guarda, vão ter o privilégio de ver passar os melhores ciclistas do mundo.

Esta uma inovação na Vuelta 2020, que decorre de 14 de Agosto a 06 de Setembro.

 

Fornense Carlos Jorge ingressa na Academia Joaquim Agostinho/UDO

Depois de ter feito uma temporada em muito bom nível, no Alcobaça, o ciclista fornense Carlos Jorge vai agora poder desenvolver as suas capacidades e obter melhores performances.

Para a Academia Joaquim Agostinho/UDO é uma boa aposta este ingresso do ciclista fornense no escalão de Juniores que nesta temporada participou na Volta a Portugal em Juniores.

Clube Azuribike Mangualde Team apresentou equipa de ciclismo

O Clube Azuribike Mangualde Team apresentou este sábado, dia 14 de abril, o projeto da Escola de Ciclismo destinado a crianças dos 6 aos 14 anos. Este projeto de formação, com a coordenação técnica do treinador Joaquim Patrício, conta já com mais de uma dezena de jovens.

Na cerimónia, a Presidente da Direção Ana Marques, apresentou os atletas de competição e o novo equipamento para época 2018/19. Para assinalar o momento, esteve presente o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo.

Por:Mun.Mangualde