Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: CIMBSE

Tag Archives: CIMBSE

Largadas do parasitoide Torymus sinensis na área da CIMBSE

A CIM-BSE iniciou as largadas do parasitoide Torymus sinensis, em toda a área de intervenção com o objetivo de diminuir o grau de infestação do agente biótico Dryocosmus kuriphilus, vulgarmente conhecido por vespa das galhas do castanheiro que se encontra em grande expansão em Portugal, pondo em risco a produção da castanha e a sua rentabilidade económica, já verificadas noutros países.

Numa candidatura conjunta ao PDR2020, no âmbito da Operação 8.1.3 “Prevenção da floresta contra agentes bióticos e abióticos”, enquadrada no sistema florestal do Castanheiro, para dez dos quinze municípios que integram o território, tem como objetivo a luta biológica contra a vespa das galhas do castanheiro (Dryocosmus kuriphilus), e será executada ao longo de 3 anos.

São parte integrante desta candidatura os municípios de Celorico da Beira; Fornos de Algodres; Gouveia; Guarda; Manteigas; Mêda; Pinhel; Sabugal e Trancoso pertencentes ao distrito da Guarda e o município da Covilhã pertencente ao distrito de Castelo Branco.

Este ano pretende-se realizar 311 largadas distribuídas pelos municípios que integram a candidatura.

Trancoso- Controlo da vespa-das-galhas-do-castanheiro

Já aconteceram as primeiras largadas de 2021 do parasitóide “Torymus sinensis”, antagonista da vespa-das-galhas-do-castanheiro, ao abrigo de uma candidatura conjunta do Município de Trancoso e a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE).
Prevê-se que, durante os próximos 15 dias, sejam efetuadas mais 88 largadas em castanheiros na área de abrangência do concelho, pelo que se solicita aos proprietários dos soitos para não retirarem as galhas, nem realizarem movimentações do solo, durante este espaço temporal.
foto:MT

Exposição “16 Bibliotecas, 16 Autores”em Almeida

Vai ter lugar a inauguração da exposição “16 Bibliotecas, 16 Autores” que decorrerá no dia 5 de maio de 2021, no Jardim de Almeida, pelas 11:00, esta é uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela.

Do programa consta a sessão de boas vindas das entidades locais, seguido da leitura de trecho de Alice Sampaio por Ana Sampaio e família. Nova leitura de Alice Sampaio pela bibliotecária Paula Sousa e a finalizar a presidente da União de Freguesias, Alice Afonso.

Festivais Culturais apresentados pela CIMBSE

Foi apresentado pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, na sede da Comissão Vitivinícola da Beira Interior, os 3 Projetos de Cultura em Rede a desenvolver no território em 2021 e 2022. Assim, o Festival Cultural da Serra da Estrela, Festival Cultural das Beiras e o Festival Cultural da Raia Histórica.

Deste modo, nestes projetos fazem parte duas iniciativas: Bolsa Artística para a Itinerância Cultural, que promove a cooperação intermunicipal em prol do desenvolvimento de projetos artísticos únicos e inovadores e a CIMfonia, que consiste na concretização de um conjunto de 15 concertos dirigidos por orquestras nacionais.

Projeto “A raposa fabulosa” apresentado no TMG

Recentemente , teve lugar apresentação Pública do Projeto “A raposa fabulosa”, numa iniciativa da  Comunidade das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) em parceria com a Rede Intermunicipal das Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela(RIBBSE),
Este projeto de valorização do território das Beiras e Serra da Estrela assenta na criação e edição de uma obra infantojuvenil, desdobrando-se em inúmeras atividades de promoção literária como oficinas de ilustração, horas do conto, sessões de apresentação, workshop de escrita criativa, roteiro-digital e vídeo-livro.
Segundo revelou,Cristina Caetano sub-coordenadora da RIBBSE, “esta é uma rede para todos e com todos com ligação profunda ao território”, sendo uma “estratégia local para o mundo”, que deve contribuir para a “formação de leitores envolvendo toda a Comunidade das Beiras e Serra da Estrela”.
Por sua vez, Pedro Seromenho, escritor, realça que ,a beleza deste projeto é o que nasce deste livro percorrendo os 15 concelhos que compõem a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela. Tem como pilar a valorização do património assente nas premissas da educação ambiental, literacia e inclusão social.
Já o Secretário Executivo da CIM-BSE, António Miraldes, salientou a importância deste projeto por se enquadrar na Candidatura do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar apresentada pela CIM-BSE, realçando que “não serve apenas para combater o insucesso escolar, mas sim para fomentar o sucesso escolar”.

Projeto “A raposa fabulosa”, iniciativa da CIMBSE e RIBBSE

Vai ter lugar a apresentação pública do projeto “A raposa fabulosa” , no Teatro Municipal da Guarda, no próximo dia 19 de abril ,pelas 16h00.

Esta uma iniciativa da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE), Luís Tadeu, e da Rede Intermunicipal de Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela (RIBBSE) em parceria com o escritor Pedro Seromenho.

É um projeto valorização do território que assenta na criação e edição de uma obra infanto-juvenil, desdobrando-se em inúmeras actividades de promoção literária como oficinas de ilustração, horas do conto, sessões de apresentação, workshop de escrita criativa, roteiro digital e vídeo-livro.

 

aBEIRAr foi apresentada num palco natural

Teve lugar no Covão D’Ametade , a apresentação pública de aBEIRAr : Parceria de Ciência Cidadã para a Valorização do Território, uma iniciativa da Rede Intermunicipal de Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela (RIBBSE), apadrinhada pela CIMBSE e em parceria com o Geopark Estrela, UBI e Plataforma da Ciência Aberta do Município de Figueira Castelo Rodrigo.
Face a isso, a Mesa de oradores foi composta por :Presidente da Câmara de Manteigas, Esmeraldo Carvalhinho,  RIBBSE – Catarina Santos, Plataforma de Ciência Aberta de Figueira de Castelo Rodrigo – Maria Vicente, Estrela Geopark – Emanuel Castro, UBI – Vice – Reitor José Marques e o Presidente da CIMBSE, Dr. Luís Tadeu.
É uma parceria de ciência cidadã que tem como missão potenciar o envolvimento e a participação cívica com a ciência, promover o diálogo entre cientistas e cidadãos e despertar o interesse da comunidade na construção de conhecimento e valorização do território.
Este evento vai decorrer de maio a outubro do ano em curso, irá realizar-se em todos os Municípios que compõem a RIBBSE e desenvolve-se sobre os temas: a Água, o Céu e a Rocha.

2ª edição do Projeto ATUA!- Preparar crianças e jovens para os novos desafios do século XXI

Desde o arranque da 2ª edição do Projeto ATUA!, promovido pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, que professores e alunos do 1º Ciclo e Ensino Secundário (Regular/Profissional) se destacam pela mobilização, resiliência e enorme vontade de concretizar ideias e objetivos de mais-valia para o território. Este projeto tem como principal objetivo inspirar comunidades educativas para a ação enquanto agentes de mudança do seu território, através de metodologias ativas que incentivam os alunos a desenvolverem competências empreendedoras tais como a autonomia, criatividade, responsabilidade, atitude e mentalidade empreendedoras, para que possam encontrar soluções para os mais diversos problemas da sua Região. Deste modo acreditamos contribuir para a criação de  profissionais com competências múltiplas, que tenham capacidade de aprender, de se adaptar a situações novas e de promover transformações. Esta iniciativa insere-se no Projeto de Combate ao Insucesso Escolar, financiado pela União Europeia ao abrigo do Centro 2020.

No dia 7 de abril, pelas 11h, o ATUA! irá apresentar a todos os participantes do Projeto e suas comunidades educativas, mais 2 excelentes empreendedores, através da página de Facebook do Projeto (https://www.facebook.com/atuacimbse). Rita Pelica, networker, CEO e fundadora da ONYOU, define-se como uma mente curiosa, empreendedora e viciada em aprender. Concebe projetos de educação e formação com foco nas soft skills e mentalidade empreendedora.  Por sua vez, Bruno Paulino, empreendedor de ideias sustentadas na farmacêutica e saúde, encontra-se a estudar Enfermagem e conta já no seu currículo com participações em Concursos de Ideias, destacando-se por ter vencido 3 vezes consecutivas Concursos Municipais de Ideias de Negócio, tendo conquistado também o pódio numa final de um Concurso Intermunicipal de Ideias de Negócio.

Certamente que o testemunho de ambos os convidados, apesar de percursos de vida completamente diferentes, será inspirador e de incentivo para que brevemente, os alunos participantes no Projeto ATUA! apresentem as suas  ideias e projetos únicos de valor acrescentado para o seu território.

A CIMBSE convida, uma vez mais, todos os interessados a assistir à 2ª Palestra motivacional do Projeto, a qual será transmitida em direto na página de Facebook do ATUA! (https://www.facebook.com/atuacimbse) na quarta-feira às 11h00.

aBEIRAr vai ser apresentado no Covão d´Ametade

Vai ter lugar a apresentação pública de aBEIRAr – parceria de ciência cidadã para a valorização do território, que decorrerá no Covão d’Ametade, no dia 8 de abril, quinta-feira, às 11h00.

aBEIRAr é uma parceria de ciência cidadã para a valorização do território que envolve a Rede Intermunicipal de Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela da CIMBSE, a Plataforma de Ciência Aberta – Município de Figueira de Castelo Rodrigo, a Estrela Geopark Mundial da UNESCO e a Universidade da Beira Interior.
aBEIRAr surge como uma forma de potenciar o envolvimento e participação cívica com a ciência, promover o diálogo entre cientistas e cidadãos e despertar o interesse da comunidade na construção do conhecimento do território.
A primeira iniciativa de aBEIRAr irá percorrer os 15 concelhos da CIMBSE, numa sequência de três ciclos, cada um dedicado a um tema central para o território – Água, Céu, Rocha – que acontecerão na Primavera, Verão e Outono, respetivamente.

Concurso “Fronteiras da Esperança: Minha Terra, Meu Futuro

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) e o Centro de Estudos Ibéricos promovem a 2ª edição do Concurso “Fronteiras da Esperança: Minha Terra, Meu Futuro”, iniciativa que visa estimular a reflexão dos jovens estudantes sobre os recursos e as dinâmicas territoriais, levando-os a refletir sobre as perspetivas que se abrem para o futuro coletivo da região.
O Concurso “Fronteiras da Esperança: Minha Terra, Meu Futuro” visa suscitar a investigação e a reinterpretação das potencialidades e dos recursos do território para estimular o debate donde possam emergir novas propostas e perspetivas de desenvolvimento em torno de temas como (i)Leituras e (re)interpretações do território; (ii) Escrita, literatura e território;(iii) Arte e território.
Destinado a estudantes dos estabelecimentos de ensino básico e secundário, de escolas do ensino público, privado ou cooperativo da CIM Beiras e Serra da Estrela, o concurso contempla vários apoios à participação e prémios.
A submissão de candidaturas irá decorrer até 15 de junho de 2021.