Início » Tag Archives: coimbra

Tag Archives: coimbra

Circuito das Beiras by Bridgestone / First Stop 2024 vai rolar em breve

A edição 2024 do Circuito das Beiras by Bridgestone / First Stop vai para a estrada nos próximos dias 27 a 30 de junho. O Clube Escape Livre já tem tudo pronto para um evento que já está na história dos passeios de clássicos em Portugal. Para lá das novidades já apresentadas, conta com uma lista de inscritos de luxo com forte participação estrangeira.

A segunda edição da era moderna do Circuito das Beiras by Bridgestone / First Stop, prova imaginada por Tavares de Mello em 1903, vai ligar a Guarda a Coimbra, Coimbra a Castelo Branco e regresso à Guarda, numa mudança que cumpre a promessa feita pelo presidente do Clube Escape Livre, Luís Celínio, de rodar o início do evento pelas capitais de distrito visitadas pelo percurso.

Por outro lado, a organização entendeu por bem estender o convite ao Moto Clube da Guarda para celebrar o 121º aniversário da primeira corrida de “motocicletas” que ligou a Guarda a Coimbra. Os automóveis pré-guerra e pós-guerra inscritos vão ter, assim, a companhia das motos na primeira etapa do Circuito das Beiras, entre Guarda e Coimbra.

Sublinhando o sucesso da primeira edição do Circuito das Beiras by Bridgestone / First Stop, o evento organizado pelo Clube Escape Livre ganhou dimensão internacional com uma lista de inscritos que mais que dobrou o número de carros pré-guerra e acolhe uma dezena de participantes estrangeiros. Ler Mais »

Seminário NÃO VAIS ESTAR SOZINHO em Coimbra

A terceira edição do Seminário NÃO VAIS ESTAR SOZINHO regressa no dia 13 de junho ao Convento de São Francisco, em Coimbra.

No dia 13 de junho, a Secção Regional do Centro (SRCentro) da Ordem dos Enfermeiros, em parceria com a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra; Escola Superior de Saúde de Viseu; Escola Superior de Saúde da Guarda (IPG); Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha; Escola Superior de Saúde de Leiria; Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias (Castelo Branco); Escola Superior de Saúde Jean Piaget (Viseu) e Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro, vai realizar a terceira edição do Seminário NÃO VAIS ESTAR SOZINHO, no Convento de São Francisco, em Coimbra.

Este seminário será o mote para um encontro que, certamente, irá marcar a vida académica e profissional de cada futuro Enfermeiro.

Contam com a presença de cerca de 600 estudantes (e também de enfermeiros) num evento que vai despertar a consciência dos recém-licenciados em Enfermagem para o mundo do trabalho, partilhando com eles ações motivacionais, exemplos de vida, estratégias de autodescoberta e de gestão financeira, entre outros e outras dicas que os preparem para os desafios que vão encontrar quando começarem a trabalhar como Enfermeiros.

“O Seminário é um momento especial, pensado para os futuros enfermeiros, onde se pretende que exista confraternização, bom ambiente e uma crescente motivação para a fase que se aproxima: o fim do percurso académico e o início de um caminho dentro da profissão de Enfermagem com a atribuição do título profissional. Acredito que vai ser um grande dia!”, refere Valter Amorim, Presidente da SRCentro.

Ricardo Mendoza, mentor e especialista em estratégias de superação e sucesso, Sérgio Rodrigues, perito em educação financeira e finanças pessoais, e a psicoterapeuta Diana Filipa são alguns dos palestrantes que irão marcar este dia e a vida destes estudantes! O Digníssimo Bastonário da OE, Luís Filipe Barreira, e o Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, José Manuel Silva, também são alguns dos convidados já confirmados.

Universidade de Coimbra debate políticas e escassez de habitação acessível em Portugal

O Departamento de Arquitetura (DARQ) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) vai realizar nos próximos dias 2 e 3 de maio o
evento “HABIT.AÇÃO! Seminário sobre Projetos e Políticas do Habitar”, uma discussão sobre o problema da habitação em Portugal.

A iniciativa, organizada em colaboração com a Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto (FAUP), está integrada no programa oficial das Comemorações dos 50 anos da Revolução de 25 de abril de 1974 e também nas celebrações dos 35 anos de Arquitetura na UC.

Este seminário conta com a participação de vários arquitetos nacionais e internacionais, que irão analisar as questões da escassez de habitação acessível,
mas também apresentar e debater projetos de habitação, projetos académicos e políticas de habitação em Portugal. Haverá espaço para duas conferências sobre experiências de habitação pública na Catalunha e nos Países Baixos.

Coimbra acolhe II Feira de Emprego do Centro

O Convento São Francisco, em Coimbra, vai receber, a 16 de abril, a segunda edição da Feira de Emprego do Centro, um evento organizado pela Bolsa de Empregabilidade e que tem como objetivo pôr em contacto os empregadores e os candidatos a trabalhar na área do Turismo. A segunda edição da iniciativa acontece na sequência do enorme sucesso da primeira edição, em 2023, e tem o apoio da Turismo Centro de Portugal e da Câmara Municipal de Coimbra.

A Bolsa de Empregabilidade é o maior evento de empregabilidade nacional nas áreas do Turismo. Desde 2016, a Bolsa de Empregabilidade já desenvolveu mais de uma dezena de edições, entre Lisboa, Porto, Alentejo, Algarve e, desde o ano passado, também no Centro de Portugal, tendo acelerado o processo de contratação e identificação de talento de milhares de candidatos.

A 2.ª Feira de Emprego no Centro contará com cerca de 50 empresas a identificar talento e a contratar trabalhadores, ao longo de todo o dia. As empresas, entre as quais estão alguns dos mais importantes empregadores da região e do país, irão promover junto dos candidatos as vagas de emprego que têm disponíveis.

Os candidatos são estudantes de instituições de ensino superior e profissional das áreas de turismo, assim como desempregados identificados pelo IEFP e também profissionais de outras áreas que estejam interessados em novas oportunidades. Até ao momento, estão já inscritos 300 estudantes e cerca de 1200 profissionais, entre desempregados e pessoas interessadas em trabalhar no setor. As inscrições dos candidatos são gratuitas e podem ser feitas desde já em https://bolsadeempregabilidade.pt.

A conferência de imprensa de apresentação do evento decorreu hoje na Casa Municipal da Cultura, em Coimbra, e contou com a participação de António Marto, presidente da Associação Fórum Turismo e fundador da Bolsa de Empregabilidade, Anabela Freitas, vice-presidente da Turismo Centro de Portugal, e Francisco Veiga, vice-presidente da Câmara Municipal de Coimbra.

Na apresentação, António Marto explicou que “esta feira de empregabilidade acontece em Coimbra, mas o seu âmbito é de todo o Centro. É condição para as empresas que participam terem vagas no setor do Turismo para contratar em Coimbra e na região Centro”. “É verdade que há falta de mão de obra nesta área, mas a experiências que temos tido demonstra que nestes eventos as pessoas que querem trabalhar aparecem”, frisou ainda António Marta, que deixou uma palavra para os parceiros da organização: “Obrigado por criarem estas oportunidades. Estamos a criar oportunidades para o futuro, mas para isso é preciso ter um rasgo de visão e de vontade para as criar. Se tudo isto é possível, é porque temos as pessoas certas a trabalhar”.

Anabela Freitas recordou que a falta de trabalhadores é um dos maiores desafios do setor do Turismo. “A primeira Bolsa de Empregabilidade teve um grande sucesso na nossa região, pelo que não podíamos deixar de continuar este trabalho. O setor do Turismo debate-se com falta de mão-de-obra, e se queremos posicionar-nos cada vez mais como um destino sustentável, diferenciado e qualificado, temos de ter empresas e trabalhadores qualificados”, considerou. “Ao resultar de uma parceria entre instituições públicas e privadas, a Feira de Emprego do Centro é um exemplo claro daquilo que pretendemos fazer no território para atrair e fixar mão-de-obra”, concluiu Anabela Freitas.

Francisco Veiga defendeu a importância do evento. “Sendo este um evento que visa identificar talentos e acelerar o processo de contratação de profissionais para o setor do turismo, é evidente que o Município de Coimbra tem todo o interesse em apoiar a sua realização”, disse. “Nesta feira estarão representadas dezenas de empresas e espero que muitos candidatos encontrem aqui uma oportunidade de emprego que vá ao encontro dos seus desígnios, ajudando o turismo a crescer de forma sustentada”, acrescentou.

Foto:DR

Estudante da Universidade de Coimbra vence Altice Innovation International Award no valor de 25 mil euros

Emanuel Marques, estudante de doutoramento no Departamento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (DEEC) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) é o vencedor do Altice Innovation Internacional Award (AIIA), na categoria “Academia”.
O prémio, no valor de 25 mil euros, foi atribuído pelo trabalho “Charging the future of Evs through the wheel”, desenvolvido no âmbito do Programa Doutoral em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores.
«Ter sido selecionado de entre tantas dissertações de doutoramento de elevada qualidade é um sentimento de orgulho do trabalho desenvolvido durante o meu percurso doutoral. Este prémio é o reconhecimento da
qualidade do trabalho desenvolvido pelo grupo de investigação do DEEC, do qual fiz parte e que me permitiu chegar a esta final», afirma Emanuel Marques.
A tese desenvolvida tem como objetivo melhorar a transferência de energia em sistema de carregamento sem fios para veículos elétricos. Como explica o galardoado, «a capacidade de transferência deste tipo de sistemas, que
encontramos atualmente em dispositivos eletrónicos como smartphones e smartwatches, é afetada pela distância entre o transmissor (que se encontra instalado no chão) e o recetor (que se encontra instalado na base do veículo).
Para veículos com elevada distância ao solo, a capacidade de transferência diminui drasticamente e nesse sentido foi proposta uma nova solução que utiliza a roda como meio intermédio de transferência de energia, garantido, desta forma, níveis de transferência equiparáveis para todo o tipo de veículos», conclui.
O AIIA, lançado em 2017, pretende promover e reconhecer o empreendedorismo e o talento tecnológico. Nesta 7ª edição, estiveram em disputa 95 mil euros, divididos por três categorias: “Startup”, o prémio monetário é de 50 mil euros e o vencedor tem a possibilidade de realizar uma prova de conceito (PoC) com a Altice, na
“Academia”, o prémio monetário é de 25 mil euros, e na "Inclui by Fundação Altice",
a distinção vale 20 mil euros.
Além dos prémios monetários, fruto de parcerias institucionais, o AIIA premeia ainda
com "Distinção Born from Knowledge em parceria com a Agência Nacional de
Inovação (ANI), um projeto finalista "nascido do conhecimento que resulte de
atividades de investigação e desenvolvimento valorizando o conhecimento
científico e tecnológico. Neste caso, o prémio monetário é de 2.500 euros, a que se
junta a árvore do conhecimento, obra de arte símbolo da valorização do
conhecimento científico e tecnológico nacional.

Livro “O Circuito das Beiras e o Espírito Visionário de José Caetano Tavares de Melo” é lançado em Coimbra

O lançamento da obra será feito pelo próprio autor, José Barros Rodrigues, na presença do
Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Coimbra, Carlos Lopes e do Presidente do Clube
Escape Livre, Luís Celínio. Será realizado em sessão aberta ao público no dia 14 de setembro às
18 horas na Casa das Caldeiras em Coimbra.

O Circuito das Beiras by Bridgestone /First Stop recupera, 120 anos depois, a primeira prova automobilística por etapas, ganha por José Caetano Tavares de Melo. O Clube Escape Livre em colaboração com as Câmaras de Coimbra, Castelo Branco e Guarda avançou para a recreação da prova que irá para a estrada nos dias 14 a 17 de setembro e terá como pano de fundo um percurso com cerca de 400 quilómetros. A ideia adjacente ao evento, quem foi Tavares de Melo, a sua influência e as características e pormenores da prova estão vertidos no livro “O Circuito das Beiras e o Espírito Visionário de José Caetano Tavares de Melo”
assinado pelo historiador José Barros Rodrigues e que será lançado no dia 14 de setembro em Coimbra.
O Circuito das Beiras, uma corrida reservada a automóveis e motociclos, foi realizada nos primeiros dias de novembro de 1903 e é, agora, recriada pelo Clube Escape Livre com um evento que prescinde da vertente competição em favor do passeio turístico. A prova desenhada por Tavares de Melo foi um extraordinário evento desportivo que não conheceu maior mediatismo porque não foi realizada na capital.
O livro “O Circuito das Beiras e o Espírito Visionário de José Caetano Tavares de Melo”, da
autoria do historiador José Barros Rodrigues, é um trabalho de minúcia e análise a uma
personagem muito interessante e que marcou o automobilismo nas áreas comercial,
desportiva, económica e social. Presta-se, assim, uma homenagem que a sua febril atividade
reclama e que a aventura à época justifica. O espírito inventivo e dinâmico e a presença de
Tavares de Melo mudaram Coimbra!
Produzido com recurso a fontes da época, “O Circuito das Beiras e o Espírito Visionário de José
Caetano Tavares de Melo” é uma obra com 208 páginas indispensável para compreender a
história do automobilismo nacional e dar o devido reconhecimento a José Caetano Tavares de
Melo mais de um século depois.

O Circuito das Beiras by Bridgestone / First Stop vai realizar-se nos dias 14 a 17 de setembro e
terá como palco as estradas que ligam Coimbra, Castelo Branco e Guarda. Serão cerca de 400
quilómetros de percurso que vão colocar á prova clássicas, algumas deles do início do século
anterior.
Com o apoio das Câmaras Municipais de Coimbra, Castelo Branco e Guarda, o patrocínio da
Bridgestone / First Stop e da Litocar, além das parcerias com o Museu do Caramulo, Museo de
Historia de la Automocion de Salamanca, Clube de Automóveis Antigos de Castelo Branco e
Automóvel Clube de Coimbra, a edição moderna do Circuito das Beiras não terá vertente
competitiva em estrada. Porém, o Clube Escape Livre não deixou créditos por mãos alheias e
desenhou um “Rally Paper” que colocará á prova a perspicácia dos participantes e os seus
conhecimentos do Circuito das Beiras by Bridgestone / First Stop e do Clube Escape Livre.
Para complementar esta vertente mais lúdica, foram organizados três momentos de perícia
automóvel nas três capitais de distrito atravessadas pelo evento. Como sempre sucede nas
organizações com a chancela do Clube Escape Livre, o abraço entre a beleza cénica, a
gastronomia e a cultura, estará presente num evento que tem recebido apoios de norte a sul
do país e que, celebrará de forma digna e espetacular, a história do automobilismo português.
Estão inscritas 34 equipas das quais 8 são de carros Pré-Guerra, ou seja, carros até 1945.
Destacam-se, naturalmente, as presenças do Darracq 12 HP de 1902 conduzido por Tiago
Patrício Gouveia, do Ford A de 1930 de Luís Lavin, o Hotchkiss “La Baule” de 1930 que terá ao
volante António Dionísio e o Berliet de Luis Mata Perez, um automóvel de 1926. Por outro
lado, nos carros Pós-Guerra destaque para os vários MG presentes, o Jaguar E Type de 1967 de
Francisco Belo e para o Triumph Dolomite de João Torres Rodrigues. Os Mercedes 190 SL de
Francisco Pimentel e 350 SL de Luís Vasconcelos Pinheiro juntam-se a outras máquinas como o
Sunbeam de Luis Mata Perez ou o eterno Citroen 2CV de José Carlos Alves.
Em Castelo Branco, pelas 17h30 de sexta-feira, 15 de setembro, as máquinas do Circuito das
Beiras by Bridgestone / First Stop podem ser observadas no Parque Campo Mártires da Pátria.
Na Guarda, no sábado dia 17 de setembro, terá lugar um desfile e prova de perícia junto à
Câmara Municipal e em Coimbra, na Praça da Canção, no domingo pelas 13h00, terá lugar a
derradeira perícia do programa.

Coimbra acolhe prémios do International Mathematical Modeling Challenge

O Departamento de Matemática (DM) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) vai acolher na próxima terça-feira, 11 de julho, a sessão portuguesa de entrega de prémios do International Mathematical Modeling Challenge (IM2C).

Na edição deste ano, que decorreu entre fevereiro e maio, foram selecionadas para participarem na competição três equipas portuguesas das escolas secundárias da Gafanha da Nazaré e António Damásio (Lisboa). Os estudantes desta última instituição foram distinguidos com Menção Honrosa.

Jaime Carvalho e Silva, docente do DM, é o responsável pelo concurso em Portugal e pela escolha de duas soluções para a competição, no âmbito das atividades associadas ao Mestrado em Ensino de Matemática no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Secundário.

O IM2C é um concurso aberto a todos os países e tem como objetivo promover o ensino de modelação matemática e aplicações a todos os níveis educacionais, baseando-se na convicção de que alunos e professores precisam de experimentar o poder da matemática em contextos realistas. Este desafio foi lançado por uma equipa internacional sediada no Consórcio para a Matemática e suas Aplicações (COMAP), o responsável pela organização anual do evento.

Esta competição internacional é disputada por equipas do ensino não superior, constituídas por quatro alunos e um professor, que durante cinco dias trabalham na
solução do problema proposto em cada edição, tendo acesso a todo o tipo de recursos, incluindo calculadoras, computadores, bibliotecas e internet. Cada equipa tem de produzir uma solução com o máximo de 20 páginas, incluindo uma página destinada à defesa do valor da solução proposta.

Durante os cinco dias, os alunos não podem ter contacto com outras pessoas, incluindo o professor coordenador da equipa. No entanto, é permitido o acesso a
toda a documentação que quiserem (que devem referenciar na sua solução). Por cada país podem ser submetidas duas soluções.

Passeio “75 Land Rover 75” em dezembro

O “75 Land Rover 75” passeio todo-o-terreno organizado pelo Clube Land Rover Portugal e Clube Escape Livre tem reunido o interesse da comunidade adepta da marca britânica. Desde que foi apresentado em Coimbra, nas instalações da MCoutinho (parceiro e patrocinador do evento) as manifestações de interesse não param de chegar para um passeio do qual revelamos mais alguns detalhes.

O passeio “75 Land Rover 75” vai levar, nos dias 1 a 3 de dezembro, uma caravana de 75 automóveis a percorrer os caminhos de Idanha e da Serra da Estrela, recuperando alguns dos percursos da mítica “Land Rover Rota Histórica”, organizada durante 20 anos pelo Clube Escape Livre. Paisagem, aventura e desafio às qualidades dos Land Rover serão os pilares desta organização conjunta do Clube Land Rover Portugal e do Clube Escape Livre, que levará os concorrentes a passar por locais marcantes da Beira Interior como Idanha-a-Velha, Monfortinho, Penhas da Saúde, Manteigas, Mata do Fragusto, Quinta da Taberna, Penha de Prado e tantos outros locais. A gastronomia beirã far-se-á representar a cada esquina e a cada paragem.

As inscrições para o “75 Land Rover 75” vão abrir no dia 30 de abril, data escolhida pelo simbolismo de, há 75 anos, ter sido neste dia que o primeiro Land Rover foi apresentado ao Mundo. A expetativa de esgotar, rapidamente, as 75 inscrições é real. Isto porque o interesse demonstrado pela enorme comunidade adepta dos SUV da casa britânica desde a apresentação do evento em Coimbra, tem sido verdadeiramente incrível!

Cada inscrição para este passeio único e irrepetível é válida para 2 pessoas e compreende o alojamento (2 noites em hotel de 4 estrelas), alimentação (4 refeições), todas as entradas nos locais e monumentos a visitar e a oferta do Blusão Oficial do “75 Land Rover 75”. O valor é de 695€!
As inscrições abrem a 30 de abril para todos os aficionados da marca poderem partilhar um aniversário marcante com os únicos dois clubes que, em Portugal, mais ligação e história têm com a Land Rover.

Os interessados em participar no “75 Land Rover 75”, podem fazer a sua inscrição para geral@clubelandrover.pt e acompanhar as notícias em www.escapelivre.com e
www.clubelandrover.pt.

Foto:CEL

IPO de Coimbra – Promoção da Saúde através da Música

A Música no Lugar Certo é um projeto-piloto que acontece no Internamento – Especialidades Cirúrgicas 2 do IPO de Coimbra, com o objetivo de promover o bem-estar físico e emocional de utentes e profissionais de saúde através da música, estendendo, assim, o acesso à fruição cultural ao ambiente clínico. Em colaboração com o IPO de Coimbra e a Direção Regional de Cultura do Centro, a Orquestra Sem Fronteiras (OSF), com apoio do BPI | Fundação “La Caixa”, promove concertos mediados de música de câmara mensais, interpretados pelo Quarteto Transversal, que convida o público a ouvir o repertório, conviver e conversar sobre o que a música e o momento lhe sugerirem.

O concerto está agendado para a próxima segunda-feira, dia 06 de março 2023, pelas 15 horas.

O Quarteto Transversal é o agrupamento vencedor das Residências em Música de Câmara da OSF de 2023, composto por Gabriela Martins (flauta), Rodrigo Teófilo (violino), Rafaela Riscado (viola d’arco) e Matheus Borges (violoncelo). Os jovens músicos são naturais do interior de Portugal, a zona de atuação da OSF.

Neste primeiro concerto, no dia 6 de março, o ensemble irá trazer ao público o Quarteto em Ré Maior de Wolfgang Amadeus Mozart, K. 285, um dos três quartetos para flauta composto pelo austríaco em 1777, em Manheim na Alemanha.

O projeto prevê a realização de um total de seis concertos que se destinam, exclusivamente, aos utentes e profissionais do IPO Coimbra.

60 anos de IPO de Coimbra- arranque das celebrações

O Instituto Português de Oncologia de Coimbra, Francisco Gentil E.P.E., celebra 60 anos da sua atividade assistencial, inteiramente dedicada à prestação de cuidados de saúde na área de oncologia.

Para sinalizar este marco histórico, o Conselho de Administração do IPO de Coimbra, nomeou uma Comissão Organizadora, de modo a levar a efeito um conjunto de iniciativas que dignifiquem a história, o presente e o futuro da instituição.

E foi nesta quinta-feira, dia 29 de dezembro de 2022, que se marcou o início das comemorações, através da realização de uma conferência de imprensa, com as intervenções da Presidente do Conselho de Administração do IPO de Coimbra, Dr.ª Margarida Ornelas, da Coordenadora da Comissão Organizadora, Dr.ª Regina Silva, e do artista plástico Vítor Costa.

Na sua intervenção, a Presidente do Conselho de Administração, Dr.ª Margarida Ornelas, referiu que: “falar da história do Instituto Português de Oncologia de Coimbra Francisco Gentil é falar, em primeiro lugar, do Prof. Doutor Francisco Gentil que concretizou uma das suas ambições, quando a 29 de dezembro de 1927, viu inaugurado o Instituto da Luta contra o Cancro em Portugal” e do Prof. Doutor Luís Raposo que “menos de 30 anos depois, defendeu a criação de um centro anticanceroso capaz de dar resposta à população do Centro”.

Referiu ainda que “é uma data importante para a população de Coimbra (…) bem como para toda a Região Centro”.

Antes de dar a palavra à Coordenadora da Comissão Organizadora, Dr.ª Regina Silva, a Presidente da Instituição referiu: “Assumimos com orgulho o nosso PASSADO, a nossa história; cultivamos no PRESENTE os valores que nos foram transmitidos ao longo de gerações e acreditamos que a nossa maior força é colocar o doente no centro do cuidar. Preparamos, ainda, o FUTURO, reforçando o nosso compromisso com o doente oncológico e reafirmando o nosso papel de centro de referência em oncologia do Serviço Nacional de Saúde”.

Terminou a sua intervenção afirmando o seguinte: “Da pequena vivenda até aos nossos dias, o IPO de Coimbra tem crescido e tem-se modernizado, sendo que o futuro continua auspicioso. Tudo faremos para levar a bom termo a Obra, com desvelo, carinho e ambição, como preconizou Luís Raposo e como exigem e merecem os nossos doentes.”

A Coordenadora da Comissão Organizadora, referiu o slogan das comemorações: “Construindo o presente entre o passado e o futuro”, afirmando que é aquele que se pode observar no mural de azulejo da entrada principal do edifício de ambulatório.

A Dr.ª Regina Silva apresentou o programa das comemorações assentes em 6 eixos designadamente: o eixo pessoas, comunidade, cuidado, memória, ciência e futuro.

Cada eixo terá uma, ou mais atividades, sendo que destacou as seguintes:

  1. Eixo Pessoas:
  • Num dos primeiros dias de janeiro iremos realizar um almoço de Ano Novo, destinado a profissionais e doentes internados que não tenham restrições alimentares, com a colaboração da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra que muito generosamente irá destacar dois chefes e um grupo de alunos da Escola para conjuntamente com o nosso Serviço de Alimentação e dietética confecionar o almoço desse dia.
  1. Eixo Comunidade:
  • Em fevereiro (preferencialmente no dia 4, dia Mundial de Luta Contra o Cancro) será realizada uma Caminhada sob o tema “Por Uma vida Saudável”, cujo percurso está a ser ultimado com as autoridades, destinada a sensibilizar a população para a importância da adoção de hábitos de vida saudável na prevenção da doença oncológica.
  1. Eixo Cuidado:
  • Em março e abril teremos duas conferências: uma sobre o “Cuidar”, tema que nos é especialmente caro e outra subordinada ao tema geral “A literacia em saúde e a Estomaterapia”.
  • Em setembro, uma ação subordinada ao tema “Capacitar a Pessoa com Ostomia”, em que serão concretizados 3 workshops em dias a definir.
  • Em outubro será o mês destinado à sensibilização da comunidade hospitalar para o doente com ostomia. Para o efeito convidaremos doentes e profissionais a participar numa mesa subordinada ao tema “Dar voz às Pessoas com Ostomia”.
  1. Eixo Memória
  • Em setembro projeta-se inaugurar a Exposição “IPO Coimbra – Um Caminho com História, um percurso com futuro”.
  1. Eixo Ciência
  • Em maio realizar-se-á uma conferência subordinada ao tema “Oncologia, que futuro?”, em que serão debatidos os novos desafios que a inovação científica nos coloca;
  • Durante o 4.º trimestre daremos início às sessões que integrarão a Open Week – IPO de Coimbra, lideradas pelos Grupos Multidisciplinares de Patologia do IPO de Coimbra e que terão como principal objetivo a divulgação das boas práticas, partilha de conhecimento e a proximidade com os Cuidados de Saúde Primários.

Pretende-se estimular e reforçar uma intervenção de saúde em rede, colaborativa, orientada para as necessidades e preferências do doente oncológico, famílias, cuidadores e comunidade na região Centro.

Durante 5 dias, os profissionais de saúde serão convidados a discutir as oportunidades de articulação de cuidados, a potencialização das forças, recursos e competências, promotoras de empoderamento do doente oncológico e da comunidade em geral.

  1. Eixo Futuro
  • Num futuro, que desejamos próximo, convidaremos todos os presentes para uma visita guiada às instalações do novo edifício da cirurgia. Ele constitui a concretização de um antigo sonho que permite confiar no futuro ao proporcionar melhores condições de conforto e bem-estar aos nossos doentes e de trabalho aos profissionais.

Para encerrar as comemorações dos 60 anos de atividade do IPO de Coimbra, irão, ainda, ser desenvolvidas as seguintes iniciativas:

  • A Cápsula do Tempo a levar a efeito em novembro – constará da recolha de testemunhos de profissionais, representativos de cada grupo profissional, com a finalidade de serem lidos futuramente. Pretende-se com este momento simbólico, criar uma interligação geracional entre o presente e o futuro.
  • A Gala, a ter lugar no convento de São Francisco no final do próximo ano.
  • A Peça escultórica alusiva à celebração dos 60 anos, cabendo a Vítor Costa a coordenação artística.

Sobre o último ponto – a Peça Escultórica – Vítor Costa informou o projeto vai envolver artistas nacionais e internacionais e a inspiração terá como base o slogan: “Construindo o presente entre o passado e o futuro”.

A conferência de imprensa teve, ainda, dois momentos especiais:

  • a apresentação do filme alusivo às Comemorações dos 60 anos, tendo cabido a realização a Tiago Cerveira;
  • e o bolo de aniversário, tendo-se cantado os Parabéns à instituição.