Início » Tag Archives: concurso de vinhos

Tag Archives: concurso de vinhos

Centenas de milhares de pessoas passaram em Foz Côa

Quinta da Extrema Edição II >> Colinas do Douro Sociedade Agrícola foi o melhor vinho branco

Quinta do Vesúvio 2019 >> Symington Family Estates, Vinhos foi o melhor vinho tinto

Com um número record de expositores, Foz Côa voltou a celebrar o que de melhor se produz nesta região vitivinícola. Várias centenas de milhares de pessoas passaram este fim de semana pelo nosso concelho, entre elas o ilustre Master of Wine, Dirceu Vianna Junior, com quem os produtores tiveram oportunidade de conversar e trocar opiniões.

O Concurso de Vinhos que decorreu no âmbito do Festival teve 180 vinhos em competição, entre brancos, tintos e vinhos do Porto. Um júri composto por 33 especialistas e compradores profissionais escolheram os melhores vinhos. Os destaques vão para ‘Quinta da Extrema Edição II’, de Colinas do Douro Sociedade Agrícola, ‘Quinta do Vesúvio 2019’, da Symington Family Estates e ‘Burmester Tawny 20 anos’, da Sogevinus Fine Wines, nas categorias de vinhos brancos, vinhos tintos e vinhos do Porto, respetivamente.

Foram anunciadas 66 medalhas, 20 na categoria de brancos (6 Ouros e 14 Prata), 37 na categoria de tintos (14 Ouro e 23 Prata) e 9 na categoria de vinho do Porto (4 Ouro e 5 Prata).

“É importante que o esforço de inovação e qualidade que se está a fazer no Douro Superior chegue aos grandes centros urbanos através de eventos como este. O elevado número de medalhas atribuídas neste concurso prova bem a qualidade dos vinhos que aqui se estão a fazer”, afirma Luís Lopes, diretor da revista Grandes Escolhas.

Por sua vez. João Geirinhas, diretor do Festival, salientou também a grande qualidade dos vinhos em competição, reconhecido por todos os jurados, e realçou o facto “desta competição ser provavelmente o concurso com o nível qualitativo mais alto de todos quanto se realizam em Portugal. Aqui, mesmo as grandes marcas, aquelas que nos habituámos a ver como ícones dos nossos vinhos, fazem questão de estar presentes e participar”. Ler Mais »

Projeto “Enoturismo na Região Demarcada dos Vinhos do Dão” em marcha

A CIM Viseu Dão Lafões, em articulação com diversos players – Turismo de Portugal, AHRESP, Viniportugal e Comissão Vitivinícola Regional do Dão – implementa iniciativa conjunta de valorização do Enoturismo do Dão. Paralelamente, o programa Best Wine Selection certifica e qualifica agentes da região, impactando toda a fileira do vinho e turismo associado.

O projeto “Enoturismo na Região Demarcada dos Vinhos do Dão”, uma iniciativa conjunta inédita para o setor do vinho, promovida pela CIM Viseu Dão Lafões, em articulação com o Turismo de Portugal, a AHRESP, a Viseu Marca e Comissão Vitivinícola Regional do Dão, foi esta quinta-feira apresentado em plena BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa. O projeto está orçado em 400 mil euros e surge como um instrumento crucial para capacitação de operadores e valorização de toda a oferta turística da região Viseu Dão Lafões.

“Os vinhos do Dão são mais uma alavanca para o desenvolvimento turístico da região. É crucial estruturar este produto e transformá-lo em oferta de excelência. Por isso integrámos as valências de todos os parceiros, com o objetivo de capacitar os nossos agentes”, afirmou Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, em evento realizado em pleno stand desta Comunidade Intermunicipal.

O projeto “Enoturismo na Região Demarcada dos Vinhos do Dão”, uma candidatura aprovada pelo Turismo de Portugal, veio possibilitar a implementação de uma série de recursos (levantamento e identificação de serviços; modelo de gestão; estrutura de resposta; comunicação, promoção e venda) tendo em vista “gerar valor a partir do recurso vinho”. O programa de ações, explicou Carlos Martins, gestor do projeto, estará concluído até outubro.

Paralelamente está em curso o programa “Best Wine Selection”, uma iniciativa específica para a capacitação e certificação de operadores ligados ao Enoturismo. Como explicaram Jorge Loureiro e Susana Leitão (da AHRESP), acompanhados por Sónia Vieira (Viniportugal), importa “tratar bem o vinho”. “A qualidade do serviço é fundamental para a melhor experiência”. Este programa pretende, assim, refletir-se na melhoria da oferta para os consumidores, através de um processo de melhoria continua oferecido às empresas (restaurantes, operadores de enoturismo, etc.).

Cumprido este programa, os agentes têm acesso à certificação e utilização da marca Best Wine Selection, valorizando serviços, reputação, bem como toda a fileira do vinho da região do Dão e turismo associado.

CIM VISEU DÃO LAFÕES NA BTL.

 

A CIM Viseu Dão Lafões está a desenvolver uma presença pioneira na BTL. A região viajou até à capital para dar a conhecer os grandes atributos da região de Viseu, naquela que é a primeira presença una e integrada dos seus 14 municípios na BTL, através de um inédito stand próprio e todo um programa de atividades associado.

Até 20 de março, na FIL – Feira Internacional de Lisboa, um só stand será palco de dezenas de momentos de animação musical, degustação de sabores regionais e provas de vinhos do Dão, apresentação de produtos autênticos, eventos e propostas culturais e de património. Tudo com um selo de excelência: Viseu Dão Lafões.

Esta participação inédita contempla o best of de atributos da região de Viseu Dão Lafões: um destino com propostas à medida dos amantes do universo mais zen mas também dos amantes da adrenalina e aventura. Viseu Dão Lafões irá apresentar-se como a região do país onde, sem a confusão das grandes cidades, é possível viajar em busca da adrenalina e agitação, mas também encontrar o lugar perfeito para um retiro.

Turismo de natureza; gastronomia e vinhos; cultura e património e saúde e bem-estar serão os eixos de ativação e comunicação desta presença pioneira na BTL, no pavilhão 2.

Programa:

Programa

Fotos: CIVDF

Adega Cooperativa de Pinhel recebe medalha de ouro e prata nos vinhos

Penalva, Gouveia e Nelas também premiados 

Teve lugar o Concurso Cidades do vinhos 2021, com 160 vinhos premiados. 12 Grandes Medalhas de Ouro, 90 Medalhas de Ouro e 58 Medalhas de Prata.
O vinho licoroso Pacheca Tawny 40 anos, da Quinta da Pacheca (Município de Lamego), destacou-se como o mais pontuado do Concurso Cidades do Vinho 2021, entre os cerca de 550 vinhos que concorreram a esta 1ª edição.

No que toca a Pinhel, a Adega Cooperativa ganhou a medalha de ouro, na Gama, vinho tranquilos, “Varanda do Castelo Tinto” e prata com “Celebração’65º.

Casas altas de Pinhel, com medalha de prata, com 87,67 , vinho  touriga

Por sua vez , com 91,00 , a Casa’da’Ínsua de  Penalva’do’Castelo  destacou-se com medalha de ouro, “Casa’da’Ínsua’Dão’vinho’tinto’2016″

Nelas também foi comtemplada nos vinhos tranquilos, com 89.00, Amora’Brava, com o vinho ” Índio’Dão’reserva’2016″.

Gouveia também teve medalha de Prata com 87,00 da Madre’Àgua’ com o vinho “Madre’Água”’Encruzado’2017″.

Os vinhos licorosos ocupam o topo da tabela. O segundo mais pontuado foi o Porto Colheita 1980 Messias, da Soc. Ag. Comercial Vinhos Messias SA (Município de São João da Pesqueira), e o terceiro foi o Villa Oeiras Tinto 2009, produzido pelo Município de Oeiras.