Início » Tag Archives: congresso

Tag Archives: congresso

Contributo das regiões para o crescimento do Turismo em Portugal

Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, destacou , em Fátima, o importante papel das regiões na procura de soluções para os grandes desafios colocados à atividade turística. As declarações foram feitas na sessão de abertura do 33.º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, um evento que decorre durante três dias no Centro Pastoral Paulo VI, promovido pela AHP – Associação da Hotelaria de Portugal e que tem o apoio da Turismo Centro de Portugal.

“As regiões desempenham um trabalho importantíssimo na estruturação de novos produtos turísticos, que aumentam a diversidade da ‘oferta Portugal’. Em 2006, lançámos 10 produtos estratégicos; hoje, Portugal posiciona-se internacionalmente com 22 produtos turísticos. Produtos como o enoturismo, o turismo religioso, o ecoturismo, a arte, o património e tantos outros fazem de Portugal não só o melhor destino europeu, como tem sido reconhecido, mas representam uma atratividade para a qual continuaremos a trabalhar”, sublinhou Pedro Machado. “Eventualmente, precisamos de reforçar o volume de investimento da nossa promoção, sobretudo internacional, e precisamos de reforçar também e cuidar do nosso mercado interno, absolutamente estruturante no caso da região Centro de Portugal”, acrescentou.

Outras respostas para os desafios atuais passam, segundo Pedro Machado, por “restaurar a confiança dos viajantes, em particular dos internacionais”, “apoiar a consolidação das empresas”, apostar “nas bases de um turismo cada vez mais sustentável” e adequar a atividade turística “ao inverno demográfico que está a acontecer no mundo e à agenda das alterações climáticas, fazendo com que o turismo nas regiões e no nosso país continue a ser cada vez mais atrativo e competitivo”. “São estes grandes desafios que este Congresso também tem pela frente. Importa que saiam daqui grandes conclusões, que reforcem a posição de Portugal na Europa e no Mundo”, concluiu Pedro Machado.

Também na sessão de abertura, o ministro da Economia, António Costa Silva, anunciou um programa no valor de 50 milhões de euros para ajudar as empresas do turismo a reabilitarem ativos imobiliários. “Este anúncio vai sair hoje e será bastante importante para as empresas”, disse.

António Costa Silva realçou ainda que o próximo ano será marcado pela “resiliência da economia portuguesa, em particular do turismo”. “Tenho esperança de que 2023 seja um ano ainda de resiliência da economia portuguesa, em particular do turismo. Com abrandamento, mas continuaremos a crescer. Apesar da guerra na Ucrânia, da subida das matérias-primas e da Europa enfrentar a pior crise energética da sua história, a previsão para a economia portuguesa é a de crescer 6,5% este ano”, afirmou.

A sessão de abertura do congresso contou ainda com intervenções de Bernardo Trindade, Presidente da AHP, Luís Miguel Albuquerque, Presidente da Câmara Municipal de Ourém, o padre Carlos Cabecinhas, Reitor do Santuário de Fátima, e Francisco Calheiros, Presidente da Confederação do Turismo de Portugal.

O Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo reúne, este ano, 44 oradores e moderadores, nacionais e internacionais, e centenas de participantes para partilhar e debater ideias, tendências, estratégias e experiências, com um programa feito por profissionais para profissionais do setor.

Entre os muitos painéis de discussão, merecem destaque os temas “Gerir em Tempos de Mudança”, “A Era da Incerteza”, “Investir em Tempos de Mudança”, “Recrutar e Reter Talento: Missão (Im)Possível?”, “New Money” e “Teremos Ainda Tempo Para A Sustentabilidade?”.

Coimbra acolhe o Congresso da AHRESP

O congresso da AHRESP começou esta sexta-feira em Coimbra, com a presença de mais de 1100 participantes que até amanhã vão analisar e discutir o futuro da atividade turística em Portugal. É o maior evento de sempre da associação, mas também do associativismo empresarial. A sessão de abertura ficou marcada pela intervenção de Carlos Moura, presidente da direção da AHRESP, que alertou para a complexidade do contexto económico atual e apresentou o desafio de se “criar um modelo económico assente na saúde e no bem-estar das empresas, das famílias, dos profissionais, de todos”.

“Enfrentamos um ambiente com um grave ciclo inflacionista, elevados custos do transporte de mercadorias. Ascommoditiesaté estão em planalto, mas os custos da energia triplicaram. Isto tem um efeito brutal nas nossas atividades. Os custos de produção elevados. As matérias-primas alimentares aumentaram 16.9 por cento no mês passado. Temos escassez no mercado de trabalho, precisamos de trabalhadores”, afirmou Carlos Moura na abertura do congresso Sustentabilidade – Utopia ou Sobrevivência?

Reforçando que a AHRESP sempre fez parte da solução na resolução das inúmeras situações de extrema complexidade, Carlos Moura desafiou os participantes no congresso a discutirem profundamente todos os temas, para apresentarem ideias fortes que serão devidamente maturadas: “Vamos dialogar com os poderes, as tutelas municipais, o governo, a administração central e os grupos parlamentares”.

António Costa Silva, Ministro da Economia e do Mar, participou no início dos trabalhos do congresso e fez questão de elogiar a vitalidade, relevância e contributo da AHRESP para a economia do País. “Vamos crescer 6,5 por cento este ano. Vai ser o maior da União Europeia. Para este crescimento não podemos ignorar o contributo forte do consumo interno. Nem podemos ignorar a contribuição fortíssima da procura externa líquida, de serviços, mas em primeiro lugar do Turismo”, afirmou Costa Silva, apresentando o “exemplo do turismo para pensar no futuro”.

“Não podemos criticar o turismo, mas sim usar o turismo como exemplo para formatar e desenvolver outros setores da economia. Criar condições macroeconómicas para as empresas conseguirem criar riqueza”, sublinhou o ministro da Economia e do Mar.

Também Pedro Machado, presidente da Turismo do Centro de Portugal, reforçou a importância da AHRESP na procura de soluções: “Vivemos o momento mais difícil da nossa história. É importante termos a AHRESP connosco, com o seu espírito de solidariedade sempre presente, na defesa do setor e nos interesses desta importante região”.

Em representação de Coimbra, enquanto cidade anfitriã do congresso da AHRESP, Francisco Veiga, vice-presidente da Câmara Municipal, destacou o papel ativo da cidade na “colaboração com o setor, criando condições para o desenvolvimento local e regional, estabelecendo pontes para o diálogo, condições físicas para valorizar o património, gastronomia e outras áreas relevantes”.

O encerramento da sessão esteve a cargo do Presidente da República que, numa mensagem em vídeo, agradeceu o contributo da AHRESP ao longo dos anos na recuperação do País. “Agradecer a luta da AHRESP em tempos tão difíceis, como a crise financeira, a refazer a vida após os fogos de 2017, a pandemia que congelou as nossas vidas, e agora, quando ainda não tínhamos recuperado totalmente a guerra e a crise”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, concluindo: “A vossa força é esperança, competência e o associativismo”.

Na primeira sessão plenária do congresso, a cargo de Luís Marques Mendes, o Conselheiro de Estado abordou várias temáticas direta e indiretamente relacionadas com a atividade turística. Marques Mendes concordou com a AHRESP em pontos há muito defendidos pela associação empresarial como o IVA da restauração. “Tenho dificuldade em compreender como o Orçamento do Estado não tivesse contemplado uma medida mais do que justa, sem grande prejuízo para as finanças públicas, como era suspender durante um ano o IVA da restauração, alimentação e bebidas”, afirmou o Conselheiro de Estado, para quem a AHRESP “deve ter ainda mais peso para influenciar os decisores políticos”.

Até ao final do congresso são aguardadas com expectativa as intervenções de Rita Marques, secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, de António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, e de Miguel Fontes, secretário de Estado do Trabalho.

De igual forma, especial atenção para as sessões que contam com a participação de Francisco Calheiros da CTP, António Saraiva da CIP e João Vieira Lopes da CCP, e de um conjunto de especialistas, académicos e protagonistas dos diversos setores.

XVIII Congresso Nacional da ANAFRE decorre em Braga

Está a decorrer neste fim de semana, o XVIII Congresso Nacional da ANAFRE , no Altice Fórum Braga , com cerca de 1.000 congressistas inscritos, representantes das 3.092 freguesias portuguesas.

Vão estar vários temas em discursão, onde se destaca a eleição de Jorge Veloso como presidente da ANAFRE e o tema” Freguesias 20/30 Valorizar Portugal”. A descentralização de competências em curso dos municípios para as freguesias, a reversão de freguesias agregadas pela “lei Relvas” e as finanças locais são outros temas destacados, assim como a aplicação da lei que permite a todas as freguesias terem pelo menos um autarca a meio tempo e o combate aos efeitos da pandemia, são mais alguns temas em debate neste Congresso.

Aqui fica o programa:

Sexta-feira | 11 de março

14h30 – Abertura do Secretariado – Acreditação dos Delegados

17h30 – Sessão Solene de Abertura

19h00 – Ratificação do Regulamento do XVIII Congresso Nacional da ANAFRE

20H00 – Jantar (livre)

21h30 – Continuação dos Trabalhos do Congresso

 

Sábado | 12 de março

9h00 – Apresentação e debate das Linhas Gerais de atuação

13h00 – Almoço (livre)

15h00 – Reinício dos trabalhos

18h00 – Apresentação e debate das Moções ao Congresso

20h00 – Jantar (livre)

21h30 – Continuação dos Trabalhos do Congresso

 

Domingo | 13 de março

9h00 – Início das Votações para órgãos sociais

10h00 – Votação das Moções ao Congresso

12h15 – Apresentação resultados

12h30 – Sessão Solene de Encerramento

Gouveia acolheu 1º evento preparatório do Congresso Internacional: A Bíblia na Cultura Ocidental

Decorreu no Teatro Cine de Gouveia, o primeiro evento preparatório do Congresso Internacional: A Bíblia na Cultura Ocidental. A temática central deste evento preparatório incidiu na Bíblia, cuja leitura, ao longo dos milénios, influenciou o pensamento das pessoas, a vida de comunidades e a história das civilizações.
O programa iniciou-se com o discurso de boas vindas do Presidente do Município de Gouveia, Luís Tadeu, e a posterior inauguração da Exposição Filatélica Bíblia Global: “A Bíblia na Arte Postal” dos países do mundo.
Seguiu-se a Conferência do Cardeal Gianfranco Ravasi, do Conselho Pontifício da Cultura, sob a temática “Bíblia, um código para compreender a cultura ocidental” e o lançamento e ritual de obliteração do selo dos CTT comemorativo dos 1600 anos do Nascimento de São Jerónimo, primeiro tradutor da Bíblia para Latim, a famosa e influente “Vulgata”.
O programa ficou completo com o Lançamento da obra completa em 6 volumes de “A Bíblia em Portugal: 25 séculos de traduções e modelações”, de Frei Herculano Alves.

Fernando Melo novo Presidente da Federação Distrital da JSD Guarda

Decorreu neste sábado, 24 de fevereiro, no Centro Cultural de Vila Nova de Tazem, concelho de Gouveia, o Congresso Distrital da Juventude Social Democrata da Guarda, onde Fernando Melo foi eleito novo líder distrital da JSD.

Perante uma plateia de cerca de meia centena de delegados, onde marcaram presença os Deputados do circulo da Guarda do PSD, Angela Guerra e Carlos Peixoto, alguns autarcas de diversos pontos do distrito e lideres de outras forças políticas.

Fernando Melo, natural de Fornos de Algodres, estava satisfeito pela eleição e referiu-nos no final que é um desafio interessante, que juntamente com a sua equipa vão lutar pelo melhor no distrito.

 

X Congresso Federativo da Guarda da Juventude Socialista em Celorico da Beira

Celorico da Beira vai acolher neste sábado, 16 de dezembro, o X Congresso Federativo da Guarda da Juventude Socialista, que se realizará no próximo sábado, dia 16 de dezembro de 2017, no Auditório da Biblioteca Municipal de Celorico da Beira.

Participam no encontro, com direito a voto, 39 delegados eleitos a representar 12 concelhias da Juventude Socialista do distrito da Guarda, aos quais se juntam 36 delegados inerentes.

 

Muito produtivo o Congresso de Futebol no IPG

27ipg Decorreu esta quinta-feira, 26 de maio, no Instituto Politécnico da Guarda, numa organização da Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto do Instituto Politécnico da Guarda em parceria com a Associação de Futebol da Guarda, a Federação Portuguesa de Futebol e a Câmara Municipal da Guarda, o I Congresso de Futebol intitulado: “O treino do futebolista, um espaço de confluência entre a ciência e a prática”.
Este congresso teve como objetivo criar um espaço de partilha de conhecimento em torno de temáticas 27 ipgrelacionadas com o processo de treino do futebolista que têm assumido especial relevância na atualidade como: periodização do treino, modelo de jogo, exercício de treino, avaliação e controlo da performance, entre outros.

Por:FP

Ângela Guerra participou no 6º Congresso Português de Medicina da Reprodução

angela guerra - congresso medicina de reproducaoÂngela Guerra participou, em representação do Grupo Parlamentar do PSD, no 6º Congresso Português de Medicina da Reprodução, que se realizou no passado dia 13 de Maio em Ílhavo.

Num debate subordinado ao tema das “Alterações à Lei da PMA: enquadramento e implicações”, a deputada Ângela Guerra, coordenadora dos Deputados do PSD na Comissão de Saúde, teve a oportunidade de abrir o debate, no mesmo dia em que, horas mais tarde, foram votadas na Assembleia da República alterações nestas matérias.
Recorde-se que este Congresso decorreu durante três dias e contou com a presença de dezenas de médicos especialistas portugueses e de vários outros países europeus, que partilharam experiências e debateram as importantes evoluções nesta área da medicina nos seus países.

Por:GPPSD

Congresso de Direito com advogados de todo País

000São mais de 250 os advogados provenientes de todo o país que, nos próximos dias 13 e 14 de maio, vão marcar presença no Auditório da Fundação de Serralves, no Porto, para participar no Congresso de Direito da Prova.

Organizada pelo Conselho Regional do Porto (CRP) da Ordem dos Advogados, a iniciativa visa abordar diversas questões relativas à prova nos processos judiciais, numa perspetiva pragmática e operacional do exercício diário da advocacia.

“Discute-se pouco a prova e, em termos práticos, há um grande desconhecimento sobre, por exemplo, qual a melhor forma de interrogar uma testemunha. Trata-se de uma matéria onde prevalece, com muita frequência, a intuição empírica e a superficialidade do cliché”, considera Elisabete Grangeia, presidente do CRP da Ordem dos Advogados.

A mesma responsável reforça que dificilmente existirá, no domínio do direito, uma matéria com tanta relevância prática e com tanto interesse para os advogados na quotidiana administração da justiça.

“Vamos trazer para o centro do debate questões tão fundamentais como a convicção do julgador, os standards de apreciação da prova, a autorresponsabilidade probatória das partes e a sua relação com o princípio do inquisitório e questões de tão imediata relevância prática como a fundamentação da decisão de facto, a prova indireta no processo penal, as presunções, as regras de experiência, o ónus da prova no processo tributário e a prova nas ações de responsabilidade médica.”

Integram os vários painéis do Congresso de Direito da Prova, ora como oradores ora como moderadores, para além de alguns dos mais conceituados advogados nacionais, como Rogério Alves, Guilherme Figueiredo, Rui Patrício e Pedro Marinho Falcão, personalidades marcantes da história recente da justiça portuguesa, como Cunha Rodrigues e Álvaro Laborinho Lúcio.

Por:CRP

Guarda acolhe Congresso de Futebol: “O treino do futebolista

13083355_1170586416309187_7377237880591116985_nI Congresso de Futebol: “O treino do futebolista, um espaço de confluência entre a ciência e a prática”
A Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto do Instituto Politécnico da Guarda vai organizar no próximo dia 26 de maio de 2016, o I Congresso de Futebol intitulado: “O treino do futebolista, um espaço de confluência entre a ciência e a prática”.
A organização deste evento resulta de uma parceria estabelecida com a Associação de Futebol da Guarda, a Federação Portuguesa de Futebol e a Câmara Municipal da Guarda.
Este congresso tem como objetivo fundamental criar um espaço de partilha de conhecimento em torno de temáticas relacionadas com o processo de treino do futebolista que têm assumido especial relevância na atualidade como: periodização do treino, modelo de jogo, exercício de treino, avaliação e controlo da performance, entre outros.
Para este efeito, os participantes terão a oportunidade de participar em sessões expositivas e em trabalho de campo, que envolverão oradores com experiência nas selecões nacionais, academias de treino e clubes profissionais.
Oportunamente será divulgado o programa final, bem como o período de inscrições.
O congresso está creditado como formação para o título de treinadores de futebol.

Por:IPG