Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: desenvolvimento

Tag Archives: desenvolvimento

Mangualde-Futuras instalações da Lecitrailer S.A. visitadas pelo presidente da Câmara

As futuras instalações da empresa, localizadas no cruzamento de Água Levada (EN234)receberam a visita do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, o diretor de operações, Carlos Lafuente e a restante equipa da Lecitrailer Mangualde
A Lecitrailer, é líder ibérico no setor da montagem de carroçarias, investe três milhões de euros em Mangualde, num projeto centrado na montagem de carroçarias e no serviço de pós-venda de multimarcas. Este investimento traduz-se na criação de 20 postos de trabalho a curto prazo, com um potencial de evolução até 50 postos de trabalho.
A previsão de abertura desta nova unidade da líder ibérica está prevista para o primeiro trimestre deste ano.
Com 30 anos de existência, no setor da montagem de carroçarias tem um volume de faturação anual de faturação aproximado dos 220 milhões de euros e com cerca de 850 trabalhadores.

Crescimento turístico do Centro de Portugal bateu todos os recordes em 2016

0,O ano de 2016 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro de Portugal. Os Resultados Preliminares sobre o setor, revelados ontem pelo Instituto Nacional de Estatística, comprovam que a procura pela região centro disparou a nível nacional e, particularmente, internacional.

O destaque dos dados do INE vai para o aumento das dormidas em hotelaria de cidadãos estrangeiros no Centro de Portugal, que cresceram 12,3% – o que ilustra o interesse cada vez maior que a região suscita fora do país. Os cidadãos nacionais continuam, por seu lado, a eleger o Centro como destino, tendo aumentado as suas dormidas em 7,9%. No total global, as dormidas em 2016 no Centro de Portugal registaram um crescimento de 9,74%, ficando muito perto das 5 milhões (4.943.896).

Mais notável ainda é o facto de, no mesmo período, os proveitos terem crescido 13,65% – um valor superior ao aumento das dormidas. Isto significa que o Centro de Portugal está a ser procurado por turistas de maior condição económica, os quais estão a gastar mais na região. No total, as dormidas em hotelaria no Centro de Portugal renderam 228,5 milhões de euros, números muito animadores para os empresários.

Os números não surpreendem Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal (TCP), para quem este é o resultado do esforço que os profissionais do setor, e o próprio TCP, têm desenvolvido para atrair visitantes à região. “Estes números comprovam que a estratégia que definimos é a correta. O Centro de Portugal tem vindo a ganhar espaço como destino na perceção dos turistas, a nível nacional como internacional. É uma região que reúne condições ótimas para ser um destino atrativo, devido à sua grande diversidade de recursos turísticos e possibilidades de visita. É um território singular, único e ao mesmo tempo diversificado, capaz de atrair o turista mais curioso e exigente”, sublinha.

Os diferentes atores do território perceberam-no e mostram ter a vontade e a capacidade para transformar o Centro de Portugal num destino de emoções e experiências diferenciadoras. A região tem vindo a aumentar e a melhorar a sua oferta de alojamento e os resultados começam a ser visíveis. Mas ainda há um enorme potencial de crescimento: isto é apenas o começo”, acrescenta.

Números de dezembro apontam para 2017 ainda melhor

Se restringirmos a análise apenas ao mês de dezembro de 2016, em comparação com dezembro de 2015, verificamos que o crescimento nas dormidas foi de 12,8%. Muito significativo é o facto de o Centro de Portugal ter sido a segunda região com maior crescimento neste mês, apenas atrás do Algarve (13,1%), o que deixa antever um ano de 2017 de grande vitalidade turística para a região.

 

Este número deve-se em grande parte às dormidas de turistas estrangeiros, que cresceram uns impressionantes 18,8% no mês em análise. Novamente, o Centro foi a segunda região com maior aumento neste segmento. Paralelamente, as dormidas de nacionais em dezembro também aumentaram dois dígitos: 10,8% face ao mesmo mês de 2015. Assim como os proveitos, que melhoraram de forma evidente na mesma comparação: 17,6%. O rendimento médio por quarto disponível também cresceu de 13,9 para 15,6 euros.

 

E se o ano de 2016 superou todas as expetativas, 2017 promete ser ainda melhor para o Turismo do Centro. Acontecimentos únicos, como a visita do Papa Francisco a Fátima, em maio, e distinções internacionais – o Centro de Portugal foi eleito pelos agentes de viagens europeus o destino preferido para este ano – são a garantia de que este será mais um ano de enorme crescimento turístico para a região.

 Sobre o Turismo Centro de Portugal:

O Turismo Centro de Portugal é a entidade que estrutura e promove o turismo na Região Centro do país. Esta é a maior e mais diversificada área turística nacional, abrangendo 100 municípios, e tem registado um intenso crescimento da procura interna e externa. É a região a escolher para quem pretende experiências diversificadas, pois concilia locais Património da Humanidade com a melhor costa de surf da Europa, termas e spas idílicos, locais de culto de importância mundial e as mais belas aldeias – sem esquecer a gastronomia e os vinhos de eleição.

Por:TC

Parceria entre ISCMFA e a ADFA origina melhoria da qualidade de vida dos clientes

14910293_1331002450266055_4631632134951134109_nUma parceria entre a ISCMFA e a ADFA, está a permitir aos utentes desta instituição uma melhor recuperação e além do mais melhorar a qualidade de vida.

São variadas as atividades que os técnicos da Desportiva de Fornos realizam com os clientes da Misericórdia fornense , quer na Unidade de Cuidados Continuados e no Lar residencial.

Cada vez mais as parcerias entre as diversas instituições são importantes e contribuem para uma vida melhor dos seniores.

Por:SP–Foto:LMG

Clientes do CAO e Lar Residencial do Centro Social Paroquial de Dornelas em Lisboa

ab22 A capital de Portugal, a cidade de Lisboa, foi nesta sexta -feira visitada pelos clientes do CAO e Lar Residencial do Centro Social Paroquial de Dornelas, do concelho de Aguiar da Beira

Deste modo, visitaram o Oceanário de Lisboa e também visualizaram o ninho da Águia no Estádio da Luz, descendo ao relvado e poderam desta forma desfrutar destes dois locais deveras interessantes.

Decerto que este dia ficará gravado na memórias destas pessoas que tiveram um dia intenso , ab22elmas de grande felicidade.

Por:António Pacheco

Fotos:Aguiar no Coração

Fábrica de Calçado ARA continua a apostar fortemente em Seia

A
multinacional alemã Ara anunciou esta segunda-feira, 21 de Julho, que
transferiu a produção do seu “best-seller” para a fábrica de Seia. Este
modelo será “um dos principais impulsionadores do aumento do volume de
produção” da unidade portuguesa, que no final deste ano vai ultrapassar a
fasquia do milhão de pares de sapatos.

Só a linha München, que é a mais vendida pela marca, vai contribuir com cerca de 172 mil pares,
dos quais 117 mil dizem respeito à colecção Outono / Primavera. Segundo
explicou fonte oficial, a transferência da produção deste modelo para
Seia – onde os alemães estão desde 1991 e empregam perto de 320 pessoas –
é resultado de um investimento recente de três milhões de euros.

Em causa esteve a instalação de uma DIP (injecção directa de
poliuretano) na fábrica de Seia, uma tecnologia que criou mais de 50
novos postos de trabalho e cuja implementação vem permitir agora a
produção de uma “diversidade mais extensa de modelos” deste calçado de
conforto.
Presente em Portugal desde 1974 – encerrou entre 2006 e
2009 as suas duas unidades industriais em Vila Nova de Gaia, onde
chegou a empregar mais de mil trabalhadores –, a Ara Shoes Portuguesa
factura cerca de 20 milhões de euros por ano. Só a partir de 2003 é que
os sapatos Ara passaram a estar à venda nas sapatarias portuguesas,
contando actualmente com cerca de 40 pontos de venda no País.
fonte:MB-Seia