Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: empreendedorismo

Tag Archives: empreendedorismo

Sonho pode ser realidade para 14 empreendedores

São 14 os empreendedores que estão já a desenvolver o Plano de Negócios, no âmbito do Programa V21 Rural. “Esta é mesmo uma oportunidade para mudar de vida é, assim, que os participantes resumem esta iniciativa da Vissaium XXI e do Município de Viseu. Nesta que é a primeira edição, os resultados estão à vista. Os participantes terão em breve todas as ferramentas para tirar finalmente os seus negócios do papel para ação.

Trata-se de um grupo de empreendedores pluridisciplinar, de várias faixas de idade, percursos e setores de atividades diversificados que vão desde o artesanato, ao turismo, à produção, à educação, à comercialização, entre muitos outros setores de base rural.

“São oportunidades destas que nos fazem querer ficar na nossa terra”

Lídia Neves, tem 54 anos e é uma das finalistas.  A pouco e pouco o seu projeto começa a desenhar-se.  A empreendedora quer levar pedaços de Viseu ao mundo.  “Através de produtos endógenos de qualidade, maioritariamente certificados, o objetivo passa por promover a região de Viseu”. Quanto ao programa, Lídia Neves não podia estar mais satisfeita. “Está a ser um grande desafio. Antes para mim um plano de negócios era um verdadeiro “bicho-papão”. É uma grande oportunidade para aprendermos e testarmos as nossas ideias. Temos um acompanhamento permanente e recebemos sempre feedback do que estamos a fazer. Sinto que o meu projeto está cada vez mais solidificado”, explica. A empreendedora não tem dúvidas, este era um programa exemplar que permite desenvolver a região e fixar os jovens “É uma aposta no capital humano, são oportunidades destas que nos fazem querer ficar na nossa terra.  Esta é uma capacitação importante para os que querem agarrar novas oportunidades e enveredar por novas áreas. É uma oportunidade para mudar de vida”, desabafa.

“Trabalhar em rede faz toda a diferença”

 A mesmo opinião tem Maria Paula Freitas, 44 anos, professora universitária e designer industrial. Foi há cinco anos que começou a idealizar o seu plano de vida. O projeto está ligado ao turismo rural e ao artesanato e pretende reinventar o Turismo Rural em Portugal associando experiências turísticas sustentáveis ao artesanato, como forma de preservar memórias, promover a identidade social e a sustentabilidade cultural.  A empreendedora não tem dúvidas, este era o clique que faltava para tirar o seu projeto da gaveta.

“O programa tem sido fundamental para conseguir estruturar o meu negócio e perceber qual a direção que tenho que tomar”, resume. Nas palavras da finalista, são muitas as mais valias do V21 Rural. “Temos a oportunidade de ouvir, na primeira pessoa, testemunho de empresários que já passaram pelas dificuldades que hoje estamos a sentir e que neste momento estão já do outro lado do muro”, destaca, acrescentando, ainda, a importância do trabalho de grupo.  “O programa tem-nos permitido criar uma rede importante de contactos. Trabalhar em rede faz toda a diferença”, sublinha.

 

“Muitos destes projetos vão germinar”

Sérgio Lorga faz um balanço muito positivo do caminho já percorrido. “É evidente o processo de evolução dos participantes. Estão entusiasmados e motivados em construir os seus projetos. Cada um desenvolve o seu plano de negócio, mas aqui têm o conforto de, a nível metodológico, terem um caminho partilhado, acompanhado e orientado”, sublinha. O diretor executivo da Vissaium XXI não tem dúvidas, muitas destas sementes vão dar frutos.  “Estamos certos que deste programa vão surgir novos negócios. Acreditamos, inclusive, que alguns vão germinar muito brevemente, alguns podem até não avançar, no imediato, mas estamos certos que o V21 Rural será um passo importante para consolidar as suas ideias e, no futuro, quando avançarem, vão fazê-lo de forma muito mais consistente e mais facilmente atingirão o sucesso”, sustenta.

De olhos postos no futuro, em cima da mesa, na Vissaium XXI, estão já a ser ponderadas novas edições. “Tendo em conta a avaliação positiva desta primeira edição, o estímulo é cada vez maior. Estamos empenhados em ter sempre respostas ajustadas às necessidades dos empreendedores”, remata.

Depois de o programa ter dado a oportunidade de todos porem à prova o seu perfil de empreendedor, o V21 Rural seguiu em frente com os projetos finalistas que estão a ser munidos das competências necessárias para criar um negócio de sucesso.  Na reta final, os empreendedores estão, agora, a trabalhar o seu plano de negócios. São 24 horas de capacitação nos mais diversos temas: Estratégia de negócio, análise de mercado, plano de marketing, recursos humanos, modelo de negócios, análise económico-financeira, digitalização do negócio, financiamento e o modelo LASEr, no âmbito do qual são trabalhadas várias competências de comunicação e os participantes são preparados para o pitch do projeto.

Paralelamente, cada participante recebe um acompanhamento personalizado semanalmente. Depois, os diversos Planos de Negócio serão apresentados ao grupo e apreciados pelo júri. Segue-se a última fase: estágio e cooperação.

5º Seminário de Empreendedorismo em Nelas

Ministro da Economia, Dr. Manuel Caldeira Cabral presente

Nesta quarta-feira,dia 21 de fevereiro, o Município de Nelas recebe a visita do Ministro da Economia, Dr. Manuel Caldeira Cabral, no âmbito da realização do 5º Seminário de Empreendedorismo, organizado pela Câmara Municipal de Nelas.
Esta 5ª edição, cujo tema é “MAIS E MELHOR EMPREGO”, conta com uma sessão inaugural de uma reunião de “NETWORKING – Business Network International”, conduzida pelo grupo de empresários constituintes do “BNI Viseu”, que trabalha com o objetivo de reforçar relações e procurar novas oportunidades de negócio.
No primeiro painel, inteiramente dedicado ao Turismo e contando com o apoio do Turismo de Portugal no âmbito do Empreendedorismo, será explanada uma caracterização do território interior enquanto território cheio de oportunidades e será desenvolvida a apresentação, a conceção e a implementação de projetos territoriais.
Posteriormente,  Ministro da Economia irá proceder à inauguração da empresa “PUREVER INDUSTRIAL SOLUTIONS: Innovative Clean Rooms”, seguindo-se um outro painel, integrando novamente nomes importantes da área, sendo inteiramente dedicado às “Oportunidades PT2020” para as empresas dos territórios afetados pelos incêndios de 2017, aos níveis do investimento e do emprego, com a apresentação do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E).
A sessão de encerramento conta a apresentação do tema “Melhor empresa para trabalhar – melhor comunidade para construir!”, onde serão distinguidas uma personalidade e uma empresa, consideradas um exemplo a seguir nesta temática.
O evento decorrerá no auditório do edifício multiusos de Nelas, sendo uma iniciativa de caráter gratuito. É aberta a toda a população, tendo especial enfoque na participação de empresas, de instituições, de jovens e futuros empresários, dos diversos setores económicos.
Por:Mun.Nelas

Novos investimentos em Nelas

Teve lugar no passado dia,  17 de agosto, no Cartório Notarial de Nelas a escritura de compra e venda do terreno de 10.000 m2 para instalação, na Zona Industrial da Ribeirinha, em Canas de Senhorim, da empresa Nelmec-Industria e Mecânica de Precisão, Unipessoal Lda. do empresário Guido Zoccki.

Este empresário vai iniciar ainda em Setembro a instalação de uma unidade de produção de componentes para capacetes tecnologicamente inovadora, sendo que o investimento em maquinaria e equipamentos de alta tecnologia é superior a 1M€, constituindo-se a 1ª fase na construção pavilhões modulares de cerca 450m2 cada.

Com o referido investimento, o empresário propõe-se a criar 40 novos postos de trabalho, empregos que poderão a ser elevados para o dobro, numa 2ª fase do investimento, altura em que a Câmara se comprometeu a ceder mais 15.000 m2 de terreno confinante.

O investimento e a escritura referida são a sequência dos contactos estabelecidos entre o Município de Nelas e o empresário italiano e que resultaram na assinatura de um Protocolo na presença do Ministro do Planeamento, no âmbito do 4º Seminário de Empreendedorismo.

 

Por:Mun.Nelas

Empreendedorismo na Escola em Fornos de Algodres

18447216_1757836701213887_4479046595321639461_nO CLDS 3G finalizou, nesta segunda -feira, os projetos de Empreendedorismo na Escola com os 5º e 6º anos, iniciados com a apresentação do Teatro “Um Projeto e Meio Limão”.

Foram realizados acompanhamentos em sala de aula para debater o tema e um desafio final para estimular as capacidades empreendedoras18447146_1757837184547172_139399235904809708_n dos alunos do 6º ano.

Por:CLDS 3G SFA

Sessão de sensibilização e motivação para o autoemprego e empreendedorismo em Aguiar da Beira

ab Vai realizar-se, uma sessão de sensibilização e motivação para o autoemprego e empreendedorismo ,no próximo dia 19 de maio, entre as 9h30 e 12h30, no Auditório Municipal de Aguiar da Beira, e é dirigida a desempregados, podendo também participar todos os interessados.
A iniciativa promovida pelo CLDS 3G Aguiar no Coração apresentará uma dinâmica para aferir o perfil empreendedor de cada participante, testemunhos empreendedores e os instrumentos de microcrédito apresentados pelo Millennium BCP e Crédito Agrícola.
Os participantes poderão ainda ficar a conhecer melhor a medida de apoio ao autoemprego e ao empreendedorismo – “Orienta-te” – do CLDS 3G Aguiar no Coração, que “pretende facilitar a concretização de ideias de negócio em empresas locais, diminuir os riscos de investimento e potenciar os recursos existentes, através da prestação de um serviço permanente de apoio técnico e individual, assim como o encaminhamento para a rede de parceiros”, concluiu a organização.

Por:CLDS 3G AC

Empreendedorismo em análise em Aguiar da Beira

0empreende abA Biblioteca Municipal em Aguiar da Beira,acolhe uma sessão de Informação e de Debate, nesta terça-feira, pelas 14h30, sobre oportunidades de negócio e empreendedorismo.

  A sessão é organizada por uma parceria local que conta com a participação do CLDS 3G Aguiar no Coração e o Município de Aguiar da Beira / AMDE, sendo a entidade promotora a CNJ – Confederação Nacional dos Jovens Agricultores e do Desenvolvimento Rural.
Trata-se de um encontro que visa reunir, entre outros, potenciais promotores de projetos, entidades locais e organizações dinamizadoras de soluções ou programas neste domínio.         Pretende-se facilitar formas ativas de cooperação e sobretudo criar condições para lançar iniciativas inovadoras que se apoiem no potencial das ligações dos territórios urbanos com as zonas rurais e vice-versa. A sessão decorrerá num formato incentivador da participação e no final terá uma fase de Networking.

Por:Mun.AB

Mangualde procura atrair novos investidores

  Câmara Municipal de MangualdeNos dias 24 e 25 de março, o município de Mangualde, através do CIDEM (Centro de Inovação e Dinamização Empresarial de Mangualde), vai estar na Feira de Empreendedorismo e Franchising de Lisboa para dar a conhecer aos potenciais investidores as mais-valias do concelho.

Trata-se de um ponto de encontro entre empresários, empreendedores e entidades de apoio ao empreendedorismo, sendo esperados cerca de 5.000 visitantes. Durante dois dias, a autarquia vai dar a conhecer os recursos naturais, a população, a escolaridade, o emprego, as atividades económicas e o património do concelho com o intuito de atrair investimento.

 CIDEM APOIA A CRIAÇÃO E A FORMAÇÃO DE VALOR

  Através de serviços de informação para a gestão, apoio a novos negócios, consultoria e formação, gestão de projetos e organização de eventos, o CIDEM tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento de Mangualde, apoiar a atividade económica, promover iniciativas e negócios entre empresas, apoiar a inovação e a criação de valor com base em recursos endógenos e no valor acrescentado (valor total  51% valor mercado).

  Uma marca de referência na prestação de serviços a empresas e empreendedores, mobilizar energias entre agentes económicos, disponibilizar às empresas uma ferramenta informática de apoio à gestão e favorecer a atração e aplicação de investimentos produtivos.

 Neste espaço os empreendedores podem encontrar informação de negócios (recurso a uma rede de contactos e negócios através de plataforma dedicada (e-PIN) para troca de informações entre empresas com ligações comerciais ou com potenciais interesses comuns),  bolsa de ideias e projetos (constituição de uma bolsa de propostas de investimento com aplicabilidade e interesse para o território, disponível aos interessados em desenvolver ou partilhar projetos de investimento), acompanhamento de projetos (equipa multidisciplinar para elaboração, assessoria e monitorização de programa de incubação de projetos, nas áreas Jurídica, Gestão/Financiamento, Produto/Processo, Mercado/Marketing), soluções de financiamento (promoção do investimento produtivo através de instituições financiadoras parceiras, da gestão de Vales Incubação (acreditação IAPMEI) e investidores particulares interessados nos projetos), interface com o tecido empresarial (promoção de contactos entre a rede escolar local, o ensino superior, o mercado de trabalho e as empresas, partilha de informações de procura/oferta e identificação de perfis empreendedores), contactos institucionais (desenvolvimento de redes de contactos e de relações de cooperação com instituições públicas e privadas, no domínio dos licenciamentos, patentes, estudos e ensaios, tecnologias e processos) e ­ Comité Consultivo (existência de um Comité/Conselho Consultivo formado por empresários, gestores, professores e entidades para apoiar o CIDEM na definição das estratégias, plano de atividades e balanço final).

Por:Mun.Mangualde

 

“Ser por um dia…”Alunos em Mangualde em vivência com as profissões reais

mm Nos dias 2 e 3 de março, a Câmara Municipal de Mangualde, em parceria com o Agrupamento de Escolas de Mangualde, promoveu mais uma edição da iniciativa “Ser por um dia…”. Os alunos do 9º ano do concelho de Mangualde tiveram a oportunidade experimentar e vivenciar o dia-a-dia da profissão escolhida.

Realizada no âmbito do Eixo de Intervenção “Promover a Empregabilidade e o Empreendedorismo”, da Rede Social de Mangualde, esta ação tem como principal objetivo aproximar os alunos da realidade de trabalho, promovendo a vivência do quotidiano da profissão escolhida por cada um dos alunos selecionados pelo Agrupamento de Escolas de Mangualde.

As profissões escolhidas este ano foram as de militar/polícia, empregado de bar/restaurante, cozinheiro, fotógrafa, engenheiro informático, psicóloga, engenheiro mecânico, médico, médico dentista e advogado e os alunos foram acolhidos pela GNR Mangualde, HR Proteção, Valério, Clickdigital, Câmara Municipal de Mangualde, mm15 Sentidos – Espaço de Reabilitação E Intervenção Psicoeducacional, PSA – Peugeot Citroen, Unidade de Saúde Familiar de Mangualde, Unidade de Saúde Familiar Terras de Azurara,  Drª Cristina Lopes e Clínica Médica Dentária Doutor Adelino Marques.

Por:Mun.Mangualde

Projeto “Atreve-te a Fazer” arrancou em Fornos de Algodres

15055847_1668985713432320_7392369777486420747_n O Projeto “Atreve-te a Fazer” – um concurso de ideias promovido pelo CLDS 3G SERVIR Fornos de Algodres com o apoio da empresa Betweien, teve o seu início, nesta quarta-feira.
Este concurso de ideias será dirigido aos 14 alunos do 12º ano que frequentam cursos profissionais no Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres.
O objetivo deste concurso de ideias é promover o espírito empreendedor, a capacidade de pensar, inovar, projetar e construir, assim como, facilitar a 15025410_1668985590098999_1433657917212659175_orealização das Provas de Aptidão Profissionais de excelência!
Todos os alunos abrangidos por este programa serão devidamente acompanhados pelos professores e pela equipa do projeto, com reuniões presenciais mensais, eventos intercalares e com acompanhamento diário e constante através dos diversos canais de comunicação que lhes são disponíveis.
O acompanhamento realizado por técnicos experientes e de excelência, permitirá aos alunos desenvolverem ideais criativas, inovadoras, úteis e de forte impacto comercial.
Os resultados finais, serão apresentados, previsivelmente, a 6 de junho, no âmbito da II Feira de Educação e Emprego no AEFA.

Por:CLDS 3G Servir Fornos de Algodres