Início » Tag Archives: emprego

Tag Archives: emprego

Coimbra acolhe II Feira de Emprego do Centro

O Convento São Francisco, em Coimbra, vai receber, a 16 de abril, a segunda edição da Feira de Emprego do Centro, um evento organizado pela Bolsa de Empregabilidade e que tem como objetivo pôr em contacto os empregadores e os candidatos a trabalhar na área do Turismo. A segunda edição da iniciativa acontece na sequência do enorme sucesso da primeira edição, em 2023, e tem o apoio da Turismo Centro de Portugal e da Câmara Municipal de Coimbra.

A Bolsa de Empregabilidade é o maior evento de empregabilidade nacional nas áreas do Turismo. Desde 2016, a Bolsa de Empregabilidade já desenvolveu mais de uma dezena de edições, entre Lisboa, Porto, Alentejo, Algarve e, desde o ano passado, também no Centro de Portugal, tendo acelerado o processo de contratação e identificação de talento de milhares de candidatos.

A 2.ª Feira de Emprego no Centro contará com cerca de 50 empresas a identificar talento e a contratar trabalhadores, ao longo de todo o dia. As empresas, entre as quais estão alguns dos mais importantes empregadores da região e do país, irão promover junto dos candidatos as vagas de emprego que têm disponíveis.

Os candidatos são estudantes de instituições de ensino superior e profissional das áreas de turismo, assim como desempregados identificados pelo IEFP e também profissionais de outras áreas que estejam interessados em novas oportunidades. Até ao momento, estão já inscritos 300 estudantes e cerca de 1200 profissionais, entre desempregados e pessoas interessadas em trabalhar no setor. As inscrições dos candidatos são gratuitas e podem ser feitas desde já em https://bolsadeempregabilidade.pt.

A conferência de imprensa de apresentação do evento decorreu hoje na Casa Municipal da Cultura, em Coimbra, e contou com a participação de António Marto, presidente da Associação Fórum Turismo e fundador da Bolsa de Empregabilidade, Anabela Freitas, vice-presidente da Turismo Centro de Portugal, e Francisco Veiga, vice-presidente da Câmara Municipal de Coimbra.

Na apresentação, António Marto explicou que “esta feira de empregabilidade acontece em Coimbra, mas o seu âmbito é de todo o Centro. É condição para as empresas que participam terem vagas no setor do Turismo para contratar em Coimbra e na região Centro”. “É verdade que há falta de mão de obra nesta área, mas a experiências que temos tido demonstra que nestes eventos as pessoas que querem trabalhar aparecem”, frisou ainda António Marta, que deixou uma palavra para os parceiros da organização: “Obrigado por criarem estas oportunidades. Estamos a criar oportunidades para o futuro, mas para isso é preciso ter um rasgo de visão e de vontade para as criar. Se tudo isto é possível, é porque temos as pessoas certas a trabalhar”.

Anabela Freitas recordou que a falta de trabalhadores é um dos maiores desafios do setor do Turismo. “A primeira Bolsa de Empregabilidade teve um grande sucesso na nossa região, pelo que não podíamos deixar de continuar este trabalho. O setor do Turismo debate-se com falta de mão-de-obra, e se queremos posicionar-nos cada vez mais como um destino sustentável, diferenciado e qualificado, temos de ter empresas e trabalhadores qualificados”, considerou. “Ao resultar de uma parceria entre instituições públicas e privadas, a Feira de Emprego do Centro é um exemplo claro daquilo que pretendemos fazer no território para atrair e fixar mão-de-obra”, concluiu Anabela Freitas.

Francisco Veiga defendeu a importância do evento. “Sendo este um evento que visa identificar talentos e acelerar o processo de contratação de profissionais para o setor do turismo, é evidente que o Município de Coimbra tem todo o interesse em apoiar a sua realização”, disse. “Nesta feira estarão representadas dezenas de empresas e espero que muitos candidatos encontrem aqui uma oportunidade de emprego que vá ao encontro dos seus desígnios, ajudando o turismo a crescer de forma sustentada”, acrescentou.

Intelcia está a recrutar 500 profissionais para várias cidades em Portugal

No âmbito de uma estratégia de crescimento e promoção da empregabilidade, a Intelcia Portugal, que hoje conta com 7.000 funcionários, irá recrutar, até ao final do ano, 500 colaboradores em várias cidades de norte a sul do país.

O recrutamento destina-se a projetos em português e francês, nos setores da Energia, Seguros, Telecomunicações e Food & Beverage, permitindo a criação de postos de trabalho nas cidades da Guarda, Vila Real, Amarante, Macedo de Cavaleiros, Viana do Castelo, Vila Real, Oliveira do Hospital, Viseu, Castelo Branco, Guarda, Covilhã, Fafe, Vieira do Minho, Lamego e Lisboa.

Os candidatos a estas ofertas de emprego, na área de atendimento ao cliente, terão de demonstrar conhecimentos de língua francesa ou portuguesa, informática e excelentes capacidades de comunicação.

Carla Marques, CEO da Intelcia, explica que a contratação de meio milhar de colaboradores traduz “o desenvolvimento atual da empresa, que é hoje um dos principais players na área de customer experience e BPO em Portugal, refletindo o compromisso assumido para com a empregabilidade, num investimento em funções especializadas. Estamos à procura de novos colaboradores em vários pontos do país, gerando emprego em zonas onde o mesmo escasseia, e integrando-os numa equipa dinâmica e com uma visão de inovação, focada na inclusão e na diversidade.”

Aos novos colaboradores serão disponibilizados um conjunto de benefícios, entre os quais a disponibilização de seguro de saúde, formação inicial e contínua, flexibilidade horária e facilidade de integração numa equipa dinâmica, através de diversas atividades e iniciativas internas de well being e sustentabilidade.

As candidaturas poderão ser realizadas através do link: https://careers.intelcia.com/pt pt/empregos ou para o email: recrutamento.portugal@intelcia.com

Medidas de Apoio à Contratação em debate em Fornos de Algodres

Vai ter lugar nesta quarta-feira, uma Sessão de Esclarecimentos sobre Medidas de Apoio à Contratação, pelas 18 horas, no Centro Interpretativo (Museu) de Fornos de Algodres.

Vai ser uma sessão onde serão abordados temas como as Medidas de Compromisso Emprego Sustentável; Incentivo Ativar.pt; Prémios ao Emprego e Conversão de Contratos; Emprego no Interior, entre outros.

Terá como oradora a Dra. Lina Nunes, numa iniciativa do CLDS 4 G Servir Fornos.

Mostra de Emprego em Gouveia muito produtiva

A iniciativa “Faz Acontecer” uma Mostra de Educação, Formação, Qualificação e Emprego, decorreu numa ação do Projeto CLDS4G – InteGr4r e o Município de Gouveia ,  na Incubadora de Negócios de Gouveia em parceria com o Agrupamento de Escolas de Gouveia e o IG – Escola Profissional, cujo objetivo foi proporcionar aos alunos um contacto mais próximo com entidades académicas e profissionais, fomentando assim o acesso a processos orientadores de escolhas e percursos profissionais de sucesso.

Universidades, Institutos Politécnicos dos vários pontos de país marcaram presença neste evento, bem como Escolas Profissionais, o Exército, a Força Aérea, a GNR, a PSP, o Grupo de Teatro Escola Velha, a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro, o Instituto de Emprego e Formação Profissional, e o Núcleo Empresarial da Região da Guarda.

Na sessão de abertura marcaram presença Luís Tadeu, Presidente da Câmara Municipal de Gouveia, Isabel Morgado membro da Direção da Entidade Coordenadora do CLDS – Casa do Povo de Vila Nova de Tazem, Carlos Ascensão, Presidente do conselho de Administração Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela – ADRUSE, Entidade Executora do Eixo 1 do CLDS – Emprego, Formação e Qualificação, onde se insere a iniciativa “Faz Acontecer” e Sandra Tavares Coordenadora do CLDS4G no concelho de Gouveia.

No discurso de abertura, Luís Tadeu, agradeceu às mais de 20 entidades que estiveram presentes: “Existe muito que se pode fazer: não podemos limitar”, declarou o autarca, destacando a importância de existir preparação para os desafios do futuro. Ler Mais »

Incubadoras Sociais de Emprego lançadas pelo NERGA

Com o intuito de reforçar as condições de empregabilidade no território, o NERGA apresenta-se como uma das entidades promotoras da iniciativa-piloto Incubadoras Sociais de Emprego, em parceria com o IEFP e inspirada no modelo espanhol das “Lanzaderas de Empleo”.
Esta incubadora vai intervir junto de várias equipas cada uma de 20 desempregados com diferentes perfis e percursos profissionais, que, com a devida orientação, vão desenvolver e otimizar a procura ativa de emprego.
Com esta iniciativa pretende-se promover o desenvolvimento de estratégias de aproximação aos empregadores e, assim, promover a inserção dos participantes no mercado de trabalho.
Estas estratégias passarão pela valorização do currículo e marca pessoal, preparação de entrevistas, reforço das competências transversais, além do contacto direto com o mercado de trabalho, no sentido de conhecer o que pretendem os empregadores.

Centro de Mangualde da Stellantis cria novos postos de trabalho

A confirmar o sucesso dos veículos comerciais ligeiros da Stellantis – Peugeot Partner, Citroën Berlingo e Opel Combo – o Centro de Mangualde irá implementar, a partir do mês de maio, mais um turno de produção que irá operar uma vez por semana e permitirá a este Centro aproximar-se da sua capacidade produtiva máxima para responder à procura crescente daqueles modelos líderes no mercado europeu.

Este reforço de produção, irá permitir a criação de novos postos de trabalho diretos e indiretos. O processo de recrutamento e contratação será realizado já a partir de fevereiro e está aberto a todos os candidatos que apreciem a indústria automóvel e queiram fazer parte deste projeto.

Este anúncio demonstra que a direção industrial do grupo Stellantis aposta na unidade de produção de Mangualde e nos seus parceiros, cumprindo com os seus compromissos e objetivos de competitividade, flexibilidade e qualidade.

Além de salvaguardar os postos de trabalho existentes, este projeto dá também um novo impulso para o emprego e para o tecido económico da região, representando um incremento importante da produção automóvel nacional.

No ano em que comemora 60 anos de existência, o Centro de Mangualde da Stellantis continua a crescer, a transformar-se e a modernizar-se, abrindo caminho para o lançamento de novos projetos no futuro.

Mangualde-Futuras instalações da Lecitrailer S.A. visitadas pelo presidente da Câmara

As futuras instalações da empresa, localizadas no cruzamento de Água Levada (EN234)receberam a visita do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, o diretor de operações, Carlos Lafuente e a restante equipa da Lecitrailer Mangualde
A Lecitrailer, é líder ibérico no setor da montagem de carroçarias, investe três milhões de euros em Mangualde, num projeto centrado na montagem de carroçarias e no serviço de pós-venda de multimarcas. Este investimento traduz-se na criação de 20 postos de trabalho a curto prazo, com um potencial de evolução até 50 postos de trabalho.
A previsão de abertura desta nova unidade da líder ibérica está prevista para o primeiro trimestre deste ano.
Com 30 anos de existência, no setor da montagem de carroçarias tem um volume de faturação anual de faturação aproximado dos 220 milhões de euros e com cerca de 850 trabalhadores.

Arquivo Geral do Estado Central vai ser na Guarda

Foi anunciado recentemente , após uma reunião nos Paços do Concelho entre o presidente da Câmara da Guarda, Sérgio Costa, e a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa e onde também participou a secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, a presidente da CCDRC, Isabel Damasceno, a vice-presidente da Câmara da Guarda, Amélia Fernandes, e a ministra da Cultura, Graça Fonseca. a criação de um Arquivo Geral do Estado Central que permitirá digitalizar muito do arquivo em papel existente e que não é passível de ser destruído irá ficar instalado no Centro da Guarda e vai criar 40 postos de trabalho especializados. Para o autarca da Guarda, mais importante que o edifício que venha a ser ocupado por este Serviço é a vinda do projeto e dos mais de 40 postos de trabalho para a cidade.

Celorico da Beira acolheu Feira do Emprego, Ensino e Qualificação

Numa organização do CLDS 4G Celorico Solidário teve lugar a Feira do Emprego, Ensino e Qualificação,em Celorico da Beira. Deste modo, na sessão de abertura esteve presente o Presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira . Carlos Ascensão, o Diretor do Centro Distrital de Segurança Social da Guarda , Carlos Martins e da Diretora do Centro de Emprego e Formação Profissional da Guarda  Anabela Rocha.

Ao longo de todo o dia decorreram sessões temáticas direcionadas a alunos do secundário e desempregados, demonstração de showcooking (Agrupamento de Escolas Celorico da Beira), demonstração cinotécnica (GNR) para crianças do infantário e atuação da Tuna-Mus (Tuna Médica da UBI). Estiveram presentes 15 entidades ligadas ao ensino superior, profissional, recrutamento e forças de segurança (GNR e Exército). Assim fica o agradecimento da participação de todas as entidades, ao Município de Celorico da Beira o apoio logístico e a todos os visitantes, segundo a entidade promotora.

Mangualde-Investimento de 14 milhões por Terras de Tavares

Na verdade, o concelho de Mangualde possui  as suas vantagens competitivas em termos de localização industrial, face  a isso, surge   um novo investimento.

Uma empresa que já abriu e tem sede em Chãs de Tavares e ficará instalada ao lado do Pavilhão da Junta de Freguesia, ao longo da A25, em cerca de 50.000 m2, já adquiridos pela Junta de Freguesia com o apoio da Câmara Municipal. A empresa prevê iniciar o investimento de 14 milhões de euros em dezembro21/janeiro22 e iniciar a produção um ano depois, em dez22/ jan23. Iniciará a atividade com cerca de 50 colaboradores, 30 dos quais com formação superior, e perspetiva um crescimento ao longo do tempo até 150 funcionários.

 A angariação deste projeto é o resultado de uma impecável colaboração entre a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia e os promotores do investimento, e vem premiar uma aturada, discreta e eficaz diplomacia económica. É também um enorme contributo para o desenvolvimento, a coesão e o povoamento ativo do nosso território, gerando emprego qualificado, fundamental para atrair e fixar jovens”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira.

FORTES UNIDADES DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

A proximidade à A25 e ao respetivo nó de acesso, conjugado com terreno disponível a preço competitivo são fatores portadores de grande potencial de investimento. Também a proximidade de dois Pólos de Ensino Superior, em Viseu e Guarda, se afirmaram como uma mais-valia para este projeto. O projeto desta unidade fabril nasce da grande necessidade de pesquisa e desenvolvimento de novas matérias-primas e componentes, derivado da grave crise que vivemos com o fornecimento dos mesmos de uma forma generalizada, por todo o mundo. Esta unidade fabril está assente num grupo de três empresas, com operação de exportação para países fora da Europa e com necessidade de apoio na produção para exportação para esses mercados. Esta empresa, que terá um elevado nível tecnológico, assentará na produção de matérias-primas como poliuretanos (espumas), fibras sintéticas e componentes de molas (para automóveis e mobiliário), essenciais para o mercado destes operadores e visam na sua totalidade a continuidade na exportação e criação de novos mercados, sendo o principal os Estados Unidos. A criação de fortes unidades de investigação e desenvolvimento é condição obrigatória deste projeto, com vista ao desenvolvimento de novas e diferenciadas matérias-primas para os mercados destes operadores. A proximidade destes Pólos Universitários garante qualidade e quantidade nos recursos humanos, apoiados em quadros médios e superiores de garantida qualificação.