Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: emprego

Tag Archives: emprego

Arquivo Geral do Estado Central vai ser na Guarda

Foi anunciado recentemente , após uma reunião nos Paços do Concelho entre o presidente da Câmara da Guarda, Sérgio Costa, e a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa e onde também participou a secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, a presidente da CCDRC, Isabel Damasceno, a vice-presidente da Câmara da Guarda, Amélia Fernandes, e a ministra da Cultura, Graça Fonseca. a criação de um Arquivo Geral do Estado Central que permitirá digitalizar muito do arquivo em papel existente e que não é passível de ser destruído irá ficar instalado no Centro da Guarda e vai criar 40 postos de trabalho especializados. Para o autarca da Guarda, mais importante que o edifício que venha a ser ocupado por este Serviço é a vinda do projeto e dos mais de 40 postos de trabalho para a cidade.

Celorico da Beira acolheu Feira do Emprego, Ensino e Qualificação

Numa organização do CLDS 4G Celorico Solidário teve lugar a Feira do Emprego, Ensino e Qualificação,em Celorico da Beira. Deste modo, na sessão de abertura esteve presente o Presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira . Carlos Ascensão, o Diretor do Centro Distrital de Segurança Social da Guarda , Carlos Martins e da Diretora do Centro de Emprego e Formação Profissional da Guarda  Anabela Rocha.

Ao longo de todo o dia decorreram sessões temáticas direcionadas a alunos do secundário e desempregados, demonstração de showcooking (Agrupamento de Escolas Celorico da Beira), demonstração cinotécnica (GNR) para crianças do infantário e atuação da Tuna-Mus (Tuna Médica da UBI). Estiveram presentes 15 entidades ligadas ao ensino superior, profissional, recrutamento e forças de segurança (GNR e Exército). Assim fica o agradecimento da participação de todas as entidades, ao Município de Celorico da Beira o apoio logístico e a todos os visitantes, segundo a entidade promotora.

Mangualde-Investimento de 14 milhões por Terras de Tavares

Na verdade, o concelho de Mangualde possui  as suas vantagens competitivas em termos de localização industrial, face  a isso, surge   um novo investimento.

Uma empresa que já abriu e tem sede em Chãs de Tavares e ficará instalada ao lado do Pavilhão da Junta de Freguesia, ao longo da A25, em cerca de 50.000 m2, já adquiridos pela Junta de Freguesia com o apoio da Câmara Municipal. A empresa prevê iniciar o investimento de 14 milhões de euros em dezembro21/janeiro22 e iniciar a produção um ano depois, em dez22/ jan23. Iniciará a atividade com cerca de 50 colaboradores, 30 dos quais com formação superior, e perspetiva um crescimento ao longo do tempo até 150 funcionários.

 A angariação deste projeto é o resultado de uma impecável colaboração entre a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia e os promotores do investimento, e vem premiar uma aturada, discreta e eficaz diplomacia económica. É também um enorme contributo para o desenvolvimento, a coesão e o povoamento ativo do nosso território, gerando emprego qualificado, fundamental para atrair e fixar jovens”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira.

FORTES UNIDADES DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

A proximidade à A25 e ao respetivo nó de acesso, conjugado com terreno disponível a preço competitivo são fatores portadores de grande potencial de investimento. Também a proximidade de dois Pólos de Ensino Superior, em Viseu e Guarda, se afirmaram como uma mais-valia para este projeto. O projeto desta unidade fabril nasce da grande necessidade de pesquisa e desenvolvimento de novas matérias-primas e componentes, derivado da grave crise que vivemos com o fornecimento dos mesmos de uma forma generalizada, por todo o mundo. Esta unidade fabril está assente num grupo de três empresas, com operação de exportação para países fora da Europa e com necessidade de apoio na produção para exportação para esses mercados. Esta empresa, que terá um elevado nível tecnológico, assentará na produção de matérias-primas como poliuretanos (espumas), fibras sintéticas e componentes de molas (para automóveis e mobiliário), essenciais para o mercado destes operadores e visam na sua totalidade a continuidade na exportação e criação de novos mercados, sendo o principal os Estados Unidos. A criação de fortes unidades de investigação e desenvolvimento é condição obrigatória deste projeto, com vista ao desenvolvimento de novas e diferenciadas matérias-primas para os mercados destes operadores. A proximidade destes Pólos Universitários garante qualidade e quantidade nos recursos humanos, apoiados em quadros médios e superiores de garantida qualificação.

Tir2Rent vai instalar-se no Parque Industrial A25 de Celorico da Beira

A empresa local, Tir2Rent, pertencente ao grupo Bernardo Marques, iniciou esta semana os trabalhos de terraplanagem no lote situado no Parque Industrial A25, para a construção de uma uma nova infraestrutura no setor da logística e transporte.
Prevê-se que nos próximos meses, neste espaço com mais de 5 hectares, se dê continuidade aos trabalhos de edificação das infraestruturas e posteriormente dois anos para concluir as construções. A Tir2Rent irá criar 20 postos de trabalho contribuindo para a dinamização da economia local.
O Parque Industrial A25 situa-se junto à A25, constituído por 11 lotes de terreno que se destinam à instalação de pequenas e médias empresas industriais, unidades de artesanato, oficinas e armazéns que pelas suas características se encontrem desinseridos do contexto rural e urbano.
Foto:Mun.Celorico

Zonas Industriais de Nelas e Canas de Senhorim em movimento

Apesar das dificuldades decorrentes do surto pandémico que  afeta esta região,há mais de um ano, o investimento em diversos setores de atividade, e em especial no setor industrial e nas  Áreas de Acolhimento Empresarial, não tem parado de crescer, justificando os mais de 600.000m2 de terrenos adquiridos pelo Município nos últimos anos, muitos dos quais já foram cedidos a empresas instaladas, bem como a novas empresas.

Quer na Zona Industrial I de Nelas, quer na Zona Industrial da Ribeirinha, em Canas de Senhorim, tem sido intensa a procura de lotes para construção de novas unidades empresariais, sendo visível já os trabalhos preparatórios com vista à edificação de pavilhões industriais, acrescentando área aos mais de 65.000m2 de área coberta já edificada, desde 2014.

Um sinal de esperança de que, depois de controlada a fase sanitária, os empresários estarão à altura de vencer o desafio da retoma económica geradora de riqueza e emprego, contando sempre com o apoio e a pró-atividade da Câmara Municipal.

JSD Fornos de Algodres reflete “Como será o concelho de Fornos de Algodres em 2030?

A JSD Fornos de Algodres vai discutir e refletir no próximo dia 21 de dezembro, sábado, pelas 17h, na  Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez de Fornos de Algodres, a questão: “Como será o concelho de Fornos de Algodres em 2030? 

Segundo comunicado dos Jovens Sociais Democratas, querem fazer já uma reflexão dos próximos 10 anos do concelho, em duas áreas extremamente importantes para os jovens, como: a educação e o emprego.

Para tal são convidados , Artur Oliveira (diretor do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres) , Margarida Mano (ex-ministra da educação),  Ângelo Andrade (empresário) e Miguel Poiares Maduro (ex-ministro do desenvolvimento regional) a participar nesta discussão, com a apresentação das suas ideias para o futuro do concelho e desta região e posteriormente, sendo aberto a todos os elementos presentes, espaço de debate.

 

Novos postos de trabalho na Guarda

Teve lugar na cidade da Guarda, a sessão de assinatura do contrato de incentivos fiscais para a nova fábrica da Coficab Portugal que laborará na Plataforma Logística da Guarda, contou com a presença de António Costa, Primeiro -Ministro, Álvaro Amaro, Presidente da Câmara da Guarda.

A COFDATA, vocacionada para o desenvolvimento de cabos de dados de alta voltagem para automóveis com tecnologia 4.0, corresponde a um investimento de 38,1 milhões de euros, e prevê a criação de 129 postos de trabalho até 31 de dezembro de 2022 e a sua manutenção, bem como a dos atuais 492 postos, até ao final de 2026. Com a assinatura deste contrato, a empresa beneficiará de um crédito fiscal em sede de IRC de 20% e isenção em sede do Imposto do Selo até ao montante máximo de 5,7 milhões de euros.

Foto:MG

António Costa esteve a visitar a Luso Finsa

                     Investimento origina novos postos de trabalho em Nelas

A empresa Luso Finsa – Indústria e Comércio de Madeiras, S.A. (Nelas), recebeu a visita de António Costa, primeiro-ministro, para assinar um contrato de investimento no valor de 49,5 milhões de euros. Nesta visita às instalações estiveram Pedro Siza Vieira, Ministro Adjunto e da Economia, João Catarino, Secretário de Estado da Valorização do Interior, José Borges da Silva, Presidente da Câmara Municipal de Nelas, Francisco Javier Blanco, Diretor Geral da Luso Finsa, entre outras individualidades.

Na assinatura do contrato de investimento estiveram Madalena Oliveira e Silva, da AICEP, José Carballo Garcia e Francisco Augusto Marcos, representantes máximos da Luso Finsa. Este contrato atribui a esta unidade fabril um crédito fiscal em sede de IRC de 21% e uma isenção em sede do imposto de selo, até ao montante máximo de 10,4 milhões de euros, estando ainda garantido, por parte da Câmara Municipal de Nelas, a possibilidade de cedência de toda a área necessária à sua expansão nos próximos anos, área essa cuja aquisição o Município já garantiu. Este novo investimento prevê a criação de mais 51 postos de trabalho até 31 de dezembro de 2021, bem como a manutenção dos atuais 262 empregos diretos até 31 de dezembro de 2026.

 

 

Empresa Movecho investe em Nelas

A empresa de mobiliário Movecho está a realizar neste momento um novo investimento na área da produção, investigação e desenvolvimento, no montante de 7 M€.

A Câmara Municipal, através do seu Presidente Borges da Silva e da sua Vice-Presidente Sofia Relvas, acompanham de perto o projeto, tendo visitado a empresa nesta quinta-feira.

Para além do reforço da capacidade de produção com reflexo no volume de negócios e nas exportações, a empresa criará 40 novos postos de trabalho, ultrapassando a curto prazo a fasquia dos 200 trabalhadores.

Por:Mun.Nelas

Em Mangualde, vão nascer cerca de 150 novos postos de trabalho

Investimento do Grupo Lear Corporation e do Maviva S.A. Grupo Ferrovial

O Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e o Diretor-geral da LEAR CORPORATION Vigo, José Luís Antolin, visitaram as obras de construção da nova unidade de produção do grupo norte-americano em Mangualde.

As obras da Lear Corporation em Mangualde, que representam um investimento de cerca de 9 milhões de euros e 110 novos postos de trabalho, estão a decorrer a bom ritmo.

Este investimento, que se está a instalar junto à fábrica da PSA Mangualde, irá fornecer a PSA Mangualde na mesma altura em que começar a ser produzido o novo modelo da Citroen o “K9”,

O Presidente do Município Mangualdense, João Azevedo vê neste investimento, uma boa oportunidade para os jovens mangualdenses, “tanto este investimento norte-americano como o investimento da MAVIVA do grupo Ferrovial, representam uma janela de oportunidade para os homens e mulheres, tanto para os que residem no concelho, como os que estão fora mas que querem voltar às suas origens

O edil Mangualdense, aproveitou para visitar também as obras da MAVIVA SA – Grupo Ferrovial, investimento que criará cerca de 40 postos de trabalho.

Por:Mun.Mangualde