Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: energia

Tag Archives: energia

Metade dos portugueses não percebe os acertos nas faturas de energia

Neste artigo falamos sobre os acertos que são motivo de confusão para 52% dos clientes de luz e gás
● 42% têm dificuldade para perceber os cálculos e 25% considera que as faturas têm demasiada informação
● 14% das pessoas pagam faturas fora do prazo ao longo do ano
● Para 70% dos portugueses é importante saber que a sua energia tem origem em eletricidade verde
● 45% pretende poupar na eletricidade em 2021 com o simulador de preços de luz e gás da Comparamais
O inquérito Comparamais sobre as faturas de eletricidade revela que 37% dos portugueses têm dificuldade em
compreender as suas faturas de luz e gás. 53% das pessoas leem a totalidade da sua fatura, mas 34% só olha para
os consumos, valor e prazo de pagamento, enquanto 13% apenas vê o custo mensal e a data limite para pagar.
Acertos são principal causa de confusão na leitura das faturas
As estimativas e acertos causam confusão a 52% dos portugueses com dificuldade em ler a conta de luz, enquanto
42% não compreendem como são feitos os cálculos dos valores finais a pagar.
Os acertos nas faturas são o principal motivo de confusão, e 16% das pessoas recebem acertos em todas as faturas
do ano, uma situação que podem evitar ao fazer o envio das leituras. Mas apenas 51% dos portugueses fornece os
dados do seu contador de eletricidade todos os meses, enquanto 22% nunca envia as leituras. As principais razões
apresentadas para não comunicar estes dados são esquecer-se das datas de pagamento (49%) e a falta de
interesse (32%), mas 19% dos portugueses não sabem como fazer as leituras ou como enviar estas informações.
Portugueses rejeitam as tarifas bi-horárias
Os resultados do inquérito Comparamais mostram que 86% das pessoas preferem os planos simples em vez das
tarifas bi-horárias, com preços mais reduzidos de noite e no fim de semana. E também os contratos dual não
convencem, já que apenas 38% dos clientes juntam as faturas de luz e gás. Relativamente ao custo médio das
faturas, 55% dos clientes pagam entre 50€ e 100€, e 16% supera mesmo os 100€ de luz e gás por mês.
Sobre os hábitos de pagamento, destaque ainda para os 14% que confirmam pagar faturas fora de prazo ao longo
do ano. Embora 12% pague a luz fora do prazo menos de seis vezes por ano, há 2% dos portugueses que se
atrasam na conta da luz mais de metade do ano.
Análise do Diretor de Energia da Comparamais, Rui Mota:
“Com mais de metade dos portugueses a receber faturas acima de 50€ todos os meses, as dificuldades para
perceber esta conta causam desconfiança para com as empresas fornecedoras de eletricidade. E a dificuldade em
compreender como são feitos os acertos agrava este problema. A equipa da Comparamais pode explicar-lhe como
se fazem as leitura dos consumos e são calculados os acertos, mas também ajuda os portugueses a descobrir os
preços mais baixos através do simulador de preços de luz e gás. As vantagens que ele oferece aos clientes estão
comprovadas, já que a Comparamais em 2020 conseguiu poupar, em média, 200€ para cada cliente”.

Por:Comparamais

Artigo-80% dos portugueses tem dificuldade em aquecer a casa no Inverno

Depois de um inquérito elaborado pela Comparamais, um empresa especializada em comparação de serviços de energia, crédito e telecomunicações conclui que:

  • 90% das pessoas já sentiram frio dentro de casa no Inverno
  • 79% das famílias evitam ligar o aquecimento para minimizar custos
  • 71% dos portugueses tem mais dificuldade em pagar a eletricidade no Inverno
  • 40% vai trocar de fornecedor brevemente, recorrendo a um simulador de preços de energia

Segundo o novo inquérito da Comparamais sobre a pobreza energética em Portugal, 90% dos portugueses têm frio dentro da própria casa no Inverno, com 80% a afirmar que a origem deste desconforto térmico é a dificuldade em aquecer o lar.

71% dos portugueses tem mais dificuldade em pagar a eletricidade no Inverno

Os aquecedores e termoventiladores são a principal opção de aquecimento em Portugal, mas elevam os consumos de energia. A consequência disso é que 36% dos inquiridos sofre um aumento na conta de eletricidade entre 25€ e 50€, enquanto para 34% das famílias  a diferença nas faturas supera os 50€ mensais. Por causa destas subidas, 71% das pessoas têm mais dificuldade em pagar a eletricidade no Inverno.

Redução nos preços de eletricidade ajudaria no aquecimento de 92% das casas

Cientes do impacto do aquecimento da casa nos gastos com eletricidade, 78% dos portugueses evitam ligar estes equipamentos para não aumentar as despesas. E 92% das pessoas afirmam que se a eletricidade fosse mais barata teriam mais facilidade em aquecer o seu lar.

Tentando contrariar este problema, 40% dos inquiridos pretende trocar de fornecedor de eletricidade nos próximos meses. E, reconhecendo as vantagens obtidas ao comparar os preços de energia (em 2020 a Comparamais permitiu uma poupança média de 200€ aos seus utilizadores), 90% vai usar usar um simulador de preços de luz e gás para encontrar um preço de eletricidade mais baixo.

Para finalizar fica análse do Diretor de Energia da Comparamais, Rui Mota:“Muitos portugueses têm dificuldade em aquecer a casa no Inverno por causa dos preços elevados da eletricidade, e sentem frio dentro da sua habitação. Existem duas soluções para este problema, que são a compra de novos equipamentos ou encontrar preços de luz e gás mais baratos. E por isso há cada vez mais pessoas a trocar de fornecedor de energia. Nessa situação ficam evidentes as vantagens de usar o simulador de preços de luz e gás da Comparamais, que permite aos utilizadores pouparem, em média, 200€ por ano nas faturas”.

foto:DR

 

Campanha Quartel Eletrão está de volta

Está a iniciar a 4ª edição do Quartel Electrão, que tem como embaixador o apresentador Pedro Fernandes. A iniciativa desafia as comunidades a entregar todo o tipo de equipamentos elétricos, pilhas e lâmpadas usadas, nas Corporações de Bombeiros Voluntários aderentes, para que estas acumulem a maior quantidade e recebam prémios, numa iniciativa da Amb3E.

Esta campanha prolonga-se ate 30 de abril, aqui ficam os prémios a receber:

Aos Quartéis vencedores, o Electrão vai entregar os seguintes prémios:

1º prémio absoluto
Ambulância de Transporte de Doentes

2º prémio absoluto
2.500 € em equipamento

1º prémio Pilhas
2.500 € em equipamento

1º prémio Lâmpadas
2.500 € em equipamento

Prémios per capita
8 cartões pré-pagos de combustível

 

Plano de Redução Energética em Mangualde

pre    Na passada sexta-feira,o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, assinou, na passada sexta-feira,13, com o Governo, um Plano de Redução Energética no Município que vai permitir uma poupança na ordem dos 25 mil euros/anuais, nos edifícios municipais. O secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, esteve no concelho para assinar este contrato de financiamento que permitirá uma reformulação das instalações elétricas de cinco pontos de consumo (Estação de Tratamento de Água de Canedo do Chão, Estação de Tratamento de Água de Fagilde, Piscinas Municipais, Estação de Tratamento de Água de Mangualde e Paços do Concelho), reduzindo assim a energia reativa nestes edifícios do município. A cerimónia realizou-se no Salão Nobre da Autarquia e contou com a presença de ilustres mangualdenses e empresários da região.

João Azevedo vê este ‘Plano de Redução Energética no município de forma séria e justa para o concelho’, acrescentado que ‘Mangualde é um território importante no desenvolvimento de novos projetos na área do carro elétrico, nomeadamente com o investimento da PSA para um novo modelo que vai começar a ser preparado no início de 2018’. O edil mangualdense reforçou ainda que ‘gostava muito que Mangualde se continuasse a afirmar como cluster automóvel’ e que ‘desse este salto qualitativo – ambiental e de qualidade de vida’. Na sessão, o secretário de Estado da Energia aproveitou a oportunidade para ‘felicitar o Presidente da Câmara pela adesão ao Plano Nacional de Eficiência Energética e pela candidpre1atura que apresentou, dizendo-lhe que este é, no setor da energia, o grande desígnio nacional’. Salientou ainda que o objetivo é ‘termos consumos muito mais eficientes, quer ao nível do consumo elétrico quer ao nível dos transportes’.

Jorge Seguro Sanches anunciou, em primeira mão, que Portugal terá, até ao final da legislatura, uma carta que identificará os recursos geológicos, com vista à sua exploração: ‘Dei ontem (quinta-feira) orientações ao LNEC (Laboratório Nacional de Engenharia Civil) no sentido da aceleração de um programa nacional dos recursos geológicos’. Acrescentando, ‘é inaceitável que um país como o nosso, que tem recursos geológicos muito importantes, não os conheça’. João Azevedo congratulou-se com a novidade por, a curto/médio prazo, ser feito ‘um mapeamento na área da indústria do minério de forma a arranjar alternativas em vários setores da indústria, nomeadamente no setor automóvel’, que é muito importante no concelho.

A visita do Secretário de Estado inclui ainda uma passagem pela Felmica, uma empresa sénior na extração e transformação de matérias-primas para a indústria cerâmica. Sedeada em Mangualde, é uma empresa fortemente vocacionada pre2para a atividade extrativa, detendo atualmente direitos de exploração sobre mais de 25 concessões mineiras de quartzo e feldspato. A comitiva visitou ainda as antigas minas da Cunha Baixa e Espinho.

Por:Mun.Mangualde

 

Penalva do Castelo investe em luminárias LEDS

IMG_0507A Autarquia de Penalvense com vista à diminuição da fatura energética na iluminação pública, que representa cerca de 4% do orçamento municipal, um valor liquido que ronda os 310 000,00€ e depois de um estudo feito para a eficiência energética, optou por colocar iluminação de tecnologia LED, substituindo as luminárias de grande consumo e de baixa eficiência.DSC_0_017

A intervenção, realizada contemplou cerca de 692 luminárias, com lâmpadas de mercúrio e sódio, 250W e 150W por 38W e 27W tecnologia LED de cor branco-neutro, representa um investimento de 149.177,46€ + IVA, comparticipado em 85% pelo Programa Operacional Temático Valorização do Território (POVT).

A eficiência energética consta como um eixo prioritário do programa comunitário “Portugal 2020”, pelo que o atual executivo aproveitará esta oportunidade para proceder a substituição das atuais lâmpadas, pela nova tecnologia LED na totalidade do concelho, caso a respetiva candidatura seja elegível.

Por:Mun.PC

 

 

Conferência sobre Eficiência Energética em Seia

   Decorreu hoje no Auditório do CISE – Centro de Interpretação da Serra da
Estrela uma conferência sobre Eficiência Energética organizada pelo
município de Seia, que se revelou-se uma jornada de grande importância
no quadro de uma estratégia que tem vindo a ser seguida pela autarquia.

   Mais uma vez o concelho de Seia mostrou o seu pioneirismo em termos
ambientais, desde logo pela pertinência do tema e programa apresentado
bem como oradores participantes e boas práticas apresentadas, que culminou numa forte adesão do público, que esgotou o auditório.
   
A iniciativa contou com a presença de técnicos superiores da Comissão
de Coordenação da Região Centro que falaram dos apoios decorrentes do
novo quadro comunitário 2020 e que atribuem grande importância à
sustentabilidade e eficiência energética.
Contou ainda com a
presença de responsáveis da Agência Regional de Energia e Ambiente do
Interior; da Agência para a Energia; da Associação Portuguesa das
Empresas de Serviços de Energia; da ENDESA, empresa construtora da
Barragem de Girabolhos; da EDP Renováveis; da Escola Profissional, do
Município de Seia, do Presidente da Rede Nacional de Ambiente e Energia e
do Secretário de Estado do Ambiente.
   Muito interessante e
produtiva esta conferência que marca o início de uma nova caminhada, no
seguimento do percurso que tem vindo a ser seguido em matéria de redução
de custos energéticos e de investimentos nas áreas ambientais e de
sustentabilidade.
Por MJB

AUTARQUIA MANGUALDENSE AJUDA POPULAÇÃO A REDUZIR GASTOS ENERGÉTICOS

“Energia fantasma”
foi o nome da sessão de esclarecimento que a Câmara Municipal de
Mangualde, através do Centro de Informação Autárquico ao Consumidor
(CIAC) de Mangualde, e a DECO promoveram durante a manhã de hoje, no
Auditório da Câmara Municipal de Mangualde, com o objetivo de
sensibilizar os consumidores para a importância do uso eficiente da
energia elétrica.

 A
sessão, que contou com a presença de cerca de 120 munícipes, e da
vereadora da autarquia, Maria José Coelho, esclareceu os consumidores de
como poderão reduzir a sua fatura de eletricidade, eliminando os
desperdícios de energia relacionados com os consumos de standby e
off-mode, comportamentos de consumo energético insustentáveis e sobre a
escolha de equipamentos energeticamente menos eficientes.
 “Energia fantasma” é
uma campanha financiada pela ERSE e é dirigida aos consumidores de
Portugal Continental e Regiões Autónomas. A DECO encontra-se a
desenvolver sessões informativas sobre este tema, por todo o país, junto
das escolas e comunidade geral até ao final do mês de agosto de 2015.
 por Mun.Mangualde

 

Ação de sensibilização para o desperdício de energia em Mangualde

  De
forma a consciencializar e sensibilizar as gentes de mangualdenses para os
desperdícios de energia, a Câmara Municipal de Mangualde, através do
Centro de Informação Autárquico ao Consumidor (CIAC) de Mangualde,
associa-se à DECO na campanha ‘Energia Fantasma’. Para isso, promove na
próxima sexta-feira, dia 24 de abril, às 10h00, no Auditório da Câmara
Municipal de Mangualde, uma sessão informativa dedicada à temática.

 Estamos perante uma campanha que pretende informar e sensibilizar os consumidores sobre os consumos stand-by/off-mode
e outros desperdícios de energia das nossas casas. Esta é uma campanha
financiada pela ERSE e é dirigida aos consumidores de Portugal
Continental e Regiões Autónoma. O objetivo é ajudar os consumidores a
reduzirem a sua fatura de eletricidade, eliminando os desperdícios de
energia relacionados com os consumos de stand-by e off-mode, comportamentos de consumo energético irresponsáveis e a escolha de equipamentos energeticamente menos eficientes.
 Todos os interessados em participar deverão efetuar a sua inscrição através do email margarida.chaves@cmmangualde.pt  
Por: CMM