Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: escola velha

Tag Archives: escola velha

Festival da Praça em Gouveia de 5 a 7 de agosto

Está tudo preparado para a edição de 2022 do Festival da Praça em Gouveia, que chega com bagagem para três dias cheios de convívio, alegria e muita animação. Música popular, danças de salão, bombos, concertinas, tradições e muito, muito mais…
Durante este Festival, Gouveia volta a ter na sua plenitude um dos maiores eventos culturais da cidade. Os petiscos da gastronomia regional são outro dos seus destaques  na já tradicional “Taberna da Aldeia”, instalada, este ano e pela primeira vez, na Praça Dr. Alípio de Melo, que se transformará num autêntico espaço de convívio para quem nos visite…
Durante o primeiro fim de semana de agosto, o jardim da praça Alípio de Melo, transformar-se-á num palco privilegiado para o encontro de amigos e conversas noite dentro. Proporcionando a gouveenses e visitantes momentos de lazer e diversão, que permitem também estreitar laços e fortalecer o espírito de comunidade. De realçar também as exposições de vários parceiros e o contributo dos artesãos que com os seus artigos cheios de valor, originalidade e qualidade vão atraindo todos os anos milhares de visitantes.
Este, é um evento que vem assumindo um papel importante na propulsão da economia local e vai marcando a agenda cultural do concelho e de toda a região.
Numa organização do Escola Velha-Teatro de Gouveia, que conta com o apoio de vários parceiros, nomeadamente o Município de Gouveia, Delegação da Cultura do Centro, Fundação Inatel, Freguesia de Gouveia, Freguesia de S. Paio, Rádio Antena Livre, Notícias de Gouveia, R14 de Viseu, GNR, BEG, AEG, URZE, CERVAS…. e muitos mais.

A LENDA da Serra da Estrela estreia em Fornos de Algodres a 18 de junho

Inserido no Festival Cultural que engloba 75 espetáculos,por esta região, a LENDA da Serra da Estrela é mesmo uma produção da Escola Velha Teatro de Gouveia.
Vai ter a sua estreia no próximo dia 18, em Fornos de Algodres, depois será a 2 julho em Gouveia,  9 julho em Manteigas, 16 julho em Seia , 13 agosto em Celorico da Beira.
São parceiros: Banda Pedro Botto Machado, Escola de Música de Gouveia, Grupo de Cantares “O Salgueirinho”, Casa de Vilar- Associação Cultural e Artística e Ana Carina Reis.

Grupo de Teatro Escola Velha de Gouveia premiada com Estatuto de Utilidade Pública

O Governo Português atribuiu à Escola Velha, Grupo de Teatro de Gouveia recentemente com a  direção do Escola Velha, Grupo de Teatro de Gouveia, presidida por Carlos Bernardo, reagiu com satisfação à atribuição do estatuto de utilidade pública pelo Governo à Antena Livre de Gouveia.

Este estatuto foi atribuído pelas suas “relevantes atividades de interesse geral no âmbito da cultura”, foi hoje anunciado.

O despacho do secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, André Moz Caldas, publicado hoje em Diário da República, refere que a instituição que tem sede em Gouveia, no distrito da Guarda, vem desenvolvendo, desde 29 de setembro de 1999, “relevantes atividades de interesse geral no âmbito da cultura, através da encenação e organização de diversas iniciativas teatrais, nas suas mais variadas vertentes, bem como de outros projetos culturais, como exposições, música, publicações, etc.”.

“As suas ações envolvem habitualmente as populações locais. Tem dado especial ênfase à formação, tendo criado uma escola de atores. Coopera com diversas entidades, em especial com a administração local, na prossecução dos seus fins”, acrescenta o documento.

Peça de teatro Rumo aos Céus cancelada em Gouveia

A peça de teatro Rumo aos Céus, agendada para o dia 30 de outubro de 2020, no Teatro Cine de Gouveia, foi cancelada,assim informa o  Município de Gouveia .
 
De acordo com as novas restrições aprovadas em Conselho de Ministros, no âmbito da situação de calamidade decorrente da pandemia da doença Covid-19, a autarquia e o Escola Velha – Teatro de Gouveia decidiram pelo cancelamento do evento, apresentado pelo Curso de Teatro e Educação – ESEC em colaboração com o Teatrão, face às restrições de circulação a partir das 00h00 do dia 30 de outubro.
A deslocação da companhia e do grupo de alunos da ESEC entre Coimbra e Gouveia para a apresentação da peça ficou impossibilitada face às restrições de mobilidade determinadas a partir de dia 30 de outubro.

O Teatro passa em Pinhel

teatroCine-teatro S.Luís

No dia 21 de novembro (sábado),o Município de Pinhel, em parceria com o Teatro do Imaginário, do Grupo de Amigos do Manigoto proporcionam um momento de teatro com a peça “A Portuguesa Club”, da Escola Velha Teatro de Gouveia.

Sinopse:
Depois de vários meses de reformas, A Portuguesa Club está finalmente pronta para abrir as suas portas. Gerida por uma antiga Dona de Casa secundada pelo seu fiel mordomo, da lista de convidados fazem parte uma República caída em desgraça, um palhaço que já não tem do que se rir, uma alpinista social e o inevitável político.
E se se juntarem a estes uma profissional do prazer, uma freira e um capitão, conseguirá este Club sobreviver à inauguração?
Descubra a resposta nesta comédia repleta de música e boa disposição, onde rir não paga imposto!

Ficha Técnica:
Autor: Diogo Cardona
Encenação: Coletivo
Direção Técnica: Carlos Bernardo
Técnico de Luz e Som: Pedro Silva
Cartaz: Joana Silva
Guarda-roupa: Ofélia Carvalho
Maquilhagem: Isabel Santos
Temporada: 2014

Interpretação:
Maria das Neves | Dina Sario
Prazeres da Costa | Fátima Veiga

Terceira República | Maria Pia
Palhaço | Inês Bernardo
Marceneiro Júnior | Gonçalo Sario
Bela Maia | Inês Ribeiro
Passos Seguro | Diogo Cardona
Irmã Maria | Dilma Cardona
Capitão Bom Traque | Carlos Bernardo

Por:Mun.Pinhel

 

Escola Velha -Teatro de Gouveia com nova sede

    O Dia Mundial do Teatro, foi um dia de grande festa para os gouveenses pela feliz circunstância de
“estreia” da nova sede do Grupo Escola Velha -Teatro de Gouveia.
   
O Presidente da Junta, João Amaro, teve a oportunidade de felicitar o
grupo gouveense e de se regozijar pelo novo equipamento, culminar de uma
etapa, de um sonho de longos anos.
   Reiterou a importância na
prossecução e desenvolvimento do trabalho do “Escola Velha” e enalteceu a
figura ímpar de Luís Nogueira.
Fonte:Freg.Gouveia