Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: escolas (Pagina 7)

Tag Archives: escolas

Marchas Populares encerram ano letivo em Pinhel

  Serão cerca de trezentas crianças a cantar e a dançar a tradição dos Santos Populares , não esquecendo o excelente acompanhamento e participação dos Professores, Auxiliares de Ação Educativa , Pais e Encarregados de Educação.

  Esta é uma atividade que há uns anos a  esta parte , encerra o ano letivo dos mais novos, isto é, alunos do Pré-Escolar e 1ºCiclo do concelho de Pinhel.
Assim sendo este ano a festa volta a acontecer no próximo dia onze de junho a partir das 21.00 horas com o cortejo a sair da EB1 de Pinhel em direção ao Polidesportivo descoberto da EB2 , onde se vai realizar o espetáculo das marchas populares , este ano com música ao vivo da Banda Filarmónica e Academia de Música de Pinhel.
  Participam os Jardins de Infância de: Alverca da Beira, Pala, Pinhel, Souropires, Valbom, Santa Casa da Misericórdia de Pinhel e Fundação Dona Teodora (Freixedas), as Escolas EB1 de: Alverca da Beira, Freixedas, Pala, Pinhel,Souropires  e  Pínzio.
  Para o Presidente do Município Rui Ventura e o Diretor  do Agrupamento de Escolas José Vaz , este evento é como “a cereja no topo do bolo”, do trabalho desenvolvido por toda a comunidade educativa ao longo do ano letivo.

Acordo Ortográfico obrigatório apartir desta quarta-feira

A partir de amanhã escrever com novo acordo é obrigatório   As novas regras do Acordo Ortográfico
passam a ser obrigatórias no país a partir desta quarta-feira, mas são poucos
os que poderão sofrer consequências jurídicas diretas por não escreverem de
acordo com a norma legal.


  
Segundo o Diário Económico, lembra que estas normas se aplicam ao sistema
educativo (incluindo manuais escolares), ao Governo e a todos os serviços,
organismos e entidades na sua direção, superintendência ou tutela, assim como
aos diplomas legislativos publicados no Diário da República.
  Poderão ser
previstas sanções na regulamentação de profissões em que o uso da ortografia
oficial seja obrigatório.
  Esta
quarta-feira cumprem-se os seis anos do período de transição para a aplicação
do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, tendo em conta a data de 13 de maio
de 2009, que marca a entrada em vigor em Portugal.
Por: Noticias
ao Minuto

CÂMARA MUNICIPAL DE NELAS RECUPERA ESCOLA DO 1º CICLO DA VILA DE SENHORIM PARA ACTIVIDADES DA POPULAÇÃO

Foto de Município Nelas.
A Câmara Municipal de Nelas está a proceder a obras de beneficiação na
Escola Primária da Vila de Senhorim, que consistem na pintura interior e
exterior do edifício,
recuperação de paredes e teto, reabilitação do
soalho, remodelação do sistema elétrico, lavagem e substituição de
telhas. Estas obras vão permitir a reutilização imediata deste espaço
com a promoção de atividades para a
população e que o mesmo não se degrade ao longo do tempo por
inutilização, numa vontade conjunta da Câmara Municipal de Nelas e Junta
de Freguesia local.

A
recuperação deste edifício e a sua imediata utilização, salvaguardam a
sua preservação e contribui para o bem-estar de toda a população, uma
ação de requalificação que a Câmara Municipal de Nelas pretende estender
a todas as outras escolas da Vila de Senhorim que se encontram há
vários anos ao abandono e degradadas.
Fonte:Município de Nelas

Portal das Estatísticas do Ensino Secundário: alunos da Escola Secundária de Pinhel com progressão superior à média nacional

O
portal das Estatísticas do Ensino Secundário recentemente implementado pelo
Ministério da Educação e Ciência mostra que os alunos da Escola Secundária de
Pinhel têm registado uma progressão superior à média nacional no que diz
respeito aos resultados obtidos nos exames de Português e Matemática.
Na
última reunião do Conselho Municipal de Educação, realizada a 2 de abril no
Salão Nobre da Câmara Municipal de Pinhel, o Diretor do Agrupamento de Escolas
de Pinhel, Prof. José Vaz, deu a conhecer o portal das Estatísticas do Ensino
Secundário – www.infoescolas.mec.pt,
recentemente implementado pelo Ministério da Educação.
Trata-se
de uma plataforma que apresenta informação estatística sobre a demografia e
sobre o desempenho escolar dos alunos matriculados em cursos
Científico-Humanísticos do Ensino Secundário em Portugal Continental.
No
separador “Estatísticas Regionais”, a informação é apresentada por distrito e
por concelho.
No
separador “Estatísticas da Escola” é apresentada informação sobre todos os
estabelecimentos de ensino, públicos e privados, que tiveram alunos
matriculados em cursos Científico-Humanísticos no ano letivo de 2012/13.
No
que diz respeito à Escola Secundária de Pinhel, importa destacar alguns
indicadores, nomeadamente no que diz respeito aos resultados obtidos nas
disciplinas de Português e Matemática.
Analisando
o “Indicador da progressão dos resultados dos alunos da escola entre os exames
do 9º ano e do 12º ano, quando comparados com os outros alunos do país”,
verificamos que na Escola Secundária de Pinhel e no que diz respeito à
disciplina de Português, os alunos têm uma progressão superior à média nacional
(o indicador de certeza estatístico da escola está entre os 25% mais altos do
País).

No que concerne à disciplina de Matemática, nos dois últimos anos
letivos (2011/2012 e 2012/2013), a progressão está em linha com a média
nacional (não existe certeza estatística

Carla Almeida demitiu-se do Agrupamento das escolas da Afonso de Albuquerque

  A presidente do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas Afonso de
Albuquerque, Carla Almeida,demitiu-se ontem do cargo renunciando também
ao lugar de membro do Conselho geral (CG), noticiou o blogue
“Expressão”.
«Em carta que endereçou aos colegas do CG (reunido ontem)
com conhecimento à diretora do Agrupamento, Carla Almeida alegou
motivos de “natureza particular e pessoal”» para se afastar dos cargos,
adianta o blogue (que substituiu o Jornal Expressão). Idênticos motivos foram também alegados por Ana Paula Rato para se renunciar ao cargo de membro do CG (pelo corpo eleitoral do pessoal docente).
  
O “Expressão” informa na mesma reunião foi indigitada a professora
Maria do Carmo Pereira para fazer as diligências necessárias à entrada
dos dois novos elementos do corpo docente que substituem os
demissionários. Assim, será então convocada uma reunião do CG para
Quarta-feira, dia 25, em que tomarão posse os dois elementos suplentes
seguintes do corpo docente na lista eleita em Outubro passado (Ana Cruz e
Manuela Monteiro), sendo eleito em seguida o novo presidente do CG.
fonte:TB

Mangualde Gymn quase a chegar

Mangualde Gymn a 14 de março  O
Pavilhão Municipal de Mangualde volta a acolher mais uma edição do
Mangualde Gymn no dia 14 de março. A iniciativa que já vai na sua
terceira edição é organizada pela Câmara Municipal de Mangualde com o
apoio do Agrupamento de Escolas de Mangualde.

A entrada é livre. O
início do Sarau está marcado para as 15h00 com o desfile de abertura dos
participantes e termina pelas 17h30. Durante a iniciativa poderá
assistir-se a várias apresentações das classes participantes.

As
duas edições anteriores foram um sucesso com a presença de cerca de 270
participantes/em cada, entre ginastas e professores. Este ano o número
de participantes esperados mantém-se.
Fonte:Mun. Mangualde

Amianto está a causar alarmismo desnecessario

O professor
da Escola Nacional de Saúde Pública João Prista alertou, ontem,para a
existência de muita desinformação sobre os problemas provocados pelo amianto,
considerando que em muitos casos se está a criar um “alarmismo”
desnecessário. Uma das principais preocupações da Câmara de Celorico da Beira
tem sido a presença de amianto no edifício da Escola EB 2,3/S Sacadura Cabral,
tendo admitido mesmo, em Fevereiro, apresentar queixa em organismos europeus
caso o Governo não cumpra a legislação


João Prista, que é especialista em Medicina do Trabalho e docente na Escola
Nacional de Saúde Pública, porém, considera que existe algum alarmismo
desnecessário. “Há pessoas que com ligeireza atribuem males que não
existem, esquecem males que existem e, portanto, há um profundo desconhecimento
do que está em causa nas relações entre o amianto e a saúde”, afirmou o
especialista à agência Lusa à saída de um debate sobre amianto nas escolas,
promovido pelos vereadores da CDU na Câmara de Odivelas.
O docente que foi um dos oradores do debate, no qual participou também o
secretário-geral da Federação Nacional de Professores (Fenprof), Mário
Nogueira, referiu que de forma “ligeira” tem-se atribuído ao amianto
doenças como o cancro da mama ou do estômago, quando “não existe qualquer
relação entre uma coisa e outra”. “Tenho ouvido absolutos horrores
que só lançam o alarme e preocupação. Temos de usar a cabeça e pensar em
medidas concretas”, defendeu.
João Prista explicou, na sua intervenção, que só existem evidências científicas
que o amianto, substância presente em estruturas de fibrocimento, só atacam o
organismo por via respiratória, e que na maior parte dos casos o nosso corpo
até tem defesas que conseguem suster essas ameaças. Como forma de tranquilizar
alguns pais, que estiveram presentes no debate, o especialista sublinhou que só
existe uma ameaça real se houver uma exposição significativa à substância e que
esta seja prolongada no tempo.
Referiu ainda que na impossibilidade de se substituírem as estruturas que
contém amianto deve existir um cuidado com o seu estado de manutenção, uma vez
que “se estiverem em perfeitas condições não há problema”.
O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, disse que “mais do que saber
se o amianto mata ou não é necessário cumprir as leis que obrigam à sua
remoção”. “Só pedimos que as entidades cumpram o que está estipulado
na lei. Cumpram a lei, informem as pessoas e façam uma calendarização. Ninguém
exige que a remoção do amianto seja feita toda ao mesmo tempo”, afirmou.
O sindicalista referiu ainda que a Fenprof vai continuar a lutar pela resolução
deste problema e a exigir a lista das escolas que têm amianto e aquelas que já
foram ou estão a sofrer intervenções.
A presença de amianto em edifícios públicos, como escolas ou hospitais, tem
sido abordado pelos partidos da oposição na Assembleia da República e pelas
associações ambientalistas, que têm insistido na necessidade de elaborar a
lista dos imóveis do Estado com esta substância, uma tarefa que tinha um prazo
definido e que terminou a 14 de Fevereiro de 2012.

Fonte: www.noticiasaominuto.com