Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: estradas

Tag Archives: estradas

Campanha “Ao volante, o telemóvel pode esperar”

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) estão a levar a efeito, a Campanha de Segurança Rodoviária “Ao volante, o telemóvel pode esperar”, inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2020.

A decorrer até dia 14 de dezembro, a campanha tem como objetivo alertar os condutores para as consequências negativas e mesmo fatais do uso do telemóvel durante a condução.

A campanha integrará:

  • Ações de sensibilização da ANSR;
  • Operações de fiscalização, pela GNR e pela PSP, com especial incidência para vias e acessos com elevado fluxo rodoviário, de forma a contribuir para a diminuição do risco de ocorrência de acidentes e para a adoção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores no que tange à utilização de aparelhos eletrónicos.

Estradas do concelho de Trancoso estão a ser requalificadas a nível de sinalização

As estradas do Concelho de Trancoso estão a ser alvo de alguns trabalhos de requalificação a nível de sinalização. Alguns deles praticamente concluídos, com o objetivo de melhorar a qualidade da rede viária municipal, ao nível da sinalização horizontal e vertical, contribuindo para a segurança rodoviária.
As estradas intervencionadas são as seguintes:
– E.M. 581 – E.N 102/Carnicães;

– E.M. 592 – E.N. 226/Moimentinha/Granja ;
– E.N. 340 – Vila Franca das Naves (Rotunda dos passarinhos);
– Limite do Concelho, E.M. Torre do Terrenho – E.N. 229-1;
– E.N. 226 (Vila Franca das Naves – Bombas de gasolina) e E.M Vila Franca das Naves – Limite do concelho (Velosa).

GNR-Atividade operacional do fim de semana

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, no fim de semana de 22 e 23 de setembro, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: 159 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 71 por condução sob o efeito do álcool;
  • 46 por tráfico de estupefacientes;
  • 13 por condução sem habilitação legal;
  • Quatro por posse de arma proibida;
  • Um por furto;
  • Um por incêndio florestal;

 

  1. Apreensões:
  • 1 209 doses de haxixe;
  • 730 doses de MDMA;
  • 511 doses de cocaína;
  • 460 doses de anfetaminas;
  • 47 pastilhas LSD;
  • Quatro plantas de cannabis;
  • Três armas brancas;
  • Uma arma de fogo;
  • Uma viatura;
  • 5 710 euros em numerário.

 

  1. Trânsito:

Fiscalização: 1 742 infrações detetadas, destacando-se:

  • 1 213 excessos de velocidade;
  • 160 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 105 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 81 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 69 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 61 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 40 por falta de seguro de responsabilidade civil;
  • 31 relacionadas com tacógrafos.

GNR- Operação Baco em curso nas estradas portuguesas

 Fiscalização da condução sob influência de álcool

A Guarda Nacional Republicana (GNR), entre 15 e 28 de maio, intensifica a fiscalização da condução sob influência de álcool, com o objetivo de prevenir a sinistralidade rodoviária e aumentar o sentimento de segurança dos utentes da via.

As ações de fiscalização serão direcionadas para as vias onde as infrações por excesso de álcool são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação, estando empenhados militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito.

Desde o início do ano e até ao dia 13 de maio, foram fiscalizados cerca de 540 mil condutores, tendo sido registados 8 239 excessos de álcool, dos quais 3 332 exerciam a condução com uma taxa crime igual ou superior a 1.2 gramas por litro (g/l).

A condução sob a influência do álcool é uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave em Portugal, pelo que importa esclarecer que o risco de envolvimento em acidente mortal aumenta, quanto maior for a concentração de álcool no sangue:

  • 0,50 g/l – o risco aumenta 2 vezes;
  • 0,80 g/l – o risco aumenta 4 vezes;
  • 0,90 g/l – o risco aumenta 5 vezes;
  • 1,20 g/l – o risco aumenta 16 vezes.

Perante estes números, a GNR continuará a intensificar ações de fiscalização no âmbito da condução sob a influência do álcool, no sentido de reduzir o número de vítimas nas estradas.

Por:GNR

Ligações remodeladas entre Mangualde e Nelas

Tiveram início, esta semana os trabalhos de requalificação de duas antigas ligações entre as Carvalhas e Outeiro de Espinho e Fonte do Alcaide e Gandufe, transformando-as em dois estradões, com seis metros de largura, melhorando as acessibilidades e a faixa de proteção contra fogos florestais.

As obras resultam de um entendimento entre a Junta de Freguesia de Senhorim e a Junta de Freguesia de Espinho e as Câmaras Municipais de Nelas e Mangualde. Esta obra conta com a parceria da empresa Azurmáquinas, que cedeu para o efeito gratuitamente uma máquina giratória, e com a colaboração dos proprietários dos terrenos, cabendo às entidades envolvidas uma comparticipação nos custos da requalificação.

Por:Mun.Nelas

Inauguradas ligações a Ançada e a Santo Amaro de Azurara/Bairro do Penedo via Bairro Imaculada Conceição

unnamedOs trabalhos de pavimentação das ligações a Ançada e a Santo Amaro de Azurara/Bairro do Penedo via Bairro Imaculada Conceição, em Mangualde estão concluídos. A inauguração decorreu ontem, dia 2 de julho, pelas 17h00. A cerimónia contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e do Presidente da União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta, Bernardino Azevedo.

Trata-se de uma intervenção no perímetro urbano da cidade, ligando um conjunto de artérias que agora pavimentadas vão permitir a melhoria das acessibilidades e um aumento significativo de conforto e segurança para as centenas de pessoas que diariamente transitam nestas artérias. Esta empreitada realizou-se no âmbito do plano de investimentos da autarquia mangualdense, com obras a concurso no valor de 7 milhões de euros.

Por:Mun.Mangualde

 

Operação Ano Novo da GNR em curso

15697929_1118286788269039_2465171740594680302_nA Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica, a partir desta sexta-feira, 30 de dezembro, e até ao próximo dia 2 de janeiro, o patrulhamento e a fiscalização rodoviária nos itinerários de e para os locais associados às festividades do Ano Novo, bem como a presença física nesses locais, com o objetivo de reforçar a segurança e prevenir a ocorrência de acidentes rodoviários.

Por:GNR

Estrada Municipal 502 vai ser remodelada no concelho de Gouveia

13256128_989666537790757_8346433226577944669_n As obras de beneficiação na Estrada Municipal 502 que liga Moimenta da Serra à Estrada Nacional 17, é uma das obras que o Município de Gouveia vai a executar.

A obra consiste na construção de uma faixa de rodagem com 3,200 Km e 7,20m de largura, valetas em terra compactada, valetas revestidas onde se justifiquem, substituição ou construção de passagens hidráulicas e correção de curvas.

Nos últimos anos o Município de Gouveia tem vindo a implementar uma política de renovação e beneficiação da rede viária Municipal, com o principal objetivo de proporcionar mais segurança e fluidez no trânsito. Neste sentido, devido ao elevado estado de degradação em que a via se encontra devido ao crescente trânsito torna-se necessária uma rápida intervenção.

A urgência desta intervenção deve-se também ao facto de ser uma via de grande importância por garantir a acessibilidade às povoações de Moimenta13266012_989665844457493_2831584196142297401_n da Serra, Vinhó e Paços da Serra para além de se assumir como um eixo secundário de entrada no Concelho de Gouveia e fazer ligação à Estrada Nacional 17.

A obra em causa, está em concurso público para execução de empreitada na Plataforma Electrónica da Vortal com preço base de 264.100,00€ (duzentos e sessenta e quatro mil e cem euros), acrescido de IVA.

Por:Mun.Gouveia

GNR- Resultados da Operação Páscoa 2016

op pascoa siteA Guarda Nacional Republicana intensificou, entre o dia 24 e o dia  27 de março, o patrulhamento e a fiscalização rodoviária, com particular incidência nas vias mais críticas da sua zona de ação, com o objetivo de combater a sinistralidade rodoviária, regular o trânsito e garantir o apoio a todos os utentes das vias, proporcionando-lhes uma deslocação em segurança para os locais de origem.
Durante os quatro dias de Operação e, comparativamente à “Operação Páscoa 2015” (02 a 05 de abril), registaram-se: • 804 acidentes (mais 106); • Três mortos (menos três); • 22 feridos graves (mais um); • 256 feridos leves (mais 37). Dos cerca de 15 mil condutores fiscalizados, foram registadas neste período 5 169 infrações, destacando-se: • 2 645 por excesso de velocidade; • 236 por condução sob a influência do álcool (100 detidos com taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l); • 222 pela incorreta ou não utilização do cinto de segurança; • 209 por falta de inspeção periódica obrigatória; • 194 por utilização indevida do telemóvel durante a condução.

Fonte:GNR

Vinheta da inspeção do veículo – Deixa de ser necessária a colocação no pára-brisas.

Alterações em vigor
foto:GNR

  Com a entrada em vigor do Decreto-Lei nº 144/2012 de 11/07, deixou de
ser obrigatório a afixação da vinheta de inspeção periódica obrigatória
no pára-brisas do veículo.
Esta obrigação, dizia respeito ao nº 1 do
artigo 8º do Decreto-Lei n.º 554/99, de 16/12, sendo punida com coima
de 30 a 150 €. No entanto, esse diploma foi revogado pelo Decreto-Lei
n.º 144/2012, de 11/07, que regula as inspeções
técnicas periódicas, as inspeções para atribuição de matrícula, e as
inspeções extraordinárias de veículos a motor e seus reboques.

   O
n.º 1 do art.º 9 do Decreto-Lei nº 144/2012, elimina a obrigatoriedade
da vinheta destacável, passando a dispôr que “para comprovar a
realização das inspeções periódicas é emitida pela entidade gestora do
centro uma ficha de inspeção por cada veículo inspecionado.” Assim, a
comprovação da inspeção periódica deixou de ser efetuada através da
vinheta, a qual era afixada no interior do veiculo no canto inferior do
para-brisas ou, na falta deste, noutro local bem visível.
  
Atualmente, no exercício da fiscalização apenas será exigido ao condutor
a exibição da ficha de inspeção do veiculo. Quando o condutor não seja
portador da ficha de inspeção, é punido com a coima de 60 a 300 €
prevista no art.º 85.º do Código da Estrada, salvo se a apresentar no
prazo de 8 dias à autoridade indicada pelo agente de fiscalização, caso
em que é sancionado com coima de 30 a 150 €. A falta de inspeção
periódica ou extraordinária, quando obrigatórias, é punida com coima de
250 a 1250 €.
Por :GNR Guarda