Início » Tag Archives: farense

Tag Archives: farense

Académico de Viseu vence e fica mais perto da zona de subida

  Numa tarde de inverno, mas com o sol a dar alento a todos quantos foram ao Municipal do Fontelo, onde apesar da hora ser estranha como dizia o técnico viseense, Jorge Costa, foram cerca de três mil nas bancadas, o que traduziu um grande apoio e calor humano à equipa.

Face a isso, a equipa dos viriatos correspondeu afirmativamente e tentou enfrentar um adversário difícil  e bem organizado, que tem no seu técnico José Mota , uma forma de encarar os jogos sempre com muita garra.

Mas foi com valentia e garra que os viseenses lutaram e foram segurando os ataques fortes dos algarvios que tentaram a sua sorte em algumas situações de ataque.

Ao cair do pano da primeira parte, eis que surge um ataque de Toro  a colocar  para Quizera que rematou de pronto a bater Defendi e abriu o ativo.

Após o reatamento, o Farense voltou com hegemonia, algumas mexidas, mas o keeper Grill mostrava segurança, mas aos 61´, uma contrariedade para Jorge Costa, com a lesão de André Almeida e teve de modificar o setor. Mas Toro e Quizera ia criando desequilíbrios nos viseenses e nos algarvios Fabrício criava perigo mas a defesa estava atenta.

Volvidos 67´, nova contrariedade para Jorge costa com a expulsão de Toro e teve de mexer no esquema, ao retirar Clóvis e a jogar em ataque rápido com um bloco mais compacto.

Os algarvios tentavam o empate, mas eis que um lance de ataque viseense Yuri Araújo remata certeiro e o Fontelo explode de alegria, dado que todos respiraram de alívio e a festa era grande no retângulo e nas bancadas.

Digamos que, José Mota nada mais podia fazer, dado que, as substituições tinham sido todas feitas, mas a eficácia era dos viseenses, para tal , Jorge Costa ainda deu minutos a jogadores menos utilizados, como Luisinho que veio de uma lesão complicada e agora vai-se impondo aos poucos nesta equipa.

Em suma, um grande triunfo dos viseenses que agora estão ali mesmo a pouco espaço da linha de subida e vão lutar por isso mesmo mas sem euforias, como refere Jorge Costa.