Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Figueira de Castelo Rodrigo

Tag Archives: Figueira de Castelo Rodrigo

CIMBSE divulga o melhor do Verão das Beiras e Serra da Estrela

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e da Serra da Estrela (CIM-BSE) foi ‘a banhos’ na praia fluvial de Vale do Rossim, em Gouveia, com a vasta equipa do Aqui Portugal, da RTP. Tratou-se de uma produção de peso da estação pública no território, com dezenas de profissionais, corpo logístico e repórteres que percorreram os 15 municípios de lés-a-lés, com o único intuito de levar até ao público nacional e audiência internacional, a campanha de Verão da CIM-BSE. Esta iniciativa faz parte de uma campanha mais ampla que visa promover as praias fluviais e os espaços de natureza em todo o território e assim chamar de novo os portugueses e restantes turistas a visitarem e descobrirem a região, pós-confinamento. Esta é a primeira de muitas iniciativas que estão a ser desenvolvidas. Press Trips, visita de bloggers e influencers… o verão promete aquecer na Serra da Estrela.

Foto: ©RTP, Aqui Portugal

Hélder Reis e Vanessa Oliveira foram os apresentadores ‘de serviço’ de um programa memorável em plena praia fluvial de Vale do Rossim, paredes-meias com os municípios de Gouveia, Manteigas e Seia. O Aqui Portugal da RTP contou com uma megaprodução levada a cabo pela estação pública com o contributo da CIM-BSE. Dados os constrangimentos provocados pela crise pandémica, todos os participantes e staff foram devidamente testados e acauteladas todas as regras de segurança e distanciamento emanadas da Direção-Geral de Saúde.

Além do enfoque nas praias fluviais e zonas balneares, o programa abordou o melhor do seu território e dos seus 15 municípios. De Mêda ao Fundão, passando por Trancoso, Fornos de Algodres, Gouveia, Manteigas, Seia, Covilhã, Belmonte, Sabugal, Guarda, Celorico da Beira, Pinhel, Almeida e Figueira de Castelo Rodrigo falou-se do melhor da região – projetos inovadores como as iniciativas Cultura em Rede, a Rede Intermunicipal de Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela, a candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027, o Estrela Geopark Mundial da UNESCO, entre outras iniciativas.  Os ex-libris da gastronomia também estiveram em destaque como o Queijo Serra da Estrela, os azeites de montanha, os vinhos da beira Interior, Douro e Dão e todos os produtos característicos de cada município, mas também os ícones da cultura identitária como os têxteis em burel e o artesanato. Reveja aqui o programa na íntegra.

Ponto mais alto das férias de Verão vai ser nas Beiras e Serra da Estrela

 Este programa é só uma das muitas iniciativas previstas nesta campanha há de comunicação turística. Até setembro, a CIM-BSE leva a cabo uma série de propostas com vista a dar a conhecer a serra no verão. A campanha de verão da CIM-BSE tem como intuito dar a conhecer o destino, assim como as rotas alternativas de curta a média duração para o verão no pós-confinamento, que vão ao encontro de programas de férias saudáveis, essencialmente em espaço natureza para famílias e pessoas de várias faixas etárias. O objetivo passa por promover todo o potencial e recursos naturais e paisagísticos, ao mesmo tempo que se divulgam a identidade e oferta turística, a cultural, a histórica, a gastronómica, o património das suas gentes, dos seus saberes e sabores tão identitários deste território. Para tal irá organizar uma press trip com jornalistas nacionais e internacionais e várias road trip com bloggers e influencers de aventura e família para viverem e experienciarem o que é ter um verão na serra.

Esta ação enquadra-se no Projeto Produtos Turísticos Integrados de Base intermunicipal, desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, em parceria com o Turismo Centro de Portugal, cofinanciado pelo Portugal 2020, Centro 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

 

Classic Cars Tour 2021 com desporto e turismo

Criado em 2019, o Classic Cars Tour surgiu na sequência dos Encontros Ibéricos de Clássicos, que ligavam os Museus de Salamanca e Caramulo, com passagem pela Guarda e pelo Museu da Miniatura Automóvel de Gouveia, e do Festival de Clássicos da Guarda, com o Clube Escape Livre a juntar a vertente desportiva com a turística.

E se a primeira edição da prova decorreu a sul da Guarda, a segunda e as seguintes vão desenrolar-se a norte da mais alta cidade de Portugal, percorrendo estradas dos concelhos: Figueira de Castelo Rodrigo, Guarda, Mêda, Pinhel, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa, nos dias 18, 19 e 20 de Junho, como consequência do acordo estabelecido entre os seis municípios e o Clube Escape Livre.

Para Pedro Barbosa da Gama, o director da prova, “idealizámos o percurso com o objectivo de proporcionar prazer e diversão aos participantes, que não terão de fazer contas ao longo dos 380 km do traçado, divididos por três secções, escolhido com critério”.

Responsável pela segurança, António Mocho assegurou que “apesar da prova decorrer, como todos sabem, em estradas abertas, vamos ter todas as medidas de segurança para que, a exemplo do sucedido na edição anterior, nada de anormal aconteça”.

 Para a prova de regularidade são admitidos automóveis ligeiros de passageiros, legalmente matriculados e aptos a circular em Portugal Continental, entre 1 de janeiro de 1946 e 31 de dezembro de 1998.

Luís Celínio, presidente do clube organizador, salientou a vertente turística do encontro ao garantir que os concorrentes vão ficar bem instalados no Longroiva Hotel Rural & Termal SPA, terão uma prova de vinhos, na Quinta Vale D´ Aldeia, uma visita noturna ao Museu do Côa, visitas à aldeia histórica de Castelo Rodrigo,  aos centros históricos de Pinhel, Trancoso e Guarda e um percurso pelas estradas do Douro de uma beleza inigualável”. E garantiu que “caso, nessa altura, ainda haja restrições de ordem sanitária, as mesmas serão rigorosamente cumpridas”.

No passeio turístico são admitidas viaturas clássicas e grandes desportivos.

As inscrições abrem a 5 de Abril no portal da FPAK para a prova de regularidade e em www.escapelivre.com para o passeio turístico, e espera-se que a prova repita o êxito da edição anterior.

 

 

Municípios receberam Unidades Móveis de Saúde (UMS) por parte da CIMBSE

Teve lugar no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda,  a entrega das chaves das Renault Kangoo Maxi Z.E. (elétricas) aos 15 presidentes dos municípios Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE), municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso.

Já  a respetiva cerimónia, decorreu em cumprimento  das recomendações previstas no âmbito da Covid-19, contou com a presença de Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, de António Lacerda Sales, Secretário de Estado Adjunto da Saúde e de João Paulo Rebelo, Secretário de Estado da Juventude e Desporto, enquanto coordenador regional de combate ao novo coronavírus na zona Centro.

Esta ação resultou de uma candidatura financiada pelo Programa Operacional CENTRO 2020, designada “Unidades Móveis de Saúde para o território CIMBSE”, com um investimento total 612.079 € comparticipados em 85% pelo FEDER.

Tem o objetivo de contribuir para o reforço da rede de infraestruturas de saúde, nomeadamente na prestação de cuidados de saúde domiciliários primários, cuidados paliativos e doença mental.
Numa ótica de prevenção, as UMS poderão ainda ser utilizadas em ações educativas nas áreas da toxicodependência, comportamentos de risco, saúde alimentar, diabetes, doenças cardiovasculares, entre outras, de acordo com as necessidades identificadas.

É pretendido implementar e reforçar o acompanhamento de proximidade, permitindo o acesso a serviços de saúde e de apoio social com qualidade a utentes com acesso mais limitado, e contribuindo para minimizar as diferentes fragilidades e assimetrias existentes.

As viaturas estão devidamente identificadas e encontram-se equipadas com nebulizador ultrassónico portátil, aspirador de secreções, monitor ambulatório de pressão arterial e oxímetro, aparelho de electroestimulação portátil, andarilho, pedaleira e mala térmica. Conta ainda com instalação elétrica na bagageira e quatro portas USB, espaços de arrumos, recipiente fechado para colocação dos resíduos hospitalares de grupo de risco III e Grupo IV, recipiente para colocação dos dispositivos médicos reutilizáveis e suporte para antissético líquido das mãos e papel de limpeza.

De referir ainda que, se tratam de viaturas elétricas, refletindo a preocupação desta

Comunidade Intermunicipal em contribuir para a descarbonização do meio ambiente.

A utilização das UMS ficará a cargo de cada município e respetivo centro de saúde, mediante dois protocolos assinados, (um com vista à colaboração para implementação do projeto das UMS e um protocolo operacional de utilização destas unidades), entre a CIM-BSE, a Administração Regional de Saúde do Centro I.P. (ARS Centro), a Unidade Local de Saúde da Guarda E.P.E (ULS Guarda) e os 15 municípios.

 

Refira-se que a CIM-BSE é composta pelos municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso.

Figueira de Castelo Rodrigo recebeu terceiro debate do ciclo “Conversas: Guarda2027”.

 

A relação entre a produção/consumo cultural e uma territorialidade alargada foi o mote do terceiro debate do ciclo “Conversas: Guarda2027”.

A sessão, programada para Figueira de Castelo Rodrigo mas realizada em formato webinar por causa dos constrangimentos da COVID19, juntou na tarde de 26 de novembro programadores da Guarda2027, agentes culturais e público em geral a debater “A importância da mobilidade, coesão social e territorial na cultura”.

A mobilidade dificulta a criação e fruição cultural? Em que medida as pontes construídas entre residentes constroem um sentimento de pertença e dão coesão e força a uma proposta de candidatura com escala regional?, foram algumas das questões que mereceram reflexão e discussão, numa região em que a mobilidade física depende em muito da mobilidade automóvel privada.

O envolvimento da população (e da Escola) foi assumido como um dos fatores fundamentais para o sucesso da Guarda2027.  Elisabete Bárbara, professora e diretora do Agrupamento de Escolas de Aguiar da Beira, defendeu-o, testemunhando com a participação dos seus alunos no Concurso BI2047, cujo resultado designou os mandatários da juventude da Guarda2027, “peças-chave importantes numa estratégia de implicar os cidadãos no caminho a percorrer, numa abertura ao exterior do projeto e, por isso, nas estratégias de visibilidade que é preciso adotar”, referiu. Na mesma linha, Victor Afonso, programador da Guarda2027, salientou a importância de “sensibilizar, mobilizar e envolver os cidadãos no trabalho de longa duração que é a formação de públicos”.

Caminhar para uma verdadeira coesão social e territorial implica uma “mudança de paradigma onde a cultura é um bem essencial que gera riqueza e tem de chegar a todos”, defendeu Lara Seixo Rodrigues, programadora da Guarda2027. Para conseguir essa coesão, é crucial fixar pessoas (defendeu Tiago Sami Pereira, programador da Guarda2027) e “trazer pessoas qualificadas, tal como tem conseguido por exemplo o Fundão”, rematou Pedro Almeida responsável na região de uma multinacional pelo acolhimento de talento.

No ar, ficaram dois desafios. José Luis González Prada, da Fundación Rey Afonso Henriques, propôs reforçar o carácter trans-fronteiriço da candidatura e José Luís Martins (programador da guarda2027) defendeu a utilização dos sentimentos e afetos para a criação artística.

A quarta e última sessão das “Conversas:Guarda2027” acontece no dia 10 de novembro de 2020 e fará a conclusão deste ciclo com um debate presencial no Teatro Municipal da Guarda. Serão apresentados os resultados preliminares do inquérito sociológico à população dos 17 municípios da Guarda2027 e os contributos recolhidos durante o processo de reflexão promovido por esta iniciativa.

GNR-Figueira de Castelo Rodrigo – Detidos por posse de armas proibidas 

 

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda, deteve ontem, dia 23 de novembro, um homem e uma mulher de 46 e 49 anos respetivamente, por posse de armas proibidas, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo.

No âmbito de uma investigação por ameaças com recurso a arma de fogo, os militares da Guarda deram cumprimento a três mandados de busca domiciliária que culminaram na apreensão do seguinte material:

·         Duas armas proibidas (taser dissimulado e catana);

·         Duas caçadeiras;

·         119 cartuchos de calibre 12;

·         102 munições de calibre .22;

·         43 cartuchos bala;

·         Dez zagalotes;

·         Cinco munições de calibre .32;

·         Um carregador de calibre .22.

Os detidos foram constituídos arguidos, e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial da Guarda.

4.º Raid TT Vinhos Beira Interior anima as gentes do Côa

O 4.º Raid TT Vinhos Beira Interior encerra, de 22 a 24 de novembro, o programa de atividades do Clube Escape Livre em 2020 e acontece, com todas as autorizações, incluindo a da entidade de saúde, respeitando as regras em vigor e por isso limitado no número de equipas e pessoas.

A Quinta da Cheínha, em Pinhel, será o centro de operações para esta edição do Raid TT Vinhos Beira Interior que tem o alto patrocínio do Município de Pinhel e que, como o nome indica, não deixará de proporcionar aos participantes provas de vinhos dos muitos e referenciados produtores da região, nomeadamente do concelho de Pinhel.

As equipas vão ficar instaladas em vários dos qualificados alojamentos turísticos do concelho afastando assim aglomerados inapropriados. E de forma a garantir o distanciamento, todas as refeições terão, desta vez, lugar no restaurante “O Petisco”, utilizando o seu grande salão de festas adequado a 300 pessoas e que, neste caso, só dará lugar às poucas dezenas de participantes do Raid.

O todo o terreno propriamente dito, inicia-se no sábado de manhã com um percurso que ruma a norte para permitir aos participantes apreciarem as belas paisagens da região e visitar a Casa Forte em Cidadelhe, onde se encontra o famoso palio secular, enquanto da parte da tarde a caravana ruma a sul com o trajeto a estar desenhado por entre vinhas, numa antecipação ao que acontece no domingo.

A manhã de domingo fecha o programa com um percurso a alargar-se ao concelho vizinho de Figueira de Castelo Rodrigo com paragem na sua Adega Cooperativa.

No almoço de encerramento será altura de evocar a capital dos vinhos 2020 / 2021 e certamente agendar já a participação na edição de novembro de 2021, esperando-se que, nessa altura, seja já possível aliar o TT, como tem acontecido nos últimos anos, à Feira de Vinhos e Sabores este ano cancelada face aos milhares de visitantes que atrai.

Para Luís Celínio: Apesar das medidas divulgadas pelo governo no último sábado é possível, respeitando e seguindo todas as regras em vigor e cumprindo com o plano de contingência do Raid, entretanto aprovado, realizar este evento. Mas para além do empenho do Escape Livre, detentor do selo Clean and Safe, é importante que cada participante, por si, venha preparado para cumprir à risca todas as medidas. Foi assim que aconteceu nos quatro eventos que realizámos em setembro, alguns com bem maior complexidade como o Off Road Bridgestone Santiago de Compostela, e, estou certo, será assim agora, permitindo que cultura, vinhos e todo o terreno contribuam de forma muito significativa para a economia local tão depauperada com a pandemia. Mas, esta é a verdade hoje. Estaremos atentos para nos adaptar a outras medidas”.

 

Carlos Condesso, Vereador do PSD, exige à empresa TRANSDEV a urgente reposição das carreiras

Em comunicado, o Vereador do PSD, Carlos Condesso, refere:Sem prévio aviso, a população do concelho de Figueira de Castelo Rodrigo ficou sem as duas carreiras que fazem a ligação para a cidade da Guarda. De uma penada só, esta lamentável decisão deixou os cidadãos do concelho sem as ligações que existiam há largas dezenas de anos, acabando assim, de forma abruta, com as carreiras que partindo de Escalhão e Escarigo ligavam o concelho à capital de distrito, passando pelos concelhos de Almeida e de Pinhel.

Esta é uma decisão que lesa fortemente os figueirenses, deixando-os sem alternativas e mais isolados. Assim, Carlos Condesso, Vereador do PSD, exige à empresa TRANSDEV a urgente reposição destas carreiras e, simultaneamente, ao Presidente da Câmara que tome uma atitude rápida e que desenvolva todos os esforços para que se repare este erro crasso que está a causar enormes transtornos de mobilidade aos cidadãos.

Para Carlos Condesso “é esta mobilidade das nossas gentes que não pode, nem deve ficar prejudicada, de maneira alguma. É de extrema necessidade que se devolva este serviço à população, que tem essa necessidade de uma ligação aos concelhos vizinhos e, fundamentalmente, à Guarda, onde só aí podem ser tratados muitos assuntos pessoais e importantes, e os tão indispensáveis cuidados de saúde de uma população maioritariamente idosa, onde muitos cidadãos têm consultas e tratamentos regularmente agendados no Hospital da Guarda”.

Todos têm a noção da importância deste transporte. Por isso, não se compreende como é que a maioria socialista que governa a Câmara Municipal não tomou em devido tempo as medidas necessárias para evitar o fim destas carreiras tão importantes para os cidadãos do concelho.

O fim destas carreiras foi uma enorme machadada nos figueirenses, que assim se veem privados deste meio de transporte, causando grandes constrangimentos no que diz respeito à sua mobilidade, por exige-se a reativação destas carreiras.

 

Slalom Sprint de Castelo Rodrigo em outubro

O Slalom Sprint de Castelo Rodrigo, organizado pelo Município de Figueira de Castelo Rodrigo com o Clube Escape Livre, decorre, pela primeira vez em 22 anos de edições, no mês de outubro, mas a organização quer garantir a espetacularidade de sempre. A decisão deriva das adaptações resultantes da pandemia, que conduziram à alteração dos campeonatos da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, entre eles o Campeonato de Portugal de Perícias. A dupla jornada de Figueira é a penúltima data deste calendário.

No dia 10 de outubro, vão fazer o caminho para Figueira de Castelo Rodrigo alguns dos melhores pilotos da modalidade. Figueira integra, este ano, o Campeonato com duas provas no mesmo dia: o Slalom Sprint de Castelo Rodrigo, a decorrer a partir das 14h30, e a 2ª Grande Perícia Automóvel Figueira Castelo Rodrigo, a partir das 20h30, ambas no Estádio Municipal de Figueira, de forma a cumprir as normas sanitárias em vigor. Neste ano de exceção, a prova de Sprint não se irá realizar.

Refira-se que o Campeonato de Portugal de Slalom conta, este ano, com sete provas, terminando na Guarda, em novembro.

Para Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre, “Este é mais um campeonato da FPAK que vai avançar, com a colaboração e determinação de vários clubes, que cumprindo com as regras em vigor, não querem deixar os praticantes e entusiastas da modalidade sem a possibilidade de corridas este ano. Um agradecimento ao Município de Figueira de Castelo Rodrigo por todas as diligências feitas em conjunto com o Clube Escape Livre, para que a mais antiga e mais popular prova de perícia não deixe de se ter lugar este ano.”

La Vie recebeu carros do Campeonato de Portugal de Perícias em Figueira Castelo Rodrigo

Estiveram em exposição no Centro Comercial La Vie, na cidade da Guarda, para todos os visitantes terem a oportunidade de visualizar mais de perto alguns dos carros que vão fazer furor no Campeonato de Portugal de Perícias em Figueira de Castelo Rodrigo, a 1 de agosto, numa organização do Município de Figueira de Castelo Rodrigo e Clube Escape Livre.

Slalom de Castelo Rodrigo,  volta a afirmar-se com os melhores pilotos e carros em Figueira. Espera-se também a habitual motivação do público, não só no estádio onde decorre a prova noturna, como nas ruas da vila de Figueira.

Detido em flagrante por furto em residência em Figueira de Castelo Rodrigo

 

O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial de Figueira de Castelo Rodrigo,hoje, dia 17 de março, deteve um homem de 21 anos, pela prática do crime de furto em residência, em Figueira de Castelo Rodrigo.

No âmbito de uma denúncia de que um homem havia entrado numa habitação de forma suspeita, os militares deslocaram-se de imediato ao local, surpreendendo o suspeito no interior da residência, tendo na sua posse material que se encontrava na referida habitação, pronto para ser furtado.

O detido está neste momento a ser presente ao Tribunal Judicial de Figueira de Castelo Rodrigo, para aplicação das medidas de coação.