Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Fornos Algodres e Seia

Tag Archives: Fornos Algodres e Seia

Feminino-sub-19, Portugal empata na derradeira partida a duas bolas

A Seleção Nacional sub-19 terminou, este domingo, a participação no I
Torneio de Apuramento para o Campeonato da Europa com uma igualdade
(2-2) diante da Noruega.
As comandadas do Treinador Nacional José Paisana entraram no
Municipal da Guarda contando, mais uma vez, com o apoio do público
português, fundamental para as duas vitórias anteriores (2-1 a Israel e
4-0 à Estónia) e a concretização do objetivo de garantir a presença na
Ronda de Elite da categoria.

Num encontro em que se jogava, sobretudo, o prestígio internacional
das duas equipas, a formação orientada por José Paisana entrou muito bem
e conseguiu apontar dois golos madrugadores que lhe deram a vantagem
com que chegaria ao intervalo. Filipa Cardoso (4′) e Carlota Cristo não
deixaram créditos por mãos alheias e apontaram os golos do contentamento
nacional.
Na segunda metade, a Noruega demonstrou também a razão pela qual é
considerada uma seleção temível e sempre tida em conta em fases finais
de grandes competições, logrando igualar o marcador com um “bis” de
Fjelldal no espaço de seis minutos (74′ e 80′).
Com este empate, Portugal e Noruega ficaram no topo da classificação
geral do grupo 8 do I Torneio de Apuramento para o Campeonato da Europa
de 2016, com os mesmos 7 pontos.
O primeiro grande objetivo das sub-19 para esta época (apuramento
para a Ronda de Elite) já estava garantido antes deste encontro, mas as
comandadas de José Paisana cimentaram a boa imagem que já tinham deixado
anteriormente.
No outro jogo do dia também se registou uma igualdade a duas bolas entre Estónia e Israel.
Visão do selecionador:

José Paisana em discurso direto:
“Quero, em primeiro lugar, dar os parabéns às minhas jogadoras pela
audácia que colocaram em campo e por terem discutido o resultado frente à
grande Noruega, que ainda há muito pouco tempo fez um quarto lugar no
Campeonato da Europa. Ganhámos vantagem na primeira parte e depois a
Noruega conseguiu empatar por contingências do jogo. Há que salientar a
forma exemplar como as jogadoras souberam colocar em prática o plano de
jogo que idealizámos. É isto que podemos retirar de melhor neste jogo,
honrámos Portugal. Penso que passa por aqui, por jogos como este, o
desenvolvimento do futebol feminino em Portugal. Estamos muito
satisfeitos e quero dar também os parabéns à equipa técnica e a todo o
staff pelo trabalho desenvolvido.”
“O primeiro grande objetivo da época está conseguido. Dignificámos o
nome de Portugal e atingimos o sucesso, que é muito difícil. É apenas a
segunda vez que conseguimos partilhar o primeiro lugar de uma
qualificação e cumprimos o que tínhamos estipulado. Agora o importante é
que as jogadoras regressam às suas casas e  – não menos importante – às
suas escolas para que possamos depois começar a pensar na Ronda de
Elite.”
“Gerir o sucesso também é um desafio para estas jogadoras. Para nós,
este foi o jogo zero da Ronda de Elite, preparámo-lo como se já lá
estivéssemos e as jogadoras deram uma grande resposta frente a uma
excelente equipa.”


Ficha de jogo

I Torneio de Apuramento para o Campeonato da Europa de 2016 – Grupo 8
3.ª jornada
Estádio Municipal da Guarda


Árbitra:
Lorraine Clark (Escócia)

Árbitras assistentes:
Vikki Robertson (Escócia) e Sabina Valieva (Rússia)

Quarta árbitra:
Vera Opeykina (Rússia)


Portugal-Noruega (2-0 ao intervalo)


Portugal: 
Tatiana Beleza; Sara Monteiro, Sarah da Cunha, Inês
Silva (cap.), Diana Gomes, Nadine Cordeiro, Joanna Seca, Carlota Cristo
(Ana Rodrigues, 45’+4), Francisca Cardoso (Sofia Silva, 46′), Leandra
Pereira e Catarina Amado (Carolina Ferreira, 46′)
Suplentes não utilizadas: Ana Oliveira, Beatriz Vieira, Bárbara Marques e Tânia Mateus
Treinador: José Paisana

Golos:
Filipa Cardoso (4′) e Carlota Cristo (16′)

Disciplina:
cartão amarelo a Tatiana Beleza (62′)


Noruega: 
Ida Norstrøm; Tuva Hansen, Sarah
Suphellen, Marit B. Lund, Maria Hiim (Siw Døvle, 57′)  Cecilie
Dekkerhus (cap.), Nora Eide Lie, Karoline Haugland, Syrstad Engen
(Ingrid Kvernvolden, 68′), Marie Markussen e Vilde Fjelldal
Suplentes não utilizadas: Hildegunn Sævik, MarikenKleppe, Ingrid Elvebakken, Heidi Ellingsen e VildeHasund
Treinador: Nils Lexerod

Golos:
Fjelldal (74′ e 80′)

Disciplina:
cartão amarelo a Markussen (71′)

Classificação final

Class. País P J V E D GM GS
1 NORUEGA 7 3 2 1 0 15 2
2 PORTUGAL 7 3 2 1 0 8 3
3 ISRAEL 1 3 0 1 2 3 11
4 ESTÓNIA 1 3 0 1 2 2 12 Por:FPF

Feminino-sub-19-Estónia- Portugal-0-4(Apuramento alcançado)

 Alcançado Apuramento para Ronda de Elite

  A tarde desta quinta -feira, foi de festa no Municipal de Seia, onde se disputou mais uma jornada da fase de apuramento para o Europeu da categoria, com goleada da turma das quinas por quatro bolas a zero, com uma homenagem à atleta Inês Silva.
   Uma partida que cedo se percebeu que a turma das quinas,estava mais forte e com a pressão alta, a Estónia era uma equipa mais defensiva, com um bloco muito baixo, isto é, tentava adiar o mais possível o golo das quinas.

Depois de muito batalhar, Inês Silva que anteriormente tinha tirado as medidas à baliza forasteira, volta a ter a possibilidade de executar um livre descaído para a direita do seu ataque e desta vez coloca no fundo das malhas, abrindo o activo para a turma das quinas aos 27´.
Podemos mesmo dizer que durante a primeira parte, a turma portuguesa até dispôs de mais oportunidades, mas não voltaria a marcar.
Após o reatamento, surge mais determinada e aos 47´, Carlota Cristo viria a fazer o gosto ao pé, mas pouco depois foi o xeque-mate, com Catarina Amado a voltar a marcar para a turma de José Paisana.
Com as substituições, a toada mais morna aconteceu, mas a Estónia não estava muito à vontade para atacar , devido à estrutura portuguesa não permitir grandes veleidades.
Ao cair do pano, acabou por ser Nadine a fechar a contagem num golo de belo efeito.
Em suma, um bom triunfo das portuguesas que carimbaram o passaporte para a ronda de elite.
Arbitragem em bom nível.
Por seu lado, A Noruega a golear Israel por sete bolas a zero, ficando para domingo, o Noruega -Portugal, no Municipal da Guarda e Estónia- Israel em Fornos de Algodres, ambas partidas às 16h.

Estádio Municipal de Seia.
1000 espetadores 

Árbitra: Vera Opeykina (Rússia).
Árbitras assistentes: Sabina Valieva (Rússia) e Vikki Robertson (Escócia).
4.º árbitra: Lorraine Clark.
ESTÓNIA:
Ploompuu, Jaansen, Uleksin (Tullus, 58’), Saar (cap.), Räämet, A.
Strigin, Terestsenkova (Tammeveski, 71’), Mürkhain (Repkin, 65’),
Ivanova, Raud e Tammik.
Suplentes: Smirnov, Kopats, Kadastu e Roomussaar.
Treinadora: Kaidi Jekimova.
Disciplina: cartões amarelos exibidos a Uleksin (34′), Jaansen (44′), ,Strigin (53’) e Ivanova (90’+3′).

PORTUGAL:
Tatiana Beleza, Sara Monteiro, Sarah da Cunha, Inês Silva (cap.), Diana
Gomes, Nadine Cordeiro, Ana Rute (Bárbara Marques, 58’), Carlota
Cristo, Francisca Cardoso (Joanna Seca, 63’), Leandra Pereira e Catarina
Amado (Beatriz Vieira, 65’).
Suplentes: Ana Rita Oliveira, Sofia Silva, Carolina Ferreira e Tânia Mateus.
Treinador: José Paisana.
Golos: Inês Silva (27′), Carlota Cristo (47’), Catarina Amado (51’) e Nadine Cordeiro (90’).

Por:António Pacheco

“Brincar às Ideias”, um projeto de sucesso da ADRUSE

Projeto
de Empreendedorismo da ADRUSE cria jogos e livros sobre a Serra da Estrela.
“Brincar
às Ideias” foi um projeto implementado pela ADRUSE, nos anos letivos 2012-2013
e 2013-2014, direcionado para as crianças dos 1º e 2º ciclos, e que teve como
objetivo o fomento do empreendedorismo assente no desenvolvimento de
competências empreendedoras. Como resultado, foram criados pelos alunos, jogos e
livros cuja temática aborda a serra da Estrela. Neste final de ano letivo, a
ADRUSE fez a entrega formal dos jogos e livros, resultantes do projeto levado a
efeito no ano 2012-2013, aos alunos, professores, bibliotecas escolares e a
cada agrupamento de escolas envolvidos no projeto.

            O
público-alvo do projeto foram alunos do 1º e 2º anos de escolaridade do ensino
básico, dos concelhos de Fornos de Algodres, Gouveia e Seia que ao longo de um
ano letivo trabalharam e desenvolveram um conjunto de competências
empreendedoras através da implementação de atividades tendo por base a metodologia
de trabalho baseada no princípio “learning
by doing”,
testada e reconhecida pelo Ministério da Educação. Ao longo de
todo o projeto, pretendeu-se ainda, de uma forma transversal, dar a conhecer
aos alunos as oportunidades e potencialidades da serra da Estrela.
Estiveram envolvidos 3 Agrupamentos
de Escolas: Fornos de Algodres, Gouveia e Seia. Os jogos foram concebidos por
10 turmas do 1º ciclo (8 turmas do concelho de Gouveia e 2 do concelho de
Seia). Na edição dos livros, uma história foi criada pelos alunos de 2 turmas
do 2º ciclo do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres, enquanto que uma
turma do 2º ciclo de uma Escola de Seia editou o outro
livro.
No total
foram entregues 10 jogos e 3 livros que envolveram 12 escolas, 14 professores e
230 alunos.
 Por ADRUSE