Início » Tag Archives: Fornos Algodres

Tag Archives: Fornos Algodres

Fornos de Algodres e Aguiar da Beira (Guarda) no ranking top-20 dos Municípios mais procurados por estrangeiros

Assim de salientar , a presença de Fornos de Algodres, no 16º lugar do ranking do municípios mais procurados por estrangeiros para comprar ou arrendar casa

  • Alcoutim é a localidade mais pesquisada pelos estrangeiros
  • Existem um total de 10 localidades em Portugal onde a maioria das pesquisas de casa provém do estrangeiro
  • Porto Moniz com mais interesse estrangeiro do que nacional

 O interesse dos compradores estrangeiros em encontrar casa em Portugal é muito claro, inclusive em municípios com menos de 5.500 habitantes. Além das localidades nas áreas tradicionalmente atrativas para o turismo internacional, aparecem outros municípios em regiões menos óbvias.

De acordo com um estudo realizado pelo idealista, o marketplace imobiliário do sul da Europa, analisando as visitas recebidas na sua base de dados durante os meses de junho e julho, Alcoutim (Faro) é a localidade onde se regista o maior volume de pesquisas de casa feitas desde o estrangeiro. As três seguintes posições são para Porto Moniz (Madeira), Pedrogão Grande (Leiria) e Nordeste (ilha de São Miguel). O pódio dos 5 primeiros completa-se com o município de Penamacor em Castelo Branco.

A seguir, encontramos as localidades Lajes do Pico (ilha do Pico), Góis (Coimbra) e Ourique (Beja). Na 9ª posição está Vila Velha de Rodão, em Castelo Branco, seguido por Castanheira de Pêra (Leiria), Marvão (Portalegre), São Roque do Pico (ilha do Pico), Avis (Portalegre), Cuba (Beja) e Santa Cruz da Graciosa (ilha da Graciosa).

Os cinco últimos lugares deste ranking de localidades são ocupados por Fornos de Algodres (Guarda), Calheta (ilha de São Jorge), Pampilhosa da Serra (Coimbra), Lajes das Flores (ilha das Flores) e Crato (Portalegre).

 

 

 

Aguiar da Beira entre Municípios com mais interesse estrangeiro do que nacional

Existem um total de 10 localidades em Portugal onde a maioria das pesquisas de casa para comprar ou arrendar provém do estrangeiro, superando as pesquisas nacionais. A maior diferença de interesse acontece em Porto Moniz, na Madeira, onde 65% das visitas aos anúncios de habitação são feitas por estrangeiros. Em seguida, encontra-se Calheta (ilha de São Jorge) com 64%, Lajes das Flores (ilha das Flores) com 62%, Nordeste (ilha de São Miguel) com 61% e Lajes do Pico (ilha do Pico (61%).

Com uma proporção de estrangeiros a procurar casa em Portugal inferior a 60%, encontra-se Santa Cruz das Flores (ilha das Flores) com 57%, Santa Cruz da Graciosa (ilha Graciosa) com 56%, São Roque do Pico (ilha do Pico) com 54%, Alcoutim (Faro) com 54%, Corvo (ilha do Corvo) com 53%.

No Vimioso (Bragança), a proporção de estrangeiros que pesquisam casa para comprar ou arrendar é de 49%, seguido por Penedono (Viseu) com 44%, Penamacor (Castelo Branco) com 43%, Pedrógão Grande (Leiria) com 43%, Freixo de Espada à Cinta (Bragança) com 41%, Alfandega da Fé (Bragança) com 40%, Castanheira de Pêra (Leiria) com 39% e Aguiar da Beira (Guarda) com 38%. Mesão Frio (Vila Real) e Ourique (Beja) terminam a lista das localidades onde os estrangeiros que procuram casa superam os pesquisas dos nacionais, representando 37% do total.

fonte: idealista

RM

Linha de Crédito Capitalizar COVID-19

Foi já lançada pelo Governo com uma dotação global de 200 milhões de euros, a Linha de Crédito Capitalizar 2018 – Covid-19 permite às empresas portuguesas, cuja atividade esteja a ser afetada pelos efeitos económicos resultantes do surto de coronavírus, financiarem em melhores condições de preço e de prazo, as suas necessidades de fundo de maneio e de tesouraria, como por exemplo o pagamento de salários, ou a aquisição de produtos e matérias-primas.
As operações de crédito a celebrar no âmbito desta Linha traduzem-se em empréstimos bancários, no caso das operações destinadas a financiar necessidades de fundo maneio, e em soluções de crédito em regime de revolving, no caso de operações destinadas exclusivamente ao financiamento de necessidades de tesouraria.
São beneficiárias preferencialmente Pequenas e Médias Empresas (PME) ou outras empresas, localizadas em território nacional que entre outras condições de acesso previstas no Documento de Divulgação (https://www.cm-fornosdealgodres.pt/…/DD_linha_credito_capit…),
– apresentem uma situação líquida positiva no último balanço aprovado, ou no caso de apresentarem situação líquida negativa no último balanço aprovado, as empresas poderão aceder à linha caso apresentem esta situação regularizada em balanço intercalar aprovado até à data de enquadramento da operação;
– não tenham incidentes não regularizados junto da Banca, à data de emissão de contratação, e tenham a situação regularizada junto da Administração Fiscal e da Segurança Social;
– apresentem declaração, à data da contratação do financiamento, na qual declaram que, nos últimos 30 dias anteriores à data da contratação da operação, o volume de negócios da empresa se reduziu em pelo menos 20%, face aos 30 dias imediatamente anteriores.
As candidaturas são apresentadas junto das instituições de crédito protocoladas.

Por:Mun.FA

XIIIª Edição das Jornadas de Etnobotânica de 18 a 20 maio

Como anualmente acontece a Confraria da Urtiga vai levar a efeito a Xª edição do Fim-de-semana da Urtiga e a XIIIª edição das Jornadas de Etnobotânica. Decorre de 18 a 20 de maio, em Fornos de Algodres, com o tema deste ano a ser as especiarias.
Um fim-de-semana sempre de grande aprendizagem, com saídas de campo, palestra e identificação de espécies e um Workshop sobre o mundo das especiarias, com Fernanda Botelho, entre outras atividades.

25 de abril comemorado em Fornos de Algodres

O dia que permanece na memória de todos da revolução dos cravos, é celebrado um pouco por toda a parte.

Assim  em Fornos de Algodres, o grupo de sócios da Associação do 25 de abril e a JS Fornos de Algodres, levam a efeito, um almoço convívio, seguido da concentração nos Paços do Município, para a romagem ao cemitério e serem homenageados todos aqueles que foram defensores dos ideais de abril.

Mais à tarde, o lanche convivio no parque de merendas da Mata Municipal, pelo meio haverá, torneio de sueca e jogos tradicionais.

Assim se comemoram 44 anos depois de abril de 74.

Feira Quinzenal em Fornos de Algodres antecipada para 31 de dezembro

                                                  AVISO

O Município de Fornos de Algodres informa todos os feirantes, comerciantes e população em geral, que a Feira Quinzenal, correspondente ao dia 1 de janeiro de 2018, vai ser antecipada para o dia 31 de dezembro de 2017 (domingo).

Tarde cultural animada no Lar Residencial do Ramirão

Com o forte envelhecimento das populações na região interior do País, os lares passam a ser as residências de muitos idosos, face a isso, essas estruturas procuram proporcionar-lhes dias saudáveis.

Assim , na tarde deste domingo, 8 de outubro, no Lar Residencial do Ramirão, concelho de Fornos de Algodres, houve grande animação e um pouco de música ao vivo, com  António Matos, que lhes levou um pouco das suas canções e foi visível a alegria que este idosos sentiram por esta atividade.

Aliás alguns deles até dançaram e se divertiram imenso, assim como os familiares que também acabaram por participar ativamente.

Em suma, são estes momentos agradáveis, que estas estruturas vão fazendo para transformar o dia e proporcionar um envelhecimento saudável.

Por: Juliana Pacheco