Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Fornos de algodres

Tag Archives: Fornos de algodres

Candidatura do BE passou por Fornos de Algodres e Celorico da Beira em visita à EN 16

Recentemente a candidatura do Bloco de Esquerda ao círculo eleitoral da Guarda deslocou-se à N16 entre Fornos de Algodres e Celorico da Beira, acompanhada da deputada Isabel Pires. Constatou-se que a estrada se encontra bastante danificada, não sendo por isso segura para quem a utiliza. 

O Bloco de Esquerda propõe que exista um plano de requalificação para toda a N16, em cooperação com os municípios envolvidos, tendo em conta o seu uso diário por parte das populações. Defendemos:

  • A coesão territorial: há populações que precisam da N16 e esta tem que estar em condições para uma circulação segura;

  • A mobilidade: é necessário investir na requalificação das vias rodoviárias e desenvolver uma rede de transportes coletivos municipais e intermunicipais. 

Fornos de Algodres-Circuito Municipal de Corrida de Montanha

A grande novidade para este novo ano, trata-se do Circuito Municipal de Corrida de Montanha, tem a organização de “Vila Chã Aldeia Trail de Portugal”, de “4 All Events” e das Juntas de Freguesia territorialmente competentes de cada etapa, consiste na promoção, organização e realização de várias etapas de corrida de montanha (Trail) durante o ano de 2022.
– O circuito terá 6 provas, a decorrerem entre março e novembro de 2022, todas elas a serem realizadas em território do concelho de Fornos de Algodres, com o principal foco em diversas freguesias.
– Terá o apoio do Município de Fornos de Algodres, da Junta de Freguesia de Fornos de Algodres, da Junta de Freguesia da Muxagata, da União de Freguesias do Sobral e Fuinhas e da Junta de Freguesia da Matança, do CLDS 4G Servir Fornos de Algodres, dos Escuteiros de Fornos de Algodres, bem como de outras  entidades e empresas locais. Ler Mais »

Sessões de esclarecimento no projeto “Alto Mondego’ Rede Cultural”

Diversas sessões de esclarecimento sobre capacitação artística na área da música, vão surgir, no âmbito do projeto “Alto Mondego’ Rede Cultural”, uma proposta de programação cultural em rede no território composto pelos Municípios de Nelas, Fornos de Algodres, Gouveia e Mangualde, decorrerão no dia 15 de janeiro de 2022 .

Em Mangualde,  a sessão decorrerá às 10h na Biblioteca Municipal , em Gouveia, a partir das 14h00, no Teatro Cine, em Nelas, às 18h no Edifício Multiusos, e em Fornos de Algodres  às 21h no Centro Cultural Dr. António Menano . Marca o início de uma nova coprodução nos municípios da rede.

No primeiro semestre deste ano entram em cena Bitocas e Artur Fernandes, que juntamente com as associações locais que aderirem ao projeto, irão apresentar 8 espetáculos pelo território do Alto Mondego’ Rede Cultural. Nestes espetáculos participarão diversificadas formações instrumentais e/ou corais, de acordo com as tradições e realidades locais. Desenvolver-se-ão, entre outras competências, a cooperação artística, a criatividade no coletivo, a criação artística multicamada. Dar-se-á ênfase a: criação a partir do espólio tradicional do território, conceção de eventos artísticos sem interações prévias, performance orientada para novos conceitos, direção artística, gestão de recursos humanos e dinâmicas de ensaio. Numa perspetiva ambiental, os aspetos relacionados com a planificação e maquetagem, cenografia ou figurinos e gestão de recursos técnicos terão o cuidado de reutilizar materiais disponíveis.

As sessões de esclarecimento permitirão às associações locais tomar conhecimento e planear toda a dinâmica prevista para 2022 na área da música.

“Caminhar com Ciência no Estrela Geopark”no concelho de Fornos de Algodres

O Estrela Geopark Mundial da UNESCO irá dinamizar no próximo dia 29 de janeiro, mais uma atividade “Caminhar com Ciência no Estrela Geopark”, no concelho de Fornos de Algodres. Mais do que uma caminhada, este pretende ser um evento que coloca a ciência ao serviço das populações e dos mais interessados.
O arranque para as 9h30, com o ponto de encontro, a Junta de Freguesia de Algodres (40°38’40.6″N 7°31’18.3″W).
Numa distância de 8 kms, onde o percurso: PR2FAG – Rota dos Miradouros, de fácil dificuldade.
Nº máximo de participantes: 20 pessoas

Valor: 5€ (seguro incluído)

Para efetuar a sua inscrição, deve enviar e-mail, para info@geoparkestrela.pt com a seguinte informação: Nome completo, morada completa, NIF, contacto telefónico e comprovativo de pagamento (IBAN: PT50 0018 000342419028020 82).

APS Fornos de Algodres- Projeto NeuroCEDE vence no programa Portugal Inovação Social

APS Fornos de Algodres  está de parabéns com uma conquista importante através do  Projeto NeuroCEDE – Centro Especializado em Demências e Envelhecimento, foi um dos projetos vencedores da iniciativa pública Portugal Inovação Social. Já a IPSS fornense considerou que:” este projeto que temos vindo a levar a cabo como inovador e capaz de gerar uma solução impactante na qualidade de vida das pessoas com demência e seus cuidadores desta região”!

Com este apoio esta instituição vai conseguir alargar a equipa técnica, permitindo chegar de forma mais precoce e eficaz a este problema social e atendê-lo de forma cada vez mais técnica e especializada.
Deste modo, desafiam a comunidade para que estejam atentos às nossas próximas publicações relativas a este projeto, pois irão dar a conhecer a equipa que está por trás do mesmo e os investidores sociais que acreditaram nesta iniciativa desde o primeiro dia
Neste momento em especial, a APS Fornos de Algodres  deixaruma palavra de gratidão ao Portugal Inovação Social pela confiança e pela responsabilidade depositada!

Projeto PARLAMENTO DOS JOVENS no AEFA

Este ano letivo, o tema a desenvolver “Fake News: o impacto da desinformação na democracia” foi explorado, ao longo da última semana, no Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres, com os alunos do ensino secundário em sessões de sensibilização promovidas pelo professor bibliotecário, Pedro Freitas.

Depois, o deputado da Assembleia da República, Dr. Santinho Pacheco, esteve presente num debate interessante, com a presença e contributo do Dr. Marco Fernandes (Diretor do Órgão de Gestão), ao Eng.º Bruno Costa (Autarquia), à Eng.ª Ana Roque (Representante da Associação de Pais) e os alunos do AEFA. Em janeiro, seguem-se as restantes etapas.

Segundo o Perfil dos Alunos À Saída da escolaridade Obrigatório (PASEO) refere que:

“Todas as crianças e jovens devem ser encorajados, nas atividades escolares, a desenvolver e a pôr em prática os valores (…) a seguir enunciados.

• Responsabilidade e integridade – (…) saber agir eticamente (…) ponderar as ações próprias e alheias em função do bem comum.

• Excelência e exigência – (…) ter consciência de si e dos outros; (…) e ser solidário para com os outros.

• Curiosidade, reflexão e inovação – (…) desenvolver o pensamento reflexivo, crítico e criativo; (…)

• Cidadania e participação – Demonstrar respeito pela diversidade humana e cultural e agir de acordo com os princípios dos direitos humanos, (…) ser interventivo (…)

• Liberdade – Manifestar a autonomia pessoal centrada nos direitos humanos, na democracia, na cidadania, na equidade, no respeito mútuo, na livre escolha e no bem comum.”

APSRDH Maceira premiada na 3ª edição do Prémio Rural BPI e Fundação “la Caixa”

Foram conhecidos os comtemplados pelo  BPI e da Fundação “la Caixa” através da 3ª edição do Prémio Rural, onde a Associação Promoção Social, Recreativa, Desportiva e Humanitária de Maceira foi uma das premiadas.

Um prémio  criado em 2019, o Prémio Rural atribuiu 1,5 milhões euros a 42 projetos, tem como  objetivo apoiar projetos sociais em meio rural e gerar oportunidades para famílias, crianças, idosos e outros grupos em risco de exclusão social. è destinado a todas as instituições privadas sem fins lucrativos, com sede ou delegação legalmente constituída em Portugal ou com núcleos com autonomia comprovada, há pelo menos um ano, com projetos que visem apoiar ações sociais em âmbito rural.

Neste ano foram muitas a s instituições comtempladas do Pais , destacamos as da nossa região, Maceira(Fornos de Algodres), Penalva do Castelo, Gouveia Guarda e Sabugal.

AIIR, Associação de Apoio à Inclusão de Imigrantes e Refugiados
Promover a interculturalidade

Construir um programa de comunidades interculturais através do desenvolvimento sociolaboral, da redução de barreiras sociais a da criação de uma rede local de suporte;
Ajudar a enraizar migrantes ou pessoas em situação de vulnerabilidade, contribuindo para o repovoamento, fixação e dinamização do território.
Guarda | € 32.260

Associação Promoção Social, Recreativa, Desportiva e Humanitária de Maceira
Capacitar cuidadores informais

Intervir na área da educação para a saúde junto de cuidadores informais de pessoas em condição de dependência;
Capacitar os Cuidadores Informais e melhorar o seu bem-estar e qualidade de vida.
Fornos de Algodres | € 39.250

Irmandade da Santa Casa da Misericórdia Penalva do Castelo
Jardim terapêutico

Criar um jardim sensorial e uma horta para proporcionar a retoma de vivências passadas ligadas ao mundo rural;
Proporcionar um ambiente terapêutico e sensorial que combata emoções negativas e que provocam o decréscimo das capacidades funcionais.
Penalva do Castelo | € 31.690

Reencontro, associação social, educativa e cultural
Retardar a institucionalização

Estimular a criatividade e a atividade física no domicílio, com recurso à tecnologia, de modo a retardar a necessidade de institucionalização;
Criar uma unidade snozelen e um kit móvel para deslocação para apoiar de forma integrada pessoas as mais velhas e pessoas com incapacidade.
Gouveia | € 26.400

VERDEKUI – Associação de Ação Social
Jogar para aprender e avaliar

Desenvolver um jogo didático para telemóvel que tem como objetivo avaliar habilidades cognitivas e de perceção visual, auditiva e articulação de sons;
Estimular competências sócio emocionais e identificar eventuais dificuldades de aprendizagem junto de crianças e jovens com e sem deficiências sensoriais.
Sabugal | € 29.810

Visitas aos idosos pelo CLDS 4G Servir Fornos e GNR

O CLDS 4G Servir Fornos de Algodres, nesta terça-feira juntou-se uma vez mais nas visitas aos idosos mais isolados e que vivem sozinhos, nas localidades de Casal do Monte e Queiriz pela Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário do Destacamento Territorial da GNR de Gouveia, Cabo Guerrinha e Guarda Principal Baptista.

Uma iniciativa que ajuda todos os idosos a poderem conviver mais um pouco.

 

Candidatura “Todos Por Fornos, Fornos para todos” propõe melhorias na oferta dos cuidados de saúde na localidade

Em comunicado, depois da Assembleia Municipal, a candidatura “Todos Por Fornos, Fornos para todos” refere que: “desafia o Presidente da Câmara Municipal a unir esforços para uma melhor oferta dos cuidados de saúde dos utentes de Fornos de Algodres.

Na Assembleia Municipal de hoje, e embora inicialmente a mesa da Assembleia tivesse aceite o requerimento, a bancada Socialista, não permitiu que fosse discutido um tema de relevada importância para os Fornenses.
Cientes de que por se tratar de uma Assembleia extraordinária, o assunto não poderia ser incluído na ordem do dia, tomámos esta iniciativa enquanto cidadãos, uma vez que estavam reunidos naquela sala os órgãos mais importantes do nosso concelho e esse assunto não pode, nem deve, esperar mais!
Posto isto, remetemos este assunto imediatamente para o Sr. Presidente da Câmara Municipal pela via formal, com o seguinte teor:

– A oferta de cuidados de saúde no Concelho de Fornos de Algodres tem sido privada em alguns dias, nomeadamente aos fins-de-semana, tendo havido um conjunto de relatos preocupantes sobre o funcionamento do centro de saúde de Fornos de Algodres, no que se refere à carência de profissionais de saúde.

Neste seguimento, e tendo em conta que o período de campanha eleitoral autárquica foi há bem pouco tempo, recordamos que o Sr. Secretário de Geral do PS e Primeiro-Ministro, em final de mandato, Dr. António Costa, referia que o voto no Partido Socialista nessa eleição facilitava a ligação ao poder central, sendo o PS o partido do governo.

Nesta senda, gostaríamos de questionar o Sr. Presidente da Câmara Municipal se já usou toda a sua influência com o seu cartão de militante socialista, junto do Ministério da saúde, uma vez que tinha sido deixada a ideia de que para o PS tudo seria mais célere.

Para além disso, e no seguimento do solicitado pelo Sr. Presidente no passado dia 8 de novembro, a bancada da candidatura “Todos Por Fornos, Fornos para todos”, em articulação com a vereadora Joaquina Domingues, remeteu diversas sugestões para o quadriénio 2021/2025, nas mais diversas áreas. Quanto ao tema da Saúde, mais especificamente, defendeu a reivindicação de mais médicos e enfermeiros para o centro de saúde de Fornos de Algodres, garantindo que não voltaríamos a ter o seu encerramento aos fins de semana, situação que infelizmente se verificou neste último.
Será importante ainda frisar que o Sr. Presidente aclamou nos seus comícios, nas últimas eleições autárquicas que a oposição do PSD era fraca e até nula. Tendo em conta o descrito acima, parece mais que o Sr. Presidente ignora as propostas e as preocupações do partido da oposição.

Considerando que este tema é de extrema importância para toda população do Concelho, gostaríamos de reforçar que esta bancada da Candidatura TODOS POR FORNOS, FORNOS PARA TODOS, se encontra totalmente disponível para que de uma forma conjunta, possamos marcar uma posição forte, junto da ULS da Guarda, da ARS Centro e ministério da saúde. O facto de sermos um Concelho do interior não pode significar a privação de acesso aos cuidados de saúde de toda a nossa população, ainda para mais, sendo bastante envelhecida, não apenas os residentes, mas também cidadãos de outros concelhos, nas nossas IPSSs. Daí a necessidade premente de serem assegurados os cuidados primários de saúde.

Desta forma, disponibilizamo-nos, para em articulação com o Município, as Juntas de Freguesia, as IPSSs, os responsáveis político-partidários locais e distritais, a realizar um manifesto para ser apresentado às entidades responsáveis supra referidas, com o nosso desagrado de como a população de Fornos de Algodres está a ser descriminada relativamente à oferta dos cuidados de saúde primários.”

 

Serra da Estrela Recupera Tradições para um Natal tão Natural Quanto Possível

Na Serra da Estrela, as festividades alusivas a esta época não esquecem as tradições e a identidade dos 15 territórios que compõem a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE). Não obstante a atual situação pandémica, existe um esforço de levar luz, animação e conforto emocional às populações locais e a aos turistas que se desloquem à Serra nesta altura do ano.

 

Acima de tudo, pretende-se que o Natal na Serra da Estrela seja vivido com intensidade, segurança e magia e que seja tão natural quanto possível. Não irá faltar a neve, o conforto da lareira, os produtos tradicionais, as tradições seculares, a identidade de cada território, os produtos únicos que não podem deixar de marcar presença numa casa portuguesa, como o Queijo Serra da Estrela DOP, os azeites de montanha, o burel, a doçaria tradicional, o mel, os frutos secos, o pão, os melhores vinhos do território. Neste outono/inverno, a Serra recebe os primeiros nevões e ‘veste-se’ de branco com todo o seu esplendor e gáudio de todos aqueles que querem viver o Natal intensamente. O mote é este: aproveitar esta quadra natalícia para regressar e conhecer as gentes genuínas, a sua cultura, os seus spas, os hotéis e os espaços de turismo rural e ecológico. Saboreie o melhor da gastronomia e as histórias que passam de geração em geração. Passeie pela natureza, respire o ar fresco da serra e sinta as fragâncias da vegetação natural e os aromas que escapam de cada casa, de cada aldeia, de cada forno comunitário.

TRADIÇÕES NATALÍCIAS

Cada tradição tem uma história por trás. E na Serra da Estrela, não vai querer perder uma vírgula de nenhuma delas. Comece por Seia e encontre uma Aldeia de Cabeça cheia de brilho e cor. Nesta altura, as casas pitorescas de xisto vestem-se a rigor para o Natal e para receber todos os curiosos. Sempre ao som das músicas tradicionais desta quadra. Parta à descoberta da Aldeia Viçosa e saboreie uma tradição que remonta ao século XVII: o Magusto da Velha. Os vinhos e as castanhas são reis e rainhas nesta quadra e coroam o paladar de quem os visita. Continue a sua viagem, agora pela Guarda. Aqui, durante esta altura, nasce uma cidade Natal iluminada com várias atividades para pequenos e graúdos. Por fim, não termine a sua visita sem conhecer o maior presépio natural do país. Descubra-o no Sabugal. Inúmeras figuras e cenários pensados ao pormenor, exposições, iluminações e decorações naturais. Tudo isto e muito mais está à sua espera.

MUSEUS E PONTOS DE INTERESSE

São muitos os espaços que no passado acolheram a história e a cultura. As aldeias dos municípios do Fundão e da Covilhã ostentam o xisto nas paredes até aos dias de hoje. Celorico da Beira, Seia e Trancoso receberam o Solar do Queijo da Serra da Estrela, o Museu do Pão e o Museu do Azeite, respetivamente. E agora, estão prontos para o receber. Percorra vários traços que se interlaçam na cultura beirã através do Museu dos Lanifícios, do Burel Factory e Ecolã de Manteigas e do Circuito de Arte Urbana do Fundão. Viaje pela história das Beiras e Serra da Estrela. Embarque no Museu Militar de Almeida. Continue a jornada pelo Museu dos Descobrimentos de Belmonte e pelo Museu da Guarda. Descubra a Arte Sacra de Fornos de Algodres, as Muralhas de Pinhel e uma coleção de automóveis em miniatura estacionada no Museu de Gouveia. Explore os Castelos e as casas brasonadas de Mêda e Figueira de Castelo Rodrigo. Aqui a história é contada e a cultura é exibida no estado mais puro. Venha conhecê-las.

PROGRAMAÇÃO DE NATAL DOS 15 MUNICÍPIOS DAS BEIRAS E SERRA DA ESTRELA

 

ALMEIDA

O município de Almeida considera a época natalícia uma altura propícia para a animação, mas também para a dinamização dos negócios locais. Desta feita foram criadas atividades com impacto na economia local, tais como o Mercadinho de Natal, a Exposição de presépios de rua no centro histórico, a Exposição de presépios nos espaços do Turismo Municipal de Almeida e Vilar Formoso e as atividades: “Dinamizar para Aproximar” com sorteio de Vouchers: “Compre no comércio tradicional”; “Valorize a gastronomia local – Rota do Bacalhau” e “Natal no alojamento local”. Consulte toda a informação aqui.

 

BELMONTE

No âmbito da época festiva, o município de Belmonte organiza a já emblemática Festa das Luzes, ou Hanukkah em hebraico, que acontece até 6 de dezembro. Nesta festa marcada “pelo clima familiar e pela alegria, um candelabro de nove braços é usado, com o acender de uma vela por dia, recordando os oito dias em que a chama ardeu milagrosamente.” Acontecem ainda oficinas de materiais reciclados, estátuas de luz e vão ser apresentados um livro e um vinho kosher no Museu Judaico. Além dos tradicionais Mercadinhos de Natal, concertos e animação de rua, o Natal em Belmonte culmina com a realização de vários concursos como o das Montras de Natal, Árvores de Natal, de Madeiros e de Presépios das Escolas. Para saber mais consulte o site oficial do município aqui.

CELORICO DA BEIRA

O município assinala a época festiva com um sorteio de Natal como forma de ajudar e revitalizar o pequeno comércio local e, até 23 de dezembro, os mais pequenos podem entrar na casa do Pai Natal e divertir-se com a oferta existente.

COVILHÃ

No município da Covilhã, o Natal será passado com arte, até ao dia 9 de janeiro. Inclui um vasto programa de atividades e eventos nesta cidade que é atualmente Cidade Criativa da UNESCO, na área do Design. Concertos, oficinas de Natal, animação de rua, teatros, exposições, espetáculos de marionetas e circo, desfiles, recitais, concertos com histórias para as famílias, bailado clássico e muito mais. Consulte aqui a agenda completa.

FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO

De 8 a 25 de dezembro, Figueira de Castelo Rodrigo promete ser a “Terra Natal”, acolhendo no coração da vila diversas atividades e iniciativas natalícias. O programa é pensado para as famílias, em especial para as crianças, havendo música, cinema, teatro e uma diversidade de animações de rua. Não vão faltar a Casa do Pai Natal, o Presépio, a Casa dos Ateliers de Natal, o Baloiço, o Comboio e o Mercadinho. Sem esquecer as iniciativas em prol dos mais desfavorecidos. O culminar destas atividades terá lugar no dia 24 de dezembro, dia em que será acesa a fogueira de Natal. Mais informações aqui.

FORNOS DE ALGODRES

Fornos de Algodres celebra o Natal sob o lema “Fornos de Algodres Natal, Um presépio Natural”, contando com um programa oficial composto por espetáculos de vídeo mapping, espetáculos para os mais novos com entrega de presentes e ainda far-se-á um “Sorteio de Natal”, para promoção e divulgação do comércio local. Não vão faltar em cada casa, as tradições natalícias do concelho como as filhoses, as fritas (fatias douradas), o bacalhau e o polvo cozidos na véspera de Natal, o cabrito no forno no almoço de Natal. Em algumas aldeias ainda resiste o Cepo de Natal ou a tradicional Missa do Galo. Consulte mais informações sobre o Natal neste município aqui.

FUNDÃO

O município do Fundão vive o Natal com uma série de eventos alusivos à época, entre os quais o Concurso de Presépios que, uma vez mais, mantém viva uma tradição cultural secular e dinamiza a construção de presépios no concelho. Nesta época do ano conta ainda com um Eco Mercado de Natal, concertos, espetáculos, saraus, concursos e muito mais. A Gastronomia tradicional não fica esquecida e até 19 de dezembro decorre o Festival da Tibórnia e, até 17 deste mês, acontece o Concurso do Melhor Bolo-Rei do Fundão.  Mais informações aqui.

GOUVEIA

Além da tradicional animação de Natal, o município de Gouveia, em parceria com a Agência para o Desenvolvimento dos Negócios de Gouveia (ADN Gouveia) criou uma campanha de Natal para promover as compras no comércio local e reforçar o apoio aos seus comerciantes. Mais informações aqui.

GUARDA

Até 25 de dezembro, Guarda será “Onde o Natal brilha mais alto” na Praça Luís de Camões, bem no coração da cidade mais alta, até porque estão agendadas atividades diversas para animar os dias e as noites mais frias com uma parada de Natal, carrosséis, photopoints para mais tarde recordar, concertos, o tradicional madeiro, árvores de vitrais, pinheiros de Natal, artesanato, concurso de montras e o, já habitual, mercadinho de Natal. Está tudo aqui basta aceder a este link.

MANTEIGAS

No município de Manteigas, as tradições, eventos e produtos natalícios não vão faltar com as Arruadas de Boas Festas, a Missa do Galo e a realização do Madeireiro nas quatro freguesias do concelho (Sameiro, Santa Maria, São Pedro, Vale de Amoreira). A “Natureza do Natal” em Manteigas completa-se com a Aldeia do Pai Natal, a realização do Mercadinho de Natal (17, 18, 19, 23, 24, 25, 31 de dezembro e 1 de janeiro) e, no dia 13 de dezembro ao final da tarde, a não perder o evento do acender das luzes de Natal com concerto de Natal. Mais informações aqui.

MÊDA

Mêda recebe o Natal com a animação habitual no Parque Municipal até 26 de dezembro onde não vão faltar o mercadinho, ateliers temáticos, a casa e o comboio do Pai Natal. O Concurso ‘Montras de Natal’ decorrerá de 7 de dezembro a 6 de janeiro, no âmbito da iniciativa ‘Natal Real é no Comércio Tradicional”, com o objetivo de dinamizar o comércio local, destacando a criatividade dos comerciantes subordinada à temática dos elementos naturais, alusivo à quadra natalícia.

Mais informação sobre o Natal em Mêda aqui.

PINHEL

De 15 de dezembro a 6 de janeiro, a magia do Natal vai animar a cidade de Pinhel, com atividades pensadas para todas as idades e, sobretudo, para as famílias.

À semelhança de anos anteriores, o “Pinhel de Natal” terá luz, através das iluminações natalícias que irão acender-se no dia 1 de dezembro, mas também o tradicional “Carrossel Parisiense”, Pista de Gelo, Zona Gaming, Ateliers de Natal, Globo de Neve Gigante e muita animação… isto tudo no Parque Municipal da Trincheira transformado num Bosque Encantado com um circo de Natal dos Duendes. Mais informações aqui.

SABUGAL

O Centro Histórico do Sabugal volta a ser berço do ‘Sabugal Presépio – O Maior Presépio Natural’, que inaugura a 7 de dezembro. Com uma ocupação de cerca de 1.100 metros quadrados e construído com recurso a materiais recolhidos na natureza, tais como troncos de castanheiros, heras e musgos, esta recriação contempla diversas cenas bíblicas relacionadas com a Natividade. O Natal neste município vai surpreender os sentidos. Entre bolas e estrelas, as luzes natalícias vão iluminar o Sabugal. Previstos concertos, exposições, o mercadinho de Natal, concurso de montras de Natal. Os mais pequeninos podem contar com oficinas de origami, pinturas faciais, cinema de sombras e muitas outras surpresas. Para dar as boas-vindas a 2022, as cinco vilas medievais – Alfaiates, Sabugal, Sortelha, Vila do Touro e Vilar Maior – vão iluminar-se com espetáculos pirotécnicos. Mais informações aqui.

SEIA

O programa de Natal em Seia decorre até 6 de janeiro com o centro da cidade animado pela iluminação pelas principais artérias. O município pretende criar maior atratividade e dinamismo nas zonas comerciais, um incentivo para visitar e comprar no concelho. A pista de gelo já está montada e, na envolvente do Mercado Municipal, o Carrossel Parisiense vai ser uma das grandes surpresas para os mais pequenos. No Mercado de Natal terá diversas atividades agendadas e oficinas para todos participarem. O desfile do Pai Natal não ficou esquecido e vai chegar às aldeias e ao centro da cidade. Após uma paragem forçada, os habitantes de Cabeça voltam a enfeitar a sua aldeia naquele que é o mais ecológico e tradicional Natal do país. Consulte o programa oficial aqui.

TRANCOSO

Além do Concurso de montras alusivas ao Natal, o município de Trancoso vive a Magia de Natal, entre 10 de dezembro a 01 de janeiro, na Praça D. Dinis. Consulte aqui.

 

Esta ação enquadra-se no Projeto Produtos Turísticos Integrados de Base Intermunicipal, desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, em parceria com o Turismo Centro de Portugal, cofinanciado pelo Portugal 2020, Centro 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Estas atividades acontecem no âmbito do estreito cumprimento pelas normas definidas pelas autoridades de saúde para a prevenção e mitigação do risco de contágio pela COVID-19, podendo alguns eventos estarem sujeitos a lotação máxima e/ou cancelamento de alguma iniciativa, tendo em conta a evolução da Pandemia.