Início » Tag Archives: foz coa

Tag Archives: foz coa

Festival Poesia e Música em Foz Côa

De 23 a 27 de abril todos os caminhos da poesia e música vão dar a Vila Nova de Foz Côa.

Nesta edição duplamente comemorativa, pelos 40 anos da fundação do festival mas também pelas cinco décadas desde a Revolução dos Cravos, o festival literário mais
antigo do país conta com um dia extra de programação, num total de 38 iniciativas que vão desde sessões escolares a exposições, leituras a performances que combinam a
música e o teatro, apresentações de livros e, a mais recente novidade, um Comboio Literário.

Partindo da Estação de S. Bento, no Porto, e com direção ao Pocinho, o Comboio Literário atravessa toda a paisagem do Douro, classificada pela UNESCO como Património Mundial, até chegar a Vila Nova de Foz Côa, dando assim o mote ao arranque do festival. Falamos de uma viagem com leituras de poesia, numa comitiva de um total de 22 alunos do Balleteatro do Porto, que estarão devidamente acompanhados pelo corpo docente, mas também pelo ator Rui Spranger e pelo músico Blandino Soares numa performance que pretende evocar alguns dos maiores nomes da poesia portuguesa.

Nas palavras de Jorge Maximino, fundador e Diretor do Festival, o reforço da programação de sessões para a comunidade escolar “é reflexo de uma aposta no público jovem, claro, mais intenso este ano porque se trata de uma edição especial que vai assinalar a celebração de 40 anos da fundação do Festival em convergência com a comemoração do 25 de Abril, por um lado.

Por outro, é também uma forma de tornar mais diversificado e atrativo o programa, na continuidade do que tem sido feito na última década, para consolidação desse público bastante heterogéneo, essencial para o futuro do Festival, sensibilizando e mobilizando de forma ativa estudantes, professores e toda a comunidade.”

O Festival de Poesia e Música de Foz Côa reforça, uma vez mais, o seu caráter multidimensional, pela abrangência de várias artes, debates sobre estética, temas sociais e pela
aproximação à pedagogia, fruto da colaboração com o Agrupamento de Escolas do Município, sendo inaugurada na Biblioteca escolar uma exposição sobre “Poetas da Liberdade”. As sessões escolares, que acontecem a 23, 24 e 26 de Abril, incluem iniciativas com autores como Francisca Camelo, Miguel Serras Pereira, Maria João Cantinho, Fernanda Botelho ou o diseur Poeta da Cidade. Adicionalmente, e em homenagem às quatro décadas festival, os estudantes do Ensino Secundário vão dinamizar um momento simbólico, plantando quatro árvores no jardim da escola depois de uma sessão de leitura de poemas. Como retrospectiva do festival haverá, ainda, uma exposição de 8 imagens com painéis interativos que relembram alguns dos momentos icónicos das várias edições.

Rosa Alice Branco, Fernando Pinto do Amaral, Pedro Mexia, Fernando de Castro Branco, João Rasteiro e vários poetas angolanos, como Zetho Gonçalves e David Capelenguela, dos maiores do seu país, integram a programação, entre as várias sessões de poesia e mesas de debate ao longo do festival. Entre conversas, apresentações de livros, leituras e sessões de autógrafos, destaque para o espetáculo “Pinguim Fora de Portas” que recria em palco o hábito das segundas de leitura no espaço Pinguim, no Porto, que há mais de 30 anos leva a poesia ao público.

No dia 25 de Abril estarão em destaque três poetas de língua portuguesa numa sessão de tributo conjunta, Tributo a Três Poetas da Liberdade, António Ramos Rosa, António Jacinto e Agostinho Neto, com o testemunho vivo de José Luandino Vieira, além de espetáculos musicais, num dia carregado de simbolismo. Na área da performance, Diogo Divagações, ator e diseur de poesia vai ocupar a Praça do Tablado e Mercado, durante a manhã, com a declamação de poemas sobre a Liberdade.

No campo da música, os destaques vão para a conversa-concerto com a cantora e compositora Rita Redshoes no dia 24, os concertos de Chalo Correia, dia 25, e de Azar Azar & Maze (rapper do coletivo Dealema, pioneiros do Hip Hop nacional, que aqui se apresenta num formato de spoken word e jazz) no dia 26, e, a fechar o festival, uma conversa-concerto com a voz da soul nacional, Marta Ren. Todos os espetáculos têm início às 21h30 e têm entrada livre, limitada à lotação da sala. A programação integra ainda as performances dos estudantes do Balleteatro do Porto e leituras a partir do livro de poesia de Daniel Filipe “A invenção do amor”; do AQUILO Teatro, que nos apresenta uma seleção de poesia de autores da Guarda.

Durante todo o festival, e em simultâneo com a programação, que ocupa maioritariamente o Pequeno e Grande Auditórios do Centro Cultural de Foz Côa, decorre uma Ação de Formação para docentes e a habitual Feira do Livro de Poesia promovida assegurada pela Snob Livraria e Editora, onde é possível adquirir alguns exemplares da obra dos autores presentes, entre outros.

O Festival de Poesia e Música de Foz Côa é organizado pela SOMA – Associação de Arte e Cultura, em parceria com o Município de Vila Nova de Foz Côa, patrocinador principal do evento.

Conta com a colaboração especial do Agrupamento de Escolas do Concelho de Vila Nova de Foz Côa, do Balleteatro do Porto, da CP-Comboios de Portugal, da parceria científica com CLEPUL da Universidade de Lisboa e da Cátedra Mário Cesariny da Universidade das Ilhas Baleares.

Rota das Amendoeiras promove a coesão territorial e a sustentabilidade

“Embarque num comboio com vista para o Douro e faça a Rota das Amendoeiras em Flor”. É esse o desafio proposto pela CP – Comboios de Portugal e pela Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa que se unem, uma vez mais, para proporcionar uma viagem inesquecível em carruagens históricas, pelas paisagens Património Mundial da Humanidade da UNESCO, oferecendo um espetáculo visual encantador das amendoeiras em flor. Será ainda possível, entre outros, provar doces típicos, visitar uma feira de produtos regionais e conhecer o Museu do Côa.

A Rota das Amendoeiras em Flor 2024 é a mais antiga da CP – vai na 70.ª edição – e foi a primeira a ser adaptada ao novo modelo de turismo ferroviário que está a ser implementado pela empresa. A grande novidade desta edição é a integração entre esta Rota e a 42.ª Festa da Amendoeira em Flor, em Vila Nova de Foz Côa, que combina exposições, restauração, animação de rua e concertos.

Juntando turismo ferroviário e cultura, a CP e a Autarquia pretendem promover este território, dinamizando a economia local e dando a conhecer as suas belezas naturais.

Em conferência de imprensa, realizada no Centro de Alto Rendimento do Pocinho, o Presidente do Conselho de Administração da CP, Pedro Moreira, destacou a importância desta parceria e mostrou-se disponível para desenvolver novos produtos que ajudem a potenciar aquela região. “Esta é uma boa forma de aproximar o litoral do interior. As pessoas ficam maravilhadas com a paisagem, com a cultura, as características e tradições da região. Com esta Rota estamos a aliar a coesão territorial a um modo de transporte sustentável e amigo do ambiente, alinhado com as exigências da atualidade”, frisou.

As expetativas para a iniciativa, que está integrada com a Festa da Amendoeira em Flor, são elevadas. “Em 2023, tivemos, praticamente, todas as viagens esgotadas. Se, no ano passado, foi um sucesso muito grande, este ano estamos convictos de que vai ser ainda melhor. Houve pessoas a dizer que foi a melhor viagem das suas vidas”, afirmou Pedro Moreira, não deixando de agradecer à Autarquia de Vila Nova de Foz Côa a visão que teve em “perceber a importância que a ferrovia tem para a região, para a economia local e para dar a conhecer a cultura e tradições”.

À Câmara de Foz Côa cabe realizar o transporte dos visitantes ao Museu, ao centro da cidade e à visita guiada às amendoeiras em flor, durante as seis horas e meia em que os passageiros permanecem no território. O Presidente da Autarquia da “Capital da Amendoeira em Flor”, João Paulo Sousa, valorizou o facto de esta decorrer, em simultâneo, com as maiores festividades do concelho. Um evento que, referiu, tem dois propósitos: “divulgar a qualidade da amêndoa e dos produtos endógenos e, acima de tudo, atrair gente ao território”. “A Amendoeira em Flor tem cultura, tradição e epifania do lugar, aquilo que retrata o modo de vida das nossas gentes, um elemento diferenciador em relação a outros territórios”, disse o edil. “A CP tem desempenhado um papel fundamental e dou os parabéns à empresa porque sente o território como nós e tem a certeza absoluta que é através destas iniciativas que o território fica melhor e atrai gente”, acrescentou ainda.

Doces típicos e um espetáculo visual

Serão realizadas seis viagens no âmbito da Rota das Amendoeiras em Flor, em três fins de semana – nos dias 17, 18, 24 e 25 de fevereiro e 2 e 3 de março. O percurso, pela Linha do Douro, decorre entre Porto-São Bento e o Pocinho, em Foz Côa.

A partida do Porto acontece às 7h20 em carruagem especial (carruagem Schindler de 1.ª classe), chegando o comboio à Estação do Pocinho pelas 10h45. O regresso, a partir do Pocinho, realiza-se pelas 17h14, sendo que a chegada a São Bento está prevista para as 20h30.

Durante a viagem, serão oferecidos um doce de amêndoa artesanal e uma iguaria de origem conventual típica da região.

Os passageiros poderão desfrutar do espetáculo que é ver as amendoeiras em flor (com guia) e também visitar o Museu do Côa, um dos maiores museus portugueses, que celebra o encontro dos dois patrimónios mundiais da região: a Arte Pré-histórica do Vale do Côa e a Paisagem Vinhateira do Douro.

As visitas acontecem quando o Município de Vila Nova de Foz Côa realiza a 42.ª edição da Festa da Amendoeira em Flor, que concilia gastronomia, artesanato, cultura, desporto e animação, contando com uma grande diversidade de eventos, desde um encontro de ranchos a um concurso de partida de amêndoa, uma feira de produtos regionais, galerias de arte com exposições e até um grande desfile etnográfico temático.

O custo de cada viagem (ida e volta) mantém-se inalterado face ao ano passado. É de 49 euros por adulto, sendo de 25 euros para crianças dos 4 até aos 12 anos. Há descontos para grupos.

Foto:DR

GNR Guarda – Promove fair play no desporto escolar e não escolar

A GNR tem uma grande preocupação com a promoção do fair play no desporto, tanto escolar como não escolar. Por isso, ao longo desta semana, realizaram várias ações de sensibilização, no âmbito do “Desporto em segurança-Crescer com Fair Play”.
Estiveram no Agrupamento de Escolas Tenente-Coronel Adão Carrapatoso, e no Centro de Alto Rendimento do Pocinho (CAR), Vila Nova de Foz Côa e no Grupo Desportivo de Trancoso – Trancoso.
Assim deram os parabéns, a todos os participantes por terem demonstrado respeito, tolerância, cooperação e espírito de equipa nas atividades desportivas. Estes são valores essenciais para a construção de uma sociedade mais justa e equilibrada.
Gostaríamos de ver replicado o que foi transmitido ao longo desta semana pelos nossos militares nas salas de aula, já este fim de semana nos diversos jogos que se vão realizar. A violência, o racismo, a xenofobia e a intolerância não têm lugar no desporto nem na vida.
 Vamos todos contribuir para um ambiente seguro e saudável nos espetáculos desportivos e nas escolas. O desporto é uma ferramenta de progresso social e de bem-estar físico e psicológico. Vamos praticá-lo com fair play”!, refere fonte da GNR Guarda.

Agenda 23-Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em Foz côa

Irá decorrer no próximo dia 15 de novembro, entre as 10 h e as 17h, um Laboratório de sustentabilidade local, dirigido a toda a população do concelho.
Esta sessão tem como objetivo mobilizar a sociedade civil para a agenda 2023 no território , trazendo todos para o movimento pro-ODS através do diálogo, promovendo redes e parcerias para projetos e ações que contribuam para potenciar a sustentabilidade local.
A sessão será presencial nas instalações da 𝗨𝗻𝗶𝘃𝗲𝗿𝘀𝗶𝗱𝗮𝗱𝗲 𝗦𝗲́𝗻𝗶𝗼𝗿 (antiga Escola Agrícola).
𝗜𝗻𝘀𝗰𝗿𝗶𝗰̧𝗮̃𝗼 𝗮𝘁𝗿𝗮𝘃𝗲́𝘀 𝗱𝗼 𝗹𝗶𝗻𝗸: https://forms.gle/wgX3yNUejAu64pUp6
𝗣𝗿𝗼𝗴𝗿𝗮𝗺𝗮:
𝟭𝟬𝗵𝟬𝟬 – Receção dos participantes
𝟭𝟬𝗵𝟭𝟱 – Sessão de boas vindas
𝟭𝟬𝗵𝟯𝟬 – Viver os ODS
𝟭𝟬𝗵𝟯𝟬 – 𝟭𝟮𝗵𝟯𝟬 – Mural do Clima-Desconstruir a complexidade
𝟭𝟮𝗵𝟯𝟬 – 𝟭𝟰𝗵𝟬𝟬 – Almoço Livre
𝟭𝟰𝗵𝟬𝟬 – 𝟭𝟲𝗵𝟬𝟬 – “Construir” os ODS Chave
𝟭𝟲𝗵𝟬𝟬 – 𝟭𝟳𝗵𝟯𝟬 – “Daqui para a frente”
𝟭𝟳𝗵𝟯𝟬 – Encerramento

Espaço ” Das Terras de Foz Côa vai ser inaugurado dia 29

Vai acontecer na vila de Foz Côa a inauguração do espaço ” Das Terras de Foz Côa.

Um evento a ter lugar na sexta-feira, dia 29 de setembro , pelas 16horas, com a presença do Presidente do Município de Foz Côa, João Paulo Sousa, do secretário de Estado da Administração Local e Ordenamento do Território, Carlos Miguel e demais entidades convidadas.

 

 

Foz Côa- Rede Solidária do Medicamento com protocolo assinado

Foi assinado nesta terça-feira, um protocolo de colaboração no âmbito do Programa Abem – Rede Solidária do Medicamento, pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, João Paulo Sousa e a Diretora-Executiva da Associação Dignitude,  Maria João Toscano, um mecanismo que permitirá à autarquia apoiar, munícipes que se encontrem numa situação de carência económica, sem possibilidade de adquirir os medicamentos comparticipados, prescritos por receita médica.

Deste modo, o Município atribuiu ao projeto Abem  6.750 mil euros, o que garante de imediato o acesso a cinquenta beneficiários, ao Cartão Abem, que lhe permitirá adquirir os medicamentos que lhe forem receitados, nas farmácias do concelho, que de imediato se associaram a esta iniciativa.

Classic Cars Tour animou as estradas ibéricas

O Classic Cars Tour esteve na estrada recentemente ligando a Guarda a Salamanca com passagens por Trancoso, Mêda, Foz Côa, Figueira de Castelo Rodrigo e Almeida. A novidade da edição 2023 esteve na internacionalização do evento organizado pelo Clube Escape Livre com a deslocação a Espanha, concretamente, a Salamanca. O desafio à condução oferecido pelo percurso escolhido deixou todos os participantes muito agradados e com o firme desejo de regressar em
2024.
O Classic Cars Tour é um passeio dedicado a automóveis Clássicos e Desportivos com organização do Clube Escape Livre e apoio dos municípios da Guarda, Trancoso, Mêda, Vila Nova de Foz Côa, Figueira de Castelo Rodrigo e Almeida e os Ayuntamientos de Ciudad Rodrigo e Salamanca. Um percurso exigente, um cenário deslumbrante sem perder de vista o prazer de condução, enfim, um evento
que, uma vez mais, deixou os participantes muito satisfeitos.
Na primeira parceria com o novo concessionário BMW da Guarda, A Matos Car, o Clube Escape Livre
levou toda a caravana a conhecer o novo BMW M2 apresentado nesse dia a nível nacional.
Houve, ainda, oportunidade de conhecer o Centro Histórico da Guarda, numa visita encenada pelo
grupo Hereditas e provar os excelentes vinhos da Beira Interior na espetacular sede da Comissão
Regional Vitivinícola da Beira Interior (CRVBI) e receber as boas-vindas do chefe de gabinete do
Presidente da Câmara Municipal da Guarda.
Um excelente aperitivo antes da viagem até Trancoso onde o Classic Cars Tour pernoitou no Hotel
Turismo. Após o jantar visita à Casa do Bandarra e Centro de Cultura Judaíca, num passeio noturno
muito agradável, com os participantes a serem acompanhados por guias e pelo Presidente da
Câmara Municipal, Aníbal Salvador.
No sábado, primeira paragem na Mêda onde a vereadora da educação e saúde do município, Carla
Sequeira recebeu os participantes e os acompanhou até ao espaço Vinhos & Eventos onde todos
tiveram a oportunidade de adquirir vinho das diversas adegas e quintas da região.
O espetacular percurso desenhado pelo Clube Escape Livre encaminhou a caravana para Foz Côa
onde o grupo se dividiu entre um café com a magnífica vista para o Rio Douro e a visita ao Museu do
Côa.
Paragem seguinte em Figueira de Castelo Rodrigo, onde o presidente da edilidade, Carlos Condesso,
recebeu os participantes no Centro Interpretativo de Castelo Rodrigo. O Classic Cars Tour passou,
ainda, pelas imponentes Muralhas de Almeida antes de chegar a Vilar Formoso.
Aqui, foi visitado o Museu da Paz com o próprio presidente da edilidade, António Machado, a servir
de guia, enquanto Catarina Moura, diretora da Associação Territórios do Côa, ofereceu a toda a
caravana livros sobre os territórios desta região raiana, na passagem da fronteira.

A caminho de Salamanca, paragem em Ciudad Rodrigo onde foi possível estacionar os automóveis
participantes na Praça do Castelo e todos foram recebidos no Salão Nobre da cidade. Um café no
Parador da cidade reconfortou o espírito e regenerou forças para o caminho final até Salamanca.
Depois da chegada a Salamanca, tempo para repousar das emoções do dia antes do jantar que
decorreu num local de exceção: a antiga Capela do Palácio Arzobispo Fonseca. Uma refeição
fantástica que desaguou num passeio, muito agradável, pelas ruas estreitas e muito movimentadas
do centro histórico da cidade de Salamanca.
Domingo era o derradeiro dia Classic Cars Tour. A possibilidade de estacionar os carros clássicos na
Plaza del Concilio de Trento proporcionou fotos inéditas e únicas antecedendo um dos momentos
altos deste Classic Cars Tour: a visita ao Museu de la Historia de la Automacion de Salamanca. Onde o
diretor, Luis Miguel Mata, serviu de cicerone a toda a caravana.
No final e após o almoço e a entrega dos Troféus SPAL, todos elogiaram o excelente percurso e a
forte componente cultural e gastronómica associada ao passeio e o sorriso na face de todos indiciava
a felicidade por terem participado no evento e muitos com o desejo de regressar na edição de 2024.
Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre, referiu no final que “o trabalho feito para oferecer
um novo percurso ao Classic Cars Tour e o esforço feito para visitar Salamanca e o seu magnífico
museu do automóvel ficou justificado com as palavras de encorajamento dos participantes que
apreciaram um percurso que destacou a beleza da Beira Interior. Um agradecimento especial aos
municípios que mantêm o apoio a esta iniciativa que destaca e mostra a pessoas de todo o país, o
melhor de cada um deles.”

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios em Foz Côa

No âmbito da comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, venha visitar o Miradouro S. Gabriel e o Castelo de Castelo Melhor.

O tema escolhido pelo ICOMOS para a comemoração desta data, este ano, é Património e Mudança. Durante a visita guiada serão abordados temas relacionados com as mudanças na geologia, na arte rupestre e no património edificado.

O Municipio de Foz Côa disponibiliza transporte gratuito, com saída da Praça do Município, no 15 de abril pelas 15.30h.

Foz Côa acolheu XI Gala dos Bombeiros do Distrito da Guarda

  Depois do interregno devido à pandemia, foi hora de voltar a homenagear os soldados da paz do distrito da Guarda que dia a dia tanto fazem para prestar o socorro a pessoas e bens.

Assim , desta vez , o palco escolhido foi Foz Côa, numa organização da Federação de Bombeiros do Distrito da Guarda e em parceria com o Município de Foz côa, foram largas dezenas de Bombeiros, diretores e entidades convidadas que marcaram presença neste evento tão nobre.

Como é habitual , após as considerações iniciais pelas entidades organizadoras tem lugar noite dentro , a homenagem aos bombeiros , diretores, comandantes, funcionários entre outros. Cada Associação faz a homenagem justa a alguém que se destacou durante este ano.

Depois seguiu-se o jantar convívio entre todos os convidados, numa noite sempre festiva para todos.

Fotos:AM/Bombeiros

1ª Convenção Europeia dos Territórios Vinhateiros decorre em Foz Côa

Mais de 160 representantes de municípios e entidades parceiras juntaram-se em Vila Nova de Foz Côa para concertar estratégias e projetos para desenvolver e promover os territórios vinhateiros

O Municipio de V. N Foz Côa, a AMPV — Associação de Municípios Portugueses do Vinho, em parceria com a Recevin — Rede Europeia das Cidades do Vinho, organizam a 1ª Convenção Europeia dos Territórios Vinhateiros, até dia 4 de fevereiro no Centro de Alto Rendimento do Pocinho, em Vila Nova de Foz Côa.

Definir novas linhas de trabalho em rede, concertar estratégias de promoção integrada dos territórios, apresentar novos projetos e promover a aproximação entre municípios associados e parceiros são os principais objetivos desta 1ª Convenção dos Territórios Vinhateiros.

No dia 1 foi feita a receção aos participantes; o dia 2 foi reservado para reuniões de trabalho com técnicos dos municípios associados; no dia 3 decorre o grande encontro da Convenção Europeia e no dia 4 todos estão convidados a assistir à Gala de Abertura do Douro – Cidade Europeia do Vinho 2023, no Multiusos de Lamego.

Para José Arruda, este grande encontro organizado pela AMPV, e que conta com o apoio do município associado de Vila Nova de Foz Côa, “pretende juntar todos aqueles que trabalham connosco e, numa primeira parte, pretende refletir sobre o presente da associação e apontar novas linhas de trabalho. No dia 3 teremos connosco as nossas principais entidades parceiras, nacionais e internacionais, e será um dia para apresentar os grandes projetos que neste momento, cá dentro e lá fora, estão a ser desenvolvidos na área do vinho, do enoturismo, da promoção dos territórios vitivinícolas”.

Para o Presidente da Câmara de Foz Côa, João Paulo Sousa, ”receber em Foz Côa, a 1ª Convenção Europeia dos Territórios Vinhateiros, evento que culmina com a Gala de Abertura do Douro – Cidade Europeia do Vinho 2023 em Lamego, é um facto que deve orgulhar todos os Fozcoenses e que mostra a relevância do nosso concelho, totalmente integrado na Região Demarcada do Douro, classificada como Património da Humanidade”