Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: gastronomia

Tag Archives: gastronomia

Encontro Gastronómico Amador de Abrunhosa-a-Velha no início de agosto

Vai ter lugar no próximo dia 6 de agosto (sábado), pelas 17 horas, a sétima edição do Encontro Gastronómico Amador de Abrunhosa-a-Velha, no centro da aldeia. O evento contará com a participação de cozinheiros amadores que darão destaque à gastronomia tradicional do concelho de Mangualde, desde a Sopa de Barbo da “Cozinha das Marchas Populares de Abrunhosa-a-Velha”, a Feijoada à Abrunhosense da “Cozinha do Estrela Mondego Futebol Clube”, o Rancho à Moda de Abrunhosa da “Cozinha da Associação Humanitária e Cultural de Abrunhosa-a-Velha”, os Rojões à Vila Mendo da “Cozinha do Centro Desportivo e Recreativo de Vila Mendo de Tavares” e as Pataniscas com Arroz de Tomate da “Cozinha do Centro Social e Paroquial de Abrunhosa-a-Velha”.

Os visitantes poderão comprar o kit no local e assim provar os pratos que, certamente, farão as delícias de todos, bem como, desfrutar de muita animação.

O Encontro é da organização da Junta de Freguesia de Abrunhosa-a-Velha e da Câmara Municipal de Mangualde e conta com o apoio das Marchas Populares de Abrunhosa-a-Velha, da Associação Humanitária e Cultural de Abrunhosa-a-Velha, do Centro Desportivo e Recreativo de Vila Mendo de Tavares, do Centro Social e Paroquial de Abrunhosa-a-Velha e do Estrela do Mondego Futebol Clube.

 GUARDA WINE FEST regressa em nova edição de 14 a 16 de julho de 2023

Evento estreou-se com sucesso e atraiu milhares de visitantes

O programa prometia diversidade, entre vinhos, gastronomia e música. E os guardenses quiseram descobrir esta primeira edição do Guarda Wine Fest. Foram mais de 10 mil os visitantes que ao longo dos três dias passaram pelo centro da cidade da Guarda. O evento, promovido pelo Município da Guarda e pela Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior (CVRBI), anunciou já as datas da próxima edição. Em 2023, entre os dias 14 e 16 de julho, está de regresso à Alameda de Santo André.

Organizado em tempo recorde, como lembrou Rodolfo Queirós, Presidente da CVRBI, o Guarda Wine Fest trouxe durante três dias um apelo extra para visitar a emblemática Alameda de Santo André. Os produtores de vinho foram cabeça de cartaz e vieram de três regiões distintas: Beira Interior, Dão e Douro. À organização juntaram-se a Comissão Vitivinícola Regional do Dão (CVR Dão) e o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP).

Mas nem só de vinho se fez o evento que promete repetir várias edições nos próximos anos. A gastronomia teve também uma importância destacada. Desde logo nos restaurantes presentes, o D’sigual Wine House e a Pensão Aliança, mas também nas sessões de cozinha ao vivo com dois chefes reputados: Diogo Rocha, chefe restaurante estrela Michelin Mesa de Lemos, e também Cristina Manso Preto, autora de diversos livros de receituário prático e presença regular na “Praça da Alegria”, da RTP.

Depois do vinho e da gastronomia, também a música ocupou um espaço privilegiado, no palco montado no topo da Alameda. Passaram por lá, ao longo de três dias, a fanfarra NemFáNemFum, os Swing Station, John Pizzarelli e os Carioca de Limão.

No Guarda Wine Fest foi ainda possível aprender mais sobre vinhos com o enólogo Tiago Macena e também com o sommelier da Revista de Vinhos, Rodolfo Tristão. Foram muitos os que quiserem aprender mais sobre castas e vinhos que muito dizem às três regiões presentes.

A edição do próximo ano, a segunda do Guarda Wine Fest, tem já datas anunciadas pelo presidente do Município, Sérgio Costa. De 14 a 16 de julho de 2023, a Alameda de Santo André será de novo palco de muitas provas e conversas sobre o vinho, gastronomia e música.

Documentário sobre gastronomia e vinhos do Centro de Portugal recebe prémio internacional

O documentário Uma Viagem-Romance pela Gastronomia e Vinhos do Centro de Portugal, by Diogo Rocha”, produzido pela Turismo Centro de Portugal, venceu um prémio na competição “Doc & TV” do 4.º Festival Internacional de Filmes de Turismo de África, que decorreu na Cidade do Cabo, na África do Sul. O documentário recebeu um “Silver Award”, correspondente ao segundo lugar na categoria “Travel & Tourism” (Viagens & Turismo).

O prémio foi recebido por Jorge Teixeira de Sampayo, Cônsul-Geral de Portugal na Cidade do Cabo.

O documentário “Uma Viagem-Romance pela Gastronomia e Vinhos do Centro de Portugal” é um projeto da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal, que inclui um livro com o mesmo nome. No documentário e no livro, o chef Diogo Rocha, do restaurante Mesa de Lemos, em Viseu, distinguido com uma Estrela Michelin, presenteia-nos com um roteiro pelo melhor que a região Centro de Portugal tem para oferecer a nível da gastronomia e dos vinhos – resultado de um percurso de mais de 1600 km que realizou pelo território, com 44 visitas incríveis.

O livro e o documentário inserem-se no projeto de comunicação e promoção turística “Experiências By“, uma iniciativa da Turismo Centro de Portugal que promove as características distintivas do território, através de uma rede de curadores de experiências em diversas áreas. O chef Diogo Rocha é o curador das experiências gastronómicas.

O documentário foi produzido para a Turismo Centro de Portugal pela INC Films, com base num conceito da agência criativa Local Heroes.

Pode ver o documentário premiado em https://youtu.be/ExzmEUqovkM

Dois prémios para o Centro de Portugal no festival

Este foi o segundo prémio alcançado por filmes do Centro de Portugal no 4.º Festival Internacional de Filmes de Turismo de África. Há dois dias, o “Aqui Entre Nós”, filme promocional do Turismo Centro de Portugal, tinha sido distinguido na competição dedicada aos filmes de turismo internacionais. O galardão foi igualmente um “Silver Award”, na categoria “Destino Turístico Região”.

Município de Pinhel presente na Feira do Porco Alentejano

O Município de Pinhel foi convidado para esta edição deste ano da Feira do Porco Alentejano, que vai decorrer no próximo fim de semana (25, 26 e 27 de março), na vila alentejana de Ourique.

Dando seguimento à tradição de interação com outros territórios rurais, o Município de Ourique convidou Pinhel para ser o concelho em destaque na XIV edição da Feira do Porco Alentejano, dedicada à problemática das Alterações Climáticas e, em particular, ao impacto da seca na agropecuária extensiva.

O facto de Pinhel ter “uma forte tradição agrícola e vitivinícola” e de a autarquia trabalhar no sentido de “valorizar e promover as potencialidades do concelho, afirmando os vinhos locais como o grande embaixador do território”, foram os motivos que levaram à escolha de Pinhel para município convidado.

Recorde-se que também o Município de Pinhel convidou Ourique a participar na Feira das Tradições, realizada de 25 a 27 de fevereiro, no intuito de fomentar as relações de parceria entre dois concelhos que, embora distantes geograficamente, têm estratégias semelhantes no que diz respeito à valorização e promoção dos recursos e dos territórios.

Tal como em Pinhel, também em Ourique vai haver harmonizações entre os Vinhos de Pinhel e o Presunto de Porco Alentejano, dois produtos de excelência que combinam na perfeição.

Fotos: Mun. Pinhel

Guarda acolheu entrega de Prémios Beira Interior Gourmet 2021

Numa cerimónia presidida pela Ministra da Coesão Territorial, Prof. Doutora Ana Abrunhosa, e após um concurso marcado pelas complexidades relacionadas com a Covid-19, o 2º Concurso Beira Interior fecha com chave de ouro.

A Guarda acolheu este evento, no bonito espaço do grande auditório Teatro Municipal da Guarda a entrega dos Prémios Beira Interior Gourmet

À semelhança da edição inaugural de 2020, o júri composto por especialistas de grande nível percorreu a região ao longo de mais de dois meses visitou presencialmente todos os restaurantes a concurso, alcançado um número recorde de adesões. A grande novidade de estender o concurso a restaurantes de fora da região mereceu o maior acolhimento por parte dos empresários de restauração de todo o país.

Quando se pensava que em 2020, em que houve que adiar o início dos trabalhos do júri por efeito da pandemia e dever de confinamento, e por isso apenas mais tarde se conseguiu completar o trabalho, eis que 2021 foi o ano de todas as surpresas, com o agravamento das medidas, o mesmo em que se decidiu avançar para uma cobertura nacional.

Com finalidades diferentes dentro e fora da região, neste último caso tratou-se principalmente da aferição da validade e brilho dos menus a concurso, no importante aspeto da harmonização gastronómica dos vinhos Beira Interior com a oferta culinária dos aderentes. Isso mesmo será aposto nos diplomas de participação que hoje são entregues. O primeiro caso tratou de utilizar os mesmos critérios do ano passado, com a atribuição dos prémios competentes.

É de salientar a criação do prémio especial Valdir Lubave, desaparecido em 2021, em memória de um dos obreiros mais excelentes e dedicados à Beira Interior.

Os vencedores desta segunda edição do Beira Interior Gourmet são:

  • Melhor Espaço – Convento de Belmonte em Belmonte
  • Melhor Carta de Vinhos – Nobre Vinhos e Tal na Guarda
  • Melhor Serviço de Vinhos – Colmeia na Guarda
  • Melhor Entrada – Alquimia no H2otel Congress & Medical SPA na Covilhã
  • Melhor Prato – Adega dos Apalaches em Oleiros
  • Melhor Sobremesa – Taverna da Matilde em Figueira de Castelo Rodrigo
  • Melhor Harmonização Vinho e Comida – Soadro na Guarda
  • Melhor Restaurante – Alkymia na Covilhã

 

Os Prémio Chef Valdir Lubave foram entregues aos Chefs Mário Rui Ramos e Júlio Fernandes.

 

 

 

 

 

 

Foto:RVBI

Sons do Minho e Fernando Daniel animam 43ª edição da Feira do Queijo em Celorico

Das voltas que a queijeira dá à coalhada (leite, sal e flor do cardo) no acincho, misturada com a sua arte e as técnicas milenares legadas dos antepassados, sai das suas mãos uma obra prima, uma das 7 maravilhas da gastronomia nacional – o queijo Serra da Estrela.

Com o propósito de homenagear os artífices do queijo (pastores e queijeiras) e promover, valorizar e comercializar este produto nobre da pastorícia e outros produtos locais de qualidade superior, a Feira/Festa do Queijo conta com um recheado e atrativo Programa de Atividades com destaque para o cantor Fernando Daniel, os Sons do Minho e o Programa “Somos Portugal” da TVI, como cabeças de cartaz.

Durante os três dias a animação está garantida em Celorico da Beira: animação de rua, animação infantil, gastronomia, showcookings, artesanato, caminhada “Rota do Pastor” e muita música de diversas sonoridades e ritmos, trazidas pelos grupos de cantares, grupos de concertinas, rancho folclórico e os concertos ao vivo.

 

Pinhel vai receber a pré final do Concurso 7 Maravilhas

A cidade falcão foi a escolhida para a Pré final do Concurso 7 Maravilhas, mais um bom momento para esta localidade que tem a competir o Restaurante Entre Portas entre os finalistas, no próximo dia 18 de agosto.
Dos Petiscos e Doçaria à Carne, Peixe e Mariscos, dos Vegetarianos e Veganos à Cozinha Molecular, estão eleitos os candidatos que vão representar cada região em mais uma edição do concurso 7 Maravilhas, desta vez “com os olhos na cozinha portuguesa do futuro”.
De referir que a acompanhar as 140 propostas de Nova Gastronomia estão outros tantos vinhos que foram selecionados por especialistas reunidos em Pinhel, Cidade do Vinho 2020-2022, no passado dia 10 de junho.
No distrito da Guarda, onde encontramos a “Bochecha Confitada” do restaurante Entre Portas e também os Vinhos da Beira Interior, com destaque para os Vinhos de Pinhel. “Casas Altas Tinto Touriga Nacional 2017” é a sugestão na categoria Carne. Para a categoria Peixe e Marisco (Truta com Vinagrete | TrutalCôa) a escolha recai sobre o “Aforista Branco 2018” e, finalmente, a acompanhar a categoria Doçaria (Mil-Folhas | Colmeia), temos o “Aforista Colheita Tardia Branco 2017”.

140 Finalistas Regionais 7 Maravilhas da Nova Gastronomia”

A Organização das 7 Maravilhas de Portugal reforça junto dos portugueses a importância de se experimentar Portugal como o “Melhor País do Mundo para Comer”, quer pelos restaurantes, quer pelas cozinheiras e cozinheiros criativos, quer pela qualidade da nossa produção.

Depois da Organização das 7 Maravilhas de Portugal® ter recebido a sugestão de 1147 candidaturas dedicadas à Nova gastronomia, o Painel de Especialistas composto por 140 elementos de todos os 18 distritos e 2 regiões autónomas, teve a função de efetuar a primeira seleção dos estabelecimentos, reduzindo a lista para 7 restaurantes e chefes candidatos por distrito e regiões autónomas em cada uma das 7 categorias.

Os candidatos estão organizados a partir de 7 Categorias, que expressam as várias opções de iguarias da Nova Gastronomia, tendo em conta não só a tradição que temos em Portugal, mas colocando igualmente nos pratos da balança, novas opções gastronómicas, que traduzem as escolhas de segmentos da população cada vez mais alargados e onde se afirma uma preocupação cada vez mais notória com a saúde pública e com a sustentabilidade alimentar. Entendendo-se por iguarias a comida requintada e saborosa, por extensão, qualquer comida bem confecionada.

As categorias a concurso são: Petiscos, Vegetariana, Vegana, Peixe e Marisco, Carne, Cozinha Molecular e Doçaria.

“10 Anos depois da emblemática eleição das 7 Maravilhas da Gastronomia onde honrámos a tradição do nosso receituário, Portugal mudou, e fez evoluir a sua Gastronomia baseada na nossa tradição culinária e na riqueza e frescura dos produtos dos nossos territórios.” explicou Luis Segadães, presidente das 7 Maravilhas®. “Em 2021 vamos eleger uma gastronomia nova, inspirada na tradição, mas baseada nos produtos endógenos de cada região, onde observamos novos conceitos ao nível da apresentação, da utilização dos ingredientes mais saudáveis e promovendo maior sustentabilidade alimentar. Desde sempre que os Portugueses valorizaram o “estar à mesa”. Comer é um ato social único, uma alegria imensa, uma felicidade simples e fácil de obter que, mesmo nos tempos difíceis de hoje, não queremos abdicar. As nossas cozinheiras e cozinheiros de “mão cheia” alimentaram essa tradição de comer bem em casa, e fizeram-se depois, estrelas dos restaurantes únicos que encontramos por todos os cantos de Portugal, como em mais nenhum outro lugar do mundo.” acrescentou a organização.

Feira dos Santos volta em 2022 em Mangualde

A Feira dos Santos é um evento emblemático que se realiza sempre em novembro, mas devido à pandemia , não se realizou em 2020, nem vai haver em 2021, mas voltará a animar as ruas do centro da cidade de Mangualde a 5 e 6 de novembro de 2022.

Trata-se de um evento que traz milhares de pessoas a Mangualde, onde existe a tradicional feira das febras.

Assim a Câmara Municipal de Mangualde, tendo em conta a pandemia e o agravamento da situação a nível nacional e os riscos sanitários que daí advêm, decidiu não realizar, uma vez mais, a tradicional e secular Feira dos Santos, adiando o evento para 2022.

 

Destaca-se sempre o que de melhor se faz no concelho ao nível da gastronomia, vinhos, artesanato, agropecuária, máquinas e alfaias agrícolas, indústria, entre outros, não esquecendo as tradicionais febras e rojões que dão a identidade a esta feira.

Trata-se de uma decisão dolorosa, mas imperativa e incontornável começa por contextualizar o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira. Sacrificamos a realização da Feira dos Santos em prol de um bem maior, que é a defesa da saúde e da vida das pessoas, bem como da resiliência de toda a sociedade. Esta decisão tem em conta o prolongamento da pandemia, além do que era expectável, com novos riscos de contágio. Por muito que nos custe a todos, não podemos promover um ajuntamento dinâmico de mais de 50.000 pessoas nos dois dias. Não seria prudente e responsável da nossa parte., conclui o Presidente.

 

Programa “250 anos, 250 sabores” lançado

Os restaurantes e unidade de alojamento aderentes podem ser consultados em https://www.cm-castelobranco.pt/visitante/250-anos-250-sabores.

Também em curso está o lançamento em Castelo Branco, por parte da AHRESP, do programa “Seleção Gastronomia e Vinhos”, que tem também como objetivo promover a gastronomia e a restauração local, certificando a qualidade da oferta dos restaurantes. Este programa já certificou estabelecimentos de restauração dos territórios de Viseu Dão Lafões e Região de Coimbra, entre outras regiões, e avança agora para Castelo Branco.

Para poderem exibir nas suas instalações uma placa distintiva e um diploma do programa, os estabelecimentos selecionados necessitam de cumprir uma extensa lista de requisitos, que vão desde a formação dos colaboradores às boas práticas de higiene e segurança alimentar. A qualidade e origem das matérias-primas, o empratamento e apresentação final do prato são igualmente elementos preponderantes na avaliação dos estabelecimentos.

Cláudia Soares, vereadora da Câmara Municipal de Castelo Branco, destaca que “estes programas incentivam a dinâmica de atração de visitantes para o concelho, que celebra os seus 250 anos”“É uma forma de apoiar a nossa restauração e a nossa hotelaria, depois desta fase menos fácil. Queremos muito que sejam um sucesso e que iniciativas com estas possam ser replicados noutros momentos”, diz.

Para Jorge Loureiro, vice-presidente da AHRESP e vogal da comissão executiva do Turismo Centro de Portugal, “o programa ‘250 anos, 250 sabores’ constitui uma excelente oportunidade para as empresas renovarem as suas cartas gastronómicas, criando novos pratos com os produtos endógenos que distinguem Castelo Branco. Ao mesmo tempo, representa um estímulo ao consumo, quer do ponto de vista da restauração, quer do alojamento, através das medidas de apoio que duram até setembro”. Acresce que, diz Jorge Loureiro, “o programa Seleção Gastronomia e Vinhos vai posicionar os restaurantes de Castelo Branco ao nível das melhores práticas do país, na gastronomia e nos vinhos”.

Jovem fornense Rafael Antunes venceu 8º Concurso Internacional de Cozinha Nota a Nota

Cada vez mais os estudantes procuram atingir melhores resultados e melhores performances para terminar mestrados ou doutoramento dos seus cursos.

Deste modo, destacamos o jovem fornense Rafael Antunes que foi um dos vencedores do 8º Concurso Internacional de Cozinha Nota a Nota, juntamente com o seu colega Bruno Moreira Leite.

Estes jovens são alunos na NOVA School of Science and Technology |FCT NOVA, neste caso o Rafael, aluno do Mestrado em Ciências Gastronómicas da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA, juntamente com o seu colega apresentaram dois pratos a concurso, um prato principal, o “Note-by-Note Bitoque”, e uma sobremesa , o “Mille Molecules – Note by Note Dessert”, tendo o prato principal sido um dos vencedores desta edição do concurso.

Esta competição internacional, é organizada pela AgroParisTech, tem por base a hipótese de Hervé This, químico francês, que em 1994 propôs uma nova abordagem da cozinha em que se usariam basicamente compostos químicos puros, extratos e frações, não sendo usado diretamente qualquer tecido animal ou vegetal.

Neste caso, os fornenses também estão em destaque a nível internacional pela bela gastronomia.

Foto: NSST