Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: gouveia

Tag Archives: gouveia

“Alto” chega a Gouveia e a Fornos de Algodres

Depois de enchentes em Nelas e Mangualde

Depois de duas enchentes em Nelas e Mangualde, “Alto” continua em digressão pelo Alto Mondego. Em Gouveia, “Alto” chega no dia 11 de agosto, às 22h00, no Parque da Ex. Bellino & Bellino e a Fornos de Algodres no dia 18 de agosto, às 22h00, no Largo da Estação de Camionagem. O musical, criado pela Contracanto- Associação Cultural e que tem feito as delícias de quem assiste, surge no âmbito do projeto Alto Mondego’ Rede Cultural e conta com 35 elementos da comunidade de Nelas, Mangualde, Gouveia e Fornos de Algodres.

“Alto” conta as histórias do quotidiano e do que une os 4 concelhos. Uma homenagem às tradições, costumes e ao que de mais autêntico têm em comum. Quem passar pelo Alto Mondego neste verão tem, assim, uma experiência única para viver.

O adro da Igreja vai ser o lugar de todos os encontros. Por lá vão trocar-se histórias, experiências cochichos e memórias. Pelo meio haverá desentendimentos e picardias, mas, no fim de contas, haverá algo que falará sempre mais alto: O sentimento comum que é o orgulho em pertencer ao Alto Mondego. Este é o mote para uma história que traz recordações e memórias e que traz a palco a identidade comum do território. “Criámos um espetáculo muito próximo da população que relata vários momentos do quotidiano. Vamos resgatar memórias, recordações e vivências dos nossos avós e fazer uma homenagem à terra que todos partilham”, explica Sandra Leal.

A comunidade vai fazer dela própria. Serão as pessoas da aldeia e vão participar ativamente na trama. “Terão um papel muito ativo do início ao fim, só assim faz sentido. É muito bom ver o seu empenho, a sua evolução e entrega, mas também os laços que críamos, juntos. Todos sentem-se parte de algo maior e isso é muito gratificante”, destaca Sandra Leal.

A criação teve também a preocupação de trazer para palco o melhor e o mais distintivo do território. Assim, o Queijo Serra da Estrela, o Vinho do Dão, a Lã, o Azeite e outros produtos endógenos do território também vão estar em destaque. Como explica a dramaturga, “estes produtos fazem parte do cartão de identidade comum, são uma referência nacional e projetam o território além-fronteiras”.

O projeto “Alto Mondego’ Rede Cultural” junta os municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Gouveia e é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Município de Gouveia sensibiliza para bom uso de água

Atendendo às condições meteorológicas que se fazem sentir, à ausência de chuva e à consequente redução do volume dos caudais das várias origens de água que abastecem o concelho, o Município de Gouveia apela ao consumo moderado de água e ao uso eficiente da mesma.
Por isso, solicita-se à população que intensifique os cuidados de poupança de água da rede pública de abastecimento para consumo humano, eliminando o seu uso supérfluo e restringindo o seu consumo ao estritamente necessário.
Só com a ajuda consciente e responsável de todos conseguiremos evitar constrangimentos de maior ordem, como diminuição da pressão, possíveis falhas no abastecimento ou eventual racionamento do mesmo.

Uma dezena de espetáculos da Rede de Artes Performativas

Rede de Artes Performativas desafia pessoas a saírem à rua e celebrarem cultura
10 espetáculos gratuitos a não perder na Beira Interior este verão

O desafio é simples: este verão, sair à rua e celebrar a vida e a arte com 10 espetáculos gratuitos. Trata-se da segunda edição da Rede de Artes Performativas, promovida pela ASTA nos concelhos de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia. Com a participação de companhias nacionais e internacionais esta iniciativa quer contribuir para criar uma forte dinâmica cultural no Interior do país, aproximando a cultura das pessoas e dando a conhecer o património histórico destes territórios a que os visita.

O festival arrancou em junho, mas há ainda muito para ver e sentir: 5 propostas culturais, num total de 10 espetáculos. Sempre ao ar livre, sempre gratuitos.

A próxima paragem será no Fundão que recebe no dia 5 agosto, no Largo do Calvário, às 22h30, o espetáculo “Por um Fio”, pelo grupo Erva Daninha. A 6 de agosto, o palco transfere-se para o Largo da Igreja que recebe, às 23h00, o espetáculo Raíz.

Manteigas recebe os espetáculos Por um Fio e Raíz, nos dias 12 e 13 de agosto, respetivamente. Ambos acontecem no Parque da Várzea, às 21h30.

Máquina de Encarnar, no dia 3 de setembro e Raíz no dia 4 de setembro, são as propostas culturais para Belmonte. As duas apresentações vão ocorrer no Castelo, a primeira às 21h30, e a segunda às 17h00.

Fornos de Algodres recebe o espetáculo Raíz no dia 16 de setembro, às 21h30, na Câmara Municipal e no dia seguinte, 17 de setembro, é apresentado Máquina de Encarnar, no Largo da Misericórdia, também, às 21h30.

O festival encerra em Seia, a 26 de setembro, com dois espetáculos: Erva Daninha apresenta E-NXada, às 14h30, na Escola Abranches Ferrão e La Gata Japonesa apresenta Los Viajes de Bowa, no Centro Escolar de São Romão.

Recorde-se que na segunda edição da Rede de Artes Performativas já passou pelos municípios da Covilhã e de Gouveia com os espetáculos Raíz e Fuera de Stock e Marilelas.

Recorde-se que, no total, o cartaz desta segunda edição contempla 14 espetáculos.

O Projeto Rede Interior tem como entidade líder executora a ASTA – Teatro e Outras Artes, e como entidades parceiras não executoras, os Municípios de Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Manteigas e Seia. Projeto cofinanciado pelo Centro2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

GNR Guarda – Gouveia, Fornos de Algodres e Aguiar da Beira – Apreensão de 198 artigos contrafeitos

O Comando Territorial da Guarda, através do Destacamento Territorial de Gouveia, entre os dias 23 de julho e 1 de agosto, apreendeu 198 artigos contrafeitos no decorrer de diversas ações aleatórias de fiscalização que decorreram em feiras dos concelhos de Gouveia, Fornos de Algodres e Aguiar da Beira.

No decorrer de diversas ações de fiscalização que tiveram lugar naqueles concelhos, os militares da Guarda fiscalizaram diversas bancadas que tinham para venda artigos contrafeitos de diversas marcas sem qualquer tipo de documento de transporte ou de aquisição, culminando na apreensão de 198 artigos, no valor estimado de 6 965 euros.

Desta ação resultou a identificação de três homens, de 41, 55 e 57 anos e duas mulheres ambas de 34 anos, tendo sido elaborados os respetivos autos por contrafação.

Os factos foram comunicados aos Tribunais Judiciais de Trancoso, Celorico da Beira e Gouveia.

A Guarda Nacional Republicana relembra que o objetivo principal deste tipo de ações é garantir o cumprimento dos direitos de propriedade industrial, visando essencialmente o combate à contrafação, ao uso ilegal de marca e à venda de artigos contrafeitos.

Festival da Praça das Origens de 05 a 07 de agosto

Todos os anos, no início do mês de agosto, o ponto de encontro é o festival da praça do Escola Velha Teatro de Gouveia, considerado já por muitos como um dos grandes eventos (e obrigatório) do Verão do concelho. Famílias, amigos, emigrantes, turistas… rumam até à Cidade Princesa da Serra – Gouveia – para três dias de diversão. Este ano não será exceção e já se contam os dias para a 22.ª edição do Festival da Praça, que decorre de 5 a 7 de agosto. Depois de 2 anos com várias restrições devido à pandemia retomamos os moldes que eram habituais. Contudo, o local foi alterado, passando dos Claustros do Município para a Praça Dr. Alípio de Melo, frente ao Mercado Municipal. São três dias de encontros e reencontros com as tradições populares, cores e sabores, num espaço que é uma das montras e da riqueza do nosso património a nível dos jardins da nossa cidade. A presença dos artesãos volta a ser um dos atrativos do evento, mas animação é coisa que também não vai faltar. Pelo palco do festival vão passar vários artistas. Destaque para a presença já habitual das Danças Latinas com o grupo “SABOR LATINO”, e ainda concertinas, encontro de bombos (numa organização BEG), música tradicional portuguesa, cantares ao desafio, exposições e jogos tradicionais. À semelhança das edições anteriores, o Festival da Praça deste ano volta a contar com a “Taberna da Aldeia” onde podem desfrutar dos bons petiscos da região e reforçar amizades e reencontros com amigos e familiares.

Programa “ Voluntariado Jovem para a natureza e florestas” em Nespereira

Na localidade de Nespereira vai ter lugar o programa “ Voluntariado Jovem para a natureza e florestas”.
Deste modo, as inscrições são limitadas a três jovens, seleção por ordem de inscrição na Junta de Freguesia de Nespereira, até dia 03-08-2022 , com idade mínima 14 anos de idade e máxima 30 anos, residentes em Nespereira .
Início do projeto será dia 08 de agosto e o terminus a 29 de agosto.

Estrela Xtreme Triathlon -Inscrições Abertas

O Município de Gouveia acolhe, no próximo dia 24 de Setembro, a prova de triatlo Estrela Xtreme Triathlon e as inscrições encontram-se já a decorrer.
O Estrela Xtreme Triathlon baseia-se noutras provas idênticas e de referência internacional realizadas na Europa, propondo aos participantes um tri-desafio, composto por provas de natação, ciclismo e atletismo.
O objetivo passa por ligar os Municípios de Gouveia e Manteigas por água e por terra, aproveitando, ao máximo, o relevo do Parque Natural da Serra da Estrela, bem como a qualidade paisagística e ambiental da nossa região.
Assim, a competição exige que os atletas enfrentem 1,9 km a nadar, 105 Km a pedalar e 21km a correr, revestindo-se de dificuldades naturalmente compatíveis com as especificidades climáticas e, principalmente, orográficas do território.
No segmento de natação, os 1,9 km vão ser nadados nas águas límpidas e cristalinas do Vale do Rossim, localizada a cerca de 1400 metros de altitude, consistindo num percurso triangular, de uma a duas voltas.
No caso da prova de ciclismo prevê um desnível positivo de 2600 metros, iniciando-se, também, na Lagoa do Vale do Rossim e terminando no Parque da Várzea, em Manteigas.
O percurso é realizado ao longo de 105 kms e encontra-se dividido em 5 troços:
1º Troço – Vale do Rossim – Penhas Douradas – Estrada Nacional EN232 – Estrada Florestal de São Sebastião – Manteigas.
2º Troço – Manteigas Estrada Nacional EN338 – Vale Glaciar – Estrada Nacional EN339
– Torre.
3º Troço – Torre – Estrada Nacional EN339 – Sabugueiro
4º Troço – Sabugueiro – Estrada Municipal CM1125 – EN232 – Gouveia
5º Troço – Gouveia Estrada Municipal CM1112 – Estrada Caminho Natura – Estrada Nacional EN232 Parque da Várzea.
O trajeto far-se-á, maioritariamente, em estrada de alcatrão, passando em locais emblemáticos e com paisagens de cortar a respiração.

Resultados do Projeto “EDUCAÇÃO EM AÇÃO – ABALL1 apresentados em Gouveia

Vai ter lugar a apresentação pública dos resultados do Projeto “EDUCAÇÃO EM AÇÃO – ABALL1”, promovido pelo GAF – Grupo Aprender em Festa, a realizar-se no dia 25 de julho (segunda-feira) pelas 14h30, na Biblioteca Municipal Vergílio Ferreira. A conferência destina-se a profissionais da área da educação, social e comunitária, decisores locais, entre outros/as interessados/as no tema ou que atuem no processo de desenvolvimento de crianças e jovens.

O projeto integra o Programa das Academias Gulbenkian do Conhecimento e tem como objetivo promover competências académicas e socioemocionais em crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico.

Durante o ano letivo de 2021/2022, decorreu um processo de investigação, que permitiu validar o Programa “EDUCAÇÃO EM AÇÃO – ABALL1”, para o contexto escolar português. A intervenção decorreu em turmas do 2º ano do Agrupamento de Escolas de Gouveia e de Vila Nova de Poiares, tendo sido implementados 24 jogos educativos (12 de Português e 12 de Matemática), com uma periodicidade de 2 sessões por semana, ao longo de quatro meses (janeiro a abril).

Alpha, Linda Martini, Verbian, The Quartet of Woah na Romaria Cultural de Gouveia

Gouveia vai receber ao longo de três dias e com uma programação multidisciplinar distribuída por vários espaços públicos da cidade, destacam-se os concertos de Alpha, Linda Martini, Verbian, The Quartet of Woah!, Maria Reis e Samuel Martins Coelho e os resultados
das residências de criação, com a apresentação dos espetáculos inéditos “Gigantes de
Pedra” e “TEAR”.
Com início a 29 de julho, esta edição arrancará com a inauguração de 7 exposições de artes plásticas e visuais, de vários artistas e coletivos nacionais e continuará, durante a noite de sexta-feira no Anfiteatro da Cerca, com três espetáculos: a estreia da
residência “Mala de músicas e estórias” com concerto documental intitulado “Gigantes de
Pedra”, que recolhe memórias de Melo (aldeia-natal de Vergílio Ferreira), o trio portuense
Verbian, que transportará para a Cerca o som progressivo e estratificado que os define e
The Quartet of Woah! que, a oito mãos, desbravarão o ambiente natural a corta-mato.
No dia 30, destaca-se no Mirante do Paixotão a performance “ALBUS”, de Ricardo Cardoso e Adriana Neves e do concerto de Maria Reis ao pôr-do-sol, como cenário de uma apresentação que se perspetiva única, em que a artista levará a esse jardim uma
coleção de temas com enfoque no recém-lançado álbum “Benefício da Dúvida” e em “A Flor da Urtiga“ (2020), gravado com Noah Lennox (Panda Bear, Animal Collective). A noite de
sábado regressará à Cerca com a apresentação de “TEAR”, concerto-performático que recorre ao tear como um instrumento dual, reinventando-o no contexto contemporâneo.
Segue-se a mítica banda de Bristol, Alpha, herdeira do trip hop de Massive Attack e Portishead e que apresentará o seu 15o álbum, “Failure”, que terá estreia mundial ao vivo
neste anfiteatro. Os concertos terminarão com os Linda Martini, uma das bandas de rock
mais relevantes da música portuguesa, com a apresentação do álbum “Errôr” que parte do
erro e incerteza de encontrar um caminho para, numa viagem errante, envolverem aquele
contexto natural com a potência rítmica e sensibilidade melódica que os caracteriza.
No domingo, 31 de julho, a Praça de S. Pedro receberá o violinista Samuel Martins
Coelho e a delicadeza do seu segundo álbum “Cura”, numa simbiose entre o jazz,
clássica/contemporânea e folk/country, como aperitivo para a recriação da Romaria ao
Calvário, atividade de união e partilha entre artistas, público e organização.
Paralelamente e de carácter mais permanente, serão desenvolvidas iniciativas
participativas, criando espaços de diálogo em torno das dimensões culturais, sociais e de
sustentabilidade ambiental, com enfoque em iniciativas de interação com a
biodiversidade local, em articulação com o CERVAS, e uma oficina de teatro, dirigida
pela Terceira Pessoa.
A Romaria Cultural consolida-se na edição de 2022, enquanto evento de referência local,
regional e nacional e diferencia-se pela diversidade, originalidade programática e formatos
de apresentação, ao incorporar as propostas em espaços públicos, criando dinâmicas de
envolvimento dos públicos e da comunidade gouveense. Simultaneamente, desafia artistas
a interagirem com os espaços naturais de Gouveia, promovendo o diálogo criativo com a
especificidade de cada lugar. Organizado colaborativamente, com diversos parceiros de
diferentes áreas, todas as atividades são de acesso gratuito, democratizando a
participação e a fruição cultural. Em suma, são muitos os motivos de interesse para
que neste Verão todas as pessoas visitem esta encosta única da Serra da Estrela e
usufruam das diversas atividades artísticas e culturais que a Romaria Cultural proporciona.

“Tapiscar no Mercado” no Mercado de Gouveia

Foi na manhã desta quinta-feira, que o Mercado Municipal de Gouveia acolheu a iniciativa “Tapiscar no Mercado”.
O Mercado Municipal foi o ponto de encontro para o convívio e para a tão apreciada degustação de tapas e petiscos confecionados pelos alunos do Curso de Cozinha e Pastelaria do Instituto de Gouveia – Escola Profissional.
Todos quantos se deslocaram ao Mercado Municipal para realizar as suas compras, puderam deliciar-se com as iguarias preparadas a preceito para esta ocasião, com uma diversidade de produtos locais e regionais.
A animação também foi uma constante com as atuações do grupo Zumba Kids, da Fundação “A Nossa Casa” e a música dos Flautoches da ABPG. A alegria e boa disposição das crianças foram dominantes.
Esta foi uma iniciativa organizada pelo Município de Gouveia, em parceria com o Instituto de Gouveia – Escola Profissional e a AssociaSão Julião.