Início » Tag Archives: guarda

Tag Archives: guarda

4ª Mostra Gastronómica da Castanha em Arrifana

Vai realizar-se a Mostra Gastronómica da Castanha  promovida pela USDRA – União Social Desportiva e Recreativa de Arrifana, em articulação com a Junta de Freguesia de Arrifana e o Município da Guarda, irá decorrer nos dias 3 e 4 de dezembro, no Pavilhão de Festas de Arrifana.
Tem como principal objetivo a divulgação e valorização da castanha. Para
além deste ano a organização dedicar dois dias ao evento, há outra novidade que é a
realização do 1o Festival do Caldo de Castanha, que irá decorrer no dia 3 de dezembro, pelas 21h00, onde se pretende apurar o Caldo de Castanha representativo da Freguesia.
Já no domingo, dia 4 de dezembro, terá lugar o Concurso Gastronómico que desafia
profissionais da restauração e particulares a competirem pelos melhores pratos, onde a castanha é “rainha”. Com este concurso pretende-se promover o património
gastronómico, dinamizar a economia local e valorizar a castanha, como produto de
excelência.
Também a animação musical será uma constante com as atuações, no sábado, do Grupo
“Vila Garcia “A`Baldar”” pelas 20h00 e do Grupo de Cantares de Arrifana pelas 22h00.
Já no domingo, pelas 16h30, irá atuar o Grupo de Cantares Sete Vozes de Vila Fernando.
No domingo o evento inicia às 15h00 com a apresentação do livro “Quem me dera cá o
tempo” da autoria de Jorge Lages, seguida de uma palestra dedicada ao castanheiro pelo
Eng. Joaquim Almeida da DRAPC. Às 17h30 terá lugar a Mostra Gastronómica da
Castanha e às 19h00 irá decorrer o tradicional magusto.
Durante a tarde haverá ainda espaço para a realização de um mercadinho onde os
visitantes podem adquirir castanhas e outros “mimos” da terra.

Pastelaria & Padaria do Intermarché da Guarda vencedor da Melhor Bola Parda

Teve lugar na tarde deste sábado, o concurso da Melhor Bola Parda da Guarda. Foram algumas dezenas de participantes neste concurso, cerca de meia centena de participantes neste concurso, que tinha sido anunciado durante a Feira Farta nesta cidade. Os concorrentes mostraram o seu real valor e o júri (Chef Rui Cerveira; Carla Sandra Mota Castro (IPG); João Quaresma (Turismo do Centro de Portugal); Master Chef Júnior, Rosário Romão e o jornalista da TVI, Paulo Salvador) avaliou todos os bolos candidatos.
Desta forma no Café Concerto do TMG, Sérgio Costa anunciou assim o grande vencedor foi o numero 27,  que era pertença da Pastelaria & Padaria do Intermarché da Guarda, que arrecadou o diploma e o cheque no valor de 1500 euros.
Em suma, um concurso com uma grande mobilização de toda a comunidade guardense.

Valentín Cabero Diéguez vence Prémio Eduardo Lourenço na Guarda

O Júri da 18ª Edição do Prémio Eduardo Lourenço, reuniu e  decidiu, por unanimidade, atribuir o Prémio a Valentín Cabero Diéguez.

Valentín Cabero Diéguez, geógrafo, catedrático jubilado da Universidade de Salamanca, tem dedicado o seu trabalho aos lugares e às pessoas, às paisagens e aos valores patrimoniais e conhece com rigor os processos de transformação dos territórios mais vulneráveis da fronteira luso-espanhola.

O Júri reconheceu os méritos académicos e científicos de Valentín Cabero Diéguez em particular o seu compromisso cívico com os territórios mais frágeis e a sua contribuição para a cooperação ibérica.

Nas suas investigações destaca-se a direção de projetos científicos, sempre numa abordagem interdisciplinar, e em colaboração com estudiosos de diferentes países. É o caso, entre outros, dos projetos sobre Trás-os-Montes/Zamora, Beira Interior/Salamanca-Cáceres e a Raia Central Ibérica, visando a articulação das zonas fronteiriças e a cooperação entre os povos da fronteira.

Como afirmou Fernando Paulouro Neves, Valentín Cabero “é um geógrafo que faz do rumor do mundo uma grande paixão, elege a geografia (também) como fenómeno sentimental e de afetos e combina o local e o global numa articulação de densidade humana e cultural, convocando-nos à descoberta das particularidades para podermos perceber a condição humana na sua complexidade”.

Destinado a galardoar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas, o Prémio Eduardo Lourenço 2022, no montante de 7.500,00€ (sete mil e quinhentos euros), foi atribuído por um júri constituído pelos membros da Direção do CEI, a saber: o Presidente da Câmara Municipal da Guarda, Sérgio Costa; os Vice- reitores das Universidades de Coimbra, Delfim Leão, e de Salamanca, Javíer Benito González; membros das Comissões Científica e Executiva do CEI (António Pedro Pita e Manuel Santos Rosa da UC e Pedro Serra e María Isabel Martín Jiménez da USAL) e pelas seguintes personalidades convidadas: Ana Paula Arnaut e Lídia Jorge, indicadas pela Universidade de Coimbra e Enrique Cabero Morán e Raquel Domínguez Fernández, indicados pela Universidade de Salamanca.

Guarda-Prémio Eduardo Lourenço  vai ser atribuído na sexta -feira

Vai ter lugar nesta sexta-feira, a reunião do Júri do Prémio Eduardo Lourenço  na sede do Centro de Estudos Ibéricos (CEI), na Guarda para atribuir pela 18ª ocasião, o Galardão que leva o nome do ensaísta e que é instituído pelo Centro de Estudos Ibéricos desde 2004. Este prémio destina-se a galardoar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas.

O Prémio tem um valor pecuniário de 7.500,00€ (sete mil e quinhentos euros) e é atribuído pelo júri constituído pelos membros da Direção do CEI, a saber: o presidente da Câmara Municipal da Guarda, Sérgio Costa; os reitores das Universidades de Coimbra e de Salamanca Amílcar Falcão e Ricardo Rivero Ortega; membros das Comissões Científica e Executiva do CEI (António Pedro Pita e Manuel Santos Rosa da UC e Pedro Serra e María Isabel Martín Jiménez da USAL) e pelas seguintes personalidades convidadas: Ana Paula Arnaut e Lídia Jorge, indicadas pela Universidade de Coimbra e Enrique Cabero Morán e Raquel Domínguez Fernández, indicados pela Universidade de Salamanca.

Relembramos que desde a sua instituição em 2004, o Prémio Eduardo Lourenço foi atribuído a várias personalidades de relevo de Portugal e Espanha: Maria Helena da Rocha Pereira, Professora Catedrática de Cultura Greco-Latina (2004), Agustín Remesal, Jornalista (2006), Maria João Pires, Pianista (2007), Ángel Campos Pámpano, Poeta (2008), Jorge Figueiredo Dias, Professor Catedrático de Direito Penal (2009), César António Molina, Escritor (2010), Mia Couto, Escritor (2011), José María Martín Patino, Teólogo (2012), Jerónimo Pizarro, Professor e Investigador (2013), Antonio Sáez Delgado, Professor e Investigador (2014), Agustina Bessa-Luís, Escritora (2015), Luis Sepúlveda, Escritor (2016), Fernando Paulouro das Neves, Escritor e Jornalista (2017), Basilio Lousada Castro, Escritor (2018) e Carlos Reis, professor e investigador (2019), Ángel Marcos de Dios ( 2020) e o mais recente à Fundação José Saramago (2021).

Comemorações do 823º Aniversário da Cidade da Guarda

O Município da Guarda celebra em 2022 o aniversário de foral da cidade da Guarda dando especial enfoque à Economia e à importância das empresas para o desenvolvimento e sustentabilidade do concelho e à consequente criação de novos postos de trabalho. Neste aniversário serão inaugurados vários espaços empresariais na cidade e assinadas escrituras de lotes da Plataforma Logística.

A 27 de novembro assinalam-se os 823 anos do foral atribuído à Guarda pelo rei D. Sancho I e a Câmara da Guarda preparou um programa de comemorações que este ano começa mais cedo, às 9h00, e em plena Praça Velha, com a deposição de uma coroa de flores na estátua do rei fundador da cidade da Guarda, com Guarda de Honra pelo Exército – Regimento de Infantaria nº 14. Logo de seguida as celebrações passam para a Praça do Município, onde terá lugar a cerimónia do Hastear da Bandeira, ao som do hino nacional interpretado pela Banda Filarmónica de Famalicão da Serra e com a Guarda de Honra pela GNR; pelas Corporações dos Bombeiros da Guarda, Gonçalo e Famalicão da Serra e por vários agrupamentos da Guarda dos Escuteiros. Ler Mais »

Guarda aproveita INTUR para promover os Passadiços do Mondego e a FIT 23

Assim até domingo, a Guarda marca presença na INTUR – Feira Internacional de Turismo de Interior de Valladolid (Espanha). Com a participação nesta feira, o Município da Guarda pretende levar mais longe a divulgação da cidade e do território, divulgando e promovendo o que de melhor tem a região: do turismo de Natureza ao património cultural, passando pelos produtos endógenos. Em 2022, o destaque é para os Passadiços do Mondego, itinerário de 12 km recentemente inaugurado, e que pretende ser o exlibris natural da região, captando público que habitualmente escolhe a Natureza para as suas rotas turísticas. Recorde-se que a Guarda tem neste seu território o Geopark , Património Mundial da Humanidade (UNESCO). Neste certame, a Guarda irá também promover a 7ª edição da Feira Ibérica de Turismo que em 2023 se realizará entre 28 de abril e 1 de maio.

A INTUR é considerada uma das mais importantes montras da diversidade de oferta do Turismo de Interior, um espaço profissional que promove uma imagem conjunta, com a cultura, a gastronomia e a natureza a surgir como ofertas integradas e estruturadas.

Recorde-se que para além do valor histórico e patrimonial, a Guarda oferece vários roteiros temáticos de grande riqueza patrimonial e cultural, privilegiando o contacto com a natureza.

A Guarda vai estar representada no primeiro pavilhão do recinto da Feria de Valladolid. A INTUR pode ser visitada hoje (só para profissionais) até às 18h30 e na sexta e durante o fim-de-semana entre as 10h30 e as 20h30.

Guarda cria Central Digital de Táxis

Vai funcionar 24 horas por dia, na Guarda, a partir de agora, passa existir um serviço de Táxis , nos sete dias por semana. Está criada a Central Digital de Táxis com o número geral: 271 105 005. Esta plataforma vem no seguimento de um acordo com taxistas a laborar no concelho da Guarda, iniciativa que partiu do Município da Guarda e vem colmatar um problema antigo, na cidade e no concelho. Agora é mais fácil dispor de táxi: ligue 271 105 005!

Pinhel- Ação sobre obrigações do empregador e as medidas de apoio na contratação

O NERGA em parceria com a ACT – Autoridade para as Condições do Trabalho, IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional e o Município de Pinhel promoveram junto das empresas do concelho de Pinhel, nesta quarta-feira, uma sessão de esclarecimento dedicada as obrigações do empregador e as medidas de apoio à contratação.
Esta iniciativa contou com a presença de cerca 35 participantes, que puderam esclarecer as dúvidas existentes sobre estes temas, junto dos representantes da ACT e do IEFP.
Na abertura dos trabalhos estiveram presentes, Orlando Faísca, Presidente do NERGA e Daniela Capelo, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Pinhel.

Sessão de esclarecimento “Consultoria, Formação, internacionalização e valorização de produtos regionais”

Decorreu na passada quinta-feira, 10 de novembro, nas instalações do NERGA, a sessão de esclarecimento “Consultoria, Formação, internacionalização e valorização de produtos regionais”

 Promovido pelo NERGA, esta sessão teve como finalidade apresentar projetos e atividades que visam reforçar a competitividade das empresas e potenciar novas oportunidades de negócio, nas áreas da consultoria, formação, internacionalização e valorização dos produtos regionais.

A abertura dos trabalhos esteve a cargo de Orlando Faísca, Presidente da Direção do NERGA, que na sua intervenção destacou a importância dos programas de formação-ação no reforço da competitividade das empresas da região e Benvinda Catarino, Diretora de Formação da AIP – Associação Industrial Portuguesa, Câmara de Comércio e Indústria, que apresentou o MOVE PME, Programa que desde de 2008, contribuindo para a modernização do tecido empresarial português e aumento da qualificação dos ativos das empresas.

Esta sessão contou ainda com as intervenções de Celina Trino, da empresa consultora Training Partners, que descreveu o trabalho desenvolvido pelas empresas participantes na projeto MOVE PME desenvolvido pelo NERGA. A presente edição do projeto contou com a participação de 33 empresas, 14 na tipologia de Organização e Gestão e 19 na Economia Digital, as quias acresce, a este número inicial, mais 26 empresas que em breve ião iniciar a sua participação neste programa, 20 na temática da economia digital e 6 na organização e Gestão, abrangendo um universo de 146 trabalhadores.

 

Ainda no âmbito da apresentação do MOVE PME, o NERGA convidou Mateus Pires, sócio-gerente da Vectorplano, Lda, para dar o seu testemunho da participação da empresa no Programa. Na sua intervenção, destacou a importância do MOVE no “processo de mudança e inovação da empresa, nomeadamente, na implementação do processo de certificação de qualidade, ao abrigo da Norma NP 9001:2015 e do seu contributo para o aumento das qualificações dos colaboradores”.

Além da consultoria e da formação, esta sessão teve ainda um painel dedicado a internacionalização a cargo de Filomena Pires, Diretora de Internacionalização, Empreendedorismo e Cooperação da AIP, que apresentou as diversas iniciativas que esta Associação possui nessa área e que poderão ajudar as empresas da região a encontrar novas oportunidades de negócios em mercados externos. Entre estas, Filomena Pires realçou, as missões empresariais ao exterior, a presença em feiras internacionais, as missões inversas, ações de capacitação (workshop, fóruns e conferências) e as iniciativas de consultoria especializada.

Por último e no sentido de valorizar os produtos endógenos, Cristina Carrilho, Gestora de projetos de Internacionalização, Empreendedorismo e Cooperação da AIP apresentou o projeto Portugal Sou Eu, iniciativa que visa reforçar “o desenvolvimento das empresas portuguesas, através da valorização da oferta nacional, com base numa estratégia coletiva inovadora, capazes de funcionar como argumentos distintivos para a recuperação económica e promoverem a competitividade do tecido económico”. Podem aderir ao Selo Portugal Sou Eu produtos e serviços oriundos de empresas nacionais, além do Selo Portugal Sou Eu, existe também o Estatuto Estabelecimento Aderente, atribuído a empresas do comércio e restauração que cumpram condições específicas de comercialização/utilização de produtos com o Selo Portugal Sou Eu. De referir que o valor de adesão oscila em função do volume de negócios.

No final desta sessão de esclarecimentos, os cerca dos 100 participantes nesta sessão, tiveram oportunidade de degustar alguns dos nossos melhores produtos da região.

 

Xiu Liu é a vencedora da 11ª edição do Concurso Transversalidades – Fotografia sem Fronteiras

A fotógrafa chinesa Xiu Liu é a grande vencedora da 11ª edição do Concurso Transversalidades – Fotografia sem Fronteiras 2022 do Centro de Estudo Ibéricos (CEI), com o portfólio intitulado “Fairyland in Dream”, um conjunto de fotografias recolhidas na China.

Nesta edição de 2022 foram submetidos cerca de 700 portfólios, oriundos de mais 70 países. China, Espanha, Irão, Bangladesh, Índia, Turquia, Vietnam, Itália, Alemanha foram os países dos premiados da 11ª edição do concurso.

Os resultados da edição de 2022 reafirmam a importância qualitativa e quantitativa que o Concurso tem vindo a granjear, reconhecido como um dos principais concursos de fotografia a nível nacional.

A exposição e lançamento do catálogo terá lugar na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda, no dia 16 de dezembro, às 18h00.

Recorde-se que o projeto Transversalidades – Fotografias Sem Fronteira teve início em 2011 com o objetivo de sublinhar o valor estético, documental e pedagógico da fotografia para valorizar territórios com menos visibilidade e de fomentar o diálogo entre territórios, pessoas e instituições pessoas e instituições que se encontram dispersas pelas amplas geografias do planeta.

 

Aqui divulgamos os vencedores, por tema:

  1. Património natural, paisagens e biodiversidade
    Prémio Tema: Alok Avinash (Índia)
    Menções honrosas: Arturo López Illana (Espanha); Bin Jiang (China); Alberto (Itália)
  2. Espaços rurais, agricultura e povoamento
    Prémio Tema: Antonio Aragón Renuncio (Espanha)
    Menções honrosas: Huong Thuy (Vietnam); Mario Berga (Espanha); Irene Sánchez Alonso (Espanha)
  3. Cidade e processos de urbanização
    Prémio Tema: Aly Song (China)
    Menções honrosas: Asghar Khamseh (Irão); Seyed Ali Hosseinifar (Irão); Ziaul Huque (Bangladesh)
  4. Cultura e sociedade: diversidade cultural e inclusão social
    Prémio Tema: Aytaç Ünal (Turquia)
    Menções honrosas: Arez Ghaderi (Alemanha); Rakibul Alam Khan (Bangladesh); Shun Zhang (China)