Início » Tag Archives: liga portuguesa contra o cancro

Tag Archives: liga portuguesa contra o cancro

Caminhada Solidária “Todos Por Todos” em Figueira de Castelo Rodrigo

Vai realizar-se no próximo dia 27 de maio uma Caminhada Solidária “Todos Por Todos”. Caminhar contra o cancro, assinalando a importância da adoção de estilos de vida saudáveis como forma de prevenção do cancro, é o objetivo da iniciativa que liga Figueira de Castelo Rodrigo à solidariedade e à prevenção. Trata-se de uma iniciativa do Grupo de Voluntariado Comunitário de , do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), com o apoio do Município de Figueira de Castelo Rodrigo.
A inscrição na caminhada tem o valor de cinco euros, inclui a oferta de uma t-shirt e reforço alimentar.

NRC.LPCC entregou prendas de natal

De 19 a 22 de dezembro, o Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (NRC.LPCC) vai distribuir presentes de Natal, em unidades hospitalares da Região Centro, destinados a doentes oncológicos internados ou a realizar tratamento. Vai também oferecer cabazes de Natal a famílias de doentes oncológicos em acompanhamento social. Assim, além das cerca de 1.100 mantinhas que serão distribuídas por unidades hospitalares, o NRC.LPCC entregará também broinhas e bolo-rei ao Instituto Português de Oncologia (IPO) de Coimbra e Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e ainda 100 cabazes de Natal que fará chegar às famílias da Região Centro.

A distribuição e entrega de presentes de Natal nas unidades hospitalares da Região Centro envolverá os seguintes estabelecimentos de saúde: Hospital Arcebispo João Crisóstomo – Cantanhede; Centro Hospitalar Tondela – Viseu, EPE (Viseu e Tondela); Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, EPE (Hospital Amato Lusitano); Centro Hospitalar Cova da Beira, EPE (Covilhã e Fundão); Centro Hospitalar do Baixo Vouga, EPE (Aveiro e Estarreja); Centro Hospitalar de Leiria Pombal; Unidade Local de Saúde da Guarda; Hospital Distrital da Figueira da Foz, EPE; IPO de Coimbra e CHUC, EPE.

Esta é uma iniciativa que conta com a parceria da Escola de Hotelaria de Coimbra e Pastelarias Vasco da Gama, na produção do bolo-rei e broinhas, respetivamente, e da Pereira & Santos no apoio à aquisição dos bens alimentares destinados aos cabazes.

Recorde-se que esta ação, organizada no âmbito do papel da Liga Portuguesa Contra o Cancro para a humanização em oncologia, é desenvolvida pelo NRC desde 2011.

LPCC apela à colaboração como voluntários no peditório nacional

A Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) vai voltar para a rua com o Peditório Nacional, principal fonte de financiamento da Instituição e importante elo na sua relação com a comunidade. A LPCC apela à inscrição de voluntários que deem um pouco do seu tempo para apoiar a realização desta iniciativa.

A campanha de recrutamento conta, uma vez mais, com a participação de Cristiano Ronaldo como embaixador da iniciativa e é desenvolvida sobre o mote: “Faça parte desta equipa”.

O peditório nacional, que decorre entre os dias 28 de outubro e 1 de novembro, é o garante da sustentabilidade financeira das atividades que esta Instituição promove no âmbito dos seus 4 eixos de missão: o apoio ao doente oncológico e cuidadores, a promoção da saúde, a prevenção do cancro e o estímulo à formação e investigação em oncologia.

A participação como voluntário no Peditório Nacional pode ser feita mediante a disponibilidade de cada um, na localidade onde lhe for mais prático, podendo ocorrer durante os cinco dias ou apenas num período de algumas horas. O voluntário pode participar nesta iniciativa sozinho, em família ou com amigos ou colegas de trabalho.

As candidaturas devem ser realizadas através do site da Liga Portuguesa Contra o Cancro (em www.ligacontracancro.pt/peditorio) e os interessados serão contactados pelo respetivo Núcleo Regional da LPCC, que lhe prestará todas as informações e orientação.

Peditório anual da Liga Portuguesa Contra o Cancro de 29 de out./1nov

Inscreva-se como voluntário do Peditório e “jogue em equipa com o melhor do mundo”.

A Liga Portuguesa Contra o Cancro vai levar a efeito de 29 de outubro a 1 de novembro, o peditório anual , face a isso, precisa de voluntários para colaborar. As inscrições estão abertas na sua região

O peditório de rua da Liga Portuguesa Contra o Cancro representa, não só, a principal fonte de financiamento da Instituição mas, sobretudo, o garante da sustentabilidade das atividades que promove no âmbito do apoio ao doente oncológico e cuidadores, promoção da saúde, prevenção do cancro e estímulo à formação e investigação em oncologia.

LPCC entrega equipamento à ULS Guarda

No contexto do projeto de cuidados a doentes oncológicos em contexto hospitalar, a Liga Portuguesa Contra Cancro (LPCC) vai entregar à Unidade Local de Saúde da Guarda (ULS),  nesta quinta-feira, dia 22 de outubro de 2020, pelas 10horas, um equipamento considerado pela unidade hospitalar como sendo “de extrema utilidade para os utentes e para a Instituição”. Trata-se de uma primeira entrega, que será, entretanto, complementada pela oferta de outro equipamento.

A entrega do monitor de sinais vitais + ECG, nesta primeira fase, será feita por dirigentes da LPCC na Delegação da Guarda da LPCC, sita no R/ch do edifício da Sede da ULS da Guarda, ao Conselho de Administração da ULS da Guarda.

LPCC realiza peditório anual pelo País

A Liga Portuguesa Contra o Cancro vai realizar nos próximos dias 29 de outubro a 2 de novembro o seu Peditório anual com a devida autorização do Ministério da Administração Interna.

Lançamos novamente o apelo a todos os cidadãos para que se juntem à nossa causa, tornando-a maior e mais abrangente, no objetivo de fazer da luta contra o cancro um exemplo nacional de entreajuda e de solidariedade.

Realize a sua inscrição para participar como voluntário(a) pontual no peditório. A participação pode ser feita à medida da sua disponibilidade, podendo ocorrer durante os 5 dias ou apenas num período. Saiba mais aqui

“Dou mais tempo à vida. Juntos venceremos o cancro.”

Em Fornos de Algodres a 4 de julho

Este ano a caminhada da Liga Portuguesa Contra o Cancro, organizada habitualmente pelo Grupo de Voluntariado Comunitário de Fornos de Algodres da Liga Portuguesa Contra o Cancro, devido à pandemia, terá contornos diferentes.

Sábado, 4 de julho, faça a sua caminhada em horários e percursos livres, de forma individual ou em pequenos grupos, respeitanto todas as orientações das autoridades de saúde.

Se pretender ajudar e comprar a T-shirt deste ano, poderá adquiri-la através do CLDS 4G Servir Fornos de Algodres no Centro Cultural Dr. António Menano ou na Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez.

Ação de Sensibilização com o tema “PREVENIR O CANCRO” em Fornos de Algodres

Vai decorrer na Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez ,no dia 31 de maio, uma Ação de Sensibilização com o tema “PREVENIR O CANCRO”, pelas 21horas , em Fornos de Algodres .

Vão ser oradoras a Dra. Lúcia Coutinho, Médica de Medicina Geral e Familiar e a Dra. Luísa Amaral, Médica do Centro de Saúde de Fornos de Algodres. Ainda tempo para um momento musical com o Grupo de Cantares de Fornos de Algodres.

Esta uma iniciativa promovida pelo Grupo de Voluntariado Comunitário de Fornos de Algodres da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC).

Liga Portuguesa Contra o Cancro alerta alunos da Guarda para o HPV

A Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) assinala a campanha nacional de prevenção do Papilomavírus Humano (HPV) na Escola Secundária Afonso de Albuquerque e Escola Secundária da Sé, na Guarda, nos dias 13 e 14 de março, respetivamente. HPV e Quê?” é o nome da iniciativa que integra um roadshow interativo que está, desde fevereiro, a percorrer 35 escolas de norte a sul do país.

A campanha em curso pretende explicar o que está por detrás da sigla HPV. Com forte presença digital, visa melhorar o conhecimento dos jovens sobre as doenças e riscos associados às infeções por HPV, alertando para a importância da prevenção através da vacinação. Nesse sentido, o roadshow “HPV e Quê?” integra uma carrinha Airstream que se desloca às escolas e se abre para o exterior, permitindo que ao seu redor decorram as seguintes atividades dirigidas aos alunos:

  • Apresentação da música composta por Waze, que apela à importância da prevenção do HPV, com o propósito de ser partilhada nas redes sociais www.youtube.com/watch?v=Yr-veOftTU8
  • Promoção do Quizz (Sabias Que?) em ambiente de realidade virtual, onde são transmitidas informações ao aluno e colocadas questões para avaliar o conhecimento adquirido;
  • Distribuição de tatuagens temporárias que representam o HPV, com possibilidade de serem vistas através de uma aplicação de realidade aumentada;
  • Presença de um profissional de saúde para enquadramento e esclarecimento de dúvidas para a comunidade escolar;
  • Distribuição de folhetos com informação sobre o que é o HPV, quais os riscos, como se transmite e como se previne.

Na Escola Secundária Afonso de Albuquerque, da Guarda, a iniciativa decorre entre as 9h25 e as 15h30 do dia 13 de março, para turmas do 9º ano de escolaridade. Já na Escola Secundária da Sé, a campanha “HPV e Quê?” tem lugar a 14 de março, com as ações dirigidas aos alunos do 9º e 10º anos, a decorrerem entre as 8h30 e as 16h20.

Vítor Rodrigues, presidente da direção do Núcleo Regional do Centro (NRC) da Liga Portuguesa Contra o Cancro refere a importância de despertar consciências, para que a palavra prevenção entre cada vez mais no léxico dos jovens. Uma das mais-valias desta campanha é o facto de as atividades dinamizadas facilmente motivarem os adolescentes para uma conversa em casa com os pais, que poderão saber mais sobre o tema em www.hpv.pt e aconselhar-se com o seu médico assistente.

Até 29 de março de 2019, o NRC vai dinamizar na região centro atividades pedagógicas e interativas junto da comunidade escolar do 3º ciclo e ensino secundário. Saiba mais sobre a campanha em https://hpveque.hpv.pt/.

Campanha global contra o cancro incentiva à mudança de comportamentos

No Dia Mundial do Cancro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) lança uma campanha global que pretende consciencializar todos os setores da sociedade a mudar comportamentos, com vista a combater as doenças oncológicas em Portugal. “Eu Sou e Eu Vou” pretende mobilizar a população, nesta data, para uma ação nacional que visa unir a população na luta contra o cancro, ao mesmo tempo que sensibiliza para a literacia em saúde e reforça a importância da equidade no acesso aos cuidados em oncologia.
Através de sessões de sensibilização na comunidade, escolas e unidades hospitalares; atividades desportivas; e forte divulgação digital, nomeadamente nas redes sociais, “Eu Sou e Eu Vou” explora como, individual e coletivamente, pode(mos) agir, de forma a que as atitudes tenham um impacto real na luta contra o cancro. Trata-se de um apelo à ação, dando o poder ao indivíduo e desafiando-o a um compromisso pessoal. Pequenas ações individuais podem ter o poder de reduzir o impacto do Cancro no próprio, nos outros e no mundo.
Para Vítor Rodrigues, Presidente da Direção da Liga Portuguesa Contra o Cancro, “a luta contra o cancro constitui uma atividade global, de toda a sociedade, com forte aposta na literacia em saúde que facilite a alteração de hábitos de vida não saudáveis, na disponibilização de recursos de saúde adequados à população e no apoio ao doente oncológico e aos seus familiares.”
A campanha é promovida a nível mundial pela União Internacional de Controlo do Cancro (UICC), decorrendo no triénio 2019-2021 e operacionalizada em Portugal pela LPCC, associada da UICC desde 1983.
A Princesa Dina Mired, presidente da direção da UICC, evidencia que “o cancro prospera na deteção tardia da doença. A morosidade permite que ele se espalhe e cause danos irreversíveis. É, por isso, que neste dia mundial do cancro peço que se informem sobre aos sinais de alerta e sintomas do cancro e que não tenham medo de procurar ajuda imediatamente. Igualmente, encorajo os governos a priorizarem ações de diagnóstico precoce e programas de rastreio permitindo assim um melhor acesso aos cuidados em oncologia e dando a todos a oportunidade de lutar para vencer o cancro.”
Para contribuir para o aumento da notoriedade da luta contra o cancro como prioridade mundial de saúde pública, a LPCC traduziu e adaptou uma série de materiais ajustáveis às necessidades das iniciativas, nomeadamente kits informativos para escolas e bibliotecas, poder central e local, bem como empresas. A Liga estendeu, ainda, o convite para parcerias com organismos públicos, várias entidades científicas e da área da saúde, no sentido de aumentar a visibilidade do tema e multiplicar oportunidades para uma conscientização global. Recorde-se que em 2018, a iniciativa do Dia Mundial do Cancro chegou a 139 países e os materiais da UICC foram traduzidos em 54 línguas.
Sobre o cancro
• Em Portugal morrem 79 pessoas por dia, 3 pessoas por hora vítimas de cancro; *
• A previsão para 2040 é de um aumento de 31% da mortalidade; *
• O cancro da mama, da próstata, do colón e do pulmão são os que têm maior incidência; *
• Em 2018, 5 milhões de casos no mundo poderiam ter sido detetados mais cedo e tratados eficazmente. **
Guarda
Na Guarda, várias ações assinalam o DMC, das quais se destaca a participação da LPCC.NRC no Iº Encontro de Oncologia. A iniciativa decorrerá no Hotel Vanguarda, na Guarda. A Liga far-se-á representar por Sónia Silva, psicóloga e responsável da Unidade de Psico-Oncologia, que apresentará uma Comunicação sobre o tema: “A Comunicação de más notícias”.