Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Lisboa

Tag Archives: Lisboa

XX Torneio Internacional de Basquetebol em Cadeira de Rodas

Realiza-se nos dias 09 e 10 de outubro, das 08,15 h às 18,30 e das 08,30 h às 14,00 h, respetivamente, no Pavilhão Municipal Casal Vistoso, situado na R. João da Silva, 20, em Lisboa, o XX Torneio Internacional de Basquetebol em Cadeira de Rodas, em que participam a equipa organizadora- APD-Lisboa, o Campeão Nacional – APD-Braga e mais duas equipas nacionais. Contamos com a participação especial da Equipa do Odivelas BC- SIMECQ.

 É intenção da APD que este Torneio, venha mais uma vez a constituir um acontecimento desportivo e uma forma de sensibilizar a população para as potencialidades do desporto praticado pelas pessoas com deficiência.

 O Torneio contará com a presença de várias entidades oficiais.

Séculos depois, a neve da Serra da Estrela voltou a chegar a Lisboa

Ao sexto dia do mês de agosto do ano da graça de 2021, o Clube Escape Livre, a Marinha do Tejo e a Toyota, cumpriram a secular tradição de “Dar Neve a Lisboa”, para que, nos antigos armazéns de gelo do Martinho da Arcada, se voltasse a tomar neve da Serra da Estrela e sorvetes como antigamente.

Pouco passava das oito horas da manhã da passada quinta-feira, quando o grupo de aventureiros e jornalistas deixou o Vila Galé Serra da Estrela, em Manteigas, e subiu até antigos neveiros do Covão da Ametade, na Serra da Estrela, a bordo de duas Toyota Hilux 4×4 para se encontrar com o Neveiro-Mor, Pedro Fernandes Castello Branco, e os seus ajudantes, ali caracterizados pelo grupo de teatro Hereditas.

Assinado o contrato de transporte de neve, como outrora se fazia, tempo de carregar “as carroças” com alguns quilos de gelo prensado envolto em serapilheira, e seguir caminho rumo ao destino final, o Terreiro do Paço, em Lisboa. Pela frente, estavam trilhos fora-de-estrada para descer a Serra e as antigas estradas-reais que desciam até ao rio.

Como havia explicado na noite anterior em Manteigas o Prof. Carvalho Rodrigues, esta tradição secular de transportar neve da Serra até Lisboa começou em 1619, há mais de 400 anos, quando o Rei de Portugal fazia chegar à corte neve fresca da Serra da Estrela, entre os meses de maio e setembro, para que a corte pudesse tomar bebidas frescas e fazer sorvetes. Anos mais tarde, o excedente de neve da corte era distribuído pelos comerciantes do Terreiro do Paço, como o antigo Martinho das Neves, hoje Martinho da Arcada, para que o vendessem à população.

A expedição que partiu da Serra da Estrela, passou ainda por Constância, onde almoçou perto do sítio onde o Zêzere se funde com o Tejo, onde era muitas vezes feito o embarque da neve nos barcos com destino a Lisboa.

Paulo Andrade, Presidente da Marinha do Tejo, aproveitou a ocasião para referir que num levantamento feito em 1820, existiriam 3600 embarcações entre a foz do Tejo e Vila Velha de Rodão, que asseguravam todo o transporte de pessoas e bens, como a neve, até ao aparecimento da ponte 25 de Abril.

A paragem seguinte fez-se na Casa Cadaval, onde a expedição foi recebida pela Condessa Teresa Schönborn, Marquesa de Cadaval, e já com a Prof. Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, que se havia juntado à caravana na população de Raposa, ao volante de uma das carrinhas que transportavam a neve.

Ana Abrunhosa, aproveitou o momento para referir que “a valorização da nossa história permite construir futuro. A estruturação de novas ofertas turísticas une os diferentes territórios, tanto por estradas de terra batida, estradas de asfalto ou estradas do mar. Preservando a nossa história e a tradição, construímos também modernidade e futuro.”

Antes de um merecido descanso no Resort Praia do Sal, em Alcochete, a caravana jantou no Clube Náutico Moitense, na companhia do Vice-Presidente da Câmara da Moita, antecipando o embarque naquele cais no dia seguinte.

A neve embarcou no varino “O Boa Viagem”, da Câmara Municipal da Moita e da Marinha do Tejo, pelas 12h de sexta-feira com destino ao Cais das Colunas, em Lisboa. Durante a viagem, o mestre fragateiro João Gregório e o Eng. Paulo Andrade, Presidente da Marinha do Tejo que acompanhou toda a expedição, falaram da história destes barcos e da sua importância ao longo da história náutica portuguesa.

Ao longe, já se avistava Lisboa, e na margem do Terreiro do Paço, já esperavam a neve os bombos e fanfarras dos arautos do reino. Foi assim, num desfile escoltado pela Polícia Municipal de Lisboa do Cais da Colunas até às arcadas do Terreiro Paço, que seguiu a neve até ao Martinho da Arcada, onde foi recebida por António Marcos Sousa, atual proprietário.

A neve que viajou da Serra da Estrela até Lisboa, foi entregue, simbolicamente, aos diversos representantes do poder local, de hoje e de antigamente. Primeiro à Prof. Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, em plena Praça do Comércio, depois ao Vereador Miguel Gaspar, do átrio da Câmara Municipal de Lisboa, e, como há séculos se fazia, à Casa Real Portuguesa, na pessoa do Duque de Bragança, o Senhor Dom Duarte, que fez questão de vir “tomar neve” com todos os aventureiros ao Martinho da Arcada.

Luís Celínio, Presidente do Clube Escape Livre, comentou que “foi um prazer dar vida a esta ideia do Prof. Carvalho Rodrigues, aplicando todo o conhecimento de expedições fora de estrada do Escape Livre, juntando a modernidade dos veículos 4×4 Toyota com a tradição dos barcos da Marinha do Tejo.”

O sucesso desta recriação histórica promete voltar a repetir-se no futuro, e a neve da Serra da Estrela promete continuar a refrescar a capital, pela mão do Clube Escape Livre e da Marinha do Tejo, mesmo nos meses mais quentes do ano.

Rota Turística Literária “Caminho de Salomão” apresentada em Lisboa

O Município de Pinhel foi um dos que participou  na apresentação da Rota Turística Literária “Caminho de Salomão”, projeto a cargo da Associação Territórios do Côa com o objetivo de atrair novos públicos e novos fluxos turísticos ao Interior.
A apresentação teve lugar em Lisboa, na Casa dos Bicos, onde está sedeada a Fundação Saramago, legado do Nobel da Literatura, autor do livro que está na génese da criação desta Rota Turística Literária.
Tendo início em Lisboa e terminando em Castelo Rodrigo, a Rota baseada no percurso inspirado no “Caminho de Salomão” passa pelos concelhos de Fundão, Belmonte, Guarda, Sabugal, Almeida e Pinhel, onde José Saramago esteve mais do que uma vez, tendo criado uma ligação especial à aldeia de Cidadelhe.
Nesta apresentação à Comunicação Social, a associação Territórios do Côa, promotora do projeto, esteve representada pelo seu Presidente, António Machado, Presidente da Câmara Municipal de Almeida, e também pela sua Coordenadora, Dulcineia Moura. Com eles, e em apoio ao desafio, esteve a Diretora Regional da Cultura do Centro, Suzana Menezes, e o Presidente do Clube Escape Livre, Luís Celínio, que deu a conhecer o novo passeio de todo o terreno turístico “Caminho de Salomão”.
Finalmente, os municípios parceiros também estiveram representados e o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, brindou os presentes com um “Pinhel de Honra” que deu a conhecer os Vinhos e as Cavacas de Pinhel, dois ex-libris que certamente irão fazer as delícias dos turistas que, daqui em diante, aceitarem o desafio de percorrer o “Caminho de Salomão” e conhecer os vários concelhos que o próprio Saramago percorreu, precisamente um ano antes da sua morte.
À margem da apresentação, o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel teve ainda oportunidade de oferecer a Pilar del Rio, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Saramago, uma garrafa de vinho comemorativo dos 250 anos da Cidade, convidando-a a voltar a Pinhel onde também já esteve na companhia do companheiro e Nobel da Literatura.
Foto: Mun.Pinhel

Associações distritais reuniram em Lisboa

Nova reunião será na Guarda

No auditório da nova sede da AF Lisboa, os dirigentes associativos debateram, entre outros temas, questões relacionadas com as realidades do futebol (Campeonato de Portugal) e do futsal (Liga Placard e II Divisão), evidenciando preocupações comuns relativas ao momento atual e sobre o futuro dos enquadramentos competitivos no âmbito das provas nacionais, de ambas as modalidades.

António Marques da Silva, presidente da AF Vila Real, que assume a liderança da Mesa do Plenário das Associações Distritais e Regionais de Futebol, considerou que “a reunião decorreu de forma muito positiva e participativa”. “Mais uma vez, as ADRs vincaram os seus contributos, avaliaram realidades e não deixaram de manifestar preocupações no sentido de se encontrarem soluções para ultrapassar dificuldades e caminhar em nome de mais e melhor futebol, futsal e futebol de praia”, salientou, enaltecendo o “trabalho de todos os clubes que de norte a sul do continente e nas regiões autónomas são alicerces da atividade formativa e competitiva”.

Depois de agradecer e elogiar a AF Lisboa pela receção e coorganização do evento, António Marques da Silva realçou que deste encontro resultou, igualmente, “o desejo das ADRs verem fortalecida a comunicação institucional com a Direção da Federação Portuguesa de Futebol, presidida pelo Dr. Fernando Gomes”.

Nuno Lobo, presidente da Direção da AF Lisboa, na condição de anfitrião do encontro, afirmou que foi “com muito orgulho e prazer que recebi na sede da associação, depois da inauguração recente das novas instalações, os meus colegas presidentes das associações distritais e regionais”, considerando que da reunião resultou “um debate intenso sobre temas que emergem no panorama do futebol e do futsal português”.

“Conseguimos juntar estas duas vertentes, apresentar a nova casa da AF Lisboa, mas também promover uma discussão muito importante sobre o futebol e futsal português, mais a mais, num tempo tão difícil como é este que atravessamos”.

Refira-se que a próxima reunião da Mesa do Plenário das ADRs terá como anfitriã a AF Guarda

foto:AFVR

Casa do Concelho de Gouveia em Lisboa deixa mensagem para 2021

Assim neste arranque de 2021, a Casa do Concelho de Gouveia em Lisboa, pela voz do seu Presidente, Joaquim Cabral, deixando uma mensagem para o novo ano a toda a comunidade gouveense e geral.

“Estimados associados, amigos e gouveenses, quero deixar uma mensagem de esperança e de muita confiança para este ano de 2021. Espero que tenham passado um final de Ano de 2020, e este primeiro dia do Ano de 2021,
com muita saúde, Paz e muito Amor, com os corações cheios de esperança e Fé, para enfrentarmos a pandemia que nos limitou, em todos os sentidos, a vida de cada um. Acabou o Ano de 2020, não deixou saudades nem
recordações positivas, bem pelo contrário, aniquilou as nossas actividades. Tudo parou, respeitando as leis impostas pelas autoridades. Vamos em frente, não vamos perder a esperança e a confiança para darmos continuidade às actividades da nossa EMBAIXADA, que a 1 de Dezembro de 2021, completa 70 Anos de vida, e
podermos fazer o Seu Aniversário com a dignidade que Ela merece. Vamos acreditar e ultrapassar esta barreira para que este Ano de 2021, seja melhor para que todos possamos circular livremente, e prosseguirmos com as nossas iniciativas. Fazendo um balanço do Ano de 2020, posso dizer que foi um Ano muito atípico, na medida em que a partir do princípio de Março , todas as nossas atividades foram suspensas, devido à situação que o país ainda está a enfrentar, e tudo ficou parado, incluindo o 69.o aniversário da Casa, que infelizmente não se realizou com o programa que habitualmente é realizado. Neste primeiro dia de Janeiro de 2021, quero saudar e desejar um Bom e Feliz Ano Novo, ao Senhor Presidente do Município de Gouveia, Dr, Luís Tadeu, assim como ao Sr.Presidente da Mesa da Assembleia Municipal, Dr. Gil Barreiros, senhores Vereadores, funcionários e familiares.
Os mesmos Votos a todas as Colectividades e Bombeiros do Concelho, aos seus Dirigentes,muita força para darem continuidade aos seus objectivos. Saudar e Felicitar com os mesmos Votos, toda a população do Concelho de Gouveia, e acreditar que esta crise vai melhorar. Saudar e Felicitar com muito carinho, os Órgãos Sociais da Casa do Concelho de Gouveia, que brilhantemente me acompanham nestas caminhadas, e dedicam o Seu Amor à nossa Embaixada, para que Ela seja um exemplo a bem do Regionalismo e do Concelho de Gouveia, sempre com o mesmo lema ” POR AMOR À NOSSA TERRA”. Também aos nossos queridos Sócios. que, estando na área da grande Lisboa, em Gouveia ou na América, demonstram o carinho que têm e sentem pela Sua/Nossa Casa. Pena é que o número de Associados não aumente mais, para repor aqueles que infelizmente faleceram,ou outros com pouco interesse pela vida da Casa, até desistem não justificando o motivo. Nem todos os Concelhos do País, têm uma Casa Regional na Capital e o Concelho de Gouveia, orgulha-se de ter a sua EMBAIXADA em Lisboa desde 1951, fundada por ilustres Gouveenses, que hoje recordamos com muito respeito,onde queremos levar em frente esta Obra em Sua homenagem. Lanço o repto à juventude de Gouveia onde quer que se
encontrem, acompanhem a vida da Casa através das Redes Sociais, e demonstrem o seu bairrismo, as suas origens, que não podemos perder a nossa identidade. Se não tivermos novos Sócios a aderir à vida da Casa, será uma situação preocupante. A Casa precisa de mais Sócios, a Casa é dos Sócios. A minha gratidão à Câmara Municipal de Gouveia, pelo seu apoio imprescindível que concede à Nossa Embaixada, sem o qual não poderá sobreviver. BEM-HAJAM !!
Um Novo Ano muito Feliz a todos com muita saúde e esperança no futuro”.

19.ª edição do “Encontro com Vinhos e Sabores”com a presença de gouveenses

O Centro de Congressos de Lisboa, na Junqueira, vai acolher a 19.ª edição do “Encontro com Vinhos e Sabores”, de 9 a 11 de novembro, com a participação de três produtores do concelho de Gouveia do setor vitivinícola.

O Município de Gouveia vai contar com um stand que está dividido em quatro áreas, que serão ocupadas pelos três produtores do concelho de Gouveia ; Moreira, Olazabal & Borges, a Quinta da Ponte Pedrinha e a Casa da Passarela e pelo Município de Gouveia que irá promover a próxima edição da Vinal – Vinhas de Altitude, a decorrer, na freguesia de Vila Nova de Tazem, em Gouveia, nos dias 29, 30 e 31 de maio de 2020.

Este evento “Encontro com Vinhos e Sabores” é considerado um dos eventos vínicos e gastronómicos nacionais com maior amplitude internacional, uma vez que conta, todos os anos, com prospetores provenientes de mais de uma centena de países diferentes. O referido certame configura uma derradeira oportunidade para os produtores do setor vitivinícola do nosso concelho divulgarem os seus vinhos e se afirmarem nos mercados internacionais, consolidando a valorização dos seus produtos de qualidade.

O vinho é um dos produtos do setor alimentar que tem ganho mais preponderância na economia do concelho nos últimos anos constituindo uma aposta económica do Município de Gouveia no desenvolvimento das potencialidades do território, nomeadamente dos produtos endógenos, cuja competitividade resulta da sua identidade diferenciadora.

Mangualde assina protocolo “Saúde Oral Para Todos”

“Saúde Oral Para Todos” foi o mote da cerimónia que decorreu na manhã, desta terça-feira, 18 de setembro, na Sala Luís Freitas Branco do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e que contou com a assinatura de protocolos de colaboração entre 65 municípios, entre eles o Município de Mangualde, e as cinco Administrações Regionais de Saúde (ARS), no âmbito do alargamento do projeto dos médicos dentistas nos cuidados de saúde primários, para as famílias com maior vulnerabilidade social e financeira. O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, e o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, estiveram presentes nesta cerimónia, assim como o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, em representação do Município.

ESTA MEDIDA “POSSIBILITA QUE AS PESSOAS MAIS DESFAVORECIDAS TENHAM, ALGUMAS DELAS PELA PRIMEIRA VEZ, CUIDADOS DE SAÚDE ORAL” (…)

João Azevedo sublinhou a importância desta medida, porque “possibilita que as pessoas mais desfavorecidas tenham, algumas delas pela primeira vez, cuidados de saúde oral. Essas famílias mais vulneráveis têm agora a possibilidade de recorrer a estes serviços dentários, que de outra forma não conseguiriam aceder”. Outro aspeto a sublinhar para o autarca é o facto dos “municípios se unirem para alcançar objetivos globais mais fortes, juntos temos uma expressão mais nacional e com isso conseguimos melhorar a qualidade de vida dos cidadãos com maior vulnerabilidade. Esta sinergia natural entre o Governo e a Administração Local é essencial para o bem-estar da população, para melhorar os cuidados de proximidade”.

Por:Mun.Mangualde

 

Casa do Concelho de Gouveia na final do Torneio de Lisboa

Disputou-se recentemente a meia final do 2.º torneio de futsal da cidade de Lisboa, onde a equipa de futsal da Casa do Concelho de Gouveia, com sede em Lisboa, venceu a turma do Grupo Desportivo da Graça por 2-1, num jogo muito equilibrado e com nervos à “flor da pele”.

Assim a equipa “serrana” vai agora disputar o título com a Associação Viver Campolide, neste domingo, 15 de Julho, com inicio  às 11h15,  no pavilhão municipal do Casal Vistoso, na cidade de Lisboa.

 

Casa do Concelho de Gouveia nas meias-finais

Torneio Cidade Lisboa em Futsal
A equipa da Casa do Concelho apurou-se para as meias-finais do torneio de futsal da cidade de Lisboa. Não foi preciso esperar pela última jornada para garantir a tão desejada passagem à fase seguinte da competição. Uma vitória incontestável por cinco golos sem resposta, contra um adversário aguerrido, a Sociedade Boa União, da freguesia de Santa Maria Maior. Um trajeto épico, de uma verdadeira epopeia desta representação gouveense, conseguir ombrear junto de coletividades desportivas da cidade de Lisboa. A equipa da Casa do Concelho de Gouveia a uma jornada do fim da segunda fase, lidera o seu grupo, estando agora apenas a disputa da liderança na derradeira jornada.
 As meias-finais estão agendadas para 7 e 8 de julho, a realizar no pavilhão municipal do Casal Vistoso, junto à praça do Areeiro. A equipa “serrana” aguarda por conhecer o seu adversário
Por:CCG

Casa do Concelho de Gouveia presente na Festa das Coletividades da cidade de Lisboa

Realiza-se nos próximos dias 18,19 e 20 de Maio a IV Festa das Coletividades da Cidade de Lisboa, uma organização da Associação das Casas Regionais da Cidade de Lisboa e da Associação das Coletividades da Cidade de Lisboa. A Casa do Concelho de Gouveia marcará a sua presença pelo terceiro ano consecutivo. A festa decorrerá na Alameda D. Afonso Henriques, junto à “Fonte Luminosa”, cujos horários serão 6a.feira: 19h00-24h00; sábado:10h00-24h00 e domingo: 10h00-20h00. Culturalmente, destaque para na noite de 18 de Maio, encontro de concertinas. O programa cultural terá ainda no sábado e domingo várias atuações entre ranchos folclóricos, grupo de cantares e cavaquinhos. Em representação do concelho de Gouveia, deslocar-se-á a Lisboa a Escola de Música de Nespereira, que atuará no dia 19 de Maio, às 15h00.
A Casa do Concelho de Gouveia irá uma vez mais no seu stand, divulgar o seu concelho e os produtos endógenos, onde os visitantes poderão degustar os verdadeiros sabores serranos.
A festa serve ainda para celebrar o dia nacional das coletividades, que se festeja a 31 de Maio.