Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: magazine serrano

Tag Archives: magazine serrano

Exposição Reciclarte em Fornos de Algodres

A Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez em Fornos de Algodres tem patente uma exposição de arte, com vários quadros com vários temas construída também pelos alunos do Agrupamento de Escolas.

Para elaborar estes materiais, os jovens reutilizaram materiais que iam para o lixo.

Foi deste modo um belo trabalho, onde todos os visitantes vão gostar de visualizar ao vivo neste espaço cultural.

Assim, Manuel Fonseca, presidente da Câmara e Alexandre Lote, vice-Presidente estiveram na inauguração desta exposição.

Deste modo, esta iniciativa teve o apoio da Asta Teatro e claro do Agrupamento de Escolas, mas também à biblioteca que acolhe esta exposição.

BUPi de Aguiar da Beira já funciona

O BUPi de Aguiar da Beira já está em funcionamento no edifício da Câmara de Aguiar da Beira.

O BUPi trata-se de uma plataforma onde é possível identificar e representar digitalmente as suas propriedades, de forma simples e gratuita definido os seus limites e garantindo o seu registo de forma a garantir a sua titularidade. Porque a inscrição dos terrenos na caderneta predial das finanças não é suficiente para garantir a proteção dos seus direitos de propriedade e o respetivo registo na Conservatória do Registo Predial é imperativo quando se pretende comprar ou vender terrenos, a disponibilização deste novo serviço é de extrema importância para todos os munícipes e demais interessados assim como para o próprio município que, com a melhor definição das propriedades e do cadastro rústico, poderá ordenar, planear e gerir o seu território de forma mais efetiva.

O BUPi de Aguiar da Beira funciona das 9:00 às 12:30 e das 14:00 às 16:00 de todos os dias úteis em balcão próprio instalado nos serviços de Sistema de Informação Geográfica municipais, com acesso pela lateral do edifício dos Paços do Concelho, ao lado da porta da garagem.

Naquele balcão serão prestados todos os serviços de auxilio à inclusão na plataforma BUPi dos processos de representação gráfica georreferenciada (RGG) dos terrenos rústicos apresentados, a sua validação e submissão automática para registo junto da conservatória do registo predial.

O projeto contempla ainda a contratação de dois técnicos que irão brevemente executar no terreno um contacto de proximidade junto de toda a população, facilitando o registo das suas propriedades rústicas.

Dúvidas e questões podem ser colocadas no endereço eletrónico bupi@cm-aguiardabeira.pt ou por telefone para o n.º 232689142.

Projeto Rede Interior da ASTA – Teatro e Outras Artes arrancou em Seia

Esta peça foi mais uma do Projeto Rede Interior da ASTA – Teatro e Outras Artes é uma coprodução com o TeatrUBI e inscreve-se na linha de cruzamentos artísticos entre a dança contemporânea e o teatro numa dramaturgia que fala do amor e das relações e do que se (não) sente.
CÂNTICO NEGRO foi apresentado este sábado, dia 24 de julho, em Seia. O movimento, o som e a luz foram o destaque num espetáculo interpretado por cinco jovens do TeatrUBI, que são atores e coautores da peça.
O projeto ‘Rede Interior’ é cofinanciado pelo Programa Operacional CENTRO 2020, tendo como entidade líder executora a ASTA – Teatro e Outras Artes, e como entidades parceiras os municípios de Seia, Belmonte, Covilhã, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia e Manteigas.

Avisos e Liturgia do 17º Domingo do Tempo Comum- ano B

 

a)         A pregação homilética dos domingos 17-21 “per annum” exige uma atenção especial pelo carácter unitário do tema: a Eucaristia. A proposta que aqui se faz tem três vertentes, a saber: figuras da Eucaristia (primeiras leituras), o discurso do pão da vida (evangelho), oração eucarística (salmos responsoriais). Nas reflexões dominicais destes domingos, poder-se-ia rever a doutrina eucarística, tendo como base os seguintes documentos: a Exortação Apostólica “Sacramentum Caritatis” e a Encíclica “Ecclesia de Eucharistia”.

 

b)        A breve narração do 2º Livro dos Reis leva-nos a destacar alguns aspetos que poderíamos chamar “o mistério do pão”. Trata-se das primícias das colheitas. O gesto de apresentar as primícias das colheitas aos profetas era, em Israel, uma maneira de reconhecer que a terra onde viviam e as colheitas que dela tiravam, eram um dom de Deus. Este gesto era, ao mesmo tempo, memorial, acção de graças e súplica. No caso particular de Eliseu, o pão apresentado converte-se em alimento para toda a comunidade, apesar da desproporção entre a quantidade de pães e a multidão que come. É uma manifestação da eficácia da palavra do Senhor, o Criador. Como é fácil de constatar que, onde se cumpre a Palavra do Senhor, o pão não falta: “eles comeram e ainda sobrou”. Diante das políticas que procuram a “solução” para a fome no mundo com a diminuição da natalidade – chegando a promover o aborto – a nossa fé afirma que, quando os homens se aperceberem que a terra é de Deus e lhe oferecerem os frutos como dons recebidos, saberão também distribuí-los fraternalmente: “Comerão e ainda há-de sobrar”. O pão apresentado a Eliseu anuncia o pão e o vinho apresentados para a celebração da Eucaristia. Quando Jesus os transforma na sua pessoa, toda a comunidade se alimenta com o alimento celestial.

 

c)         A multiplicação dos pães e dos peixes, tal como a escutámos no evangelho de S. João, apresenta-nos características próprias: trata-se de um facto contemporâneo à Páscoa; estavam numa montanha, num lugar isolado, onde não se costuma encontrar pão; Jesus “bem sabia o que ia fazer”, como também na Última Ceia: destaca-se o carácter teândrico do símbolo. A multidão reage com uma alusão implícita ao anúncio feito por Moisés: “Este é, na verdade, o Profeta que estava para vir ao mundo” (cfr. Dt 18,15: “O Senhor, teu Deus, suscitará no meio de vós, dentre os teus irmãos, um profeta como eu; a ele deves escutar”. Jesus é considerado o Novo Moisés, que procura pão para o povo. Toda a narração tem um carácter profético em relação com a instituição da Eucaristia. A proximidade da Páscoa anuncia a “nova Páscoa”, na qual, Jesus sabendo o que queria fazer, na solidão da cruz oferecerá ao Pai o seu próprio corpo para reunir os filhos de Deus que andavam dispersos. Antes deste momento, realizou o seu sacrifício pascal, único e definitivo, para que a Igreja, através dos sacerdotes, sob as espécies do pão e do vinho, possa unir-se à sua oferenda.

25-07-2021

d)        O salmo 144 parte da fé na criação: Deus é glorioso e poderoso. Por isso, o salmista tem os olhos postos em Deus, com um olhar cheio de esperança, porque basta que Deus abra as mãos para que todos fiquem saciados. Na base deste dom de Deus está sempre a sua bondade: “a todos saciais generosamente”. A criação é a primeira revelação do amor de Deus.

 

e)         O início da Oração Eucarística IV, antes do Santo, é um texto muito semelhante ao salmo 144. Toda a oração eucarística tem, em diversos momentos, referências à criação. Na Eucaristia, há matéria que são “fruto da terra e do trabalho do homem”, porque foi essa a vontade de Jesus. Na Eucaristia, a criação faz a passagem para a nova criação.

 

http://www.liturgia.diocesedeviseu.pt/

Ano B - Tempo Comum - 17º Domingo - Boletim Dominical II

Claire Bannwarth vence Portugal 281 Ultramarathon

Pode ser uma imagem de 2 pessoas, pessoas em pé e ao ar livreA edição Portugal 281 Ultramarathon decorreu na região da Beira Interior, onde foram 281 kms que os atletas se propuseram a fazer, assim desta maneira, Claire Bannwarth, atleta francesa ,foi a grande vencedora e acabou por fazer história ao tornar-se na primeira senhora a cortar a fita em primeiro lugar à geral no Portugal 281 Ultramarathon e a primeira numa ultra em Portugal.

Foto:MN

Guarda tem um novo photopoint com o lettering

A cidade da Guarda dispõe agora de um novo photopoint com o lettering da cidade, está situado na Praça Luís de Camões.

Um novo local ótimo para fazer a fotografia da sua passagem pela cidade mais alta , para inaugurar este espaço esteve presente o presidente da Câmara, Carlos Chaves Monteiro e restante executivo municipal .

Apresenta como fundo a Sé Catedral da Guarda que é o eterno postal da “mais alta”, assim como a estátua de D.Sancho.

Viseu- Iniciativa Liberal Viseu inaugurou sede campanha

Na tarde de 24 de julho, a Iniciativa Liberal Viseu inaugurou a sua sede  da campanha “Viseu Mais Liberal” para as Eleições Autárquicas deste outono, voltando a inovar e quebrar com o que considera ser “política do passado”, apostando numa sede itinerante constituída por um conjunto de
jardim que se moverá com a campanha ao longo das próximas semanas ao longo do concelho de Viseu.
Em linha com o foco nas ideias em detrimento da personalização da campanha eleitoral, da recusa da participação na proliferação de cartazes pela cidade ou o que consideram ser “despesismo e incapacidade de modernizar e fazer mais com menos”, Fernando Figueiredo e Pedro Pereira acreditam que a reaproximação com os cidadãos e o afastamento da habitual “visita a capelinhas a cada 4 anos” é o caminho para quebrar o
divórcio do cidadão comum com a política.
O médico de 25 anos e cabeça-de-lista à Assembleia Municipal, Pedro Pereira afirma que “a candidatura “Viseu Mais Liberal” é, seguirá, naturalmente o mote da Iniciativa Liberal: liberdade em toda a linha. Mais liberdade económica para cidadãos e para empresas, mais liberdade social para que Viseu seja uma cidade inclusiva para todos e mais liberdade política. O esforço de inovação que estamos a fazer com esta candidatura é também uma forma de promover liberdade política, importando esta nova forma de estar na e fazer política para as instituições democráticas, que estão há décadas fechadas em si mesmas e na mesma maneira bafienta e desatualizada de agir”.

Perante os muitos apoiantes que se apresentaram no Rossio, Fernando Figueiredo, o cabeça-de-lista ao Executivo Municipal, atesta que “esta inauguração simbólica marca a estreia duma política séria, de viseenses para viseenses, fora da política da visita às capelinhas.” O candidato avança que “a IL conhece a realidade do concelho, tem o diagnóstico feito relativamente às várias dimensões da cidade da cidade, das suas pessoas e coletividades e tem soluções pensadas para esses mesmos problemas e desafios. Por isso, não precisamos de gastar tempo a ocupar as instituições com visitas estéreis com puro interesse de marketing eleitoral, deixando-as fazer aquilo em que são precisas: servir e ajudar os viseenses em vez de serem manietadas por algumas semanas a cada 4
anos”.

Ao longo das semanas que se seguem até à noite eleitoral de 26 de setembro, a campanha “Viseu mais Liberal” vai-se pautar por um registo digital forte nas ruas redes sociais e em viseumaisliberal.pt, com enfoque na batalha das ideias e promovendo eventos presenciais e remotos dispersos pelo concelho, cobrindo as diversas áreas temáticas do programa eleitoral.

O plano de atividades da campanha autárquica da Iniciativa Liberal em Viseu incluirá eventos já recorrentes como o “Dão Liberal”, um encontro informal de membros e simpatizantes do partido em vários espaços da cidade, apresentação das campanhas às Assembleias de Freguesia, eventos online de discussão temática, convívios em espaços abertos e a primeira Free Walking Tour de Viseu

BUPi no Município de Nelas visitado pelo Sec.Estado João Catarino

Entrou em funcionamento no Município de Nelas , recentemente o Balcão Único do Prédio (BUPi) que agora foi visitado pelo Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Desenvolvimento Rural, João Catarino, e pelo Diretor Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, tendo sido acompanhados nessa visita pelo Presidente da Câmara Municipal de Nelas, José Borges da Silva.

O BUPi no Município de Nelas, é um espaço destinado à realização da Representação Gráfica e Georreferenciada (RGG) dos prédios, com a identificação dos seus titulares, no âmbito do cadastro predial simplificado.
Para esse efeito, a Câmara Municipal de Nelas disponibilizou uma sala no Edifício Multiusos para atendimento ao público, sendo que, devido à pandemia da Covid-19, é dada prioridade ao atendimento por agendamento.

Agende o dia e a hora do seu atendimento, através do número de telefone 232 941 300.

Linhares da Beira capital do Parapente em agosto

Linhares da Beira volta a ser a capital do parapente, no mês de agosto, de 11 a 15 de agosto, os parapentistas voltam a multicolorir o céu da Beira.
Depois do interregno forçado de um ano, em consequência da crise epidemiológica, o Festival Internacional de Parapente regressa à Aldeia
Histórica de Linhares da Beira, de 11 a 15 de agosto de 2021, para cumprir duas provas do calendário desportivo da Federação Portuguesa de Voo Livre.
Promovido pelo município de Celorico da Beira em parceria com o Clube de Voo Livre Vertical e a Junta de Freguesia de Linhares da Beira, o evento vai revitalizar e renascer a “Catedral do Parapente”, aportando colorido, dinamismo, esperança, alegria e festa já a cheirar a normalidade e a liberdade.
A iniciativa tem propósito de promover a competição desportiva e as valências do lazer e do ensino da modalidade de parapente. A prova da
Liga Nacional e a prova de Aterragem de Precisão inserem-se na competição.

O Troféu Linhares da Beira, dirigidos aos pilotos sem experiência em competição, bem como, os voos de iniciação em asas bilugar, vulgarmente apelidados de batismos de voo, destinados à população em geral, enquadram-se na vertente ensino. Os pilotos autónomos, que pretendam efetuar voos de lazer para desfrutar descontraidamente da beleza da paisagem de montanha, têm à sua disposição um cartão de subidas, que podem adquirir no Centro de Operações ou junto do oficial de aterragem.
Inscrições e informações adicionais em:clubevertical.org/festivallinhares/www.cm-celoricodabeira.pt www.facebook.com/municipiocelorico.dabeira/