Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: mangualde

Tag Archives: mangualde

Coval (Quintela de Azurara) vai ser potenciado

Foram recentemente assinados dois atos , na Câmara Municipal, que potenciam o desenvolvimento da aldeia do Coval (Quintela de Azurara).
– Assinatura de contrato promessa de doação de uma casa rústica e grande laje envolvente destinada, após recuperação, à implantação de equipamentos de utilização coletiva, social, cultural e turística, e à instalação de infraestruturas que devam integrar o domínio público da freguesia na zona do Coval.
A Câmara Municipal e a Junta de Freguesia de Quintela de Azurara agradecem publicamente a Serafim Gomes e à sua Família este generoso ato.
– Assinatura de protocolo entre a Câmara e a Junta de Freguesia para extensão da rede elétrica até ao Coval de forma a potenciar o desenvolvimento da agricultura e do turismo.
Também ao nível da iniciativa privada se têm registado dinâmicas potenciadoras de desenvolvimento nesta localidade .

Mangualde- Inscrições abertas na Escola de Natação

Vai abrir já no dia 11 de outubro, a Escola de Natação do Município de Mangualde .
As inscrições poderão ser efetuadas a partir do dia 4 de outubro, já as renovações a partir do dia 27 de setembro. As aulas irão decorrer no complexo das Piscinas Municipais até ao dia 30 de junho de 2022.
Existem diversas aulas que englobam diferentes faixas etárias: nível de Adaptação ao Meio Aquático, crianças dos 3 aos 5 anos; nível de Natação Pura, dos 6 aos 17 anos e idade superior a 17 anos; aulas de Hidroginástica e Tarifário Combinado, a partir dos 14 anos. Existe ainda a modalidade de natação livre e a possibilidade de desfrutar do Centro de Saúde e Lazer, nomeadamente de squash e da sauna.

Projeto BASILDA atua em Mangualde

O Município de Mangualde irá receber o concerto do projeto BASILDA que trará novo som à noite dos mangualdenses, no dia 19 de setembro. Uma iniciativa que ocorre no âmbito do Projeto Intermunicipal CULTURA NO DÃO e que envolve os Municípios de Mangualde, Nelas e Penalva do Castelo, financiado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. Terá lugar no Largo Dr. Couto, pelas 21h30.

 A lotação do concerto é limitada e os lugares são marcados, de forma a respeitar as normas emanadas pela DGS. A entrada é gratuita, mas com aquisição obrigatória de bilhetes na Biblioteca Municipal e/ou na Papelaria Adrião. A organização solicita a todos que respeitem sempre as regras da DGS e as indicações/sinalética no local, mantendo sempre o distanciamento social de segurança e as regras de etiqueta respiratória.

BASILDA

“Keep on Dancing”, lançado a 26 de julho deste ano, é o primeiro álbum dos Basilda e também o mote da banda do Porto, sedenta de festa e alegria. Depois do êxito dos singles ‘Little of Your Time’, ‘Fine Without You’, ‘Bring It Up’ e o recente ‘Me & You’, o trio leva a sua bola de espelhos para os palcos, prometendo ritmos quentes, alegria contagiante e muita partilha.

Fornos de Algodres recebe espetáculo Slackline-“Andorinhas”Shows’21

Fornos de Algodres vai receber nesta sexta-feira, 10 de setembro de 2021, pelas 21h30, no auditório ao ar livre do Olival da Vinha, ao espetáculo “Andorinhas”, no âmbito do projeto Alto Mondego – Rede Cultural.
Um espetáculo diferente do habitual, que alia a vertente teatral ao desporto, englobando elementos da comunidade fornense e dos municípios de Gouveia, Mangualde e Nelas.
Entrada gratuita, com lotação limitada cumprindo as regras da DGS.

Espetáculo de slackline em Mangualde a 17 de setembro

No âmbito do projeto “Alto Mondego Rede Cultural”, Mangualde acolhe no próximo dia 17 de setembro o espetáculo Slackline – Andorinhas Shows’21, pelas 21h30, no Largo Dr. Couto (em frente à Câmara).  Trata-se de um espetáculo diferente do habitual, aliando uma vertente teatral ao desporto, coordenado pelo campeão nacional Rui Mimoso e conta com o envolvimento de elementos da comunidade, onde cada um sobe ao palco para contar a perspetiva individual de uma história em comum. É ainda um espetáculo de capacitação da Rede Cultural Alto Mondego que envolve os Municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Mangualde.

 O enredo por detrás do espetáculo varia de concelho para concelho. Em Nelas e Mangualde a história desenvolve-se em torno de despedidas e reencontros, das festas e das romarias. Enquanto, em Gouveia, à trama junta-se a poesia de Virgílio Ferreira. Já Em Fornos de Algodres o desafio passa por pedir emprestado o olhar do rio Mondego e mergulhar na travessia, no tempo e no espaço, desde a origem aos dias de hoje. A criação faz, ainda, referência às linhas de comboio e ao fadista António Menano.

O programa começou a 3 de julho em Nelas, passando nos dias 4 e 5 de setembro em Gouveia. Seguindo-se Fornos de Algodres, no dia 10 de setembro e novamente Nelas a 11 de setembro. A digressão termina em Mangualde no dia 17 de setembro.  Todos os espetáculos decorrem ao livre e têm início pelas 21h30.

LOTAÇÃO LIMITADA E RESERVA DE LUGARES OBRIGATÓRIA

A lotação do concerto é limitada e os lugares são marcados, de forma a respeitar as normas emanadas pela DGS. A entrada é gratuita, mas com aquisição obrigatória de bilhetes na Biblioteca Municipal e/ou na Papelaria Adrião. A organização solicita a todos que respeitem sempre as regras da DGS e as indicações/sinalética no local, mantendo sempre o distanciamento social de segurança, a utilização da máscara e as regras de etiqueta respiratória.

 

PROJETO “ALTO MONDEGO REDE CULTURAL”

O projeto “Alto Mondego Rede Cultural” junta os municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Gouveia e é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

SLACKLINE

O Slackline é um desporto que consiste prática de equilíbrio sobre uma linha dinâmica, esticada entre dois pontos fixos. O praticante pode caminhar sobre ela ou fazer manobras e truques, dinâmicos ou estáticos.

As capacitações a desenvolver, não foram só slackline, mas incorporaram também o movimento corporal no solo, como forma de expressão artística e complementar à slackline, conseguindo assim mais conteúdo, mais movimento na criação e produção do espetáculo final. Apesar do foco da capacitação ser a slackline, Rui Mimoso aliará o “free runnig” ou “parkour” às sessões de capacitação, assim como outras formas mais gerais de movimento corporal. Em conjunto, estas ferramentas irão possibilitar um maior controlo motor, como maior expressão e liberdade corporal.

Ricardo Lopes reeleito presidente da direção do Grupo Desportivo de Mangualde

Nesta terça -feira, teve lugar, a Assembleia Geral do Grupo Desportivo de Mangualde para eleição dos corpos gerentes para o biénio 2021 / 2023.
Uma vez que a sufrágio, apenas surgiu uma lista encabeçada pelo atual presidente da direção Ricardo Lopes, foi  eleita pela unanimidade dos sócios presentes.
Após o ato eleitoral, o presidente da Mesa da Assembleia Geral, Joaquim Patrício, deu posse aos reeleitos órgãos sociais do clube.
Assim na direção, Ricardo Lopes é o presidente e terá como Vice-presidente, José Carlos Correia, Tesoureiro será Manuel Cadete. Depois no Conselho fiscal preside Manuel Azevedo e na Assembleia Geral preside Joaquim Patrício.

Mangualde recebe a peça “Só Queria Que Me Saísse… Dão”

O espetáculo de teatro musical “Só Queria Que Me Saísse… Dão”, nos dias 9 e 10 de setembro, pelas 21h30, vai ter lugar ,no Largo Dr. Couto, em Mangualde. Uma iniciativa que ocorre no âmbito da Programação Cultural em Rede Viseu Dão Lafões.

A peça de teatro é um projeto da Contracanto Associação Cultural, que irá transportar o espetador para os clássicos do cinema português.

Nos dois dias de espetáculo, a lotação é limitada e os lugares são marcados, de forma a respeitar as normas emanadas pela DGS. A entrada é gratuita, mas com aquisição obrigatória de bilhetes na Biblioteca Municipal e/ou na Papelaria Adrião.

A organização solicita a todos que respeitem sempre as regras da DGS e as indicações/sinalética no local, mantendo sempre o distanciamento social de segurança e as regras de etiqueta respiratória.

SINOPSE DO “SÓ QUERIA QUE ME SAÍSSE… DÃO”

“A história acontece em plena Lisboa, no Pátio do Carrascão e transporta-nos para o imaginário dos clássicos do cinema português.

Barbosa é o único beirão no bairro, condição que ele tenta esconder aos turistas para os atrair para a sua casa de fados “Solar do Vinho” que representa o que de mais pitoresco Lisboa tem para oferecer.

Entre cantigas e muitas histórias, os moradores do pátio não se esquecem de lembrar Barbosa das suas raízes beirãs e Barbosa perde as estribeiras de cada vez que um deles o provoca!

Mas o destino tem hora marcada para fazer das suas e este ano, o arraial vai mudar para sempre o pátio. Tudo por conta do tal vinho do beirão Barbosa que, afinal, não é de Lisboa, nem carrascão, mas sim, vinho do Dão. E quando o vinho é Dão… até um pátio alfacinha quer ser beirão!”

Deolinda Carvalho vence 2ª Edição do Concurso “Apoie a Economia Local – Compre no Comércio Tradicional de Mangualde”

Pode ser uma imagem de ‎ao ar livre e ‎texto que diz "‎APOIE A ECONOMIA LOCAL ن 2°EDIÇÃO COMPRE NO COMÉRCIO TRADICIONAL DE MANGUALDE‎"‎‎Realizou-se o quarto sorteio da 2ª Edição do Concurso “Apoie a Economia Local – Compre no Comércio Tradicional de Mangualde”: assim aqui ficam os premiados;
1º Prémio – Deolinda Lemos de Carvalho – Quintela de Azurara
 2º Prémio – Paulo Alexandre Almeida da Silva – Mangualde
 3º Prémio – Laurinda Amaral – Mangualde
 4º Prémio – Joaquim Amaral – Almeidinha
 5º Prémio – Gabriela Costa Sousa – Mangualde
 6º Prémio – Maria da Glória Correia Pires – Roriz
 7º Prémio – Alberto Ferreira – Abrunhosa-a-Velha
8º Prémio – Sérgio André Ferreira Rodrigues – Mangualde
 9º Prémio – Ana Rita Salgado de Matos – Mangualde
 10º Prémio – Carla Marisa G. da S. Costa Pereira – Mangualde
 11º Prémio – Catarina Nunes – Quintela de Azurara
 12º Prémio – Mafalda Sofia Peixoto Lopes – Vila Garcia
13º Prémio – Helena Patrícia Serra Messias – Lobelhe do Mato
Os vencedores já foram contactados e facultadas as indicações para se deslocarem à AEM a fim de receberem o seu prémio!
A listagem de estabelecimentos aderentes encontra-se disponível em www.aemangualde.com

Slackline “voa” pelos 4 concelhos do Alto Mondego

É um espetáculo de teatro, mas com a particularidade que é feito em cima de fitas. O primeiro estreou em julho, em Nelas, agora há novos espetáculos em todos os 4 concelhos da rede: Nelas, Gouveia, Fornos de Algodres e Mangualde. Trata-se de uma iniciativa coordenada pelo Campeão Nacional de Slackline, Rui Mimoso, no âmbito da Rede Cultural do Alto Mondego, onde os grandes protagonistas são elementos da comunidade que sobem ao palco para contar diferentes perspetivas de uma história comum. Com o envolvimento da comunidade, espetáculos têm forte ligação ao território.

Espetáculo em Nelas contou com 22 elementos da comunidade

A história por detrás do espetáculo varia de concelho para concelho. Enquanto em Nelas e Mangualde a trama fala de despedidas e de reencontros, das festas e das romarias; em Gouveia, à história junta-se a poesia de Virgílio Ferreira. Em Fornos de Algodres, o desafio é outro, passa por pedir emprestado o olhar do rio Mondego e mergulhar na travessia, no tempo e no espaço, desde a origem aos dias de hoje. A criação faz, ainda, referência às linhas de comboio e ao fadista António Menano. Gouveia recebe os espetáculos nos dias 4 e 5 de setembro. Depois, é a vez de Fornos de Algodres, nos dias 9 de 10 de setembro. A 11 de setembro, o espetáculo regressa a
Nelas. A digressão termina em Mangualde que acolhe o espetáculo no dia 17 de setembro. Todos os espetáculos decorrem ao livre e estão marcados para as 21h30.

Dinamizar o interior do país com atividades culturais distintivas e com uma forte ligação aos territórios é a missão desta iniciativa que quer também aproximar a cultura das suas comunidades. Serão eles os protagonistas. Os espetáculos resultam de um conjunto de capacitações, ondem puderam aprender as bases da modalidade e aplicá-la às artes. Na verdade, um dos pilares desta iniciativa passa pelo intercâmbio cultural entre os vários territórios que têm aqui uma oportunidade de trocar experiências, mas também de desenvolver um sentimento de pertença pela sua terra.

Recorde-se que o projeto “Alto Mondego’ Rede Cultural” junta os municípios de Nelas, Mangualde, Fornos de Algodres e Gouveia e é cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Mangualde recebe espetáculo “Le Magicien”

Uma imagem com texto Descrição gerada automaticamenteO Município de Mangualde vai receber o espetáculo “Le Magicien”, nos dias 27 de agosto e 3 de setembro, pelas 21h30, no Jardim do Rossio e no Largo Dr. Couto, respetivamente. Uma iniciativa que ocorre no âmbito da Programação Cultural em Rede da CIM Viseu Dão Lafões.

“Le Magicien” é um espetáculo de magia, storytelling e teatro imersivo, que ocorrerá em dois dias, em registos diferentes.

O primeiro dia de programação, 27 de agosto, conta com um registo informal, numa experiência imersiva com o público. Pelas 21h30, no Jardim do Rossio o público terá uma experiência individual direta com o Zé Mágico, com o tempo limite de 3 minutos por pessoa. A noção de comunidade estará bem presente, tanto na narrativa do espetáculo como na necessidade de interação com o público. Este espetáculo não necessita de reserva, será por ordem de chegada. Todas as normas impostas pela DGS serão cumpridas.

Já no segundo dia, 3 de setembro, o espetáculo em palco apresentará, pelas 21h30, no Largo Dr. Couto, a história de um ilusionista, artista em vias de extinção, que ruma às aldeias com o seu espetáculo a solo na esperança de recuperar a glória de outros tempos. Neste dia, a lotação é limitada e os lugares são marcados, de forma a respeitar as normas emanadas pela DGS. A entrada é gratuita, mas com aquisição obrigatória de bilhetes na Biblioteca Municipal e/ou na Papelaria Adrião.

A organização solicita a todos que respeitem sempre as regras da DGS e as indicações/sinalética no local, mantendo sempre o distanciamento social de segurança e as regras de etiqueta respiratória.