Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: mercado (Pagina 2)

Tag Archives: mercado

Feira do Vinho “Dão de Penalva”, o “Mercado Rural” em terras de Castendo

   Decorre já neste domingo , dia 23 de agosto (domingo) de 2015, na Praça do Pelourinho, a partir das 15:00 horas, inserido na Feira do Vinho “Dão de Penalva”, o “Mercado Rural”*.   Este certame constitui uma excelente oportunidade para a promoção, mostra e venda de produtos locais.Nesse sentido, todos os interessados em participar, devem inscrever-se na Câmara Municipal, até ao dia 21 de agosto, de forma a criarmos as condições adequadas à sua participação.

* Mercado Rural – Consiste na venda de produtos
locais: hortícolas; frutícolas; flores; plantas aromáticas; avícolas;
cunicultura; pastelaria; doçaria e gastronomia tradicional; pão; queijo e
enchidos; vinhos e licores; mel e azeite; artesanato contemporâneo e
tradicional; antiguidades; velharias; colecionismo e numismática.
  Aberto a empresas, produtores em nome individual e particulares com sede ou residência no concelho, com a organização do Município de Penalva do Castelo.

Por: Mun.Penalva do Castelo

Mercados de Rua dinamizam zona central de Mangualde

7 de junho, 5 de julho, 2 de agosto e
30 de agosto

  A Câmara Municipal de Mangualde convida
todos os vendedores a participar no primeiro Mercado de Rua organizado em
Mangualde e cujo objetivo é ser um mercado de todos para todos. Nos dias 7 de
junho, 5 de julho, 2 de agosto e 30 de agosto (Festas da Cidade), no Largo Dr.
Couto e no Largo do Rossio, estarão à venda os mais variados produtos, para
todos os gostos e carteiras.

 Neste mercado, destinado à venda
de produtos variados, poderá encontrar, entre outras coisas, antiguidades,
bijuteria, produtos da terra, compotas, artesanato e flores.
  As
inscrições para os vendedores já se encontram abertas e podem ser efetuadas no
posto de turismo de Mangualde ou através do telefone 232 613 980 ou do email turismo@cmmangualde.pt.
O custo de participação é de 1,75€/m2, espaço da inteira
responsabilidade do vendedor.
Por: Mun.Mangualde

FAVAS E ERVILHAS SÃO A APOSTA DE ABRIL DO MERCADO MUNICIPAL DE MANGUALDE

  No
âmbito da campanha ‘Sentir os Produtos da Terra. Viver o Mercado
Municipal’, a Câmara Municipal de Mangualde dá destaque às favas e às
ervilhas, no mês de abril.
A
iniciativa acontece todos os meses e surge no sentido de dar a conhecer a
diversidade de cores e sabores que se pode encontrar no mercado
municipal.

Após
as obras de beneficiação e requalificação, levadas a cabo pela Câmara
Municipal de Mangualde, o Mercado Municipal Dr. Diamantino Furtado, em
Mangualde,

reabriu a 5 de março de 2014 ao público. A obra trouxe mais
modernidade e conforto a um espaço que faz parte da história do concelho
de Mangualde. A imagem de todo o espaço foi assim modernizada.
Peixaria, charcutaria, talho, legumes, produtos regionais, pão, flores e
fruta são alguns dos produtos que podem encontrar à venda neste espaço.
Localizado no núcleo histórico da cidade de Mangualde, o mercado está
inserido numa zona marcada pelo comércio tradicional e garante todas as
condições de acesso e utilização a utentes com mobilidade condicionada.

FAVAS E ERVILHAS
  As
leguminosas, nas quais se inserem as favas e as ervilhas, têm
particularidades nutricionais que as tornam muito interessantes: são
ricas em hidratos de carbono de absorção lenta, contêm quantidades
importantes de fibra alimentar, fornecem aproximadamente 10 % do seu
peso em proteínas quando cozidas, são fonte de vitaminas do complexo B e
possuem quantidades apreciáveis de minerais (cálcio, ferro, fósforo,
potássio, magnésio). Para além disso, permitem conjugar o seu consumo
com vários outros alimentos numa variedade gastronómica tipicamente
nacional.  
MERCADO MUNICIPAL DR. DIAMANTINO FURTADO

Horário:

Segunda a sexta-feira: 7h30 às 19h00

Sábado: 7h30 às 13h00

Mercado Municipal da Guarda requalificado já reabriu

  Aconteceu neste sábado, a reabertura do mercado municipal e centro de coordenação de transportes na cidade mais alta do País, onde as imagens falam por si, agora um mercado mais acolhedor e com espaços mais interessantes para todos os vendedores e também para os visitantes.
fonte:Mun.Guarda

Mercado à Moda Antiga em Vila Franca das Naves

 
 

 A localidade de Vila
Franca das Naves, no concelho de Trancoso, acolhe, no domingo, mais uma
edição do Mercado à Moda Antiga promovido pela União de Freguesias de
Vila Franca das Naves e Feital, Câmara Municipal e empresa municipal
Trancoso Eventos.

Além
da tradicional venda de produtos regionais, o mercado vai contar com
animação de concertinas, tasquinhas e artesanato, segundo a organização.
O certame, com início pelas 9 horas, pretende valorizar os produtos
locais e contribuir para o seu escoamento
fonte:Guarda.pt

Mercado Municipal de Celorico da Beira requalificado

Fonte: Guarda Digital

 
Câmara de Celorico da Beira requalificou edifício do Mercado Municipal 

A autarquia
investiu cerca de 240 mil euros na requalificação do Mercado de Feiras e
de Exposições, com o objetivo de dar maior conforto a comerciantes e a
compradores.
As
obras de remodelação do equipamento foram inauguradas no fim de semana,
quando a vila acolheu mais uma edição anual da feira do queijo da Serra
da Estrela. O presidente da autarquia de Celorico da Beira, José
Monteiro, disse hoje à agência Lusa tratar-se de “uma obra que era
necessária há muitos anos”. O edifício, construído há cerca de 30 anos,
“estava degradado e sem o mínimo de condições de utilização”, contou o
autarca. “Além de carecer de obras há muitos anos, estava já em causa a
questão da higiene e da salubridade”, indicou José Monteiro, lembrando
que, desde a sua construção, o imóvel “nunca mais teve obras de
requalificação nem de manutenção”. O projeto de remodelação do Mercado
Municipal representou um investimento de cerca de 240 mil euros, mas a
autarquia de Celorico da Beira contou com uma comparticipação de 200 mil
euros do Proder – Programa de Desenvolvimento Rural. A intervenção
efetuada no edifício contemplou obras ao nível da cobertura, da
pavimentação, das infraestruturas elétricas, de água e de saneamento,
entre outras. O espaço ficou “agradável e moderno” e dignifica “os
feirantes, os produtores e todos os celoricenses e visitantes”, segundo o
presidente da autarquia. “Para o nosso concelho, é uma das obras mais
importantes porque tem a ver com a questão económica”, disse José
Monteiro, indicando que o equipamento municipal, para além de acolher a
feira semanal, à terça-feira, também é palco da feira anual dedicada ao
queijo Serra da Estrela produzido no concelho. O autarca lembrou que o
concelho de Celorico da Beira, que tem o epíteto de “capital do queijo
Serra da Estrela”, contabiliza atualmente cerca de 60 produtores de
queijo de ovelha, considerado o “produto rei” daquele município do
distrito da Guarda.
 

Fonte:Lusa

Mercado de sabores na Quinta das Courelas

SÃO MARTINHO FEST

A Quinta das Courelas vai realizar o evento
Mercado de Sabores.com, durante vários fins-de-semana. Este evento pretende
divulgar os saberes e sabores da nossa beira e não só…
A Quinta das Courelas que é um local de
Emoções, Paixões, Prazeres, Paladares e Sabores da nossa Beira, vai realizar o
São Martinho Fest como primeiro fim-de-semana gastronómico do Mercado de
Sabores.com, nos dias 16 e 17 de novembro de 2013.

Que futuro para a “feira” de Fornos de Algodres?

Quem como eu conheceu a feira de Fornos, fica deprimido ao ver em como
se transformou, em três dezenas de anos. Assim fiquei eu, neste passado
Maio, pois quase que eram mais os vendedores (e são cada vez menos) que
os compradores!
Há varias razoes para isto, mas a principal e sem duvida o despovoamento
do nosso município, para alem desta, há também a grande diferença,
entre o que e a população ainda existente, pois deixou de ser um
concelho essencialmente agrícola, para se transformar num município de
serviços, e ate esses cada vez menos!
Muito se tem falado no retorno a terra (refiro-me a agricultura) e, ate o
presidente, desta triste republica, a isso se referiu, no passado 10 de
Junho. Mas para se voltar para a terra, não pode ser nos moldes
ancestrais, e, que, alguns mais resistentes ainda usam. Pois não se pode
voltar para a terra para perder dinheiro, e, se não houver, quem compre
os produtos agricultados!
E porque me refiro a agricultura, para falar na nossa feira, porque nos
tempos em que era uma grande feira, era devido ao dinamismo agrícola das
nossas gentes.
Ora como se não pode mudar o mundo, temos que mudar com ele, se e que
queremos que ainda haja algum futuro, para a nossa feira e nossa terra!
Ouvi varias opiniões e varias ideias, da nossa gente e, isto que vou
apresentar, não são ideias somente minhas, pelo que não quero nem
credito por elas, nem o titulo de “sumidade”, que já me apresentaram no
passado!
Gostaria portanto, e, já que a feira, realizada as segundas-feiras, não
tem grandes compradores que se mudasse o dia dela; porque não a um
Sábado ou Domingo de manha?
Adoraria também, que embora a “Feira” em si continua-se quinzenal, se
realiza-se semanalmente um mercado agrícola, onde se pudessem escoar os
produtos agrícolas de época!
Bem sei que algumas mudanças, por vezes não são muito bem aceites, por
parte das pessoas habituadas aos costumes antigos, pois algo deste
género, iria fazer mudar algumas coisas, como horário de funcionários e
outros. Mas ate seria uma forma das pessoas comprando ou vendendo, se
deslocassem a vila nos fins de semana, dando assim algum movimento e
negocio, ao comercio e a vila.
E uma pena, que milhares de euros investidos, na reconversão do nosso mercado municipal,

Uma vista aérea parcial de Fornos de Algodres, com o mercado municipal ao fundo!

(tomaram muitas cidades ter um assim) quase só sirvam, para ele ser o nosso “salão de festas”!

txto e foto: al cardoso

Mercado Aberto da Serra em Gouveia e Vila Nova de Tazem

 
 

O
Mercado Aberto da Serra (MAS) vai decorrer em Gouveia e em Vila nova de
Tazem nos dias 18 e 19 de maio. O mercado aberto da serra é uma
iniciativa que teve início em Sandomil destinada a todos os que
produzem/criam/cultiva/transformam produtos que querem vender.

Estão
inscritos para estas duas iniciativas cerca de 40 artesãos e
produtores. Em Gouveia o mercado aberto vai decorrer na praça Alípio de
Melo entre as 10h00 e as 16h00 e em Vila nova de Tazem também entre as
10h00 e as 16h00 na av. Dr. António Borges.
Para além de um espaço de venda, o mercado aberto da
serra pretende ser uma iniciativa de lazer convívio e partilha onde a
criatividade é um ponto comum. “O MAS deseja ser um lugar de
encontro, compra, venda ou troca, cultura e diversão onde todos podem
vir apresentar/mostrar/vender/trocar os seus trabalhos ou produtos
“.
Os interessados em participar nas iniciativas do MAS
podem contactar a organização através do seu site –
http://mercadoabertodaserra.com/sobreomas.html – ou pelo seguinte
contato telefónico: 962095416 (Paula Trindade). 
fonte:municipio de Gouveia