Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Município de Mangualde

Tag Archives: Município de Mangualde

Mangualde sensibiliza comunidade para poupar água

“NÃO DEITE O FUTURO POR ÁGUA ABAIXO!” é a mensagem que visa alertar os cidadãos do concelho para o uso eficiente do bem essencial.

O Município de Mangualde continua a apostar na sensibilização para a poupança de água. A autarquia deu uma nova imagem à campanha com o mote “Não deite o futuro por água abaixo!”, que pretende alertar os cidadãos do concelho para que se “Feche a torneira à seca”.  A iniciativa foi divulgada nas plataformas digitais da Câmara Municipal e, ainda, partilhada com os munícipes através de uma comunicação que acompanhou as faturas da água.

Para além de incentivar à poupança deste bem essencial, a campanha alerta os cidadãos para as perdas de água e oferece várias dicas. Na cozinha: utilizar a máquina de lavar a loiça apenas quando esta estiver cheia; reutilizar a água de lavar os legumes para regar.  Na casa de banho: fechar a torneira enquanto se escova os dentes e se ensaboa no banho; evitar descargas desnecessárias; colocar uma garrafa de água no autoclismo para economizar água; tomar duches rápidos; recolher e reutilizar a água desperdiçada no duche, enquanto aguarda que a água fique quente. No jardim: limitar o uso da água da rede nas regas de espaços verdes e fazê-lo apenas de manhã ou ao anoitecer; optar por captações particulares para usos não potáveis (Ex: rega de jardins/culturas, lavagens de carros, limpezas, etc); não encher as piscinas com água da rede. E, ainda, de manutenção: manter as canalizações, torneiras e máquinas em bom estado; estar atento a qualquer fuga de água nas torneiras ou autoclismos e reparar as mesmas no imediato; e, para lavar o carro, utilizar um balde em vez de uma mangueira.

A autarquia alerta também para as vantagens para o uso eficiente da água: redução do consumo de água, redução do consumo de energia, diminuição do volume de descargas de água residuais e contribuição para a sustentabilidade de consumo de água.

AUTARQUIA ADOTA MEDIDAS PARA REDUZIR O CONSUMO DE ÁGUA 

Além das ações de sensibilização à população para a poupança de água, a autarquia de Mangualde está a levar a cabo um conjunto de ações reduzindo os gastos com água na rega dos espaços verdes, na reativação de furos e poços para o uso de água com origem em diferentes sistemas de abastecimento e na monitorização de toda a rede com vista à mitigação de perdas e fugas.

A autarquia está a acompanhar o evoluir da situação de seca que assola o território e não descarta a possibilidade de serem implementadas mais medidas corretivas bem como em último caso medidas restritivas que contribuam para o eficiente uso da água.

Projeto Comunidade de Energia Renovável (CER) – Centro Urbano de Mangualde  vai ser realidade

PROJETO “COMUNIDADE DE ENERGIA RENOVÁVEL” CHEGA A MANGUALDE

Vai ter lugar apresentação pública ,no dia 8 de agosto, do projeto Comunidade de Energia Renovável (CER) – Centro Urbano de Mangualde no auditório da Câmara Municipal, pelas 21horas.

O Município de Mangualde tem um novo projeto que visa proteger o ambiente e gerar poupança para os cidadãos: a “Comunidade de Energia Renovável” dirigida ao Centro Urbano de Mangualde.

O projeto Comunidade de Energia Renovável (CER) – Centro Urbano de Mangualde é uma iniciativa dinamizada pelo Município, no âmbito da sua estratégia de promoção das energias renováveis no concelho, com o apoio da União das Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta e da Associação Empresarial de Mangualde, que visa beneficiar toda a população local, incluindo os seus moradores, comércio e serviços.

A missão deste projeto é promover a produção local de eletricidade verde, através da criação de uma comunidade de energia renovável que produz a sua própria eletricidade verde, limpa e descarbonizada, e da promoção de boas práticas energéticas junto da comunidade.

Os principais benefícios da participação neste projeto são: redução dos gastos em energia, que se estima poderem gerar poupanças na ordem dos 20% a 30% na fatura mensal de eletricidade; combater a pobreza energética e contribuir para um aumento dos níveis de conforto térmico da população, através do acesso a eletricidade mais barata; redução de emissões de CO2 e independência energética, através da produção descentralizada de energia elétrica de fonte renovável; aumento da competitividade do comércio e serviços abrangidos pela CER.

DESTINATÁRIOS DA CER – COMUNIDADE URBANA DE MANGUALDE

A Comunidade de Energia Renovável – Centro Urbano de Mangualde destina-se a cidadãos titulares de um contrato de eletricidade e cujo local de consumo esteja nas proximidades da central fotovoltaica instalada na UPAC de Mangualde e até ser atingido, por ordem de adesão, o limite de produção da central.

Os membros aderentes a esta comunidade de energia são cidadãos com instalações com utilização de eletricidade em Mangualde (ou a menos de 4 quilómetros), beneficiando da energia produzida pelos painéis solares por um período superior a 20 anos. Para cada habitação ou empresa, em função do seu consumo, é determinada a potência mais indicada para maximizar a sua poupança.

ADESÃO À COMUNIDADE DE ENERGIA RENOVÁVEL

Os interessados em participar ou obter mais informações, poderão fazê-lo através dos números 232 619 880 e 925 785 597 ou do e-mail cermangualde@cmmangualde.pt.

CER TIBALDINHO EM DESENVOLVIMENTO

Igual projeto já arrancou no passado mês em Tibaldinho, com o apoio do Centro Cultural Social e Desportivo de Tibaldinho (CCSDT). O projeto foi apresentado à população em Sessão Pública.

Cristiano Pereira vence ouro nos 5000 metros

Recentemente, Cristiano Pereira, atleta da Casa do Povo de Mangualde, conquistou a medalha de ouro dos 5.000 metros nos Campeonatos da Europa VIRTUS, que decorreram em Cracóvia, Polónia. Face a este feito, o Município de Mangualde liderado por Marco almeida recebeu o atleta e seu treinador João Amaral, no salão nobre da autarquia.

 Uma felicitação especial ao seu treinador João Amaral, pelo excelente trabalho desenvolvido, bem como à Casa do Povo de Mangualde, na pessoa do seu Presidente, Paulo Figueiredo.

Nesta cerimónia esteve presente para além o atleta, do seu treinador, do Presidente da Câmara, Marco Almeida que salientou ser uma conquista que é um orgulho para Mangualde e para todos os mangualdenses. Esteve ainda o vice-presidente João Cruz e também vereador do desporto, assim com o Presidente do clube, Paulo Figueiredo.

Face a isto, este atleta e o seu clube têm representado ao mais alto nível, o concelho e uma região com resultados muito positivos.

 

Foto:MM

“Laboratório Móvel das Ciências – Viseu Dão Lafões” passou por Mangualde

80 alunos do concelho participaram na iniciativa

O Município de Mangualde voltou a acolher o “Laboratório Móvel das Ciências – Viseu Dão Lafões”. Durante o dia de ontem, 22 de julho, o autocarro que esteve estacionado no Jardim do Rossio recebeu 80 crianças, do Agrupamento de Escolas de Mangualde, que participaram na iniciativa desenvolvida na Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões.

Pelo “Laboratório Móvel das Ciências” passaram alunos do 1.º e 2.º ciclo que frequentam os ATL´s do Complexo Paroquial de Mangualde, União de Freguesias Tavares e União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta.

As crianças tiveram ao seu dispor um ambiente pedagógico, rico e diferente do seu contexto normal de aprendizagem, com material e conteúdo estimulante e enriquecedor, que permitiu partir à descoberta do conhecimento.

As atividades tiveram a duração de 1h30m, e permitiram desenvolver várias áreas. Fábrica de Robot, transversal a todos os alunos, permite aos alunos planear e programar as suas soluções, pretende-se com este tema desenvolver o raciocínio na resolução de problemas.

O Corpo Humano é um dos quatro módulos à escolha do professor, engloba um conjunto de experiências que permite aos alunos conhecerem mais o seu corpo.  Já o módulo Os Fenómenos Atmosféricos e Alterações Climáticas tem como objetivo desenvolver atividades práticas que levem o aluno a compreender os diferentes fenómenos meteorológicos. O módulo Engenhos e Engenhocas é uma atividade de construção de pequenas máquinas simples, através de peças e kits de construção versáteis, que permitem associar a diferentes áreas disciplinares. Por fim, o módulo A Nossa Escola remete para a compreensão dos fenómenos responsáveis pelas estações do ano, pelas fases da lua, pelos dias e pelas noites, pela identificação e reconhecimento da diversidade de corpos celestes do sistema solar e os seus constituintes.

“Parque de Street Workout” vencedor do OP Jovem em Mangualde

O projeto vencedor visa a criação de uma zona outdoor de atividade física num espaço urbano de lazer

Já é conhecido o grande vencedor do Orçamento Participativo Jovem do Município de Mangualde: “Parque de Street Workout”.  O projeto que angariou um total de 272 votos, com um orçamento de 10 000 €, será implementado pela autarquia durante o ano de 2022.

Encerrou no dia 18 de julho a votação online desta edição do Orçamento Participativo 2022 de Mangualde, com um total de 500 votos apurados. As propostas submetidas enquadraram-se na área do desporto e inovação e empreendedorismo.

O apuramento de votos para cada um dos projetos a votação pode ser consultado no seguinte link: www.euparticipo.cmmangualde.pt/projetos.

O projeto vencedor, “Parque de Street Workout”, visa a criação de uma zona de treino outdoor de atividade física projetada para ser inserida num espaço urbano de lazer, onde se incluí vários equipamentos para a prática desportiva e atividades de lazer.

O Orçamento Participativo Jovem (OPJ) é uma iniciativa municipal que contribuiu para o exercício de uma participação informada, ativa e responsável, estimulando a consciência coletiva e a responsabilidade comunitária dos jovens de Mangualde, visando reforçar o envolvimento dos mesmos nas dinâmicas de governação do concelho, promovendo assim uma melhor adequação das políticas municipais às necessidades e aspirações da nova geração de adultos/eleitores.

Este OPJ tem os seguintes objetivos principais: incentivar o diálogo entre eleitos, técnicos municipais e a comunidade jovem, na procura das melhores soluções para os problemas tendo em conta os recursos disponíveis; contribuir para a educação cívica, permitindo aos jovens integrar as suas preocupações pessoais com o bem comum, compreender a complexidade dos problemas e desenvolver atitudes, competências e práticas de participação; incrementar uma cultura de cidadania participativa junto da comunidade juvenil, com potencial de difusão junto das famílias e da sociedade Mangualdense; e aprofundar a transparência da atividade da autarquia, o nível de responsabilização dos eleitos e da estrutura municipal, contribuindo para reforçar a qualidade da democracia.

Toda a informação está disponível no site www.euparticipo.cmmangualde.pt.

A realização desta iniciativa demonstra, uma vez mais, a preocupação da Câmara Municipal envolver os seus cidadãos, nomeadamente, os jovens nas dinâmicas de governação e a ambição do Município em ir ao encontro das necessidades e vontades da população.

Comemorações: 25 anos da Biblioteca Municipal, Centenário Dr. Alexandre Alves e 80º aniversário da Revista Beira Alta em Mangualde

O Município de Mangualde, nos próximos dias 9 e 19 de julho, irá acolher duas iniciativas realizadas no âmbito da programação de comemoração do centenário do nascimento de Alexandre Alves, do 25º aniversário da Biblioteca Municipal e do 80º aniversário da Revista Beira Alta. No dia 9 de julho, pelas 21h30, será realizada uma visita guiada às capelas e à ermida da Nossa Senhora do Castelo, acompanhada por momentos musicais protagonizados por elementos da Orquestra POEMa. No dia 19 de julho, pelas 17h30, será apresentada a Revista Beira Alta, nomeadamente, o número especial de homenagem a Alexandre Alves, na Igreja da Misericórdia, e, ainda, conduzida uma visita pela Igreja.

Pretende-se com esta programação revisitar a obra escrita de Alexandre Alves sobre o património de Mangualde, e, também, projetar a sua imagem ao nível da região Dão Lafões sobre a qual desenvolveu investigação.

Neste enquadramento, a Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves em colaboração com a Direção da Revista Beira Alta e o Departamento dos Bens Culturais da Diocese de Viseu uniram-se para apresentar um conjunto de iniciativas tiveram início em maio e decorrerão até dezembro de 2022.

Durante o mês de julho, serão dois os momentos que dão continuidade ao programa.  No dia 9 de julho, pelas 21h30, o público é convidado a subir o escadório da Nossa Senhora do Castelo para uma visita orientada às capelas e à ermida, pelos textos de Alexandre Alves, conduzida por Fátima Eusébio. O percurso será acompanhado com breves performances de violino, protagonizados por elementos da Orquestra POEMa.

No dia 19 de julho, pelas 17h30, será promovida a apresentação da Revista Beira Alta, nomeadamente o número especial de homenagem a Alexandre Alves, que terá lugar na Igreja da Misericórdia. Neste dia, o público será ainda conduzido a uma breve viagem pela Igreja da Misericórdia, através dos textos de Alexandre Alves. A visita estará a cargo de Fátima Eusébio. O final da sessão contará com um momento musical protagonizado por Margarida Ferreira dos Santos.

Protocolo de Cooperação com o Alto Comissariado para as Migrações, I.P. em Mangualde

Vai ocorrer a cerimónia de assinatura de Protocolo de Cooperação no dia 14 de junho, pelas 11h00, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde simbolizando o nascimento do CLAIM Mangualde – Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes de Mangualde, um centro de apoio local que tem como função acolher, informar e apoiar cidadãos migrantes.

Contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, da Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, da Secretária de Estado da Igualdade e Migrações, Isabel Almeida Rodrigues e da Alta-Comissária para as Migrações, Sónia Pereira.

Sendo Mangualde um concelho comprometido e empenhado em promover a inclusão social de todos os seus habitantes, contando na sua população com residentes estrangeiros em número significativo, a criação do CLAIM Mangualde é de extrema importância e relevância no que toca a solidificar as condições de acolhimento, informação e apoio a cidadãos migrantes.

Esta celebração protocolar demonstra que as autarquias locais assumem um papel cada vez mais relevante na implementação da política pública, possibilitando uma maior adequação das respostas através de serviços descentralizados centrados no atendimento de proximidade para permitir uma resposta mais eficaz às populações, em especial às social e economicamente mais vulneráveis.

CLAIM – CENTRO LOCAL DE APOIO À INTEGRAÇÃO DE MIGRANTES

Os CLAIM são gabinetes/espaços de acolhimento, informação e apoio que têm como missão apoiar todo o processo de acolhimento e integração de pessoas migrantes, articulando com as diversas estruturas locais, e promovendo a interculturalidade a nível local. Estes serviços prestam apoio e informação geral em diversas áreas, tais como, regularização, nacionalidade, reagrupamento familiar, habitação, retorno voluntário, trabalho, saúde, educação, entre outras questões do quotidiano. A Rede CLAIM conta também com CLAIM especializados, que intervêm em diferentes áreas, por forma a complementar e solidificar o seu processo de integração.

Com o objetivo de promover uma integração de proximidade, os CLAIM resultam de parcerias estabelecidas entre o Alto Comissariado as Migrações (ACM, I.P.) e autarquias, instituições de ensino superior ou entidades da sociedade civil que, em cooperação, promovem um atendimento integrado. Em algumas regiões, esse atendimento é prestado em regime de itinerância, fazendo chegar o serviço junto de pessoas migrantes que de outro modo não têm acesso a ele, seja por falta de mobilidade ou ausência de outros recursos. O atendimento é personalizado e conta com a colaboração de técnicos e técnicas com habilitações para o efeito.

Santos Populares animam Mangualde

As comemorações do Santos Populares vão  animar o Município de Mangualde. O dia 12 de junho contará com um arraial recheado de música, memórias populares e com gastronomia associada à efeméride, a típica sardinhada. A festa faz-se a partir das 15H00, no Largo do Rossio, com a atuação do Grupo de Concertinas do Dão.

Durante as comemorações, os mangualdenses poderão ainda visitar as Tasquinhas das Associações Culturais de Mangualde, que estarão localizadas no Largo do Rossio, que têm como objetivo promover o convívio e permitir aos visitantes saborear a gastronomia típica destes festejos.

A iniciativa promovida pela autarquia decorre em colaboração com as Associações Culturais de Mangualde.

Exposição “Marcas de Romanização no Concelho de Mangualde”

MANGUALDE ACOLHERÁ CERIMÓNIA DE HOMENAGEM A JORGE NOGUEIRA LOBO DE ALARCÃO E SILVA

O Município de Mangualde vai acolher, no dia 27 de maio, a cerimónia de homenagem a Jorge Nogueira Lobo de Alarcão e Silva, historiador, professor e arqueólogo português. A iniciativa, que decorrerá na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, terá início pelas 21horas e contará com a inauguração da exposição “Marcas de Romanização no Concelho de Mangualde”, que ficará disponível até 3 de junho, com entrada livre. O evento terá continuidade com a apresentação de um filme/documentário, uma conferência com o mote “De Mérida a Viseu, passando por Mangualde, na época romana” tendo como orador Jorge de Alarcão, o momento de homenagem e, ainda, uma iniciativa de cariz musical.

Esta cerimónia, promovida pelo Município de Mangualde e pela Universidade Sénior de Mangualde, visa homenagear o Professor Doutor Jorge Nogueira Lobo de Alarcão e Silva, enaltecendo o seu trabalho como professor, historiador e arqueólogo português.

O programa deste dia 27 de maio inicia com a inauguração da exposição “Marcas de Romanização no Concelho de Mangualde”, pelas 21h. A mostra, que poderá ser visitada até 3 de junho, contemplará peças de vestígios da romanização no concelho de Mangualde, e realiza-se com colaboração/cedência de espólio do Museu de Arqueologia de Viseu, Museu Grão Vasco, Sociedade Martins Sarmento de Guimarães, da Arqueohoje, da Associação Cultural Azurara da Beira e Arqueóloga Clara Portas. Estarão ainda patentes ao público peças da coleção de miniaturas da família José Barros de Viseu e de António Andrade de Nelas, alusivas à temática, bem como uma maquete da Citânia da Raposeira da autoria do Arquiteto Francisco Albuquerque.

Após a visita à exposição, já no auditório da Biblioteca Municipal, será apresentado um filme/documentário intitulado “Romanização em terra dos Araocelenses” da autoria de João Carlos Alves, Presidente da Universidade Sénior, e Grupo Peixoto, ao qual se seguirá a conferência “De Mérida a Viseu, passando por Mangualde, na época romana”, pelo ilustre Professor Doutor Jorge de Alarcão.

O momento de homenagem a Jorge de Alarcão decorrerá após a Conferência referida e será protagonizado por Marco Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, por João Carlos Pinto Ramos, Diretor da Universidade Sénior de Mangualde e contará com a presença de Delfim Ferreira Leão, Vice-Reitor da Universidade de Coimbra.

O evento terminará pelas 23h com um momento musical interpretado pelo Coro dos Antigos Orfeonistas de Coimbra, seguindo-se o encerramento e entrega de lembranças.

Paralelamente, os presentes poderão ainda apreciar a pintura de Aires dos Santos, alusiva ao tema, a doçaria conventual de Arouca e a ginja Vitor de Carregal do Sal.

Construção do Ecocentro de Mangualde a curto prazo

Decorreu uma reunião no Município de Mangualde com o Secretário Executivo do Planalto Beirão, José Portela, e o Vice-Presidente e responsável pelo Pelouro do Ambiente e Sustentabilidade da Câmara Municipal de Mangualde, João Pedro Cruz, onde foram ultimados os preparativos para a construção do Ecocentro de Mangualde.

O projeto de execução do futuro Ecocentro de Mangualde será realizado durante este ano de 2022, prevendo a autarquia que seja lançado o concurso público e que a obra esteja concluída até ao final de 2023. O Ecocentro de Mangualde será um espaço destinado a receber separadamente diversos materiais para posterior tratamento e/ou reciclagem.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, “este é um investimento necessário e esperado pela população há muitos anos, que agora vai ser uma realidade e que para isso muito contribuiu a vontade que demonstrámos nos últimos meses junto do Planalto Beirão em querer resolver urgentemente este problema”.

O Vice-Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Pedro Cruz, destacou que “o Ecocentro de Mangualde deve ser visto com uma infraestrutura que aporta mais valor ao território, no âmbito da gestão de resíduos, promovendo a recolha e tratamento seletivo dos resíduos e a transição cada vez mais do nosso território de uma economia linear para uma economia circular. Ao mesmo tempo disponibilizamos um serviço que todos os mangualdenses desejam há muito tempo.