Início » Tag Archives: Município de Mangualde

Tag Archives: Município de Mangualde

Turismo debatido em Mangualde

Foi uma noite bastante animada no auditório da Câmara Municipal de Mangualde, com uma palestra da iniciativa do Rotary Club presidido por José Ribeiro, sob o tema: “O Turismo como alavanca do desenvolvimento das regiões do interior”.
Este foi um tema que na sessão de abertura, o Presidente do Rotary Club enalteceu a presença de tantas pessoas das mais diversas secções com ligação ao turismo e também Marco Almeida, presidente do Município esteve na abertura, onde deixou algumas considerações de como vai ser trabalhado através da Câmara, o turismo na cidade e no seu concelho. Por fim , Cristina Barroco, docente no Instituto Politécnico de Viseu (IPV), trouxe uma apresentação direcionada para o desenvolvimento do turismo neste concelho mangualdense.

 

 

Mangualde- Palestra”O Turismo como alavanca do desenvolvimento das regiões do interior”

O Turismo é um dos setores mais relevantes para o desenvolvimento económico do país e também o deverá ser para o da nossa região.
O Turismo oferece oportunidades de crescimento económico, de surgimento de novas oportunidades de negócio e de novos investimentos em diversos sectores de atividade, não apenas no dos agentes turísticos, e, sobretudo, potencia a criação de emprego.
Entendemos assim que uma aposta no turismo qualificado e sustentável poderá ser uma das prioridades para o desenvolvimento das regiões do interior, como um veículo para a visibilidade territorial, a criação de riqueza, a superação de dificuldades económicas e, não menos importante, para a fixação de populações.
Desta forma, o Rotary Club de Mangualde em parceria com a Câmara Municipal de Mangualde,  gostaria de poder contar com a vossa estimada presença na Palestra Pública: O Turismo como alavanca do desenvolvimento das regiões do interior, proferida por Cristina Barroco, Pró-Presidente para a Ligação à Comunidade e Transferência de Conhecimento do Instituto Politécnico de Viseu, que se realizará no próximo dia 24 de Novembro de 2022, pelas 21h00, no Auditório da Câmara Municipal de Mangualde, conforme convite que anexamos.

Biblioteca Dr. Alexandre Alves assinala 25 anos em Mangualde

Concerto OS POETAS – Entre Nós e as Palavras, com Rodrigo Leão, Gabriel Gomes e Miguel Borges, sessão comemorativa, contos, troca de livros usados, uma maratona de poemas, uma oficina de biblioterapia, e muitas outras atividades.

A Biblioteca Dr. Alexandre Alves, do Município de Mangualde, celebra 25 anos de existência, no próximo dia 22 de novembro. Para assinalar a data, a autarquia promove uma programação especial, que engloba uma sessão comemorativa, concertos, uma noite dedicada aos contos, troca de livros usados, uma maratona de poemas e contos, oficinas de biblioterapia, e muitas outras atividadesEste programa integra atividades de entrada livre, mas, também, ações que carecem de marcação prévia, através do 232 619 889, ou aquisição de bilhetes na Biblioteca e Papelaria Adrião.

Ao longo do ano, a Biblioteca Municipal de Mangualde promove diversas ações culturais dinâmicas. Agora, chega a altura de celebrar o seu 25.º aniversário, e, para isso, irá promover uma programação especial, com diversas atividades, com o intuito de fomentar o gosto pela literatura e despertar o interesse pela cultura.

Os festejos têm início no dia 19 de novembro, pelas 21h30, com uma noite de contos com Jorge Serafim. A iniciativa, que tem lugar nas instalações da Biblioteca Municipal, conta com o reencontro de participantes do “Dormir com Livros” e com a celebração do Dia Nacional do Pijama. O momento integra também uma ceia literária partilhada, fruto da participação de todos os participantes. As sessões desta atividade são gratuitas, mas carecem de marcação prévia através do 232 619 889.

A celebração continua no dia 22 de novembro, entre as 9h30 e as 17h30, nas instalações da Biblioteca Dr. Alexandre Alves. A programação deste dia integra diversas ações: troca de livros usados, maratona de poemas e contos, oficina de biblioterapia, entrega de certificados aos melhores leitores do ano e, ainda, cantar os parabéns à Biblioteca. A maratona de poemas e contos é uma sessão gratuita, mas carece de inscrição prévia, que deverá ser feita pelo contacto 232 619 889.

A sessão comemorativa do 25.º aniversário da Biblioteca Municipal de Mangualde tem data marcada para o dia 26 de novembro, pelas 15h00, nas instalações da Biblioteca. A sessão de abertura conta com a presença de Marco Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, e com o Presidente da CIM Dão Lafões (a confirmar). Desta sessão fará parte a Conferência “O Sistema de Informação de Biblioteca ao Serviço da Comunidade: das Bibliotecas físicas às Bibliotecas humanas”, por Maria Beatriz Marques, Professora de Ciência da Informação, da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Em grande destaque nesta sessão comemorativa estão a Exposição e Tertúlia “Alexandre Alves, traços de uma vida a investigar e a divulgar”, organizada pela Câmara Municipal, pela CIM Dão Lafões e pelo Departamento dos Bens Culturais da Diocese de Viseu, que trarão diversos convidados à Biblioteca Municipal de Mangualde para celebrar este aniversário e o seu patrono. Para finalizar a sessão decorrerá um momento musical e um Dão de Honra. Todas estas atividades são gratuitas, mas carecem de marcação prévia através do 232 619 889.

Concerto OS POETAS – Entre nós e as Palavras, com Rodrigo Leão, Gabriel Gomes e o ator Miguel Borges

Neste último dia de comemorações (26 de novembro), os 25 anos da Biblioteca são também assinalados com um concerto dos POETAS – Entre Nós e as Palavras, com Rodrigo Leão, Gabriel Gomes e Miguel Borges, pelas 21h30, no Complexo Paroquial de Mangualde. O bilhete para o concerto pode ser adquirido na Biblioteca Municipal e na Papelaria Adrião.

Exposição “CONTRASTES” visitada pelos Bibliotecários da CIM Viseu Dão Lafões

Iniciativa que lançou o desafio para que a exposição “CONTRASTES” circule em itinerância pelos 14 municípios da Região.

O Município de Mangualde acolheu, na passada sexta-feira, dia 21 de outubro, os Bibliotecários de Leitura Pública da Rede Intermunicipal Viseu Dão Lafões.O encontro foi marcado pela visita à exposição “CONTRASTES”, da autoria do mangualdense Sérgio Amaral, patente na Biblioteca Municipal, no sentido de lançar o desafio para que a mostra circule pela Região.

Reunidos em Mangualde num encontro informal onde partilharam preocupações e discutiram ideias sobre as suas bibliotecas, os representantes dos 14 Municípios da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões, através da Rede Intermunicipal de Bibliotecas Viseu Dão Lafões (RIBVDL), participaram numa visita guiada à Exposição “Contrastes”, de Sérgio Amaral, que estará patente na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, até 18 de novembro de 2022.

A visita à mostra teve como objetivo dar a conhecer a obra, para que depois de apresentada em Mangualde a exposição “CONTRASTES”, circule em itinerância por toda a Região Dão Lafões.

EXPOSIÇÃO “CONTRASTES”

A Exposição “CONTRASTES” acontece a favor da plena felicidade do ser humano, em comunhão estreita com todos os seres vivos e vegetais e pela preservação do planeta terra.

O título da exposição foi inspirado em pequenos textos escritos durante a execução dos desenhos. O caos, a serenidade, o equilíbrio, o transtorno, o sublime, convivem naturalmente.

Na aparente desordem dos materiais, das cores, das formas, das ideias, etc. etc., está a beleza eterna. A verdadeira riqueza é a da diferença. A verdadeira riqueza está no contraste.

A Exposição “CONTRASTES” pretende levar o espetador a tomar consciência perante a diferença. O percurso foi desenhado através de uma série de instalações construídas com diferentes materiais, alguns reciclados. O percurso pela narrativa de formas, cor e luz pode levar o espetador a exercer sob a subconsciente, a dúvida e, consequentemente, a transformação necessária a uma sociedade mais justa, generosa e amiga do ambiente.

No fundo a construção de uma sociedade humana, numa terra luminosa.

Municípios de Mangualde e Penalva do Castelo distinguidos como Prémio “Viver Em Igualdade”

Os Municípios de Mangualde e Penalva do Castelo foram distinguidos como Prémio “Viver Em Igualdade” para o biénio 2022-2023. O Júri de Seleção da 6ª Edição do Prémio “Viver Em Igualdade”, constituído por Catarina Salles, enquanto investigadora, em representação da Universidade da Beira Interior, por Tatiana Moura, em representação da APEM – Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres, que se encontra representada no Conselho Consultivo da CIG – Secção das ONG´s e por Sandra Ribeiro, enquanto Presidente da CIG – Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, após análise das candidaturas admitidas, decidiu premiar 33 Municípios, entre os quais Mangualde, Penalva do Castelo e uma Junta de Freguesia.

Mangualde foi reconhecido pelo trabalho realizado na promoção da igualdade, um prémio que distingue municípios com boas práticas na integração da igualdade de género, cidadania e não discriminação”, começa por enaltecer Marco Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde. “Temos colocado em prática a promoção da igualdade de género, essencial para garantir a qualidade de vida em todas as esferas da sociedade numa lógica de coesão social”. O foco é em “dar continuidade ao compromisso de fomentar a cidadania, a igualdade de oportunidades e da não discriminação”, destaca ainda Marco Almeida.

Em 2020, Mangualde já havia sido distinguido com uma menção honrosa “Viver em Igualdade”.

O prémio é uma iniciativa bienal, promovida pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG), no âmbito da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação. Tem como objetivo de distinguir municípios com boas práticas na integração da dimensão da Igualdade de Género, Cidadania e Não Discriminação, quer na sua organização ou funcionamento, quer nas atividades por si desenvolvidas.

Secretária de Estado da Igualdade e das Migrações visitou Mangualde

Visita que se centrou nas obras da futura Estrutura Residencial para pessoas idosas vítimas de violência doméstica (ERPI), investimento no valor de mais de 1.300.000€.

A Secretária de Estado da Igualdade e das Migrações, Isabel Rodrigues, esteve de visita ao concelho de Mangualde, na freguesia da Cunha Baixa, mais concretamente em Abrunhosa do Mato, onde a governante testemunhou as obras da futura Estrutura Residencial para pessoas idosas vítimas de violência doméstica (ERPI), investimento no valor de mais de 1.300.000€, tendo como entidade promotora o Centro Social e Paroquial de Cunha Baixa, em parceria com o Município de Mangualde.

Este projeto, inovador em Portugal, visa promover a integração social, combater a pobreza, bem como qualquer tipo de discriminação, numa população idosa e feminina.

Para Marco Almeida, “esta visita focou-se essencialmente na evolução das obras da futura ERPI. É com muita honra e sentido de responsabilidade que o Município de Mangualde, em parceria com o Centro Social e Paroquial da Cunha Baixa, acolhe mais uma resposta social de âmbito nacional no nosso concelho”. O Presidente da Câmara Municipal de Mangualde sublinhou ainda que “esta é uma problemática que todos devem estar atentos e Mangualde dá assim o seu contributo para a ajudar a minimizar o flagelo da violência doméstica que também, infelizmente, se verifica na população idosa.”

Acompanharam o Presidente da Câmara Municipal e a Secretária de Estado da Igualdade e das Migrações, o Presidente da Junta de Freguesia da Cunha Baixa, Paulo Marques, a vereadora da Ação Social, Maria José Coelho, o Presidente da Direção do Centro Social e Paroquial de Cunha Baixa, Padre Paulo Domingues, bem como os restantes elementos da direção, e o Vice-presidente da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG), Manuel Albano.

Fotos:MM

Ermida de Nossa Senhora de Cervães, em Santiago de Cassurrães com visita guiada

Comemorações: 25 anos da Biblioteca Municipal, Centenário Dr. Alexandre Alves e 80º aniversário da Revista Beira Alta

Iniciativa foi conduzida por António Tavares, através dos textos de Alexandre Alves e contou com momento musical.

O Município de Mangualde promoveu, no passado dia 17 de setembro, uma visita guiada ao seu património, à Ermida de Nossa Senhora de Cervães, em Santiago de Cassurrães, através dos textos de Alexandre Alves. A iniciativa decorreu no âmbito das comemorações do centenário do nascimento de Alexandre Alves, dos 25 anos da Biblioteca Municipal e dos 80 anos da Revista Beira Alta.

À semelhança das anteriores visitas realizadas no âmbito da programação celebrativa, à Igreja de São Julião, ao escadório e Ermida de Nossa Senhora do Castelo e Igreja da Misericórdia, conduzidas por Fátima Eusébio, doutorada em História da Arte Barroca, Diretora da Revista Beira Alta e Coordenadora do Departamento dos Bens Culturais da Diocese de Viseu, a partir das obras de Alexandre Alves, foi também através das palavras de Alexandre Alves, especialmente do artigo “Um relicário de arte abandonada: a Ermida de Nossa Senhora de Cervães, na freguesia de Santiago de Caçurrães, concelho de Mangualde”, que António Tavares, especialista em Património e historiador do Município de Mangualde, conduziu a visita à Ermida de Nossa Senhora de Cervães, em Santiago de Cassurrães.

Durante a visita, o público teve ainda oportunidade de assistir a vários momentos musicais protagonizados pelo Grupo Coral de São José da Paróquia de Cunha Baixa, que homenageou Alexandre Alves com a sua prestação.

Este conjunto de visitas está a ser desenvolvido pelo Município de Mangualde, através da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em parceria com a CIM Dão Lafões, Direção da Revista Beira Alta e o Departamento dos Bens Culturais da Diocese de Viseu.

Para além das visitas guiadas já realizadas, na programação comemorativa que prevê iniciativas até ao final do ano, consta, ainda, uma exposição documental sobre o fundo bibliográfico Alexandre Alves, da Biblioteca Municipal, que decorrerá no mês de novembro, pela data do aniversário de abertura ao público desta mesma Biblioteca.

Mangualde sensibiliza comunidade para poupar água

“NÃO DEITE O FUTURO POR ÁGUA ABAIXO!” é a mensagem que visa alertar os cidadãos do concelho para o uso eficiente do bem essencial.

O Município de Mangualde continua a apostar na sensibilização para a poupança de água. A autarquia deu uma nova imagem à campanha com o mote “Não deite o futuro por água abaixo!”, que pretende alertar os cidadãos do concelho para que se “Feche a torneira à seca”.  A iniciativa foi divulgada nas plataformas digitais da Câmara Municipal e, ainda, partilhada com os munícipes através de uma comunicação que acompanhou as faturas da água.

Para além de incentivar à poupança deste bem essencial, a campanha alerta os cidadãos para as perdas de água e oferece várias dicas. Na cozinha: utilizar a máquina de lavar a loiça apenas quando esta estiver cheia; reutilizar a água de lavar os legumes para regar.  Na casa de banho: fechar a torneira enquanto se escova os dentes e se ensaboa no banho; evitar descargas desnecessárias; colocar uma garrafa de água no autoclismo para economizar água; tomar duches rápidos; recolher e reutilizar a água desperdiçada no duche, enquanto aguarda que a água fique quente. No jardim: limitar o uso da água da rede nas regas de espaços verdes e fazê-lo apenas de manhã ou ao anoitecer; optar por captações particulares para usos não potáveis (Ex: rega de jardins/culturas, lavagens de carros, limpezas, etc); não encher as piscinas com água da rede. E, ainda, de manutenção: manter as canalizações, torneiras e máquinas em bom estado; estar atento a qualquer fuga de água nas torneiras ou autoclismos e reparar as mesmas no imediato; e, para lavar o carro, utilizar um balde em vez de uma mangueira.

A autarquia alerta também para as vantagens para o uso eficiente da água: redução do consumo de água, redução do consumo de energia, diminuição do volume de descargas de água residuais e contribuição para a sustentabilidade de consumo de água.

AUTARQUIA ADOTA MEDIDAS PARA REDUZIR O CONSUMO DE ÁGUA 

Além das ações de sensibilização à população para a poupança de água, a autarquia de Mangualde está a levar a cabo um conjunto de ações reduzindo os gastos com água na rega dos espaços verdes, na reativação de furos e poços para o uso de água com origem em diferentes sistemas de abastecimento e na monitorização de toda a rede com vista à mitigação de perdas e fugas.

A autarquia está a acompanhar o evoluir da situação de seca que assola o território e não descarta a possibilidade de serem implementadas mais medidas corretivas bem como em último caso medidas restritivas que contribuam para o eficiente uso da água.

Projeto Comunidade de Energia Renovável (CER) – Centro Urbano de Mangualde  vai ser realidade

PROJETO “COMUNIDADE DE ENERGIA RENOVÁVEL” CHEGA A MANGUALDE

Vai ter lugar apresentação pública ,no dia 8 de agosto, do projeto Comunidade de Energia Renovável (CER) – Centro Urbano de Mangualde no auditório da Câmara Municipal, pelas 21horas.

O Município de Mangualde tem um novo projeto que visa proteger o ambiente e gerar poupança para os cidadãos: a “Comunidade de Energia Renovável” dirigida ao Centro Urbano de Mangualde.

O projeto Comunidade de Energia Renovável (CER) – Centro Urbano de Mangualde é uma iniciativa dinamizada pelo Município, no âmbito da sua estratégia de promoção das energias renováveis no concelho, com o apoio da União das Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta e da Associação Empresarial de Mangualde, que visa beneficiar toda a população local, incluindo os seus moradores, comércio e serviços.

A missão deste projeto é promover a produção local de eletricidade verde, através da criação de uma comunidade de energia renovável que produz a sua própria eletricidade verde, limpa e descarbonizada, e da promoção de boas práticas energéticas junto da comunidade.

Os principais benefícios da participação neste projeto são: redução dos gastos em energia, que se estima poderem gerar poupanças na ordem dos 20% a 30% na fatura mensal de eletricidade; combater a pobreza energética e contribuir para um aumento dos níveis de conforto térmico da população, através do acesso a eletricidade mais barata; redução de emissões de CO2 e independência energética, através da produção descentralizada de energia elétrica de fonte renovável; aumento da competitividade do comércio e serviços abrangidos pela CER.

DESTINATÁRIOS DA CER – COMUNIDADE URBANA DE MANGUALDE

A Comunidade de Energia Renovável – Centro Urbano de Mangualde destina-se a cidadãos titulares de um contrato de eletricidade e cujo local de consumo esteja nas proximidades da central fotovoltaica instalada na UPAC de Mangualde e até ser atingido, por ordem de adesão, o limite de produção da central.

Os membros aderentes a esta comunidade de energia são cidadãos com instalações com utilização de eletricidade em Mangualde (ou a menos de 4 quilómetros), beneficiando da energia produzida pelos painéis solares por um período superior a 20 anos. Para cada habitação ou empresa, em função do seu consumo, é determinada a potência mais indicada para maximizar a sua poupança.

ADESÃO À COMUNIDADE DE ENERGIA RENOVÁVEL

Os interessados em participar ou obter mais informações, poderão fazê-lo através dos números 232 619 880 e 925 785 597 ou do e-mail cermangualde@cmmangualde.pt.

CER TIBALDINHO EM DESENVOLVIMENTO

Igual projeto já arrancou no passado mês em Tibaldinho, com o apoio do Centro Cultural Social e Desportivo de Tibaldinho (CCSDT). O projeto foi apresentado à população em Sessão Pública.

Cristiano Pereira vence ouro nos 5000 metros

Recentemente, Cristiano Pereira, atleta da Casa do Povo de Mangualde, conquistou a medalha de ouro dos 5.000 metros nos Campeonatos da Europa VIRTUS, que decorreram em Cracóvia, Polónia. Face a este feito, o Município de Mangualde liderado por Marco almeida recebeu o atleta e seu treinador João Amaral, no salão nobre da autarquia.

 Uma felicitação especial ao seu treinador João Amaral, pelo excelente trabalho desenvolvido, bem como à Casa do Povo de Mangualde, na pessoa do seu Presidente, Paulo Figueiredo.

Nesta cerimónia esteve presente para além o atleta, do seu treinador, do Presidente da Câmara, Marco Almeida que salientou ser uma conquista que é um orgulho para Mangualde e para todos os mangualdenses. Esteve ainda o vice-presidente João Cruz e também vereador do desporto, assim com o Presidente do clube, Paulo Figueiredo.

Face a isto, este atleta e o seu clube têm representado ao mais alto nível, o concelho e uma região com resultados muito positivos.

 

Foto:MM