Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Município de Mangualde

Tag Archives: Município de Mangualde

Mangualde dispõe de dois centros de testagem à Covid-19

O Município de Mangualde, numa parceria com duas farmácias do concelho, promoveu a abertura de dois centros de testagem à COVID19 em formato “drive thru”,
Para o Presidente da Câmara de Mangualde, “a abertura destes dois centros de testagem vai ao encontro da evolução da situação epidemiológica no concelho de Mangualde e da região que continua a progredir desfavoravelmente. Esta é uma resposta urgente e necessária aos tempos que se avizinham”.
Um dos centros está em atividade no recinto da feira semanal e o outro junto à farmácia no Bairro da Gândara.
Os centros de testagem funcionam com os seguintes horários:
Recinto da feira semanal (Farmácia Feliz) – segunda a sábado 10h às 18h
nas quintas-feiras de feira quinzenal (segundas e quartas quintas de cada mês) a testagem será em modo pedonal
Bairro da Gândara (Farmácia Avenida) – segunda a sexta 9:30h / 12:30h e das 14:30h / 18:30h e aos sábados das 9:30h às 13h

Compostores domésticos entregues nas Escolas de Mangualde

O Município de Mangualde já iniciou  a entrega de compostores domésticos na Escola Gomes Eanes de Azurara, com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, e do Vice-Presidente e Vereador do Ambiente e Sustentabilidade, João Pedro Cruz, surge , no âmbito da implementação do Projeto “Biobairros – da Terra à Terra”, promovido pelo Fundo Ambiental e pelo Ministério do Ambiente e Acão Climática.

O projeto contempla a distribuição de 35 compostores domésticos pela comunidade escolar do concelho e tem como principais objetivos promover a valorização de resíduos orgânicos, reduzindo a quantidade de resíduos enviados para aterro, bem como promover o aproveitamento do composto natural para fertilização dos espaços verdes das escolas e sensibilizar a comunidade escolar para esta temática.

O Município de Mangualde contribui assim com mais uma iniciativa rumo a uma maior sustentabilidade ambiental.

Município de Mangualde aprovou orçamento de 2022 no valor de 34.014.441 euros

Foi aprovado recentemente na reunião de câmara ordinária , pelo Município de Mangualde o orçamento para 2022, com os votos contra da coligação PSD-CDS. O orçamento base é um dos maiores dos últimos anos, no valor global de 34.014.441 euros.

As grandes opções do plano assentam num investimento previsto no valor de 18.595.260 euros, sendo que as prioridades de investimento enquadram-se no atual quadro comunitário, na estratégia do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência e na estratégia do Portugal 20/30.

ORÇAMENTO PRETENDE DAR RESPOSTA À PANDEMIA DE COVID-19,

À EMERGÊNCIA ENERGÉTICA, À EMERGÊNCIA CLIMÁTICA E À TRANSIÇÃO DIGITAL DO CONCELHO

Os eixos estratégicos prioritários assentam na inovação, na sustentabilidade dos recursos, na coesão social e na qualidade de vida dos mangualdenses. O orçamento da Câmara Municipal de Mangualde pretende, de forma integrada, dar resposta à pandemia de COVID-19, à emergência energética, à emergência climática e à transição digital do concelho.

O orçamento e as suas grandes opções são documentos projetados com planeamento e visão estratégica, que procuram o exercício de boas práticas de gestão autárquica como o rigor e o equilíbrio orçamental, mantendo desta forma políticas de controlo do endividamento, assunção de novas competências e responsabilidades no âmbito do processo de descentralização para as autarquias e reforço da qualidade de vida de todos os mangualdenses.

Seminário “Trabalhar com a Diferença”em Mangualde

 O CLDS4G de Mangualde, em parceria com a Associação Pais-em-Rede – núcleo de Mangualde, e em colaboração com o Município de Mangualde e a Associação Empresarial, irá promover, no dia 3 de dezembro, o seminário “Trabalhar com a Diferença”.  A iniciativa, que assinala o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, decorrerá pelas 14 horas, na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves.

A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição obrigatória. As inscrições deverão ser feitas através do preenchimento do seguinte formulário: https://clds4gmangualde.pt/?page_id=5645.

O objetivo desta iniciativa é informar e sensibilizar o tecido empresarial da região, as IPSS’s e instituições locais, assim como a comunidade em geral para a problemática da baixa taxa de empregabilidade de pessoas com deficiência no concelho, e incentivar à contratação destas.

A sessão será transmitida em live streaming através da página de Facebook da Dão Digital Rádio.

PROGRAMA SEMINÁRIO “TRABALHAR COM A DIFERENÇA”:

14H00 – Receção

Registo dos participantes e entrega de documentação

14h15 – Abertura do seminário

Marco Almeida – Presidente da Câmara Municipal de Mangualde

Márcia Martins – Diretora do Centro Distrital do Instituto da Segurança Social de Viseu

Cristina Azevedo – Coordenadora da Associação Pais em Rede, Núcleo de Mangualde

 

1.º Painel: Estratégias para a integração da pessoa com deficiência no mercado laboral

Moderadora: Maria José Coelho – Vereadora da Ação Social da C.M.M. de Mangualde

14h45 – Programas de Apoio e Incentivos Financeiros à Contratação

Oradora: Rosa Silva – Técnica superior do Centro de Emprego e Formação Profissional de Viseu (I.E.F.P.)

15h15 – Centro de Recursos para a Inclusão

Oradora: Sofia Rodrigues – Responsável pelo Centro de Recrutamento da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Viseu (A.P.P.A.C.D.M.)

Oradora: Cláudia Melo – Psicóloga da A.P.P.A.C.D.M.

15h45 – A empregabilidade das pessoas com deficiência – A importância da mediação

Oradora: Tânia Figueiredo – Psicóloga e Responsável pelo Centro de Recursos da Associação de Solidariedade Social de Lafões (A.S.S.O.L.)

16h15 – Pausa para café – Projeto “Todos na cozinha”

16h30 – Toolkit para empresas

“Como recrutar e integrar pessoas com deficiência”

Orador: Nuno Barros – Diretor da GRACE (Associação de Empresas Responsáveis) e representante da empresa Lipor.

 

2.º Painel: A experiência de estar empregado e de empregar, na 1.ª pessoa

Moderador: Paulo Sousa – Diretor geral da Associação Empresarial da Região de Viseu (A.I.R.V.) e da Associação Empresarial de Mangualde (A.E.M.)

16h50 – Testemunho na primeira pessoa

Orador: Paulo Monteiro

17h00 – Testemunho de um jovem em contexto de trabalho – apresentação em suporte de vídeo (Associação Pais em Rede, Núcleo de Mangualde)

Oradora: Maria João Fonseca – Coordenadora da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves

17h15 -Testemunhos do Empregador

Oradores/as: Sónia Oliveira- Técnica dos Recursos Humanos da PATINTER

                        Fernando Neves – Diretor Financeiro da PATINTER

                        Ana Santos – Diretora dos Recursos Humanos do Grupo CRIAR

17h30 – Debate

17H45 – Encerramento do Seminário

Sara Costa – Presidente da Obra Social Beatriz Pais – Raúl Saraiva

Mangualde-Conferência intitulada “Os Direitos da Criança e o Sistema de Proteção da Criança e do Jovem”

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Mangualde (CPCJ), em colaboração com o Município de Mangualde e em parceria com o Instituto de Apoio à Criança (IAC), irá promover, no dia 3 de novembro, uma conferência intitulada “Os Direitos da Criança e o Sistema de Proteção da Criança e do Jovem”. A iniciativa decorrerá em formato online, pelas 21h00, e tem com público-alvo: pais, educadores e comunidade em geral. Esta é uma iniciativa inserida na operacionalização do Plano Local de Promoção e Proteção das Crianças e Jovens de Mangualde.

 A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição obrigatória. As inscrições deverão ser efetuadas, até ao dia 2 de novembro, através do seguinte e-mail: cpcj.mangualde@cnpdpcj.pt .

 A ação será dinamizada por técnicos do IAC e abordará diversos temas: breve referência aos antecedentes históricos do Direito das Crianças; a Convenção sobre os Direitos da Crianças; as responsabilidades parentais: função e conteúdo; a aquisição gradual da autonomia da criança e do jovem.

Os inscritos, no dia da iniciativa, receberão um link de acesso para aderirem à transmissão online da sessão.

“Sextas da Lua”regressam a Mangualde

O Município de Mangualde vai receber o concerto “Tangerina” na noite de sexta-feira, dia 29 de outubro. O evento, que ocorre no âmbito do “Sextas da Lua”, terá lugar na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, pelas 21h30. Um concerto, de autoria da associação Gira Sol Azul, proporcionará um serão para adultos e crianças.

No átrio espera-o algumas dinâmicas com um cheirinho a Doçuras e Travessuras.

“Tangerina” é um concerto inspirado no livro “A Invenção do Dia Claro de Almada Negreiros”, onde os artistas recuperam a metáfora da tangerina que rola de um cesto até ao mar e descobre o mundo, e com ela também todos partem à descoberta de novos lugares. O concerto irá trazer um reportório com um lado rock/pop, mas cujas composições são muito influenciadas pela harmonia jazz, música erudita e música étnica. Fusão de estilos que caracteriza os vários trabalhos que Ana Bento e Bruno Pinto, intérpretes musicais e cofundadores da associação Gira Sol Azul, têm desenvolvido enquanto dupla de músicos. Ler Mais »

Mangualde recebeu a I Jornada Anual da CPCJ Mangualde

Uma iniciativa, que aconteceu no Auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, foi organizada pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Mangualde (CPCJ), em colaboração com o Município. Foi a “I Jornada Anual da Cpcj Mangualde” , com as intervenções de Marco Almeida, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, e de Fernando Espinha, Presidente da CPCJ de Mangualde, na sessão de abertura.
O segundo momento contou com a intervenção de Ana Gomes, Psicóloga Clínica e co-Fundadora do Projeto “Pais a Bordo”, que abordou o tema “Burnout Parental e os Direitos das Crianças”. Seguindo-se o painel “O direito ao brincar num mundo em mudança, com o orador Carlos Neto, Investigador da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa, e moderação de Tatiana Louro, Psicóloga Clínica. A iniciativa contou, ainda, com um debate.
Durante a tarde, teve lugar uma Mesa Redonda sobre “O Sistema Educacional – a situação de Mangualde”, que contou com diversos intervenientes: Vereador da Educação da Câmara Municipal de Mangualde, Diretor Agrupamento de Escolas de Mangualde, Presidente da Associação de Pais de Mangualde e o Presidente da Associação de Estudantes da Escola Secundária Drª Felismina Alcântara, com moderação de José Miguel Sousa, Diretor do Centro de Formação Edufor Mangualde. Seguindo-se o painel “A Responsabilidade da Comunidade na Promoção dos Direitos da Criança”, com o orador Hélio Bento Ferreira, Coordenador da Equipa Técnica Regional do Centro. Terminando com a realização de um debate.
A sessão de encerramento esteve a cargo de Carlos Peixoto, coordenador do Projeto “Adélia” da CNPDPCJ. Esta ação está inserida na operacionalização do Plano Local de Promoção e Proteção das Crianças e Jovens de Mangualde.

Livro “Mangualde, o Nosso Património” já foi lançado

Foi lançado nesta sexta-feira o livro “Mangualde, o Nosso Património”, uma cerimónia que aconteceu no Salão Nobre da autarquia mangualdense, contou com a presença e intervenções do autor, António Tavares, do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira, do Vereador da Cultura, João Lopes, de Gertrudes Branco, prefacista do livro, e António Amaral, representante da Alcatuna. A edição da obra é da responsabilidade da Câmara Municipal de Mangualde.
Trata-se de uma obra que compila todos os bens patrimoniais do concelho de Mangualde trabalhados na campanha de promoção “Mangualde, O Nosso Património”. O livro visa, assim, dar a conhecer o património herdado e as criações contemporâneas, mas também promover a sua preservação.
A campanha de promoção “Mangualde, O Nosso Património” nasceu em 2011 e teve como objetivo catalogar o património mangualdense e dá-lo a conhecer, aproximando os mangualdenses do seu património. Quinzenalmente e, posteriormente, mensalmente era publicada uma imagem do património e uma nota explicativa do mesmo em formato de cartazes, colocados nas montras de comércio e serviços. Eram ainda produzidos postais, colocados no posto de turismo, bem como adaptada a imagem para as redes sociais e site do Município.
Os interessados em adquirir o livro “Mangualde O Nosso Património” poderão fazê-lo na Papelaria Adrião ou no Posto de Turismo de Mangualde.
O autor, António Tavares, com formação superior em História e Arqueologia, mestre em Gestão e Programação do Património Cultural pela Universidade de Coimbra, é arqueólogo e gestor do património cultural na Câmara Municipal de Mangualde. Acrescenta ainda ao seu currículo: Investigador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX, da Universidade de Coimbra; tem realizado e coordenado trabalhos de arqueologia de salvaguarda e prevenção em obras públicas; responsável por projetos de valorização de sítios e monumentos arqueológicos; tem investigação e publicação de artigos de Arqueologia, História e Património Cultural, em revistas da especialidade e é autor e coordenador de livros, com destaque para “Património Cultural: Gestão e Programação à escala municipal” e “Mangualde desde o Pós-Segunda Guerra Mundial (1953-2015); desenvolveu intensa atividade artístico-cultural, tudo no âmbito das políticas culturais da Câmara Municipal de Mangualde.

Município de Mangualde e o Instituto Piaget assinaram protocolo de cooperação

Foi assinado um Protocolo de Cooperação para introdução do Ensino Superior em Mangualde, visando o desenvolvimento de Cursos de Pós-Graduação, formações especializadas e contínuas. Para o efeito estiveram presentes o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira, e o Presidente e Fundador do Instituto Piaget, António Oliveira Cruz.

Elísio Oliveira sublinha que “o apoio à educação tem sido uma das prioridades do atual executivo. A educação é um elemento essencial, quer para o processo de desenvolvimento pessoal e social, quer no progresso do concelho”. Destaca ainda que “o processo de expansão da rede do ensino superior criará um espaço de oportunidades, de evolução, de potencial, de desenvolvimento e de capacitação. O ensino superior tem um papel indispensável na evolução das sociedades atuais, mas também na atração e fixação de pessoas”.

A seleção dos docentes/formadores dos Cursos de Pós-graduações e de Formação serão aprovados pelos órgãos estatutariamente competentes do Instituto Piaget. A lecionação dos referidos cursos terá lugar nas instalações designadas pelo Município de Mangualde. O Instituto Piaget é a entidade responsável pela gestão pedagógica-científica e administrativa dos Cursos de Pós-graduação e de Formação, sendo que o Município de Mangualde disponibilizará o apoio logístico necessário para a concretização dos Cursos de Pós-graduação e de Formação.

Mangualde acolhe apresentação de livro de António Tavares

Vai ser apresentado no Município de Mangualde , no dia 8 de outubro, o livro “MANGUALDE, O NOSSO PATRIMÓNIO”, no Salão Nobre da Câmara Municipal, pelas 17 horas. A iniciativa contará com a presença de António Tavares, autor do livro, e de Elísio Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.

Trata-se de uma obra que compila todos os bens patrimoniais do concelho de Mangualde trabalhados na campanha de promoção “Mangualde, o nosso Património”. O livro visa dar a conhecer o património herdado e as criações contemporâneas, mas também promover a sua preservação.

O autor, com formação superior em História e Arqueologia, mestre em Gestão e Programação do Património Cultural pela Universidade de Coimbra, é arqueólogo e gestor do património cultural na Câmara Municipal de Mangualde. Acrescenta ainda ao seu currículo: Investigador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX, da Universidade de Coimbra; tem realizado e coordenado trabalhos de arqueologia de salvaguarda e prevenção em obras públicas; responsável por projetos de valorização de sítios e monumentos arqueológicos; tem investigação e publicação de artigos de Arqueologia, História e Património Cultural, em revistas da especialidade e é autor e coordenador  de livros, com destaque para “Património Cultural: Gestão e Programação à escala municipal” e “Mangualde desde o Pós-Segunda Guerra Mundial (1953-2015); desenvolveu intensa atividade artístico-cultural, tudo no âmbito das políticas culturais da Câmara Municipal de Mangualde.