Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: nelas (Pagina 4)

Tag Archives: nelas

Nelas- Assinados contratos de apoio ao empreendedorismo

Aconteceu a assinatura de novos contratos de concessão de apoios ao empreendedorismo, no âmbito do Regulamento de Incentivo ao Comércio Tradicional e Regulamento de Incentivo à Criação do Próprio Emprego, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Nelas,  com os seguintes empreendedores e entidades: MÓNICA MONTEIRO DOS SANTOS, “OCTÁVIO NOGUEIRINHA, UNIPESSOAL LDA”, “TIAGO JOSÉ PINTO, UNIPESSOAL, LDA.” e SERAFIM DE ALMEIDA REIS.

Os incentivos concedidos destinam-se a apoiar o investimento e a formalização de ideias de negócio, abrangendo quatro novos projetos, que vêm promover o desenvolvimento da economia local e a criação de condições de empregabilidades, com apoios no valor de 2.500€, no âmbito do Regulamento de Incentivo ao Comércio Tradicional e 15.300€, no âmbito do Regulamento de Incentivo à Criação do Próprio Emprego, totalizando o valor de 17.800€.

Com esta recente assinatura de quatro novos contratos, e desde o início do ano 2017 até à presente data, o Município de Nelas apoiou, no âmbito do Regulamento de Incentivo à Criação do Próprio Emprego, 11 projetos, com apoios no valor de 43.300€, e no âmbito do Regulamento de Incentivo ao Comércio Tradicional, foram apoiados 12 projetos, com apoios no valor de 39.300€.

O apoio ao empreendedorismo totalizou, assim, nos últimos 4 anos, um montante superior a 100.000€, seja para valorização do comércio tradicional, seja para incentivo à criação do próprio emprego.

AF Viseu-Sorteios dos diversos campeonatos e taça-fase final

O auditório Carlos Costa, acolheu ao fim de tarde de terça-feira, na sede da Associação de Futebol de Viseu (AF Viseu),  os sorteios da Fase de Campeão e da  Taça da Divisão de Honra FEIFIL FEIJÃO E FILHOS S.A., 1ª Divisão Construções Pelezinhos | 2ª Fase Promoção | Zona Norte e Sul, a terem início a 9 de maio.
Confira em baixo o resultado dos sorteios:
Fase de Campeão da Divisão de Honra–𝟭ª 𝗝𝗼𝗿𝗻𝗮𝗱𝗮
GD Resende – SC Penalva do Castelo
CD Cinfães – Carvalhais FC
AD Sátão – GD Oliveira de Frades
ACDR Lamelas – CR Ferreira de Aves
Taça da Divisão de Honra–𝟭ª 𝗝𝗼𝗿𝗻𝗮𝗱𝗮
𝗚𝗿𝘂𝗽𝗼 𝗔
SC Paivense – CA Molelos
SL Nelas – SC de Lamego
𝗚𝗿𝘂𝗽𝗼 𝗕
SC Vale de Açores – GDS Roriz
Nespereira FC – CDR Moimenta da Beira
1ª Divisão Construções Pelezinhos | 2ª Fase Promoção | Zona Norte
𝟭ª 𝗝𝗼𝗿𝗻𝗮𝗱𝗮
Gente Nave-Alvite – GDCP Oliveira do Douro
GD Parada – CD Santacruzense
AC Travanca – A “Os Vouzelenses”
ADR Tarouquense – UD Sampedrense
1ª Divisão Construções Pelezinhos | 2ª Fase Promoção | Zona Sul
𝟭ª 𝗝𝗼𝗿𝗻𝗮𝗱𝗮
GD Santacombadense – ASSRD Vila Chã de Sá
SV Benfica – SC Nandufe
GD Campia – CF “Os Repesenses”
GDR Canas de Senhorim – Moimenta Dão FC

“Feira do Vinho do Dão” em formato digital até 3 de maio

CIM Viseu Dão Lafões e CVR do Dão uma parceria em dott.pt

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, em estreita parceria com a Comissão Vitivinícola Regional do Dão (CVR do Dão), entre os dias 20 de abril e 03 de maio, promovem a Feira do Vinho do Dão, exclusivamente dedicada à comercialização dos melhores néctares da Região Demarcada do Dão.

 A Feira do Vinho do Dão, realizada em formato digital, conta com a presença de mais de 19 produtores de toda a Região Demarcada do Dão e ficará alojada na plataforma de comércio digital dott.pt.

Este mercado online permite aos apreciadores, de qualquer ponto do país, receber, no conforto de sua casa, as melhores castas do Dão, desde o Encruzado à Touriga Nacional, e seus aromas complexos e delicados, que combinam em harmonia com a gastronomia nacional, cuja qualidade tem vindo a ser premiada em diversos concursos internacionais.

  De acordo com o Presidente da CIM Viseu Dão Lafões, Rogerio Mota Abrantes, “A Feira do Vinho do Dão, a exemplo do Mercado Prove Viseu Dão Lafões, que lançámos na plataforma DOTT há cerca de um ano atrás, é mais uma forma de promoção, no mercado nacional, da excelência dos nossos produtos endógenos e neste caso, em particular, da marca Dão”. Referiu, ainda, o Presidente da CIM Viseu Dão Lafões, “que é expetável que esta iniciativa tenha grande impacto nos pequenos e médios produtores da nossa região e que seja uma alavanca para outros produtos regionais, como é o caso do Queijo Serra da Estrela, dos nossos enchidos, entre muitos outros que também estão disponíveis no mercado Prove Viseu Dão Lafões”. 

Para o Presidente da Comissão Vitivinícola Regional do Dão (CVR Dão), Arlindo Cunha “O digital tornou-se fundamental durante o confinamento e uma vez que nem todos os nossos produtores possuem loja online, decidimos avançar com esta Feira de Vinhos do Dão de forma a aproximar ainda mais os consumidores dos nossos vinhos. De realçar que esta plataforma DOTT contém, por iniciativa da CIM Viseu Dão Lafões, um espaço próprio não só para os Vinhos do Dão como para outros produtos endógenos da Região que continua disponível depois da campanha. Esta é uma forma de nos adaptarmos aos novos tempos para continuar a promover o trabalho dos produtores da região”.

Recorde-se que, a Região Demarcada do Dão abrange os municípios de Aguiar da Beira, Fornos de Algodres, Gouveia e Seia do Distrito da Guarda; Carregal do Sal, Mangualde, Mortágua, Nelas, Penalva do Castelo, Santa Comba Dão, Sátão, Tondela e Viseu do Distrito de Viseu; Arganil, Oliveira do Hospital e Tábua do Distrito de Coimbra.

Pórtico de Entrada da Secular “Quinta do Casal Bom” com valorização patrimonial

Vai acontecer no próximo domingo, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, a apresentação de um Painel Explicativo sobre o Pórtico da Quinta do Casal Bom em Santar.

Em 27 de Setembro de 2020, o Serviço de Património Cultural procedeu à limpeza e estudo do conjunto patrimonial do referido pórtico entrada na Quinta do Casal Bom.
Esta ação surgiu no seguimento do reconhecimento de alguns caracteres no lintel do pórtico uns meses antes, com o sol quase rasante ao monumento. Após a análise minuciosa no local, durante a limpeza cuidada dos elementos epigráficos e também com recurso a levantamento fotogramétrico em 3D, foi possível desvendar o mistério oculto durante séculos.

PS- Borges da Silva recandidata-se à Câmara de Nelas

Depois de ter sido eleito em 20132, o atual presidente da Câmara de Nelas, Borges da Silva,eleito pelo PS  recandidata-se ao terceiro mandato para concluir projetos e arrancar com outros planos “estruturais” para o concelho, segundo avançou à Lusa.
Sou conhecedor da máquina municipal, dos fundos comunitários e vem aí um novo quadro, o PT 2030, e está também à porta o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), portanto, teria de propor à comunidade a realização de um terceiro mandato, até do ponto de vista da minha dádiva cívica à Câmara” de Nelas, sustentou o autarca de Nelas.

Covid-19- Centro de Vacinação em Nelas passa para o Cine Teatro municipal

O Centro de Vacinação contra a doença Covid-19 mudar-se-á para o Cineteatro Municipal de Nelas a partir da próxima quinta-feira, dia 8 de abril, saindo do Pavilhão Desportivo Municipal de Nelas, onde se tem mantido desde meados de fevereiro, por razões decorrentes quer do início das atividades escolares, quer da abertura progressiva à atividade desportiva que vai verificar-se em breve.

O novo espaço foi devidamente adaptado ao processo de vacinação que vai decorrer nos próximos meses, tendo sido visitado pelo Diretor Executivo do ACES Dão Lafões, Cabrita Grade, e pelo Presidente da Câmara, José Borges da Silva, confirmando que o mesmo reúne as melhores condições para esse efeito, quer em termos de acessibilidade e mobilidade, quer em termos energéticos, bem como pode propiciar ótimas condições aos munícipes e aos profissionais que ali vão passar a desenvolver a sua atividade.

Até ao momento foram já ministradas no Concelho de Nelas mais de 2300 vacinas, sendo mais de 500 já segundas doses, encontrando-se, pois, cerca de 18% da população vacinada ou já em processo de vacinação.

A Câmara Municipal, que continua a prestar todo o apoio logístico e de recursos humanos à operação de vacinação, continuará a disponibilizar transporte a todos os munícipes que, por qualquer razão, tenham dificuldade em se deslocar para efeito de serem vacinados, continuando a aconselhar que, por razões sanitárias, os munícipes devem, tanto quanto possível, deslocar-se em meios próprios, evitando ajuntamentos ou até a partilha de transporte com outras famílias.

Em matéria Covid-19, continua em funcionamento a Zona de Concentração de Apoio à População, instalada com cerca de 50 camas e os respetivos serviços associados na sede da Associação de Santo António/Bairro da Igreja, em Nelas, instalações que foram também disponibilizadas pela Direção daquela Associação para eventual Centro de Vacinação, situação que não veio a ocorrer por determinação das Autoridades de Saúde Pública em função das condições existentes no Cineteatro Municipal, ficando, no entanto, um agradecimento por tal disponibilização à Direção daquela Associação, agradecimento que se renova por haverem já permitido instalar um equipamento de apoio ao combate da calamidade que vimos vivendo.

Nelas e diversos municípios celebram o Dia Nacional dos Moinhos

Os Municípios de Águeda, Albergaria-a-Velha, Nelas, Sever do Vouga e Vagos associaram-se à iniciativa do Dia Nacional dos Moinhos com uma programação cultural e turística, de promoção e divulgação do património molinológico, ainda marcadamente presente nestes 5 territórios.

Serve também de mote ao arranque do projeto nacional da Rota dos Moinhos de Portugal, projeto que resultou da 1ª edição  do Curso ALA + T, selecionado e apoiado  pelo Turismo de  Portugal.

Assim, sejam bem vindos  todos  os que queiram conhecer estes misteriosos engenhos e estórias que  proliferaram de Norte a Sul do País, e que muito tem a ver com a identidade cultural e etnográfica das comunidades rurais a nível nacional.

Projeto de robótica incluído nas AEC´s do concelho de Nelas

No corrente ano letivo, no concelho de Nelas, as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC’s), habitualmente ministradas por técnicos da Câmara Municipal, além das disciplinas de inglês, música e expressões, incluem também um projeto de robótica. Findas as duas primeiras semanas do projeto de robótica, implementado em todas as turmas dos 3º e 4º anos, dos dois Agrupamentos de Escolas do nosso Concelho, o mesmo teve os seguintes resultados:

– foram abrangidos um total de 153 alunos;

– houve grande recetividade, motivação e concentração por parte dos mesmos, ou seja, um “feedback” muito positivo.

Projeto robótica: um projeto com futuro, num Município que tem uma forte vertente industrial e de investigação e desenvolvimento por parte do seu tecido empresarial.

Diocese de Viseu avança com orientações para a Semana Santa

Pregamos Cristo Crucificado

diocese viseu

D.António Luciano, Bispo da Diocese de Viseu, apresenta as diretrizes para a Semana Santa que está a chegar.

A todas as pessoas de boa vontade:
1. Ser sujeito da própria história da fé ou construtor de um mundo novo e melhor é sempre uma profunda aspiração do homem e da sua realização no plano da salvação. Neste contexto o cristão é o homem da confiança e da esperança. Vivemos um tempo das igrejas vazias (Tomás Halík), e agora voltamos de novo à celebração comunitária e presencial da Eucaristia.
Afirmava Tomás Halík no Domingo de Ramos de 2020: “Não consigo afastar a ideia de que as igrejas vazias e fechadas nesta Páscoa são um sinal de alerta profético. Isso poderá acontecer em breve com a Igreja, se não passar por uma transformação profunda, pela morte e ressurreição, se não tiver coragem de deixar morrer muitas coisas, para que o novo possa surgir renovado para a vida” (O Tempo das Igrejas vazias, p. 73,74).
O Cristianismo e a Igreja nasceram da Páscoa de Jesus Cristo, acontecimento central e fundante da fé em Cristo, Crucificado e Ressuscitado.
Cristo entregou-se à morte na Cruz, assumindo no sofrimento e na morte a sua vitória. Esta foi a hora do Crucificado, em que glorificou o Pai e salvou a humanidade. A fé leva-nos sempre a buscar o próprio Deus, que no caminho quaresmal nos convida à conversão interior e à reconciliação com os irmãos. A Igreja, Mãe e Educadora na fé, deseja que todos os batizados façam este caminho pessoal e comunitário “de arrependimento dos seus pecados, pedindo a Deus o dom do perdão, com um coração sincero, e a procurar o dom da reconciliação com Deus e com os irmãos. O sinal da reconciliação faça crescer os cristãos na comunhão e na unidade. Queremos uma Igreja reconciliada e reconciliadora, que anuncia ao mundo de hoje o Evangelho da misericórdia” (Carta do Bispo de Viseu aos Sacerdotes, Diáconos e Consagrados, 19/03/2021).
Jesus, o Crucificado, é o nosso caminho para a Páscoa, a fortaleza da nossa fraqueza e a esperança da nossa ressurreição. Sabemos que “Deus ama o pecador, mas rejeita os seus pecados e acolhe-o, arrependido de braços abertos (cf. Lc 15, 20). Que todos, ao longo desta Quaresma, em tempo de pandemia, experimentemos a grandeza da conversão e da reconciliação, quer através do Sacramento da Reconciliação, quer através de um ato pessoal de arrependimento e de mudança interior para encontrar a vida nova.
2. A Quaresma, na reta final, convida-nos à celebração do Domingo de Ramos, pórtico da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e da celebração do Mistério da Sua Paixão e Morte, dom gratuito da salvação oferecido à humanidade.
O Mistério da Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, que celebramos no Domingo de Ramos, é fundamental para a nossa fé cristã. Celebramos a entrada solene de Jesus em Jerusalém, como Rei e Senhor da história e da humanidade, montado numa jumentinha e aclamado pela multidão: “Bendito o que vem em nome do Senhor! Hossana nas alturas!”
A celebração e a bênção dos ramos realizam-se dentro das Igrejas, procurando cada um levar o seu ramo para ser benzido. Não devemos partilhar os ramos, por causa da pandemia. Como cristãos, abramos o nosso coração à contemplação de Jesus na Cruz, o Crucificado, que foi elevado para atrair a todos no caminho para a Páscoa. Como ensina São Paulo, os cristãos “pregamos Cristo Crucificado”, e esta é a missão de todos os batizados.
O peditório desta celebração, a Renúncia Quaresmal, este ano destina-se à Diocese de Pemba, Moçambique e a prover as necessidades da Diocese de Viseu. Em tempos de pobreza e vulnerabilidade sejamos generosos.
Coloque cada família uma cruz à entrada da sua casa.
3. A Semana Santa inicia o mistério da nossa salvação. Por isso os sacerdotes, os diáconos, os consagrados e os leigos celebram a Missa Crismal, presidida pelo Bispo da Diocese, na manhã de Quinta-feira Santa, na qual os sacerdotes se reúnem em presbitério e celebram o jubileu da ordenação os que têm 25, 60 e 70 anos de sacerdócio. Todos juntos, renovam as promessas sacerdotais, e benzem-se os Óleos dos Catecúmenos e dos Enfermos, e faz-se a consagração do Santo Crisma.
O Tríduo Pascal inicia-se com a Eucaristia vespertina da Ceia do Senhor, de acordo com o ritual, e, este ano, sem a realização do gesto do lava-pés. Esta celebração evoca a Instituição da Eucaristia, onde Jesus no banquete se dá em alimento: “Ó Sagrado Banquete em que se recebe Cristo e se comemora a Sua Paixão, em que alma se enche de Cristo e nos é dado o penhor da futura glória”.
Jesus celebra a última ceia com os seus discípulos e entrega-lhes o Pão e o Vinho como alimento para fazerem sempre isto em sua memória. “A liberdade que Jesus nos dá, o mundo não a pode dar. Jesus é o caminho rumo à liberdade, a verdade que nos torna livres e a vida que liberta do medo, do pecado e da morte. Quando, juntos, celebramos a Eucaristia, a Ceia do Senhor, abrimo-nos nós mesmos, as nossa vidas, as nossa comunidades e todo o mundo a Cristo libertador” (Tomás Halík, Via Crucis, Paulinas, p. 6). A partilha desta Eucaristia é para ajudar os pobres, porque celebramos o Dia do Mandamento Novo do Amor.
A celebração de Sexta-Feira Santa faz memória da Paixão e Morte de Jesus. “No rito da adoração da Cruz, apenas o sacerdote fará o gesto habitual de adoração”.
Façamos em nossas casas um altar com Jesus Crucificado, diante do qual dediquemos um tempo de oração pessoal e familiar. Meditemos no mistério da cruz e do crucificado e escutemos a oração de Jesus: “Meu Deus, porque me abandonastes”. No abandono, na dor, no sofrimento, “Jesus entrega o seu espírito” ao Pai e experimenta o mistério da morte. “Mas Deus não está morto, não dorme. Nas noites escuras da ocultação de Deus, é preciso viver uma tríplice paciência: na fé, na esperança e no amor” (Tomás Halík, p. 10 e 11).
O peditório deste dia é para os Lugares Santos; sejamos generosos com os cristãos da Terra Santa.
O Sábado Santo é um dia de silêncio, de luto, de oração, de solidão e de repouso. Transformemos as perguntas e dúvidas em oração. “Deus não deixa que a pergunta do seu Filho fique sem resposta: a sua resposta é a luz da manhã de Páscoa” (Tomás Halík, p. 24).
A Vigília Pascal é a “Mãe de todas as Vigílias”. Realiza-se no interior da Igreja, e nela celebramos a vida nova, que em Cristo Ressuscitado foi oferecida à humanidade, vencendo o pecado e a morte. A bênção do lume novo, o cântico do Precónio Pascal, a escuta da Palavra de Deus, o cântico solene do Aleluia, o Evangelho da ressurreição, a oração, a bênção da água e a renovação solene das promessas do Batismo são momentos para celebrarmos o anúncio solene de Cristo Ressuscitado.
O Domingo da Ressurreição, Páscoa do Senhor, centro da espiritualidade cristã, celebra-se dentro da Igreja. Não se realiza a procissão da Ressurreição com Jesus na Eucaristia. Viva-se festivamente a Páscoa, tocando solenemente os sinos. Convido todos os cristãos a colocar uma cruz enfeitada na porta das suas casas ou janelas e a dar destaque ao estandarte de Cristo Ressuscitado.
Vivamos este dia no cumprimento das normas da DGS e das orientações da CEP, que proíbe “as procissões e outras expressões da piedade popular, como as “visitas pascais” e a “saída simbólica de cruzes, de modo a evitar riscos para a saúde pública” (CEP, 11 de março de 2021).
É preciso saber obedecer às orientações. Faço um apelo a todo o povo de Deus para que saiba ser responsável, evitando aglomerações de pessoas nos exteriores das igrejas.
Saibamos todos contribuir para as necessidades da Igreja e para a sustentação do clero, quer seja pela partilha da côngrua, quer pela oferta do folar. Que todos experimentem a Vida Nova em Cristo. Caminhemos juntos, com Cristo Ressuscitado, pelas estradas de Emaús, ao encontro dos irmãos.
Que a Senhora da Alegria e São José encham de gozo espiritual as nossas vidas, enfeitadas com a beleza das flores brancas da Páscoa.
“Desejo a todos Santas Festas de Páscoa em Cristo Ressuscitado. Aleluia! Aleluia!!

Baixou o número de desempregados residentes no Concelho de Nelas em fevereiro

Pelos dados recentemente revelados pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), relativos ao mês de fevereiro de 2021, o número de desempregados residentes no Concelho de Nelas baixou neste mês de fevereiro, existindo agora 451 desempregados inscritos no IEFP.
A Câmara de Nelas congratula-se com esta redução do número de desempregados e enaltece toda a resiliência e investimento por parte dos empresários instalados no Concelho de Nelas no desenvolvimento económico e na criação de emprego, apesar de todas as dificuldades causadas pela pandemia Covid-19.
Para a obtenção destes resultados contribuem também todas as ações desenvolvidas pela Câmara, como a compra e cedência de terrenos, a realização de obras infraestruturais para cativar indústria, comércio e serviços, bem como o apoio e acompanhamento a empresários, podendo todo o tecido empresarial existente no Município recorrer, de forma permanente, aos serviços disponibilizados pela Unidade Empreende, da Câmara Municipal de Nelas.