Início » Tag Archives: poesia

Tag Archives: poesia

21ª Feira do Livro de Pinhel

De 15 a 19 de maio, a Feira do Livro de Pinhel regressa ao Parque Urbano, um espaço aprazível e convidativo, no centro da cidade, onde os leitores poderão juntar o prazer de ler a um passeio pelo parque, mas também a outras expressões artísticas que vão ter lugar neste evento cultural.

Poesia, música e até exercício físico fazem parte do programa, que também inclui encontros e conversas com diversos autores.

Para o público escolar, estão previstas diversas sessões com a autora e ilustradora Ana Filipa Correia que vai falar do seu livro “O meu amigo Falcão” (16 e 17 de maio).

Para o público em geral, destaque para a presença do autor guardense Joaquim Martins Igreja que aqui vai apresentar o seu livro “Contos da Flor e do Fruto” (18 de maio, 21.30h).

Este ano a poesia chega à Feira do Livro através do Agrupamento de Escolas de Pinhel (16 de maio, 21.30h) e a música através da Academia de Música de Pinhel (17 de maio, 21.30h).

Na tarde do dia 18 de maio (sábado), para além da possibilidade de fazer alguns rastreios básicos de saúde, quem visitar a Feira do Livro também poderá participar numa sessão de Pilates.

Programa:

15 de maio | quarta-feira

21.30h | Abertura da 21ª Feira do Livro de Pinhel

16 de maio | quinta-feira

09.30h | Abertura da Feira do Livro

Encontro com Ana Filipa Correia, autora e ilustradora do livro “O meu amigo Falcão”

(atividade dirigida ao público escolar)

21.30h | Sarau de Poesia com alunos do Agrupamento de Escolas de Pinhel

17 de maio | sexta-feira

09.30h | Abertura da Feira do Livro

Encontro com Ana Filipa Correia, autora e ilustradora do livro “O meu amigo Falcão”

(atividade dirigida ao público escolar)

21.30h | Concerto da Academia de Música de Pinhel

18 de maio | sábado

14.00h | Abertura da Feira do Livro

14.00h | “Quem se Cuida vive mais, Vive Melhor” – rastreios de Saúde, realizados pela equipa de saúde da UCC O Falcão – Pinhel (abertos à comunidade)

15.30h | Sessão de Pilates com Maria do Rosário Saraiva

21.30h | Apresentação do livro “Contos da Flor e do Fruto”, de Joaquim Igreja (apresentação a cargo do Prof. José Vaz, Diretor do Agrupamento de Escolas de Pinhel)

“Contos da Flor e do Fruto” é a primeira experiência de ficção de Joaquim Martins Igreja, professor no Agrupamento de Escolas Afonso de Albuquerque (Guarda).

Nesta obra, o autor aventura-se na narrativa de 33 pequenos episódios inspirados na sua aldeia natal, a Castanheira (concelho da Guarda), e “sobretudo nas pessoas, porque estas histórias fazem o retrato da paisagem humana beirã em movimento e conflito, das silhuetas e sombras com que o autor se foi cruzando ao longo da vida, no café, na escola, na rua”. (excerto de entrevista ao jornal O Interior)

19 de maio | domingo

14.00h | Abertura da Feira do Livro

19.00h | Encerramento da Feira do Livro

Semana da leitura 2024 no AEFA

Vai ter lugar mais uma Semana da Leitura no Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres, de 18 a 22 de março. Deste modo com sessões de literacia da informação, a 18, depois , no dia seguinte , o encontro com o autor Filipe Monteiro, depois o concurso de provérbios e da tabuada.

Já nos dias 20 e 21 acontecem sessões de leitura de poesia, saúde oral e contos, desta feita, o AEFA  convida pais, encarregados de educação e restantes familiares para deslocarem-se à sala dos seus educandos e dinamizar um momento de leitura, lendo uma pequena história / conto / excerto de um livro…
Os interessados poderão contactar diretamente o professor bibliotecário ou o diretor de turma do aluno.

20ª Feira do Livro de Pinhel de 17 a 21 de maio

A 20ª Feira do Livro de Pinhel vai ter lugar nas instalações da Biblioteca Municipal Luís Augusto das Neves, de 17 a 21 de maio (terça-feira a domingo), com um programa que inclui música, poesia e também encontros e conversas com os autores António Mota (literatura infanto-juvenil) e Carmen Garcia (autora do blog “mãe imperfeita” e do bestseller “A Última Solidão”).

QUARTA-FEIRA 17
21.30h | Abertura da 20ª Feira do Livro de Pinhel

QUINTA -FEIRA 18
Manhã e Tarde | Encontro com o Escritor António Mota (autor de literatura para crianças e jovens)
Atividade dirigida aos alunos do Pré-Escolar e 1º Ciclo

António Mota é um conhecido autor de literatura para crianças e jovens.
Em 1979 escreveu “A Aldeia das Flores”, o seu primeiro livro.
Já recebeu vários prémios e alguns dos seus livros estão publicados no Brasil e traduzidos para espanhol, galego e sérvio.
21.30h | Orquestra de Guitarras e Grupo de Percussão da Academia de Música de Pinhel

SEXTA-FEIRA 19
21.30h | Grupo de Sopros da Academia de Música de Pinhel

SÁBADO 20
21.30h | Noite de Poesia com o Movimento Poético Pinhelense

DOMINGO 21
15.00h | À conversa com Carmen Garcia (autora do livro “A última Solidão” e do Blog “mãe
imperfeita”)

Carmen Garcia nasceu em Évora, no ano de 1986. Quando era miúda, dizia que queria ser professora de ballet e que não queria ter filhos. Depois cresceu, mudou de ideias, licenciou-se em enfermagem e teve dois filhos, o Pedro e o João. O Pedro, de 5 anos, é surdo profundo com implante coclear. Criou a página “a mãe imperfeita” por sentir que era preciso falar abertamente sobre o lado menos romântico da maternidade.

Tem mais de 180 mil seguidores no Facebook, mais de 96 mil no Instagram e é a enfermeira imperfeita no Twitter (22 mil seguidores). Colunista do jornal Público e autora da coluna “Tanto faz não é resposta”, que sai todos os domingos no caderno P2.

Em 2018 publicou o manual “Os dez mandamentos de uma mãe imperfeita” e em 2019 o seu primeiro romance, “A Anos-Luz”. Em 2020 saiu o seu primeiro livro infantil “Uma Lição de Amor”, que fala sobre amor e inclusão. “Uma Lição de Amor” e “Uma Lição Vinda do Mar” foram bestseller em Portugal.

A Última Solidão, editado em 2022, é o seu primeiro livro de ficção.
19.00h | Encerramento da Feira do Livro

 

Artes ibéricas em Vouzela

O Município abre portas a residência artística que procura valorizar cultura rural contemporânea de origem portuguesa e espanhola

Entre 1 a 10 de novembro, o concelho de Vouzela torna-se palco da Esquina Noroeste, uma residência artística que acolhe quatro coletivos ibéricos, que têm em comum a partilha de vínculos territoriais. Arte sonora, dança, música, performance, poesia, vídeo e outras expressões vão habitar o espaço Lafões.Cult.Lab. Em conjunto representam uma ideia de “ser-em-comum”, num “manifesto em defesa da cultura contemporânea em contexto rural”.

A sua origem encaixa no território noroeste da Península Ibérica, mais especificamente entre Portugal a norte do rio Mondego, a Galiza, Astúrias e Leão. As manifestações
artísticas que se agregam em torno desta unidade territorial, vão coexistir no mês de novembro, em parceria com o Município de Vouzela . Binaural Nodar (Portugal), Oficina
Galega de Outros Asuntos do Movemento (Galiza), La Xata la Rifa (Astúrias) e Somospeces (Léon) são quatro coletivos que trilham um caminho cúmplice.

COLETIVOS ARTÍSTICOS
Binaural Nodar é uma associação cultural portuguesa, com atuação em regiões rurais do norte e centro de Portugal. Desenvolve programação cultural em municípios de Viseu
Dão Lafões e gere um arquivo digital rural com mais de um milhar de documentos sonoros e vídeo. Desde 2006 acolhe ainda um programa de residências artísticas. Atua
em áreas tão diversas como arte sonora, criação multimédia e documentação etnográfica audiovisual.

Oriundo do nordeste da Galiza, a Oficina Galega de Outros Asuntos do Movemento, é um coletivo dirigido a duas mãos. Pela performer, poetisa e produtora cultural – Marina Oural – e, pela cantora, compositora, escritora e psicóloga – Ugia Pedreira. Em conjunto com outras entidades, acionam contextos de arte e saúde em áreas rurais, como o
desenvolvimento de criações artísticas, com temáticas locais e contemporâneas, oficinas- ensaios, conversas criativas e outros formatos.

La Xata la Rifa apresenta-se como um laboratório cénico asturiano, coordenado pela coreógrafa Mónica Confiño, que investiga formas de apresentação, apela a novos
circuitos e tempos artísticos e procura questionar o olhar do espetador. Alguns dos seus espetáculos viajaram um pouco por todo o mundo, da Costa Rica, a Cuba, passando pelos Estados Unidos e França. Criou ainda a Plataforma para Artistas Flutuantes.

Originário da província espanhola de Léon, Somospeces trata-se de um coletivo que atua na área das artes performativas e, que coloca em articulação atores, criadores,
pedagogos, pensadores e performers. Fundado por Alfredo Escapa e Marta Alaiz, dois atores clássicos, influenciados pelos estudos no Centro Coreográfico de Léon e depois
nos trabalhos com Nilo Gallego e Oskar Goméz Mata, atuam hoje em dia sobre diferentes áreas. Entre elas, a pesquisa sobre relações públicas, ação e empoderamento e que
depois traduzem em diferentes formatos, desde conferência, ateliers comunitários, espetáculos, leituras partilhadas, acolhimento artístico, entre outros.

“A Poesia está na rua” em Celorico da Beira

A Biblioteca Municipal de Celorico da Beira, no âmbito da celebração do Dia Mundial da Poesia, que se assinala a 21 de março, lançou o desafio “A Poesia está na rua”.
Todos se podem associar à iniciativa que visa a promoção da leitura e a partilha de livros e autores e participe, até ao próximo dia 15 de março, através do envio (da leitura) de um poema, em formato vídeo, áudio ou texto, de um autor favorito, ou poesia de autor, para o e-mail biblioteca@cm-celoricodabeira.pt, com o seu nome, o título do poema e o nome do livro.
A Biblioteca Municipal procederá à publicação das participações no dia 21 de março e seguintes, na sua rede social e do Município.
Para mais informações contacte a Biblioteca Municipal de Celorico da Beira, através do e-mail biblioteca@cm-celoricodabeira.pt ou do telefone 271712270.

3º Encontro de Poesia em Pinhel

No próximo sábado, dia 24 de março, o Movimento Poético de Pinhel promove o seu 3º Encontro de Poesia.
A iniciativa vai ter lugar na Casa da Cultura, durante o período da manhã, prosseguindo com uma visita a Alverca da Beira no período da tarde.
De referir que este, 3º Encontro visa assinalar a comemoração internacional da Poesia, da Primavera e da Árvore, celebrando igualmente o 3º aniversário do Movimento Poético.
Este ano, a iniciativa integra ainda uma homenagem ao poeta Joaquim Maia Gabriel, que viveu em Alverca da Beira.

Dia Mundial da Poesia assinalado em Pinhel

O Dia Mundial da Poesia é  dia 21 de março, assim o Município de Pinhel vai promover um “Recital Itinerante”, com declamação de composições poéticas pelas ruas, comércios, serviços e instituições da cidade de Pinhel.

Além de assinalar a efeméride, a iniciativa visa recordar alguns dos grandes poetas portugueses, promover o texto poético e estimular a leitura.
Assim, poetas como Camões, Camilo Castelo Branco, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Eça de Queirós e José Saramago, entre outros, serão declamados publicamente neste dia dedicado à Poesia.
Organizado pelo Município de Pinhel, o “Recital Itinerante” vai também contar com a colaboração e participação do Movimento Poético de Pinhel.
No final, a iniciativa vai culminar em frente à Câmara Municipal de Pinhel, com o já habitual “Estendal Poético”, no qual serão colocadas peças de roupa com os poemas declamados ao longo do dia.

Por:MP

Noite de conversa sobre poesia em Trancoso

poesia.jpgtrancosoVai decorrer na cidade de Bandarra , já nesta sexta feira, 21:30h, no espaço ACRT, Teatro Amador de Trancoso, uma noite diferente.

“À conversa com Pessoa(s)” surgiu justamente numa conversa sobre poesia. Sobre a vontade de ouvir poesia. Sobre a necessidade de a dizer e de a sentir. Fernando Pessoa impôs-se por ser ele próprio múltiplo. Um variado recital de poetas que entram na intimidade de cada um de nós, quando os lemos, quando os ouvimos, quando sobre, e com, eles conversamos…

Momentos dedicados a aprofundar a poesia de Fernando Pessoa.

Por:AP Foto:JC