Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: produtos locais

Tag Archives: produtos locais

O Plataforma O Bom Sabor da Serra  já vendeu mais de  2 toneladas de Queijo Serra da Estrela DOP

 “O Bom Sabor da Serra”, a plataforma online que vende produtos endógenos de Fornos de Algodres e onde é sempre possível encontrar aquele que é, para muitos, o melhor queijo do mundo, o Queijo Serra da Estrela, surgiu em março de 2019 e tem sido uma aposta ganha para todos os produtores que aderiram a este projeto.

Desde o lançamento, os clientes multiplicaram-se, as encomendas sucederam-se e o sucesso tem sido notório. Em 2 anos e meio foram vendidas mais de 2 toneladas de Queijo Serra da Estrela DOP, para todo o país, iniciando-se, assim, uma distribuição mais frequente e com uma abrangência nacional.

Mas o sucesso d‘O Bom Sabor da Serra não se restringe apenas ao Queijo Serra da Estrela DOP. São inúmeros os produtos comercializados na plataforma e que são expedidos diariamente para o país inteiro. Além disso, o formato “loja online” revelou-se fundamental para a sobrevivência de muitos produtores da região que, devido à pandemia, viram os seus stocks aumentar, sem capacidade de escoamento.

Este é um projeto com futuro, que contribui ativamente para a prosperidade da produção nacional, para a manutenção dos empregos e crescimento da região, e que se orgulha de ter o Queijo Serra da Estrela DOP como embaixador.A loja pode ser visitada em http://www.obomsabordaserra.pt, e a gestão das encomendas na plataforma é da responsabilidade de cada produtor, pelo que, todos os valores transacionados revertem nesse sentido.

Programa “250 anos, 250 sabores” lançado

Os restaurantes e unidade de alojamento aderentes podem ser consultados em https://www.cm-castelobranco.pt/visitante/250-anos-250-sabores.

Também em curso está o lançamento em Castelo Branco, por parte da AHRESP, do programa “Seleção Gastronomia e Vinhos”, que tem também como objetivo promover a gastronomia e a restauração local, certificando a qualidade da oferta dos restaurantes. Este programa já certificou estabelecimentos de restauração dos territórios de Viseu Dão Lafões e Região de Coimbra, entre outras regiões, e avança agora para Castelo Branco.

Para poderem exibir nas suas instalações uma placa distintiva e um diploma do programa, os estabelecimentos selecionados necessitam de cumprir uma extensa lista de requisitos, que vão desde a formação dos colaboradores às boas práticas de higiene e segurança alimentar. A qualidade e origem das matérias-primas, o empratamento e apresentação final do prato são igualmente elementos preponderantes na avaliação dos estabelecimentos.

Cláudia Soares, vereadora da Câmara Municipal de Castelo Branco, destaca que “estes programas incentivam a dinâmica de atração de visitantes para o concelho, que celebra os seus 250 anos”“É uma forma de apoiar a nossa restauração e a nossa hotelaria, depois desta fase menos fácil. Queremos muito que sejam um sucesso e que iniciativas com estas possam ser replicados noutros momentos”, diz.

Para Jorge Loureiro, vice-presidente da AHRESP e vogal da comissão executiva do Turismo Centro de Portugal, “o programa ‘250 anos, 250 sabores’ constitui uma excelente oportunidade para as empresas renovarem as suas cartas gastronómicas, criando novos pratos com os produtos endógenos que distinguem Castelo Branco. Ao mesmo tempo, representa um estímulo ao consumo, quer do ponto de vista da restauração, quer do alojamento, através das medidas de apoio que duram até setembro”. Acresce que, diz Jorge Loureiro, “o programa Seleção Gastronomia e Vinhos vai posicionar os restaurantes de Castelo Branco ao nível das melhores práticas do país, na gastronomia e nos vinhos”.

Produtos da terra e o Cabrito promovidos este fim-de-semana

 IV Feira dos Produtos da Terra e Fim de semana
Gastronómico do Cabrito


  No próximo fim de semana, dias 23 e 24 de maio, a cidade de Mangualde acolhe mais uma
edição da Feira dos Produtos da Terra e do Fim de Semana Gastronómico do
Cabrito. A IV Feira dos Produtos da Terra, que decorre no Largo Dr. Couto no
sábado das 14h00 às 20h00 e no domingo das 10h00 às 20h00, procura dinamizar os
produtores da terra e promover os produtos que a região nos oferece.

   Estes são
os objetivos pelo qual a Câmara Municipal de Mangualde, em parceria com a
Cooperativa Agropecuária dos Agricultores de Mangualde – COAPE, voltam a
apresentar esta feira que conta com o apoio da Cidade d’Excelência Associação e
do Gabinete de Agricultura de Mangualde. Diversos produtos, entre os quais, o vinho, o mel, o
queijo, a fruta (maçã, cereja, mirtilo), licores, a doçaria, as batatas, as
cebolas, as ervilhas, as favas, as couves, o feijão, as azeitonas, os ovos, os
frutos secos, o azeite, os enchidos, a pastelaria, o artesanato, entre outros,
fazem parte integrante deste fim de semana gastronómico que será de novo um
marco no município de Mangualde.

Por:Mun.Mangualde

Mercadinho já arrancou no Jardim Municipal em Fornos de Algodres

  Um novo figurino apresentou o Mercadinho de produtos locais e regionais, agora nesta fase de Primavera/Verão decorre no Jardim Municipal da Vila de Fornos de Algodres, onde todos os comerciantes/produtores continuam a vender as suas iguarias regionais.


  Desta forma, com este novo cenário, o Município local pretende dar mais vida ao próprio jardim, nesta fase mais quente do ano, por outro lado os visitantes também aderiram de forma razoável, pois é um espaço mais acolhedor.
 Este evento acontece sempre quinzenalmente, na manhã de sábado.

Por: Sofia Pacheco

IV FEIRA DOS PRODUTOS DA TERRA, em Mangualde

  No fim de semana de 23 e 24 de maio, Mangualde acolhe mais uma edição
da Feira dos Produtos da Terra e do Fim de Semana Gastronómico do
Cabrito, numa parceria da Câmara Municipal e da Cooperativa Agropecuária
dos Agricultores de Mangualde (COAPE).No fim de semana de 23 e 24 de maio, Mangualde acolhe mais uma edição
da Feira dos Produtos da Terra e do Fim de Semana
Gastronómico do
Cabrito, numa parceria da Câmara Municipal e da Cooperativa Agropecuária
dos Agricultores de Mangualde (COAPE).No fim de semana de 23 e 24 de maio, Mangualde acolhe mais uma edição
da Feira dos Produtos da Terra e do Fim de Semana Gastronómico do
Cabrito, numa parceria da Câmara Municipal e da Cooperativa Agropecuária
dos Agricultores de Mangualde (COAPE).

  A Feira dos Produtos da Terra decorre no Largo Dr. Couto no sábado,
das 14h00 às 20h00, e no domingo, das 10h00 às 20h00, e procura
dinamizar os produtores da terra e promover os produtos que a região nos
oferece.
  Diversos produtos, entre os quais, o vinho, o mel, o queijo, a fruta
(maçã, cereja, mirtilo), licores, a doçaria, as batatas, as cebolas, as
ervilhas, as favas, as couves, o feijão, as azeitonas, os ovos, os
frutos secos, o azeite, os enchidos, a pastelaria, o artesanato, entre
outros, fazem parte integrante deste fim de semana gastronómico que será
de novo um marco no município de Mangualde.
  O Fim de Semana Gastronómico do Cabrito decorre, paralelamente, nos
restaurantes aderentes (A Tasquinha, o Cantinho dos Petiscos, Casa do
Ermitão, Cascata de Pedra, Os Galitos, Gestur, Hotel Cruz da Mata, Hotel
Sr.ª do Castelo, Hotel Rural Mira Serra, O Valério e Rio Dão).
PROGRAMA IV FEIRA DOS PRODUTOS DA TERRA
23 de maio
15h00 – Associação Cultural e Recreativa Bacatela
15h30 – Tuna Convívio de Santiago de Cassurrães
17h00 – Rancho Folclórico “Os Camponeses da Mesquitela”
24 de maio
15h00 – Rancho Folclórico de Mangualde
16h00 – Tuna Académica Infantuna Cidade de Viseu
16h30 – Sloebush Band
  A Feira dos Produtos da Terra decorre no Largo Dr. Couto no sábado,
das 14h00 às 20h00, e no domingo, das 10h00 às 20h00, e procura
dinamizar os produtores da terra e promover os produtos que a região nos
oferece.
  Diversos produtos, entre os quais, o vinho, o mel, o queijo, a fruta
(maçã, cereja, mirtilo), licores, a doçaria, as batatas, as cebolas, as
ervilhas, as favas, as couves, o feijão, as azeitonas, os ovos, os
frutos secos, o azeite, os enchidos, a pastelaria, o artesanato, entre
outros, fazem parte integrante deste fim de semana gastronómico que será
de novo um marco no município de Mangualde.
O Fim de Semana Gastronómico do Cabrito decorre, paralelamente, nos
restaurantes aderentes (A Tasquinha, o Cantinho dos Petiscos, Casa do
Ermitão, Cascata de Pedra, Os Galitos, Gestur, Hotel Cruz da Mata, Hotel
Sr.ª do Castelo, Hotel Rural Mira Serra, O Valério e Rio Dão).
PROGRAMA IV FEIRA DOS PRODUTOS DA TERRA
23 de maio
15h00 – Associação Cultural e Recreativa Bacatela
15h30 – Tuna Convívio de Santiago de Cassurrães
17h00 – Rancho Folclórico “Os Camponeses da Mesquitela”
24 de maio
15h00 – Rancho Folclórico de Mangualde
16h00 – Tuna Académica Infantuna Cidade de Viseu
16h30 – Sloebush Band
  A Feira dos Produtos da Terra decorre no Largo Dr. Couto no sábado,
das 14h00 às 20h00, e no domingo, das 10h00 às 20h00, e procura
dinamizar os produtores da terra e promover os produtos que a região nos
oferece.
  Diversos produtos, entre os quais, o vinho, o mel, o queijo, a fruta
(maçã, cereja, mirtilo), licores, a doçaria, as batatas, as cebolas, as
ervilhas, as favas, as couves, o feijão, as azeitonas, os ovos, os
frutos secos, o azeite, os enchidos, a pastelaria, o artesanato, entre
outros, fazem parte integrante deste fim de semana gastronómico que será
de novo um marco no município de Mangualde.
O Fim de Semana Gastronómico do Cabrito decorre, paralelamente, nos
restaurantes aderentes (A Tasquinha, o Cantinho dos Petiscos, Casa do
Ermitão, Cascata de Pedra, Os Galitos, Gestur, Hotel Cruz da Mata, Hotel
Sr.ª do Castelo, Hotel Rural Mira Serra, O Valério e Rio Dão).
PROGRAMA IV FEIRA DOS PRODUTOS DA TERRA
23 de maio
15h00 – Associação Cultural e Recreativa Bacatela
15h30 – Tuna Convívio de Santiago de Cassurrães
17h00 – Rancho Folclórico “Os Camponeses da Mesquitela”
24 de maio
15h00 – Rancho Folclórico de Mangualde
16h00 – Tuna Académica Infantuna Cidade de Viseu
16h30 – Sloebush Band

Queijo da Serra trouxe imensos visitantes a Fornos de Algodres

Certame trouxe muita vida ao Mercado

 Este  fim de semana foi de festa no Município de Fornos de Algodres , dado que, se realizou a Feira do Queijo Serra da Estrela, onde se assistiu a uma verdadeira “romaria” ao Mercado Municipal desta vila beirã, onde se realizaram atividades de diversos índoles.

  Tudo começou na noite de sexta-feira, com as brilhantes atuações de grupos de Cantares , do Fado de Coimbra por  “In illo Tempore” , e seguido do Cante Alentejano pelo Coral Feminino Etnográfico Paz e Unidade, onde a plateia que  encheu por completo o Centro Cultural ,aplaudiu, vibrou, cantou com estas magníficas mostras de qualidade portuguesa.
 O dia  de sábado, iniciou muito cedo com a abertura do Mercado de Queijo e os muitos expositores locais e outros oriundos de diversos pontos do País que se inscreveram previamente para expor os seus produtos e iguarias regionais.
A animar a visita do Presidente da Câmara ao Mercado, logo cedo,esteve a “Batuta D’Alegria” a abrir as hostes culturais.
  Seguiu-se no Centro Cultural, as Jornadas Técnicas , cujo tema para além do Queijo da Serra esteve em destaque a Política Agrícola 2014-2020, onde a figura de destaque da preleção foi o Dr. Capoulas Santos que nos trouxe a Perspectiva da Nova PAC e deixou novos conselhos de futuro a todos os presentes, seguiram-se mais preletores que aprofundaram e debateram  o futuro próximo da Agricultura em Portugal, no Mercado Municipal para animar os presentes o Grupo “Os Capelenses”iam mostrando o seu trabalho musical.
 Pelo meio, houve a Prova do Queijo para todos os que quiseram degustar uma das sétimas maravilhas mundiais , seguido de um almoço convívio com produtores locais.
  Durante a tarde, seguiu-se a grande festa do Programa da RTP1 “Aqui Portugal” conduzido por Jorge Gabriel e Hélder Reis, onde subiram ao palco grandes nomes da Música Portuguesa e também por conseguinte , atuaram revelações no panorama musical local.

 Folclore em foco
  Por fim, no domingo, bem cedo também abriu o Mercado do Queijo da Serra , onde todos puderam continuar a degustar este famoso produto da Serra da Estrela, com mais uma prova aberta à Comunidade,para terminar em beleza o dia nada melhor que uma tarde de Folclore, onde decorreu o I Festival de Folclore de Fornos de Algodres , onde estiveram presentes: o Rancho Folclórico de Gouveia, Rancho Folclórico de Figueiró da Granja, Rancho Folclórico da Casa do Povo de Alpiarça, Rancho Folclórico de Penaverde e os anfitriões Rancho Folclórico Sénior do Concelho Fornos de Algodres.
  Todos estes grupos atuaram de forma brilhante , onde acabaram por ser bastante ovacionados pela grande multidão que se fez deslocar ao Mercado Municipal nesta tarde.
  Pelo meio , nesta feira ainda foram visitadas Queijarias Artesanais , e no próprio Mercado, esteve patente a mostra de ovinos e do cão Serra da Estrela e durante a tarde de sábado ,uma queijeira  confeccionou este produto para que todos os visitantes pudessem observar como decorre todo o processo.
  Este Município de Fornos de Algodres foi um dos pioneiros na certificação deste produto onde atualmente figuram já  alguns jovens a dedicar-se à produção do Queijo da Serra .
  Em suma, foram dias de grande “romaria” a esta vila do Interior do País, onde visitantes de diversas partes do País atraídos por este evento, acabaram por dar mais vida a esta localidade a todos os níveis.

Reportagem de : António Pacheco e Sofia Pacheco

Mercadinho em Fornos de Algodres com boa adesão

foto:João Fonseca

Em Fornos de Algodres teve inicio esta manhã de sábado a primeira edição do Mercadinho de produtos locais, assim uma iniciativa do Município desta localidade, onde para inicio teve uma boa adesão quer de vendedores e também de compradores.

É uma iniciativa que irá continuar de alguma forma quinzenalmente, o que vai permitir aos produtores locais , isto é do concelho poderem vender aquilo que produzem.

 texto de Antônio Pacheco