Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: protocolo

Tag Archives: protocolo

CD Gouveia e Fundação Laura Santos assinam acordo

Foi assinado um acordo de cooperação visando promover a prática desportiva e o aumento crescente do número de atletas nos vários escalões desportivos, entre o Clube Desportivo de Gouveia e a Fundação Laura dos Santos.

Este objectivo constitui, ainda, uma mais-valia de sustentação na certificação de Escolas de Futebol imposta pelos regulamentos internacionais e da própria Federação Portuguesa de Futebol.
Neste protocolo de entendimento, assinado no dia do 58º Aniversário do CDG, ficaram ainda definidos os termos da participação da nóvel equipa de futebol feminino (CDG-FLS) no respectivo Campeonato Nacional.
Alberto Cardoso, Presidente da Direcção do CDG e Rui Reis, Presidente da Fundação Laura dos Santos foram os subscritores deste acordo, inédito no contexto do fomento da prática desportiva no nosso Concelho. Neste acto estiveram também presentes João Amaro, Presidente da Assembleia Geral do CDG e Luís Tadeu, Presidente da Câmara Municipal de Gouveia.

GNR Guarda celebra protocolo

Foi assinado um protocolo de cooperação entre a Associação Rugas de Sorrisos, representada por Helena Saraiva, e o Comando Territorial da Guarda da GNR, representado pelo seu Comandante, Coronel Luís Rasteiro.

Deste modo, o protocolo visa a concretização de ações conjuntas, proporcionando:

– Atividades e eventos que promovam a segurança e a saúde dos cidadãos que se encontram em situação de desamparo, dependência, incapacidade, solidão ou isolamento.
– Garantir a manutenção da pessoa no seu meio ambiente através de respostas na promoção e prevenção da qualidade de vida destes cidadãos.
Para já, o protocolo é implementado nos concelhos de Trancoso e Guarda.

Mangualde: Serviço de teleassistência para munícipes em situação de dependência, isolamento e sem apoio familiar

Foi assinado pelo Município de Mangualde e a Guarda Nacional Republicana (GNR) no Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde, um protocolo de cooperação que visa a associação destas instituições ao projeto Eguard, que tem como objetivo a introdução de um serviço de teleassistência para munícipes em situação de dependência, isolamento e sem apoio familiar. Um projeto pioneiro na estreita cooperação da Guarda Nacional Republicana e da Câmara Municipal de Mangualde.

O programa, que teve o apoio da Agência para o Desenvolvimento da Sociedade de Informação e do Conhecimento (ADSI), irá disponibilizar um dispositivo eletrónico de apoio gratuito aos idosos que vivem em situação de vulnerabilidade. O sistema de teleassistência será monitorizado em permanência através de um portal que se encontrará acessível na Sala de Situação do Comando Territorial da GNR de Viseu.

O Município de Mangualde assumirá o custo de dez euros mensais com cada um dos dispositivos que irá atribuir aos utilizadores do sistema “eGuard”. Os primeiros munícipes a receber este equipamento já estão identificados.

Elísio Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, referiu que com as ações a realizar no âmbito da teleassistência, as entidades envolvidas vão tentar “combater os efeitos negativos das situações de isolamento e solidão, através da criação de respostas integradas e aproveitando as sinergias que cada parceiro poderá desenvolver, sobretudo nas componentes fundamentais da segurança, do socorro e da ação social”.

Maria José Coelho, Vereadora da Ação Social do Município de Mangualde, congratulou-se com a adesão ao programa, uma vez que Município tinha já, há alguns anos, a pretensão de promover um projeto que garantisse a permanência em segurança dos idosos no conforto das suas casas, garantindo no seu domicílio um apoio adequado às suas limitações, ao mesmo tempo que desfrutam da proximidade e interação com a comunidade, com o objetivo de promover uma melhoria significativa da sua qualidade de vida, de saúde, segurança e autoestima.

 

E-GUARD

O equipamento associado ao sistema “eGuard” trata-se de um objeto do tamanho de um comando de portão, com apenas um botão que, quando premido durante mais de 3 segundos aciona uma chamada SOS para a GNR.

Este dispositivo poderá ser utilizado caso o idoso presencie ou seja vítima de crime ou de uma situação de perigo ou, no caso, por exemplo, de doença súbita. O utente fica na posse de um equipamento, que pode usar ao pescoço, e que permite comunicar de forma bidirecional, definir um perímetro de segurança e alertar em caso de imobilidade. A sala de situação da GNR recebe os alertas e aciona os meios de socorro. Se os aparelhos se mantiverem inativos por mais de 12 horas, os militares tomam a iniciativa de contactar os idosos sinalizados.

O comando territorial de Viseu afirma tratar-se de um projeto inovador que irá combater o isolamento e a capacitação da população sénior, através da criação de respostas integradas, sobretudo nas componentes fundamentais da saúde e segurança que visa apostar na proximidade ao cidadão e na cooperação e articulação institucional.

Celorico da Beira-Protocolo de Cooperação entre Bombeiros e Município

Recentemente aconteceu a assinatura do  Protocolo de Cooperação entre o Município de Celorico da Beira e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Celorico da Beira.
Carlos Ascensão, Presidente da Câmara Municipal e Frederico Sena, Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Celorico da Beira, renovaram nos Paços do Concelho, a assinatura do Protocolo de Cooperação através do qual a Associação Humanitária de Bombeiros irá receber da Autarquia um apoio financeiro anual, distribuído entre subsídios mensais de 1500€ e o pagamento da carteira de seguros de todas as viaturas da Corporação.
Ainda, o Presidente da Câmara deu conhecimento à direção da Corporação, no cumprimento das suas competências, ao abrigo da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, que enviou, esta semana, ao cuidado do senhor Secretário-Geral do Ministério da Administração Interna (SGMAI), bem como da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), uma declaração, na qual a Autarquia assume a iniciativa de cooperar com as Autoridades para criar uma nova Equipa de Intervenção Permanente de Bombeiros (EIP)

Assinado protocolo de colaboração no âmbito do projeto “Cooperativa Cowork – Aldeias de Montanha”

Foi assinado em Folgosinho, pelo Município de Gouveia e o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF.I.P.), o protocolo de colaboração no âmbito do projeto “Cooperativa Cowork – Aldeias de Montanha”. Para além da presença da Diretora Regional do Centro do ICNF, I.P., Fátima Araújo Reis, a cerimónia contou ainda com o Presidente da Câmara Municipal de Gouveia, Luís Tadeu e de diversos membros do executivo do Município.
O Município de Gouveia pretende implementar e desenvolver, em regime de parceria com o ICNF, I. P. e com outras entidades, o projeto denominado “Cooperativa Cowork I Aldeias de Montanha”, o qual compreende a criação de um espaço multifuncional dedicado à vivência de aldeia, à ciência cidadã, ao conhecimento e à educação ambiental em torno do património natural e florestal local e da Serra da Estrela.
Para a concretização e desenvolvimento desta iniciativa tornou-se indispensável a reabilitação e adaptação do “Centro de Acolhimento de Folgosinho”, que funcionará como equipamento de suporte, num investimento de cerca de 100.000,00 € por parte do Município de Gouveia.

ICNF.I.P. e Município de Gouveia assinam protocolo

Vai ser assinado, no próximo dia 28 de junho, segunda -feira, pelas 12 horas, na Quintã, em Folgosinho,pelo Município de Gouveia e o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF.I.P.)   o protocolo de colaboração no âmbito do projeto “Cooperativa Cowork – Aldeias de Montanha”. A cerimónia irá contar com a presença de Fátima Araújo Reis, Diretora Regional do Centro do ICNF, I.P.
O Município de Gouveia pretende implementar e desenvolver, em regime de parceria com o ICNF, I. P. e com outras entidades, o projeto denominado “Cooperativa Cowork I Aldeias de Montanha”, o qual compreende a criação de um espaço multifuncional dedicado à vivência de aldeia, à ciência cidadã, ao conhecimento e à educação ambiental em torno do património natural e florestal local e da Serra da Estrela.
Para a concretização e desenvolvimento desta iniciativa torna-se indispensável a reabilitação e adaptação do “Centro de Acolhimento de Folgosinho”, que funcionará como equipamento de suporte, num investimento de cerca de 100.000,00 € por parte do Município de Gouveia.
Os objetivos do projeto “Cooperativa Cowork / Aldeias de Montanha” são compagináveis com os pressupostos consagrados no Programa Regional de Ordenamento Florestal do Centro Interior (PROF CI), aprovado pela Portaria n.º 55/2019, de 11 de fevereiro, no Plano de Ordenamento do Parque Natural da Serra da Estrela e na Estratégia Nacional de Conservação da Natureza e Biodiversidade 2030. No âmbito desta estratégia foram elegidos como vértices estratégicos fundamentais, a melhoria do estado de conservação do património natural, a promoção do reconhecimento do valor do património natural e o fomento da apropriação dos valores naturais e da biodiversidade pela sociedade.
O desenvolvimento do projeto proposto pelo Município de Gouveia tem em vista a utilização sustentável de recursos endógenos e a manutenção de infraestruturas e equipamentos para fins multitemáticos associados à floresta, conservação da natureza e educação ambiental, bem como de defesa e requalificação do património com relevância arquitetónica.

Penalva do Castelo-Assinatura de Protocolo de Cooperação pela Igualdade e a Não Discriminação

Teve lugar a assinatura do Protocolo de Cooperação pela Igualdade e a Não Discriminação, promovida pela Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões, esteve presente a Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro.
  Com o objetivo de promover a eliminação dos estereótipos, o combate à discriminação e a prevenção e combate à violência doméstica, assim o Município de Penalva do Castelo com a celebração deste protocolo, as entidades signatárias comprometem-se a desenvolver ações e medidas que concorram para a territorialização da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação “Portugal +Igual”, impulsionadoras da mudança social no Município e no País.
 
Fotos: Mun. Penalva

Assinatura de protocolos de colaboração entre a AF Viseu, e a Câmara Municipal de Viseu

Teve lugar nas futuras instalações da Academia de Futebol Distrital, da Associação de Futebol de Viseu (AF Viseu) que se procedeu, na manhã desta segunda-feira (10 de maio), a cerimónia de assinatura de protocolos de colaboração entre a AF Viseu, e a Câmara Municipal de Viseu.

Na cerimónia estiveram presentes João Paulo Gouveia, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Viseu, José Alberto Ferreira, Diretor da FPF, José Carlos Lopes, Presidente da AF Viseu, Liliana Tavares, Presidente da Junta de Freguesia de Mundão, Ermelinda Afonso, Vereadora do Desporto da Câmara Municipal de Viseu e João Caiado, Presidente da Assembleia Geral da AF Viseu.

Na cerimónia de assinatura, José Carlos Lopes, Presidente da AF Viseu, salientou a importância deste protocolo, essencialmente porque vai permitir que todos os clubes e jovens atletas do distrito de Viseu, usufruam de um espaço de excelência para a prática do Futebol.

Em seguida, decorreu a visita às instalações da Academia de Futebol Distrital, acompanhados pelo Presidente da AF Viseu, José Carlos Lopes, que teve como objetivo mostrar ao Vice-Presidente da Câmara Municipal de Viseu a evolução dos trabalhos, naquela que será a futura “casa” dos árbitros e das seleções da AF Viseu.

José Alberto Ferreira, Diretor da FPF, destacou que esta academia tem um grande sentimento para ele, visto que foi ele que deu início a este projeto enquanto Presidente da AF Viseu. Referiu ainda que este era um projeto que a Federação Portuguesa de Futebol tinha muita estima e elogia o trabalho feito pela AF Viseu e a sua congénere AF Aveiro que são as primeiras associações a dar um passo tão importante como este.

Para João Paulo Gouveia, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Viseu, este é um projeto que a autarquia de Viseu se orgulha em apoiar. Relembrou o primeiro dia que as obras começaram e ver como está o dia de hoje é muito satisfatório.

Já Liliana Tavares, Presidente da Junta de Freguesia de Mundão, destaca a importância deste projeto estar a ser desenvolvido em Mundão pois futuramente será uma mais valia para o dinamismo da freguesia e da economia local, atraindo mais pessoas.

A Academia de Futebol Distrital está a ser construída no antigo Campo do GD Mundão, em Viseu, num espaço com cerca de dois hectares.

Gouveia- Protocolo assinado da reinstalação de Caixa Multibanco na Rua 5 de Outubro

Teve lugar a assinatura do Protocolo de Colaboração entre o Município de Gouveia e a Junta de Freguesia de Gouveia. nos Paços do Concelho,  com vista à reinstalação e funcionamento de uma Caixa Multibanco na Rua 5 de Outubro, em Gouveia.
O Presidente da Câmara Municipal de Gouveia, Luís Tadeu e o Presidente da Junta de Freguesia de Gouveia, João Amaro, congratulam-se com o estabelecimento desta parceria, considerando que a devolução deste equipamento a esta artéria da cidade constitui uma mais valia para os comerciantes e para os gouveenses em geral.

Orquesta POEMa com projeto renovado

Recentemente , foi renovado o protocolo do projeto musical Orquestra Estúdio de Mangualde (POEMa), entre a Câmara Municipal de Mangualde, o Conservatório Regional de Música de Viseu “Dr. José de Azeredo Perdigão” (Proviseu) e o Agrupamento de Escolas de Mangualde .

O sucesso deste projeto alavancou a renovação do protocolo, que tem como objetivo a dinamização de um projeto musical, a Orquesta POEMa, que integra os músicos do Conservatório de Música de Viseu, das Bandas Filarmónicas e outras instituições que se dediquem à música no concelho de Mangualde. É composta por duas formações: Orquestra de Câmara (Cordas, Sopros e Percussão) e Orquestra de Sopros (Sopros e Percussão).

O Município de Mangualde fomenta, uma vez mais, a implementação de iniciativas para dinamizar a atividade cultural da região.