Início » Tag Archives: protocolo

Tag Archives: protocolo

Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPV e Fundação Abel e João de Lacerda

 

Trata-se de um protocolo que visa incrementar a colaboração entre a Fundação Abel e João de Lacerda e a Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viseu (ESTGV), nomeadamente em atividades de formação no âmbito do CTeSP em Tecnologia Automóvel, e visa a atribuição do prémio de mérito “Bolsa João de Lacerda” ao melhor aluno do referido curso

A assinatura do protocolo decorreu na ESTGV e contou com a presença de Tiago Patrício Gouveia, vogal da Direção da Fundação Abel e João de Lacerda, de António Ventura Gouveia, presidente da ESTGV, de Paulo Vaz, diretor do DEMGI (Departamento de Engenharia Mecânica e Gestão Industrial) e de Octávio Cardoso, coordenador do CTeSP em Tecnologia Automóvel.

Município de Mangualde vai disponibilizar cerca de 700 mil euros para as Freguesias

Mangualde continua a efetuar um trabalho de proximidade entre os agentes do poder autárquico do Concelho. É neste sentido que o Município vai disponibilizar cerca de 700 mil euros, em recursos financeiros, patrimoniais e humanos da autarquia, para as Juntas e Uniões de Freguesia para o exercício das competências delegadas, bem como para o exercício das suas próprias competências.

Com o objetivo de continuar a promover a proximidade entre a autarquia e as Juntas de Freguesia, foram assinados os contratos interadministrativos de delegação de competências e protocolos de colaboração para o ano de 2023. Para o efeito esteve presente o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, e os vários presidentes de Junta e Uniões de Freguesia do concelho.

Fornos de Algodres-Protocolo de Cooperação com a Cruz Vermelha Portuguesa, no âmbito da Teleassistência

Foi celebrado recentemente entre o Município de Fornos de Algodres e a Cruz Vermelha Portuguesa um Protocolo de Cooperação no âmbito do seu Programa de Teleassistência, para a prestação deste serviço a 15 (quinze) utentes do concelho que necessitem deste tipo de apoio.

Uma mais-valia na área da ação social a acrescer à prestação de serviços que a empresa “Helphone” já mantém com o nosso Município, também no âmbito da Teleassistência e que abrangeu no ano transato 33 utilizadores, num total de 42 indivíduos que vivem em locais mais isolados das freguesias, em situação de grande vulnerabilidade, desproteção social e solidão.

Este Programa é uma resposta imediata em situações de emergência através do simples acionar de um botão, pelo utente, que permite manter o contacto, 24 horas por dia, 365 dias por ano.

Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPV e Fundação Abel e João de Lacerda assinam protocolo

Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPV e Fundação Abel e João de Lacerda assinam protocolo que visa atribuição de prémio de mérito.
O protocolo visa incrementar a colaboração entre a Fundação Abel e João de Lacerda e a Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viseu (ESTGV), nomeadamente em atividades de formação no âmbito do CTeSP em Tecnologia Automóvel, e visa a atribuição do prémio de mérito &Bolsa João de Lacerda ao melhor
aluno do referido curso.
A assinatura do protocolo decorreu no passado dia 14 de janeiro na ESTGV e contou com a presença de Tiago Patrício Gouveia, vogal da Direção da Fundação Abel e João de Lacerda, de António Ventura Gouveia, presidente da ESTGV, de Paulo Vaz, diretor do DEMGI (Departamento de Engenharia Mecânica e Gestão Industrial) e de Octávio Cardoso, coordenador do CTeSP em Tecnologia Automóvel.

Câmara da Guarda vai disponibilizar perto de 100 camas para estudantes do IPG

Devido à procura de alojamento no concelho da Guarda, por alunos do ensino superior e consequente falta de alternativas às residências, já lotadas, o Município da Guarda e o Instituto Politécnico da Guarda (IPG) assinaram um Protocolo de Colaboração que visa ceder, por seis anos, o 2º e o 3º piso do Centro Apostólico D. João Oliveira Matos para residência de estudantes. Neste local estarão disponíveis 44 quartos e 44 camas. O município celebrou, também, um Contrato de Comodato com o IPG relativo à Residência de Estudantes Calouste Gulbenkian – onde decorreu a sessão-, pelo período de 12 anos, na Avenida Maria Luísa Godinho, no âmbito das competências que a autarquia assumiu na área da educação e de ter passado a gerir esta unidade. Através da celebração deste Protocolo e deste contrato será possível aumentar a capacidade de alojamento do IPG, para que a instituição possa ter mais capacidade de alojamento de estudantes, um fator importante para atração desta comunidade para a região.

Recorde-se que neste ano letivo, o Politécnico da Guarda foi a terceira instituição de ensino superior do país que mais cresceu em número de vagas para o ano letivo 2022-2023. Abriu 96 novas vagas, que corresponde a um crescimento de 11%, tendo sido o politécnico português que registou maior aumento.

Bandas Filarmónicas assinam protocolo com Município de Mangualde

Em Mangualde , no Dia Nacional das Filarmónicas, foi assinado o protocolo de apoio às Bandas Filarmónicas do concelho de Mangualde, nomeadamente a Associação Filarmónica da Boa Educação de Vila Cova de Tavares, Associação Humanitária e Cultural de Abrunhosa-a-Velha, Sociedade Filarmónica Lobelhense e a Sociedade Filarmónica de Tibaldinho.
Assim , o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, rubricou o protocolo juntamente com os dirigentes das diversas bandas.
Para o autarca mangualdense, “as Bandas Filarmónicas do concelho são cruciais, não só ao nível musical e cultural, mas fundamentalmente como instituições que preservam e promovem a identidade local, reforçam a coesão social e possibilitam, principalmente aos jovens, uma fácil entrada no meio artístico musical. Por estas razões decidimos reforçar o apoio face aos anos anteriores. Não podemos perder este património cultural do concelho.”
Pena que em todos concelhos não se siga este exemplo mangualdense.

Município e Ginásio Figueirense assinam protocolo

Para o Município de Figueira de Castelo Rodrigo, liderado por Carlos Condesso, considera que a prática do desporto reúne vários interesses da vida quotidiana da população, tornando-se uma área de atuação fulcral através da conduta valorativa ao nível social, educacional e cultural, face a isso, assinou o contrato-programa de desenvolvimento desportivo para o Concelho com o Ginásio Clube Figueirense, na sede do clube, para a época 2022/2023.

O presente contrato-programa tem por objeto a execução de um programa de desenvolvimento desportivo, consubstanciado o âmbito específico do apoio destinado à promoção e prática de desporto da secção desportiva do Ginásio Clube Figueirense, instituição centenário, para fomento da prática do futebol, andebol e atletismo no Concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, especificamente junto dos alunos das escolas, incentivando-os para a prática desportiva.

Figueira de Castelo Rodrigo e a Fundação Batalha de Aljubarrota assinam protocolo

O Município de Figueira de Castelo Rodrigo, enquanto detentor e promotor do Centro Interpretativo da Batalha de Castelo Rodrigo (CIBCR), e a Fundação
Batalha de Aljubarrota, que tem a seu cargo o Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota (CIBA), assinaram um protocolo de colaboração entre as duas instituições.
Este protocolo foi pensado tendo em conta a importância do turismo cultural, a
nível nacional e internacional, possibilitando a realização de mais e melhores investigações arqueológicas nos campos onde tiveram lugar a Batalha de
Castelo Rodrigo e a Batalha de Aljubarrota, assim como a análise da documentação que relata estas duas importantes batalhas.
Os Centros poderão implementar um bilhete único, como forma de promover a visita de um público mais vasto, bem como a realização de conferências,eventos, intercâmbio de informações e iniciativas, nomeadamente exposições temporárias que possam interessar aos respetivos Centros Interpretativos,
sendo alguns dos pontos-chave desta cooperação, que foi assinada em Figueira de Castelo Rodrigo pelo Presidente da Câmara Municipal, Carlos Condesso, e pelo Presidente do Conselho de Administração da Fundação Batalha de Aljubarrota, Alexandre Patrício Gouveia.
Este acordo ganha ainda mais relevância devido à Fundação Batalha de Aljubarrota ser também detentora do futuro Centro de Interpretação da Batalha dos Montes Claros, em Borba, que está associado à Guerra da Restauração, tal como o Centro Interpretativo da Batalha de Castelo Rodrigo, permitindo uma sinergia temporal rara no país e que permitirá criar alicerces para um trabalho ainda mais vasto no que diz respeito a esta época e a estas batalhas.

Protocolo entre a Santa Casa da Misericórdia e Município de Foz Côa

Um protocolo entre a Santa Casa da Misericórdia e Município de Foz Côa foi assinado esta semana para atribuição às famílias de um apoio financeiro de 50% na mensalidade de cada criança matriculada e a frequentar a creche de Santo António.

São abrangidas por esta medida todas as famílias residentes no nosso concelho.

Com esta medida, pretendem ajudar as famílias e incentivar a fixação de jovens casais no concelho.

Projeto da Orquestra POEMa com renovação de protocolo

  O Município de Mangualde, a PROVISEU/Conservatório Regional de Música Dr. Azeredo Perdigão de Viseu e o Agrupamento de Escolas de Mangualde celebraram, no passado dia 5 de fevereiro, na Casa da Música e das Artes, a renovação do protocolo que dá continuidade ao projeto da Orquestra POEMa, nascido em 2013. Para o efeito estiveram presentes o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, o Presidente da PROVISEU, António Rainho, o Vereador da Educação, Rui Costa, e o Diretor do Conservatório Regional de Música de Viseu, José Carlos Sousa.

A assinatura do Protocolo decorreu na Casa da Música e das Artes, o novo espaço preparado pela autarquia de Mangualde para acolher as aulas/ensaios da Orquestra POEMa, bem como dos outros Projetos Musicais que apoia, como é o caso do Ensino Especializado da Música no 1º Ciclo (Poeminha) e da Orquestra Juvenil + Música do Agrupamento de Escolas de Mangualde.

O momento contou com a apresentação de duas peças musicais pelos alunos que frequentam o Ensino Especializado da Música no 1º Ciclo, e que serão futuros músicos na Orquestra POEMa.

O Presidente da Câmara Municipal, Marco Almeida, declarou que a Orquestra POEMa é um projeto que considera de extrema importância municipal, quer pelo trabalho desenvolvido ao longo dos anos que nos deve orgulhar, quer por toda a sua envolvência, referindo-se concretamente às nossas Bandas Filarmónicas, que são muitas vezes, o polo mais relevante da atividade cultural. Salientou, ainda, que: «é um trabalho que pretendemos continuar a fazer e que muito nos motiva e nos entusiasma. Temos coletividades, temos recursos humanos e temos com este projeto a oportunidade de continuar a trabalhar num nível de excelência. Isto faz-se porque temos da parte dos nossos parceiros os melhores exemplos – a Proviseu através do Conservatório Regional de Música Dr. Azeredo Perdigão, e por isso há razões para olharmos para o futuro com confiança e com a certeza que estamos a trabalhar em prol da cultura, mas também na transmissão de valores e de rigor».

O Presidente da PROVISEU e o Diretor do Conservatório Regional Dr. Azeredo Perdigão sublinharam que o Município de Mangualde se destaca no ensino da música, através destes projetos exemplares e únicos na região, assumindo-se como grande impulsionador no desenvolvimento de músicos com elevado nível de formação e com competências que lhes permitirão obter ótimos níveis de sucesso escolar.

O projeto  da Orquestra POEMa é composto por duas formações: Orquestra de Sopros que compreende os instrumentos: Flautim, Flauta – Transversal, Oboé, Corne-Inglês, Fagote Clarinete em Mib (requinta); Clarinete em Sib, Clarinete Baixo, Clarinete Alto, Saxofone Tenor, Saxofone Barítono, Trompa, Trompete, Trombone, Trombone Baixo Eufónico (Bombardino), Tuba; Violoncelo, Contrabaixo de Cordas e Percussão,  e Orquestra de Câmara comporta por, Violino, Viola D`arco, Violoncelo, Contrabaixo, Flauta Transversal, Clarinete, Oboé, Fagote, Trompa, Trompete, e Percussão.

Os intervenientes do projeto são elementos das Bandas Filarmónicas do concelho de Mangualde e alunos/ ex-alunos do Ensino Articulado da Música de Mangualde e do Conservatório Regional de Música José Azeredo Perdigão, de Viseu. O trabalho de naipe da Orquestra POEMa é orientado pelos Professores de Música do Conservatório Regional de Música Dr. José Azeredo Perdigão, de Viseu, estando a Direção Musical a cargo do Professor/Maestro Tiago Correia.