Início » Tag Archives: recolha

Tag Archives: recolha

Mangualde promove campanha de recolha de bens “Unidos pela Ucrânia”

Uma  ação humanitária e de solidariedade para com o povo da Ucrânia, o Município de Mangualde em cooperação com a Cruz de Malta e a ONG Together International Portugal e com a colaboração do Agrupamento 299 Escuteiros de Mangualde e dos Transportes Lemos, leva a cabo a campanha de recolha de bens, material de higiene pessoal e material de saúde – “Unidos pela Ucrânia”.

Os interessados poderão fazê-lo durante a semana, das 9h às 17h e sábado das 8h às 13h, no Mercado Municipal de Mangualde, até ao dia 10 de março. Informações através do telefone 969 312 193.

Todos os bens recolhidos serão entregues em pontos de apoio logístico aos campos de refugiados na Polónia e Roménia.

Os bens (alimentos, higiene e saúde) a recolher são:

  • Lata com carne em puré
  • Bolachas sem recheio
  • Conservas variadas
  • Sopas instantânea
  • Arroz e massa
  • Barras de cereais com fruta
  • Barras de chocolate com nozes ou caramelo
  • Lata de leite condensado
  • Café instantâneo
  • Sumo de laranja em pó
  • Açúcar
  • Sal
  • Tripé para aquecer com um sistema de acendalhas
  • Fósforos
  • Carteira de plástico
  • Pacote de lenços de papel
  • Fraldas (vários tamanhos)
  • Leite em pó
  • Cerelac
  • Latas de fruta
  • Saquetas de fruta
  • Toalhetes e toalhitas de bebé
  • Pastas e escovas de dentes
  • Produtos de higiene feminina
  • Produtos de higiene pessoal (sabão, gel de banho, etc.)
  • Pensos rápidos
  • Ligaduras
  • Compressas

 

Penalva do Castelo- Recolhidos cerca de 16 mil kgs de resíduos têxteis

Em 2019 e 2020 foram recolhidos 15 731kg de resíduos têxteis no concelho de Penalva do Castelo, provenientes dos contentores fornecidos pela empresa H Sarah Trading, Lda, operador de gestão de resíduos com o qual o município tem parceria desde 2013.

Decorrente do referido protocolo foram colocados 14 equipamentos, distribuídos por todas as freguesias do concelho, para recolha de roupa, calçado e brinquedos que, dependendo do estado de conservação, poderão ser reutilizados, reciclados ou destruídos.

No biénio em análise, do total recolhido, 12 525Kg foram reutilizados, 1 385Kg foram reciclados e 1 821kg tiveram como destino a destruição. Esta recolha permitiu que fossem desviados de aterro 13,91 toneladas de têxteis e as emissões de CO2 reduzidas em mais de 56 toneladas.

A parceria estabelecida permite também colmatar as necessidades de bens que vão sendo identificadas na Loja Social, contribuindo, dessa forma, para a redução e reutilização de materiais.

Lançamento da 1ªpedra para construção do Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes Celorico/Gouveia

O lançamento da 1ª pedra para a obra de construção do Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes, uma cooperação entre o Município de Celorico da Beira e o Município de Gouveia, teve lugar nesta quarta-feira.
Uma cerimónia que contou com a presença dos presidentes da Câmara Municipal de Celorico da Beira e de Gouveia, Carlos Ascensão e Luís Tadeu respetivamente, acompanhados por vários elementos do executivo municipal dos dois municípios, o gabinete veterinário municipal, o Comandante do Posto Territorial da GNR de Celorico da Beira, Márcio Come, a Diretora de Serviços de Alimentação e Veterinária da Região Centro (DGAV), Rosa Rodrigues entre outros.
O Centro de Recolha Oficial e Parque de Bem-estar Animal São Francisco de Assis, como vai ser assim denominado, está a ser construído num espaço desativado de uma antiga estação de tratamento de águas residuais de Celorico da Beira, tem cerca de 2.000 metros quadrados de área de construção e uma capacidade de acolhimento para 100 cães, contempla uma receção, uma sala de esterilização com recobro, consultório, um anfiteatro para ações de sensibilização ao visitante, arrumos e instalações sanitárias de apoio, 25 boxes de canil e gatil, uma boxe para animais de outras espécies, um expaço exterior de convívio, uma sala administrativa e instalação sanitária, uma sala de tosquia e banho exterior.
Vai ser um investimento de cerca de 200 mil euros na criação deste Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes que será comum aos dois concelhos e que vai permitir colmatar a problemática dos animais abandonados, vadios e errantes dos concelhos, acolhendo cães e gatos, sejam entregues por particulares ou recolhidos na via pública, por representarem perigo para as populações, serem objetos de maus tratos ou até serem passíveis de contraírem doenças, entre outras causas. Este equipamento tem a previsão de estar concluído num espaço de 8 meses.
fotos:MCB

Recolha de sangue na Guarda

Acontece uma nova recolha de sangue na Guarda , na segunda-feira, dia 8 de fevereiro .
Vai ser efetuada, por uma equipa de profissionais do Instituto Português do Sangue e Transplantação, a recolha acontece das 10h às 19h com intervalo para almoço entre as 13h e as 14h 30min.
A recolha decorrerá na Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto do Instituto Politécnico da Guarda.
Recorde-se que, para ser dador de sangue, terá de ter idade superior a 18 anos (até aos 60 anos se for a primeira dádiva), ter peso igual ou superior a 50kg e ter hábitos de vida saudáveis, será sempre efetuada em todas as dádivas uma triagem clínica, prévia, onde poderá esclarecer todas as dúvidas.

Campanha de Recolha de Tampinhas em Pinhel

O Município de Pinhel continua a sua missão de separar e recolher tampinhas de plástico, numa causa que é ambiental, mas também solidária, tendo em conta que as verbas angariadas são destinadas à aquisição de equipamentos para pessoas portadoras de deficiência com rendimentos reduzidos.

Para fechar a campanha que permitiu adquirir uma cadeira de rodas para a Joana, ainda são precisas  juntar cerca de duas toneladas de tampinhas de plástico (2000 kgs).

Assim,  apelam uma vez mais ao empenho e à boa vontade de todos, no sentido de separar todo o tipo de tampinhas (de águas, sumos, iogurtes, mas também de detergentes ou champôs, por exemplo).

As tampinhas podem ser entregues na Câmara Municipal de Pinhel, no Agrupamento de Escolas, nas Juntas de Freguesia ou na Rádio Elmo. Caso seja necessário, o Município de Pinhel também assegura a recolha noutros locais (inclusive fora do concelho).

Recordam que ao participar nesta campanha de recolha de tampinhas estão a ajudar quem precisa e, além disso, estão a contribuir para um planeta mais sustentável ao colaborar no processo de reciclagem das tampinhas que dá origem a novas embalagens.

Junte-se a nós neste gesto solidário e amigo do ambiente.

Por:Gabinete de Ambiente e Espaços Verdes do Município de Pinhel | gabinete.ambiente@cm-pinhel.pt

Escuteiros de Fornos de Algodres recolhem Medicamentos diversos

Vai decorrendo, na vila de Fornos de Algodres, uma recolha de medicamentos diversos, isto é , desde caixas de medicamentos, blister de medicamentos, com e sem validade e xaropes.

Os locais onde poderá deixar os seus velhos medicamentos são o Centro de Saúde, as farmácias locais e grupo de Escuteiros.

Esta recolha é levada a cabo pelos Escuteiros de Fornos de Algodres.

Por:António Pacheco

 

Saída de campo da Confraria da Urtiga proveitosa

17200937_1308080542581710_803351473095238999_n Urtigas para todos os gostos 

A Confraria da Urtiga de Fornos de Algodres promoveu, neste sábado,  mais uma saída de campo para recolha e preparação da urtiga para uso culinário.

Um alimento rico e com propriedades medicinais, pode ser fiada como o linho, transformada em papel ou adubo, usada como afrodisíaco, fonte de calor ou corante de tecidos entre muitas outras utilidades.

A adesão foi satisfatória e cada participante levou uma tesoura e luvas para as poderem recolher e m17264855_1308085272581237_6470828127379561152_nais tarde prepará-las. No final da manhã, todos os participantes tiveram direito a um almoço urticante, onde desde a entrada até à sobremesa, o ingrediente especial foi a urtiga.

Por:SC-BATV

Campanha de Recolha de Tampinhas em Pinhel

16003010_1670029946357117_7808334208480627194_nO Município de Pinhel continua a sua missão de separar e recolher tampinhas de plástico, numa causa que é ambiental, mas também solidária, tendo em conta que as verbas angariadas são destinadas à aquisição de equipamentos para pessoas portadoras de deficiência com rendimentos reduzidos.

Assim, apelamos uma vez mais ao empenho e à boa vontade de todos, no sentido de separar todo o tipo de tampinhas (de águas, sumos, iogurtes, mas também de detergentes ou champôs, por exemplo).

As tampinhas podem ser entregues na Câmara Municipal, no Agrupamento de Escolas, nas Juntas de Freguesia ou na Rádio Elmo.

Caso seja necessário, o Município de Pinhel também assegura a recolha noutros locais (inclusive fora do concelho).

Por;MP

BV Pinhel angariaram 37 toneladas de vidro, na campanha em curso

15039567_1576941658999280_3026284537684979787_oEntre os meses de abril e outubro, a campanha de recolha de vidro a favor dos Bombeiros Voluntários Pinhelenses já conseguiu angariar perto de 37 toneladas deste material inteiramente reciclável.

Recorde-se que esta iniciativa está a ser promovida pela Resiestrela, com o apoio do Município de Pinhel, com o objetivo de promover a separação dos resíduos e o seu encaminhamento para os respetivos ecopontos, bem como apoiar uma instituição que está ao serviço das populações e que, como tal, merece o respeito de todos.
Assim, por cada tonelada de vidro recolhida nos ecopontos / vidrões existentes junto ao Quartel dos Bombeiros Voluntários Pinhelenses, a Resiestrela vai atribuir um donativo no valor de 40 euros, revertido em equipamentos de proteção individual ou em equipamentos de saúde para as ambulâncias.
Em sete meses, a campanha já contabiliza perto de 37 toneladas de vidro, ou seja, um donativo que ronda os 1500 euros.

A todos aqueles que têm contribuído, fica desde já o agradecimento das instituições envolvidas e o apelo para que continuem a separar os vidros e a colocá-los nos ecopontos associados a esta campanha que se prolonga até ao final do ano.

Por:Mun.Pinhel