Início » Tag Archives: Rede de Cidades Criativas

Tag Archives: Rede de Cidades Criativas

Rede das Cidades Criativas do Centro de Portugal reúne estudantes e professores de todo o mundo em Coimbra

Começou , na Universidade de Coimbra, a 11.ª Escola de Inverno da UNESCO, um evento internacional que este ano é dedicado ao tema “Meios Digitais para o Turismo nas Cidades Criativas: Experiências do Centro de Portugal”. A Turismo Centro de Portugal (TCP) participou nos trabalhos do primeiro dia, através da sua vice-presidente, Anabela Freitas, que explicou aos participantes a relevância da Rede das Cidades Criativas do Centro de Portugal.

A iniciativa resulta de uma colaboração entre o Departamento de Geografia e Turismo da Universidade de Coimbra, a Faculdade de Ciências Sociais e Tecnologia da Universidade Europeia de Lisboa e a Cátedra UNESCO em Informação, Comunicação e Tecnologia da Universidade da Suíça Italiana (Lugano, Suíça).

Alunos e professores de todo o mundo

A 11.ª Escola de Inverno da UNESCO conta com a presença de 25 alunos e seis professores provenientes de diversos países, incluindo Portugal, Emirados Árabes Unidos, Itália, Turquia, China, Polónia, Finlândia, Irão e Suíça, representando universidades como Coimbra, Lugano, Pisa, Cagliari, Universidade Europeia de Humanidades (Lituânia) e Universidade Europeia (Lisboa).

Os participantes vão ter a oportunidade de conhecer o trabalho desenvolvido pelas seis Cidades Criativas da UNESCO no Centro de Portugal, que estão associadas em rede: Leiria (Cidade Criativa da Música), Caldas da Rainha (Cidade Criativa do Artesanato e Artes Populares), Óbidos (Cidade Criativa da Literatura), Covilhã (Cidade Criativa do Design), Idanha-a-Nova (Cidade Criativa da Música) e Castelo Branco (Cidade Criativa do Artesanato e Artes Populares).

Até 18 de fevereiro, os alunos e professores irão explorar o património imaterial dessas cidades, participar em palestras e abordar desafios reais relacionados com o turismo nestas cidades. O itinerário inclui visitas a Coimbra, Leiria, Caldas da Rainha, Óbidos, Fátima (destacando também a importância do turismo religioso) e Lisboa.

Os alunos estarão divididos em seis grupos, sendo que cada um irá analisar um plano estratégico de desenvolvimento para uma das seis Cidades Criativas da região, assim como um plano de desenvolvimento para o destino criativo Centro de Portugal. Os resultados serão apresentados na sexta-feira, dia 16, perante um júri constituído por representantes das Cidades Criativas, da Turismo do Centro e das Universidades de Coimbra, Europeia e de Lugano.

Um modelo de desenvolvimento criativo

Na sua intervenção inaugural, Anabela Freitas, vice-presidente da TCP, sublinhou o papel crucial desta entidade na Rede das Cidades Criativas do Centro de Portugal. “A rede de Cidades Criativas da UNESCO no Centro de Portugal implementa um modelo de desenvolvimento urbano para o turismo criativo, que se baseia em estratégias de inovação, práticas de sustentabilidade e no desenvolvimento de comunidades criativas e artísticas. O objetivo é contribuir para a criação de uma oferta turística criativa única e inovadora no contexto regional e nacional”, afirmou.

“A Turismo Centro de Portugal, juntamente com o município da Covilhã, líder da rede, é responsável pela coordenação e promoção da parceria, garantindo a comunicação interna, organização de reuniões de consórcio e ações para dinamizar a rede, apostando na troca de experiências e na aprendizagem mútua”, acrescentou Anabela Freitas.

A Rede de Cidades Criativas é um programa lançado pela UNESCO em 2004, para promover a cooperação entre cidades que identificaram a criatividade como um fator estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável. As 300 cidades a nível mundial que compõem esta rede trabalham em conjunto para colocar a criatividade e as indústrias culturais no centro dos seus planos de desenvolvimento local e cooperar ativamente a nível internacional.