Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: residuos

Tag Archives: residuos

Penalva do Castelo- Recolhidos cerca de 16 mil kgs de resíduos têxteis

Em 2019 e 2020 foram recolhidos 15 731kg de resíduos têxteis no concelho de Penalva do Castelo, provenientes dos contentores fornecidos pela empresa H Sarah Trading, Lda, operador de gestão de resíduos com o qual o município tem parceria desde 2013.

Decorrente do referido protocolo foram colocados 14 equipamentos, distribuídos por todas as freguesias do concelho, para recolha de roupa, calçado e brinquedos que, dependendo do estado de conservação, poderão ser reutilizados, reciclados ou destruídos.

No biénio em análise, do total recolhido, 12 525Kg foram reutilizados, 1 385Kg foram reciclados e 1 821kg tiveram como destino a destruição. Esta recolha permitiu que fossem desviados de aterro 13,91 toneladas de têxteis e as emissões de CO2 reduzidas em mais de 56 toneladas.

A parceria estabelecida permite também colmatar as necessidades de bens que vão sendo identificadas na Loja Social, contribuindo, dessa forma, para a redução e reutilização de materiais.

Electrão lança campanha para combater o “lixo invisível”

 Electrão – Associação de Gestão de Resíduos – vai promover uma campanha de sensibilização e comunicação com o objetivo de alertar para a necessidade de combater o “lixo invisível”.

Esta iniciativa insere-se no âmbito da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, que decorre de 21 a 29 de novembro, e que em 2020 tem como foco esta temática.

A campanha a propósito do “lixo invisível” irá desenvolver-se nas redes sociais. O Electrão vai lançar um conjunto de inquéritos no Facebook e Instagram sobre reutilização. O objectivo desta iniciativa será auscultar os seguidores do Electrão sobre a importância que é dada à reutilização em detrimento de outras soluções, como o encaminhamento para reciclagem. As perguntas incidirão sobre embalagens, pilhas e baterias e ainda equipamentos eléctricos usados. Os resultados serão depois divulgados.

Alguns exemplos de como ser mais sustentável, promovendo a redução da produção de resíduos, vão ser explicados em vídeo por um grupo de influencers que se aliaram a esta campanha do Electrão. Nas ‘stories’, que irão gravar, mostrarão como é possível fazer mais e melhor. Esta será outra componente da campanha.

Durante a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos, o Electrão vai ainda reforçar a aposta na sensibilização online com a publicação de vários posts alertando para esta temática com recurso a provérbios populares, imagens inspiracionais, factos e estatísticas apelando à consciência do consumidor na hora de adquirir produtos.

Estes resíduos, que são diariamente produzidos na casa dos portugueses, não têm necessariamente de ser descartados. É possível optar pela reparação de um computador, por exemplo, em vez de o encaminhar imediatamente para reciclagem, ou doá-lo, para que sirva a outra pessoa. As pilhas recarregáveis podem evitar também a produção de resíduos. Também vários tipos de embalagens podem ser reaproveitados recorrendo à imaginação. Com estes gestos reduzimos o consumo e a produção dos resíduos associados à sua produção.

PRODUÇÃO DE RESÍDUOS CONTINUA A CRESCER

Segundo o Relatório do Estado do Ambiente de 2019, a produção total de resíduos urbanos em Portugal continental atingiu os 4,94 milhões de toneladas em 2018. Este valor representa um aumento de 4,2 por cento face a 2017, o que corresponde a uma capitação anual de 505 quilos por habitante/ ano.

Cada habitante produziu diariamente 1,38 quilos de resíduos. Estes valores confirmam a tendência de crescimento da produção de resíduos urbanos que se verifica desde 2014. Mais de metade destes resíduos é depositada em aterro.

Este aumento estará relacionado com uma melhoria da situação económica de Portugal, o que parece indicar não estar a ser atingido o objetivo de dissociar a produção de resíduos do crescimento económico”, de acordo com a análise da Agência Portuguesa do Ambiente.

 FABRICO DE UM TELEMÓVEL GERA 86 KG DE “LIXO INVISÍVEL”

O fabrico de um telemóvel de 200 gramas, por exemplo, gera 86 quilos de resíduos. Para Pedro Nazareth, diretor-geral do Electrão, “É urgente que estes resíduos se tornem visíveis de forma a que cada um fique consciente da verdadeira pegada ecológica associada e tome decisões informadas na hora de consumir”.

A evolução deste fluxo específico de resíduos é preocupante. Em 2019 foram geradas em todo o mundo 53,6 milhões de toneladas de equipamentos eléctricos usados, o equivalente a 7,3 quilos per capita. Em 2030 prevê-se que este valor seja de 74,7 milhões de toneladas, ou seja, nove quilos per capita, segundo o relatório “The Global E-waste Monitor 2020”.

Reciclam-se mais equipamentos eléctricos usados, mas cada vez também se consomem cada vez mais estes aparelhos.

Desde 2014 que a produção de resíduos de equipamentos eléctricos cresce em todas as categorias, com excepção de ecrãs e monitores, que registou um decréscimo de um por cento. No entanto esta variação poderá estar relacionada com o peso mais reduzido dos ecrãs dos aparelhos ainda que o número de peças continue a aumentar.

Bombeiros Portugueses aderiram ao Quartel Eletrão

Fornos, Aguiar, Pinhel e Guarda no distrito egitaniense
A longo de Portugal, foeletraoram muitas as corporações de bombeiros que aderiram ao programa “Quartel Eletrão, agora no distrito da Guarda aderiram apenas quatro(Aguiar da Beira, Fornos de Algodres, Guarda e Pinhel) e em Viseu foram 14 corporações, como por exemplo, Mangualde, Satão,Penalva do Castelo, Nelas, Viseu, entre outros.

Desta forma apartir do dia 5 de Outubro, todos já  podem entregar, no quartel aderente mais próximo, os seus resíduos eléctricos e electrónicos, lâmpadas e pilhas usadas e ajudar a equipar os bombeiros. Conheça a lista:
2015_2edicaoQE_Lista_Aderentes.pdf (95 kb)

Agora esta campanha é uma ação de grande sensibilização a todas as pessoas que podem e devem reciclar, e neste caso por uma causa nobre.
Desta forma, a corporação de bombeiros do país, que conseguir uma maior quantidade de resíduos irá ser premiada com uma ambulância, mas há também outro tipo de prémios que irão ser distribuídos por várias corporações.

Por Sofia Pacheco

Amb3E instala Ponto Electrão em Quartel de Bombeiros

Resíduos ajudam Bombeiros de Mangualde

Amb3E instala Ponto Electrão em Quartel de BombeirosOs habitantes de Mangualde podem agora entregar, mais facilmente e de
forma gratuita, os seus Resíduos de Equipamentos Elétricos e
Eletrónicos (REEE), nas instalações da AHBV de Mangualde, graças a dois
novos Pontos Electrão instalados pela Amb3E – Associação Portuguesa de
Gestão de Resíduos.
Desta forma, ajudarão, em simultâneo, os Bombeiros,
que receberão por parte da Amb3E uma contribuição financeira por cada
tonelada recolhida.
Através dos novos Pontos Electrão, colocado à
porta do Quartel-sede, disponível a qualquer hora do dia, qualquer
pessoa poderá agora livrar-se, de forma fácil, das suas lâmpadas e REEE
de menor dimensão, como varinhas mágicas, telemóveis, aparelhos de
música, entre muitos outros. Quanto aos resíduos de maior dimensão como
máquinas de lavar, estes podem ser entregues no Quartel, bastando pedir
aos Bombeiros acesso ao contentor no interior da sede, instalado para o
efeito.
Iniciada em 2008, a recolha de REEE nos quartéis de Bombeiros
surge no seguimento do protocolo de cooperação assinado, no mesmo ano,
entre a Amb3E e a Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP).
Fonte:Mangualde online