Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: reunião

Tag Archives: reunião

Ana Abrunhosa e CIMBSE debateram descentralização

Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, esteve na Guarda a participar numa importante reunião sob o tema “Descentralização”, que decorreu na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (BMEL).
A reunião foi com os 15 presidentes de câmara e os secretários executivos da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE), Isabel Damasceno, presidente da Comissão de
Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Carlos Miguel, Secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, e Isabel Ferreira, Secretária de Estado da Valorização do Interior.

fotos:CIM BSE

Assembleia de Freguesia de Fornos de Algodres aprovou diversos regulamentos de apoio

Recentemente, a  Assembleia de Freguesia de Fornos de Algodres reuniu e aprovou o Regulamento de atribuição de Bolsas de Estudo para os alunos do Ensino Superior, atualização do regulamento de Apoio à Natalidade e Apoio Extraordinário à família fornense que perdeu a sua habitação num incêndio.

A assembleia realizada nesta sexta- feira, 29 de abril, ficou marcada pela aprovação de 14 pontos, que o executivo liderado por Bruno Costa, submeteu à assembleia, entre os quais destacamos:
Regulamento de atribuição de subsídios às coletividades como os Bombeiros e Associações de cariz cultural, social, desportivo, educativo que contribuam efetivamente para a valorização cívica através do movimento associativo.

Regulamento de atribuição de Bolsas de Estudo no valor de 250 euros aos estudantes fornenses do Ensino Superior.

Atualização do regulamento de apoio à natalidade, que prevê a atribuição de 250 euros por cada nascimento na nossa freguesia.

Regulamento de inventário e cadastro de património da freguesia.

Foram assim dados passos importantes para cumprir com critério e responsabilidade todos os compromissos a que este executivo se propôs, sempre, com o objetivo de dignificar e orgulhar a nossa freguesia.

Fotos:FFA

Município da Guarda reúne com Agrupamento, PSP e Associações de pais e alunos devido à relocalização transitória da Paragem da Rotunda da Central

Teve lugar uma reunião no seguimento de algumas dúvidas que surgiram face à desativação da Paragem de Autocarros na rotunda da Central de Camionagem, entre o executivo da Câmara da Guarda com as direções do Agrupamento de Escolas da Sé, da Associação de Estudantes da Escola Secundária, da Associação de Pais e com a Polícia de Segurança Pública (PSP), no sentido de melhor operacionalizar a relocalização da paragem nos cais 13 e 14 do Centro Coordenador de Transportes.

Na reunião foi explicado que se trata de uma situação transitória, pois é intenção do Município da Guarda a médio prazo, localizar definitivamente a  referida Paragem em frente à Escola Secundária da Sé, sendo para isso essencial que se procedam a obras de fundo, para não prejudicar a circulação rodoviária numa via (R. Almeida Garrett) já de si estreita e com excesso de tráfego.

São aliás conhecidos os problemas da paragem naquela rotunda, alvo de críticas há mais de 10 anos. O local (uma rotunda) foi mal escolhido; o abrigo é manifestamente pequeno para o número de alunos que ali apanha o transporte e que tem que esperar à chuva, ao sol, ao vento e ao frio; também não está salvaguardado espaço para que circule um munícipe com mobilidade reduzida ou até em cadeira de rodas; e há ainda uma questão de conflito latente entre os jovens, sublinhando-se ainda várias situações recentes que colocaram a integridade física e de bens, em risco. A própria PSP tem aquele local sinalizado como local problemático.

Ainda todos os participantes concordaram com a solução transitória do Centro Coordenador de Transportes. Foi ainda transmitido o planeamento que foi efetuado pelo Município da Guarda, no sentido de salvaguardar a segurança no local com videovigilância junto aos Cais 13 e 14 da Central e também com o reforço da vigilância da PSP no mesmo local e junto ao Estabelecimento de Ensino (Escola Segura). Será ainda colocado um semáforo junto à Rua Almeida Garrett para reforçar a segurança na travessia dos peões para a Central de Camionagem, sendo criado também um caminho seguro dentro do Centro Coordenador de Transportes, tudo isto fazendo parte do plano que estava delineado para colmatar este problema antigo.

Para breve, a Câmara da Guarda tem prevista a revisão do Plano de Transportes Urbanos, dos respetivos horários e carreiras. A reestruturação será feita logo que a nova operadora entre em funções.

 

Associações Distritais e Regionais de Futebol reuniram em Leiria

Teve lugar em Leiria, neste sábado,  uma jornada de trabalho , que a Mesa do Plenário das 22 Associações Distritais e Regionais de Futebol (ADRs) promoveu.

Concentrou,  atenções naquilo que serão os alicerces para que a prática competitiva não profissional assegure um renovado crescimento qualitativo e quantitativo, nos próximos anos.

No debate realizado no Auditório da Associação de Futebol de Leira, os presidentes associativos identificaram um conjunto de dificuldades, decorrentes das respetivas realidades, que consideram justificar particular atenção, no sentido de serem ultrapassadas, o que permitirá às ADRs garantirem renovadas condições que possam contribuir para o fortalecimento dos objetivos de execução do Programa “Crescer 20- 24”, tutelado pela Federação Portuguesa de Futebol.

Estamos preocupados com aquilo que é ou que poderá ser o futuro do futebol não profissional em Portugal. E, obviamente, foram discutidos pontos fundamentais naquilo que é o nosso potencial de crescimento, mas por outro lado, também as nossas preocupações relativamente aos constrangimentos e às dificuldades que são comuns a todas as associações, no sentido de prepararmos e sustentarmos aquilo que é o futuro do futebol, do futsal e do futebol de praia em Portugal”, manifestou António Marques da Silva, presidente da Comissão Coordenadora da Mesa do Plenário e líder diretivo da AF Vila Real, que ao agradecer e elogiar a AF Leiria pelo acolhimento e apoio na organização do evento, mostrou-se “extremamente satisfeito com a participação das associações nesta reunião”.

Por seu turno, Manuel Nunes, presidente da Direção da AF Leiria, salientou, com “muito gosto”, o facto de a reunião ter sido realizada na região leiriense, na qual foram “tratados assuntos bastante relevantes, com o objetivo de fazer desenvolver e potenciar as nossas modalidades”, através de vários níveis de intervenção.

O dirigente associativo anfitrião do evento, realçou que na sequência do encontro foram registadas “conclusões importantes, que serão inscritas em documento a apresentar brevemente em reunião entre a Federação Portuguesa de Futebol e as associações”, assinalando que a definição daquilo que constar do programa de execução federativo “será fundamental para revitalizar a atividade”, depois de um longo período de paragem provocado pela pandemia.

Refira-se que a próxima reunião da Mesa do Plenário das ADRs terá como anfitriã a AF Évora.

Guarda-Executivo Municipal reuniu e distribuiu competências

Amélia Fernandes nova vice-presidente

Na tarde desta sexta feira teve lugar a primeira reunião do executivo municipal, onde Sérgio costa cunprimentou todos e deixou uma mensagem de boas vindas e referiu que Amélia Fernandes , vai ser a nova vice-presidente e Diana Monteiro, vereadora a tempo inteiro.

Deste modo, o Presidente Sérgio Costa refere:”Os eleitores decidiram democraticamente os seus representantes na Câmara Municipal. Cabe agora a todos cumprir com lealdade o juramento que efetuaram na sua posse.

O salutar e imprescindível contraditório em democracia, tem neste órgão o seu lugar privilegiado, mas também a obrigação de estabelecer diálogos e compromissos que tragam à Guarda desenvolvimento e futuro.

O contributo de todas as forças políticas aqui representadas é importante para que o desenvolvimento do Concelho seja estruturado e duradouro. Temos 4 anos para cumprir o mandato que nos foi confiado pelos Guardenses. Temos 4 anos para mostrar que podemos construir um melhor Concelho para todos. Temos 4 anos para pensar e discutir a Guarda. Respeitar os compromissos assumidos na campanha eleitoral, mas também ouvir e respeitar as posições dos Vereadores da oposição.

Desejo a todos entusiasmo, energia e ação para defender a Guarda, pois independentemente de estarmos em lados políticos opostos, todos ambicionamos a melhoria da qualidade de vida de todos os Guardenses e a afirmação do nosso território como um Concelho de futuro, onde seja bom viver, seja bom trabalhar e visitar.

Não temos dúvidas que vamos conseguir construir uma cidade mais atrativa, mais dinâmica, com mais saúde económica e social e assim garantir qualidade de vida e perspetivas de futuro a todos quantos cá vivem e aos que venham a viver.

Temos de assumir sem tibiezas e rodeios ou quaisquer outros interesses, a nossa vontade em contribuir democraticamente para o desenvolvimento da Guarda.

Peço a todos que na sua vida política ou outros cargos que venham a desempenhar nestes 4 anos, o seu total e completo compromisso com o supremo interesse da Guarda. Que coloquem na sua vida política a Guarda em primeiro e único lugar! Se assim não for, os Guardenses não compreenderão essa postura e saberão responder no local e tempo próprio. Pela nossa parte, será sempre com total transparência que nos apresentaremos aos Guardenses.

Após os primeiros 5 dias de governação, não ficaríamos bem com a nossa consciência, se não informássemos os Guardenses da realidade em que encontrámos a gestão do Município da Guarda.

Foi com total perplexidade que encontramos um Município da Guarda completamente abandonado administrativamente, sem direção de departamento, sem direção de recursos humanos e sem qualquer indicação superior aos seus funcionários, da mais elementar forma de resolução das situações mais simples da sua administração diária. Esta situação insólita deverá ser única no País e poderia criar enormes dificuldades e constrangimentos na necessária e fundamental passagem de testemunho democrático após eleições.

Alguns Executivos poderão não encontrar processos ou papéis! Connosco no Município da Guarda os funcionários e os cidadãos poderão contar com liderança, organização e equidade para todos. Só assim se podem criar condições de excelência para um salutar ambiente de trabalho e condições de investimento para todos.

Quem ganha governa e tem o dever de liderar o Concelho de forma justa e democrática, trabalhando sempre para a necessária e fundamental harmonia entre as instituições e os seus munícipes. Temos essa obrigação! Foi para isso que nos elegeram!”

AF Guarda-Treinadores das Seleções Distritais reunidos com a direção

Teve lugar uma reunião entre a direção da Associação de Futebol da Guarda  e os treinadores das Seleções Distritais para a época 2021-22, com o objetivo de dar as boas vindas aos técnicos e para preparar o início dos trabalhos.

Na presente época desportiva a AF Guarda vai participar nos seguintes Torneios:

Torneio Interassociações Futsal Masculino Sub-15
Torneio Interassociações Futsal Masculino Sub-17
Torneio Interassociações Futsal Feminino Sub-17
Torneio Interassociações Futebol Feminino Sub-16 (Futebol 9)
Torneio Interassociações Futebol Feminino Sub-14
Torneio Lopes da Silva (Sub14)
Torneio Taça das Regiões – Seniores
Seleções de Promoção (Futebol e Futsal)
A equipa técnica de cada Seleção será brevemente apresentada.

Fornos de Algodres recebeu encontro de Associações Distritais de Futebol

Fornos de Algodres recebeu uma reunião organizada pela Comissão Coordenadora da Mesa do Plenário das 22 Associações Distritais e Regionais de Futebol (ADRs) .

Deste modo, uma nova jornada de trabalho, no âmbito das sessões regulares, que visam debater os assuntos comuns às entidades que tutelam as provas oficiais de organização distrital e regional.

Naquele que foi mais um momento de afirmação da relevância do papel das ADRs e de consequente contributo institucional em nome do fomento do futebol, futsal e futebol de praia de proximidade, os dirigentes associativos centraram o debate à volta dos modelos competitivos previstos para as provas nacionais a organizar pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) a partir da época 2022/2023, nomeadamente o Campeonato de Portugal (futebol) e a 3.ª Divisão (futsal).

Assim, segundo apuramos, na sequência do trabalho conjunto de avaliação que tem vindo a ser desenvolvido, as ADRs reforçaram a necessidade de avançarem com uma proposta a apresentar à Direção da FPF, no sentido de se encontrar um desenho competitivo o mais equilibrado possível, que salvaguarde o mérito desportivo dos clubes vencedores de provas associativas e a respetiva representatividade distrital e regional no mapa federativo.

António Marques da Silva, presidente da Associação de Futebol de Vila Real, que assume a liderança da Mesa do Plenário das Associações Distritais e Regionais de Futebol, na qual fazem igualmente parte as congéneres de Ponta Delgada e de Setúbal, considerou, em jeito de balanço, que “esta reunião evidenciou, mais uma vez, a participação significativa e os contributos fundamentais dos dirigentes associativos em prol de soluções que fortaleçam a atividade competitiva, num caminho de partilha institucional constante com a estrutura diretiva da nossa Federação Portuguesa de Futebol, com quem as ADRs seguem, lado a lado, a ultrapassar obstáculos e a construir o futuro”, assegurou o líder da Comissão Coordenadora da Mesa do Plenário das ADRs, depois de reiterar agradecimentos pelo acolhimento e colaboração de excelência proporcionados pela AF Guarda, a quem coube o estatuto de entidade anfitriã do evento.

Amadeu Poço, presidente da Associação de Futebol da Guarda, manifestou-se muito agradado com a realização da reunião na sua área geográfica, “numa demonstração clara de que as associações têm o melhor relacionamento institucional com a AF Guarda” e não hesitou em enaltecer a “importância dos temas debatidos no encontro, como foi o caso dos quadros competitivos e a respetiva análise. Se tivermos em conta que a AF Guarda está inserida, essencialmente, neste tipo de quadros competitivos amadores, o debate realizado foi de extrema importância, no sentido de salvarmos o futebol do interior”.

A próxima reunião da Mesa do Plenário das ADRs terá como anfitriã a AF Bragança.

fonte:AFVR

Pinhel- Novas obras avançam pelo concelho

Teve lugar mais uma reunião do Executivo Municipal de Pinhel onde se destacam as seguintes notas: deste modo, em relação a empreitadas, destaque para a aprovação de diversos autos de medição referentes às obras em curso na cidade de Pinhel.

Foi também aprovada a decisão de contratar a pavimentação da ligação entre as aldeias de Carvalhal (Atalaia) e Manigoto.

Em relação a apoios, foi aprovada a atribuição de uma verba destinada à aquisição de equipamentos que visam melhorar os serviços prestados pela Associação de Melhoramentos Cultural, Social e Desportiva de Azêvo.

Por fim, o Executivo Municipal aprovou a proposta de protocolo de cooperação a celebrar com o Automóvel Clube de Portugal visando a divulgação dos eventos promovidos pelo Município aos sócios desta coletividade.

Obras continuam pelo Município de Pinhel

Em Pinhel , aconteceu mais uma reunião do executivo municipal, onde se destaca, a aprovação da adjudicação da empreitada de beneficiação do acesso ao Estádio Municipal de Pinhel pela Carreira do Tiro e pela Rua das Encruzilhadas.
De salientar, a aprovação de um apoio financeiro a atribuir à Freguesia de Valbom / Bogalhal para comparticipação da aquisição de um trator e respetivas alfaias agrícolas.
Por fim, o Executivo Municipal também aprovou a atribuição de uma verba à Junta de Freguesia de Pínzio para pavimentação de arruamentos, sendo que com estas intervenções, a Freguesia de Pínzio conclui o arranjo dos seus arruamentos, explicou o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura.

AF Guarda- Campeonatos devem retomar no final de abril

A AF Guarda reuniu, via zoom, recentemente com os clubes filiados deste organismo que participam no Distrital de Seniores de Futebol, no sentido de analisar a atual situação e ver como vai ser o futuro da competição.

A retoma das competições (Futebol e Futsal) foi debatida durante alguns momentos e foi concluído por maioria que a competição devia ser concluída, para tal está prevista a retoma à competição no fim de abril.

Por sua vez, o apoio financeiro aos clubes foi também debatido, onde aqui os clubes se mostraram desagradados com o fraco apoio que tem sido dado por parte da FPF, uma vez que, os clubes perderam todas as receitas.

Deste modo, a própria AF Guarda mostrou-se disponível para interceder junto da FPF que os apoios são insuficientes para os clubes.