Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: serra da estrela

Tag Archives: serra da estrela

Simulacro na Serra da Estrela de acidente de autocarro para testar plano municipal de emergência

Vai ser testado o plano de emergência , num cenário fictício de acidente na única via rodoviária, na vertente oeste, de acesso ao planalto superior da serra da Estrela, envolvendo um veículo de transporte coletivo (autocarro), testa resposta a um acidente grave de viação com 30 vítimas.

O exercício é desenvolvido na modalidade LIVEX (Live Exercise), no próximo dia 30 de março (quarta-feira), nas proximidades da Lagoa Comprida e integra incidentes de diferentes naturezas e complexidades, tendo como objetivo testar o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil (PMEPC) de Seia.

A simulação à escala real irá ter início às 13h30 (com duração esperada de 6 horas) e é organizada pelo Município de Seia, por intermédio do seu Serviço Municipal de Proteção Civil, em colaboração com a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Além da organização, estão envolvidos no incidente outras entidades cooperantes do território, como os Corpos de Bombeiros de Loriga, São Romão e Seia, Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), Guarda Nacional Republicana (GNR), incluindo a Unidade Especial de Proteção e Socorro, EDP – Produção, Infraestruturas de Portugal (IP) e Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

O exercício também possibilitará o treino operacional, em ambiente de montanha, dos meios da GNR, INEM e Corpos de Bombeiros, dando ênfase aos procedimentos de comando e controlo, sincronização de tarefas operacionais, articulação e coordenação institucional.

Ações de resgate e desencarceramento, busca e salvamento (com equipas de mergulhadores, cinotécnicas e de operação de drones), ações de natureza policial (controlo de trânsito e acessos, preservação de provas, processamento e encaminhamento de vítimas mortais), de emergência médica pré-hospitalar (triagem com presença de equipas médicas de emergência e montagem de posto médico avançado), ações de comando e apoio logístico, psicológico, entre outros, serão algumas das situações previstas.

O exercício contará, ainda, com uma equipa de observadores, que inclui representantes do Turismo do Centro, ICNF, da EDP Produção, da IP, dos Órgãos de Comunicação Social e do Município de Seia, e uma equipa de avaliação do exercício, dado que este constitui um teste ao Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Seia.

Tendo em consideração a natureza do exercício, o acesso à zona de sinistro será permitida apenas às entidades envolvidas, sendo desaconselhado a deslocação de público ao local.

foto:Mun.Seia

Realização de Exercício Militar na Serra da Estrela até 17 de março

O Município de Gouveia informa que, no âmbito do Curso de Operações Especiais do Quadro Permanente 2022, o Centro de Tropas de Operações Especiais irá realizar um conjunto de exercícios militares na região da Serra da Estrela, entre os dias 14 e 17 de março, de acordo com o seu Programa de Formação.
Os exercícios, a decorrer com o apoio e coordenação do Subagrupamento de Montanha da GNR, envolvem a execução de técnicas de montanhismo, treino de operações em climas frios e deslocamentos apeados e com viaturas.
Em todas as ações do exercício serão executadas rigorosas medidas de segurança no sentido da salvaguarda de pessoas e bens.

Serra da Estrela Recupera Tradições para um Natal tão Natural Quanto Possível

Na Serra da Estrela, as festividades alusivas a esta época não esquecem as tradições e a identidade dos 15 territórios que compõem a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE). Não obstante a atual situação pandémica, existe um esforço de levar luz, animação e conforto emocional às populações locais e a aos turistas que se desloquem à Serra nesta altura do ano.

 

Acima de tudo, pretende-se que o Natal na Serra da Estrela seja vivido com intensidade, segurança e magia e que seja tão natural quanto possível. Não irá faltar a neve, o conforto da lareira, os produtos tradicionais, as tradições seculares, a identidade de cada território, os produtos únicos que não podem deixar de marcar presença numa casa portuguesa, como o Queijo Serra da Estrela DOP, os azeites de montanha, o burel, a doçaria tradicional, o mel, os frutos secos, o pão, os melhores vinhos do território. Neste outono/inverno, a Serra recebe os primeiros nevões e ‘veste-se’ de branco com todo o seu esplendor e gáudio de todos aqueles que querem viver o Natal intensamente. O mote é este: aproveitar esta quadra natalícia para regressar e conhecer as gentes genuínas, a sua cultura, os seus spas, os hotéis e os espaços de turismo rural e ecológico. Saboreie o melhor da gastronomia e as histórias que passam de geração em geração. Passeie pela natureza, respire o ar fresco da serra e sinta as fragâncias da vegetação natural e os aromas que escapam de cada casa, de cada aldeia, de cada forno comunitário.

TRADIÇÕES NATALÍCIAS

Cada tradição tem uma história por trás. E na Serra da Estrela, não vai querer perder uma vírgula de nenhuma delas. Comece por Seia e encontre uma Aldeia de Cabeça cheia de brilho e cor. Nesta altura, as casas pitorescas de xisto vestem-se a rigor para o Natal e para receber todos os curiosos. Sempre ao som das músicas tradicionais desta quadra. Parta à descoberta da Aldeia Viçosa e saboreie uma tradição que remonta ao século XVII: o Magusto da Velha. Os vinhos e as castanhas são reis e rainhas nesta quadra e coroam o paladar de quem os visita. Continue a sua viagem, agora pela Guarda. Aqui, durante esta altura, nasce uma cidade Natal iluminada com várias atividades para pequenos e graúdos. Por fim, não termine a sua visita sem conhecer o maior presépio natural do país. Descubra-o no Sabugal. Inúmeras figuras e cenários pensados ao pormenor, exposições, iluminações e decorações naturais. Tudo isto e muito mais está à sua espera.

MUSEUS E PONTOS DE INTERESSE

São muitos os espaços que no passado acolheram a história e a cultura. As aldeias dos municípios do Fundão e da Covilhã ostentam o xisto nas paredes até aos dias de hoje. Celorico da Beira, Seia e Trancoso receberam o Solar do Queijo da Serra da Estrela, o Museu do Pão e o Museu do Azeite, respetivamente. E agora, estão prontos para o receber. Percorra vários traços que se interlaçam na cultura beirã através do Museu dos Lanifícios, do Burel Factory e Ecolã de Manteigas e do Circuito de Arte Urbana do Fundão. Viaje pela história das Beiras e Serra da Estrela. Embarque no Museu Militar de Almeida. Continue a jornada pelo Museu dos Descobrimentos de Belmonte e pelo Museu da Guarda. Descubra a Arte Sacra de Fornos de Algodres, as Muralhas de Pinhel e uma coleção de automóveis em miniatura estacionada no Museu de Gouveia. Explore os Castelos e as casas brasonadas de Mêda e Figueira de Castelo Rodrigo. Aqui a história é contada e a cultura é exibida no estado mais puro. Venha conhecê-las.

PROGRAMAÇÃO DE NATAL DOS 15 MUNICÍPIOS DAS BEIRAS E SERRA DA ESTRELA

 

ALMEIDA

O município de Almeida considera a época natalícia uma altura propícia para a animação, mas também para a dinamização dos negócios locais. Desta feita foram criadas atividades com impacto na economia local, tais como o Mercadinho de Natal, a Exposição de presépios de rua no centro histórico, a Exposição de presépios nos espaços do Turismo Municipal de Almeida e Vilar Formoso e as atividades: “Dinamizar para Aproximar” com sorteio de Vouchers: “Compre no comércio tradicional”; “Valorize a gastronomia local – Rota do Bacalhau” e “Natal no alojamento local”. Consulte toda a informação aqui.

 

BELMONTE

No âmbito da época festiva, o município de Belmonte organiza a já emblemática Festa das Luzes, ou Hanukkah em hebraico, que acontece até 6 de dezembro. Nesta festa marcada “pelo clima familiar e pela alegria, um candelabro de nove braços é usado, com o acender de uma vela por dia, recordando os oito dias em que a chama ardeu milagrosamente.” Acontecem ainda oficinas de materiais reciclados, estátuas de luz e vão ser apresentados um livro e um vinho kosher no Museu Judaico. Além dos tradicionais Mercadinhos de Natal, concertos e animação de rua, o Natal em Belmonte culmina com a realização de vários concursos como o das Montras de Natal, Árvores de Natal, de Madeiros e de Presépios das Escolas. Para saber mais consulte o site oficial do município aqui.

CELORICO DA BEIRA

O município assinala a época festiva com um sorteio de Natal como forma de ajudar e revitalizar o pequeno comércio local e, até 23 de dezembro, os mais pequenos podem entrar na casa do Pai Natal e divertir-se com a oferta existente.

COVILHÃ

No município da Covilhã, o Natal será passado com arte, até ao dia 9 de janeiro. Inclui um vasto programa de atividades e eventos nesta cidade que é atualmente Cidade Criativa da UNESCO, na área do Design. Concertos, oficinas de Natal, animação de rua, teatros, exposições, espetáculos de marionetas e circo, desfiles, recitais, concertos com histórias para as famílias, bailado clássico e muito mais. Consulte aqui a agenda completa.

FIGUEIRA DE CASTELO RODRIGO

De 8 a 25 de dezembro, Figueira de Castelo Rodrigo promete ser a “Terra Natal”, acolhendo no coração da vila diversas atividades e iniciativas natalícias. O programa é pensado para as famílias, em especial para as crianças, havendo música, cinema, teatro e uma diversidade de animações de rua. Não vão faltar a Casa do Pai Natal, o Presépio, a Casa dos Ateliers de Natal, o Baloiço, o Comboio e o Mercadinho. Sem esquecer as iniciativas em prol dos mais desfavorecidos. O culminar destas atividades terá lugar no dia 24 de dezembro, dia em que será acesa a fogueira de Natal. Mais informações aqui.

FORNOS DE ALGODRES

Fornos de Algodres celebra o Natal sob o lema “Fornos de Algodres Natal, Um presépio Natural”, contando com um programa oficial composto por espetáculos de vídeo mapping, espetáculos para os mais novos com entrega de presentes e ainda far-se-á um “Sorteio de Natal”, para promoção e divulgação do comércio local. Não vão faltar em cada casa, as tradições natalícias do concelho como as filhoses, as fritas (fatias douradas), o bacalhau e o polvo cozidos na véspera de Natal, o cabrito no forno no almoço de Natal. Em algumas aldeias ainda resiste o Cepo de Natal ou a tradicional Missa do Galo. Consulte mais informações sobre o Natal neste município aqui.

FUNDÃO

O município do Fundão vive o Natal com uma série de eventos alusivos à época, entre os quais o Concurso de Presépios que, uma vez mais, mantém viva uma tradição cultural secular e dinamiza a construção de presépios no concelho. Nesta época do ano conta ainda com um Eco Mercado de Natal, concertos, espetáculos, saraus, concursos e muito mais. A Gastronomia tradicional não fica esquecida e até 19 de dezembro decorre o Festival da Tibórnia e, até 17 deste mês, acontece o Concurso do Melhor Bolo-Rei do Fundão.  Mais informações aqui.

GOUVEIA

Além da tradicional animação de Natal, o município de Gouveia, em parceria com a Agência para o Desenvolvimento dos Negócios de Gouveia (ADN Gouveia) criou uma campanha de Natal para promover as compras no comércio local e reforçar o apoio aos seus comerciantes. Mais informações aqui.

GUARDA

Até 25 de dezembro, Guarda será “Onde o Natal brilha mais alto” na Praça Luís de Camões, bem no coração da cidade mais alta, até porque estão agendadas atividades diversas para animar os dias e as noites mais frias com uma parada de Natal, carrosséis, photopoints para mais tarde recordar, concertos, o tradicional madeiro, árvores de vitrais, pinheiros de Natal, artesanato, concurso de montras e o, já habitual, mercadinho de Natal. Está tudo aqui basta aceder a este link.

MANTEIGAS

No município de Manteigas, as tradições, eventos e produtos natalícios não vão faltar com as Arruadas de Boas Festas, a Missa do Galo e a realização do Madeireiro nas quatro freguesias do concelho (Sameiro, Santa Maria, São Pedro, Vale de Amoreira). A “Natureza do Natal” em Manteigas completa-se com a Aldeia do Pai Natal, a realização do Mercadinho de Natal (17, 18, 19, 23, 24, 25, 31 de dezembro e 1 de janeiro) e, no dia 13 de dezembro ao final da tarde, a não perder o evento do acender das luzes de Natal com concerto de Natal. Mais informações aqui.

MÊDA

Mêda recebe o Natal com a animação habitual no Parque Municipal até 26 de dezembro onde não vão faltar o mercadinho, ateliers temáticos, a casa e o comboio do Pai Natal. O Concurso ‘Montras de Natal’ decorrerá de 7 de dezembro a 6 de janeiro, no âmbito da iniciativa ‘Natal Real é no Comércio Tradicional”, com o objetivo de dinamizar o comércio local, destacando a criatividade dos comerciantes subordinada à temática dos elementos naturais, alusivo à quadra natalícia.

Mais informação sobre o Natal em Mêda aqui.

PINHEL

De 15 de dezembro a 6 de janeiro, a magia do Natal vai animar a cidade de Pinhel, com atividades pensadas para todas as idades e, sobretudo, para as famílias.

À semelhança de anos anteriores, o “Pinhel de Natal” terá luz, através das iluminações natalícias que irão acender-se no dia 1 de dezembro, mas também o tradicional “Carrossel Parisiense”, Pista de Gelo, Zona Gaming, Ateliers de Natal, Globo de Neve Gigante e muita animação… isto tudo no Parque Municipal da Trincheira transformado num Bosque Encantado com um circo de Natal dos Duendes. Mais informações aqui.

SABUGAL

O Centro Histórico do Sabugal volta a ser berço do ‘Sabugal Presépio – O Maior Presépio Natural’, que inaugura a 7 de dezembro. Com uma ocupação de cerca de 1.100 metros quadrados e construído com recurso a materiais recolhidos na natureza, tais como troncos de castanheiros, heras e musgos, esta recriação contempla diversas cenas bíblicas relacionadas com a Natividade. O Natal neste município vai surpreender os sentidos. Entre bolas e estrelas, as luzes natalícias vão iluminar o Sabugal. Previstos concertos, exposições, o mercadinho de Natal, concurso de montras de Natal. Os mais pequeninos podem contar com oficinas de origami, pinturas faciais, cinema de sombras e muitas outras surpresas. Para dar as boas-vindas a 2022, as cinco vilas medievais – Alfaiates, Sabugal, Sortelha, Vila do Touro e Vilar Maior – vão iluminar-se com espetáculos pirotécnicos. Mais informações aqui.

SEIA

O programa de Natal em Seia decorre até 6 de janeiro com o centro da cidade animado pela iluminação pelas principais artérias. O município pretende criar maior atratividade e dinamismo nas zonas comerciais, um incentivo para visitar e comprar no concelho. A pista de gelo já está montada e, na envolvente do Mercado Municipal, o Carrossel Parisiense vai ser uma das grandes surpresas para os mais pequenos. No Mercado de Natal terá diversas atividades agendadas e oficinas para todos participarem. O desfile do Pai Natal não ficou esquecido e vai chegar às aldeias e ao centro da cidade. Após uma paragem forçada, os habitantes de Cabeça voltam a enfeitar a sua aldeia naquele que é o mais ecológico e tradicional Natal do país. Consulte o programa oficial aqui.

TRANCOSO

Além do Concurso de montras alusivas ao Natal, o município de Trancoso vive a Magia de Natal, entre 10 de dezembro a 01 de janeiro, na Praça D. Dinis. Consulte aqui.

 

Esta ação enquadra-se no Projeto Produtos Turísticos Integrados de Base Intermunicipal, desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, em parceria com o Turismo Centro de Portugal, cofinanciado pelo Portugal 2020, Centro 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Estas atividades acontecem no âmbito do estreito cumprimento pelas normas definidas pelas autoridades de saúde para a prevenção e mitigação do risco de contágio pela COVID-19, podendo alguns eventos estarem sujeitos a lotação máxima e/ou cancelamento de alguma iniciativa, tendo em conta a evolução da Pandemia.

She’s Mercedes Off Road Experience aconteceu na Serra da Estrela

O quinto aniversário do She’s Mercedes Off Road Experience celebrou-se na Serra da Estrela, com um grupo de mais de 75 aventureiras Mercedes-Benz e, pela primeira vez, durante um fim de semana completo.

O H2Otel Congress & SPA, bem no coração da Serra da Estrela, em Unhais da Serra, aguardava a chegada da maior comitiva de sempre de mais uma aventura no feminino da Mercedes-Benz. À chegada, um cocktail de boas-vindas aguardava as participantes, mote mais do que suficiente para entrar no espírito do que viria a ser um fim de semana de aventura, degustação e celebração.

As boas-vindas oficiais aconteceram durante o jantar, onde Cátia Magalhães, responsável do projeto She’s Mercedes em Portugal, partilhou com todas um pequeno filme que conta a história da viagem realizada pelo primeiro automóvel Mercedes-Benz em 1888 – ao volante Bertha Benz, esposa do criador da marca germânica, Carl Benz, cujo exemplo de coragem e espírito de aventura serviram de inspiração a todas as presentes.

O segundo de três dias memoráveis She’s Mercedes amanheceu com um sol radiante e sem uma única nuvem no horizonte. Prenúncio de um dia onde as cores do outono brilharam mais fortes e as paisagens da serra da Estrela confirmaram um dia de passeio magnífico, perfeito para pôr à prova a perícia das condutoras e a tecnologia 4MATIC dos Mercedes-Benz pelos trilhos fora de estrada que se avizinhavam.

A comitiva arrancou serra acima até às Penhas da Saúde para uma visita ao Centro de Limpeza de Neve da serra da Estrela. As gigantes e imponentes máquinas esperavam as participantes para uma experiência única. Logo depois, visita à deslumbrante queda de água do Poço do Inferno, mesmo antes de atravessar Manteigas e subir novamente até ao Mondeguinho, a nascente do maior rio português, o Mondego. Poucos quilómetros mais adiante, Seia e o destino final da manhã: o Museu do Pão.

Após um almoço típico, seguiu-se a visita ao Museu e as indispensáveis compras na “Mercearia” do Museu. Pão, pois claro! Mas muito, muito mais de um leque de produtos típicos da região, tão saborosos.

A parte da tarde reservava os primeiros grandes desafios fora de estrada, como as descidas de corta-fogos de cortar a respiração, mesmo antes de chegar a Vide. Daí até Unhais da Serra era um saltinho, e as aventureiras Mercedes-Benz chegaram bem a tempo de poder relaxar deste primeiro dia de fora de estrada e aproveitar os luxos das piscinas e do circuito Aqualudic do H2Otel Congress & SPA.

Antes do jantar, mais um momento no feminino com uma She’s Mercedes Talk, desta vez com Anna Massiello e Yasmin Medeiros, fundadoras da R-Coat, uma comunidade de moda que reduz o desperdício, aproveitando chapéus de chuva estragados, e dando-lhes uma segunda vida como peças de roupa.

Seguiu-se um jantar acompanhado de música ao vivo e muitas surpresas. Jorge Aguiar, Diretor de Marketing e Comunicação e Holger Marquardt, CEO da Mercedes-Benz em Portugal, que acompanharam de perto todo o fim de semana, aproveitaram a ocasião para celebrar com todas as presentes o 5º Aniversário She’s Mercedes, com direito a um bolo muito especial para todas. Animação não faltou noite dentro, aproveitando a música e a boa disposição das participantes.

A manhã de domingo ficou reservada para o típico pequeno-almoço em roupão do H2Otel Congress & SPA e mais uma visita às sua maravilhas aquáticas. Depois, novamente a bordo dos Mercedes-Benz 4MATIC, nova subida à serra com passagem pelo Covão da Ametade e visita à fábrica da Ecolã, em Manteigas, para conhecer melhor o Burel, e a forma como a lã 100% de ovelha é trabalhada e dá origem a produtos incríveis e sustentáveis.

Depois, novo corta-fogo desta vez a terminar numa pequena travessia de água para pôr novamente à prova máquinas e condutoras. O almoço de encerramento foi já em Belmonte, na magnífica Quinta da Bica, onde a comitiva feminina Mercedes-Benz foi recebida com um Welcome Drink, cortesia da OPO Spritz, o primeiro wine spritz feito com vinho português. Depois, um almoço tradicionalmente serrano para deixar saudades de um fim de semana memorável.

A 5ª edição do She’s Mercedes Off Road Experience foi sem dúvida um evento memorável e o culminar de partilhas, inspiração, liderança e iniciativas no feminino que aproximam a marca Mercedes-Benz às participantes.” – reforçou Cátia Magalhães no final do evento.

Para Luís Celínio, Presidente do Escape Livre “o She’s Mercedes é a prova de que a combinação de grandes máquinas com grandes aventureiras é sinónimo de dias únicos de convívio e aventura fora de estrada”.

Em 2022, o She’s Mercedes estará de regresso com mais desafios, aventura e inspiração, para levar mulheres destemidas e inspiradoras a ultrapassar limites e abrir novos caminhos.

Aventura Mercedes-Benz para senhoras She’s Mercedes!

As condutoras Mercedes-Benz estão de regresso à aventura em mais uma edição do She´s Mercedes Off Road Experience que a Mercedes-Benz Portugal e o Clube Escape Livre organizam de 12 a 14 de novembro na Serra da Estrela, a partir do H2Otel em Unhais da Serra.

Pela primeira vez com um fim-de-semana completo, ao contrário de apenas um dia como era hábito, o She´s Mercedes Off Road Experience vai desenvolver-se nos caminhos e trilhos da serra da Estrela, com um programa muito diversificado e que pretende proporcionar às condutoras dos Mercedes-Benz com tecnologia 4MATIC a descoberta paisagística da serra da Estrela em pleno outono, logo com tonalidades e cores fantásticas.

Mas, os percursos fora de estrada serão completados com uma programação muito diversa que vai desde a utilização do Aqualudic (piscinas aquecidas interior e exterior – jacuzzis, hamman, saunas, banho turco e ginásio) no H2Otel; a visita ao Museu do Pão e à quase centenária fábrica Ecolã, em Manteigas, onde o Burel renasceu.

E a passagem no Centro de Limpeza de Neve vai ser impactante para todas as condutoras confrontadas com as grandes máquinas de remoção de neve.

O almoço de encerramento e entrega de lembranças terá lugar no Quinta da Bica Golfe & Fitness, Medical Spa, um dos espaços da excelência às portas da serra da Estrela.

Cátia Magalhães da Mercedes-Benz Portugal reforça que: “She´s Mercedes é um projeto internacional da Mercedes-Benz com objetivo de aproximar o target feminino à marca, através de experiências exclusivas. Com esta ação She’s Mercedes Off Road Experience pretende-se proporcionar momentos únicos de aventura, convívio, partilha e inspiração”.

As inscrições têm o valor de 595€ para duas senhoras em quarto duplo e podem ser feitas nos concessionários Mercedes-Benz e no Clube Escape Livre através do e-mail: escapelivre@escapelivre.com . Mais informações através dos contactos 271205285 – 967899449

Aventura Dacia, uma década na Serra da Estrela

Vai acontecer no fim-de-semana de 22 a 24 de outubro , numa iniciativa do Clube Escape Livre , a Aventura Dacia , com arranque do Hotel Lusitânia na cidade da Guarda .

Um passeio de todo terreno turístico e de lazer que percorre os caminhos e trilhos fantásticos da Serra da Estrela.

São 10 anos de aventura, descoberta e convívio entre os proprietários dos modelos Duster e Sandero Stepway da Dacia que, aproveitando as características fora de estrada dos seus modelos, não perdem a ocasião de descobrir Portugal. Desde a primeira aventura no Douro em 2012 que a adesão não tem parado de crescer e na última edição, em 2020, quase 50 equipas descobriram o centro de Portugal.

Agora, a Serra da Estrela e a suas paisagens recebem a caravana Dacia que no sábado almoça em Folgosinho na bem conhecida Casa Albertino que dará a desfrutar cinco pratos para além de entradas e sobremesas.

No regresso à Guarda passagem na Cabeça do Faraó e paragem na aldeia de Videmonte, antes de um percurso final ao longo dos passadiços do Mondego que em breve abrirão ao público e todos quererão percorrer.

No domingo a etapa avança em direção ao Vale do Mondego e às suas magnificas paisagens.

Mas as celebrações dos 10 anos da Aventura Dacia vão iniciar-se logo na 6ª-feira com uma visita e um flute de espumante da Beira Interior no Solar da Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior, e culminarão com o almoço de domingo com partilha de grandes e boas memórias para a família Dacia.

As inscrições ainda podem ser feitas no site do Clube em www.escapelivre.com e têm o custo de 325€ para 2 pessoas com programa completo.

Séculos depois, a neve da Serra da Estrela voltou a chegar a Lisboa

Ao sexto dia do mês de agosto do ano da graça de 2021, o Clube Escape Livre, a Marinha do Tejo e a Toyota, cumpriram a secular tradição de “Dar Neve a Lisboa”, para que, nos antigos armazéns de gelo do Martinho da Arcada, se voltasse a tomar neve da Serra da Estrela e sorvetes como antigamente.

Pouco passava das oito horas da manhã da passada quinta-feira, quando o grupo de aventureiros e jornalistas deixou o Vila Galé Serra da Estrela, em Manteigas, e subiu até antigos neveiros do Covão da Ametade, na Serra da Estrela, a bordo de duas Toyota Hilux 4×4 para se encontrar com o Neveiro-Mor, Pedro Fernandes Castello Branco, e os seus ajudantes, ali caracterizados pelo grupo de teatro Hereditas.

Assinado o contrato de transporte de neve, como outrora se fazia, tempo de carregar “as carroças” com alguns quilos de gelo prensado envolto em serapilheira, e seguir caminho rumo ao destino final, o Terreiro do Paço, em Lisboa. Pela frente, estavam trilhos fora-de-estrada para descer a Serra e as antigas estradas-reais que desciam até ao rio.

Como havia explicado na noite anterior em Manteigas o Prof. Carvalho Rodrigues, esta tradição secular de transportar neve da Serra até Lisboa começou em 1619, há mais de 400 anos, quando o Rei de Portugal fazia chegar à corte neve fresca da Serra da Estrela, entre os meses de maio e setembro, para que a corte pudesse tomar bebidas frescas e fazer sorvetes. Anos mais tarde, o excedente de neve da corte era distribuído pelos comerciantes do Terreiro do Paço, como o antigo Martinho das Neves, hoje Martinho da Arcada, para que o vendessem à população.

A expedição que partiu da Serra da Estrela, passou ainda por Constância, onde almoçou perto do sítio onde o Zêzere se funde com o Tejo, onde era muitas vezes feito o embarque da neve nos barcos com destino a Lisboa.

Paulo Andrade, Presidente da Marinha do Tejo, aproveitou a ocasião para referir que num levantamento feito em 1820, existiriam 3600 embarcações entre a foz do Tejo e Vila Velha de Rodão, que asseguravam todo o transporte de pessoas e bens, como a neve, até ao aparecimento da ponte 25 de Abril.

A paragem seguinte fez-se na Casa Cadaval, onde a expedição foi recebida pela Condessa Teresa Schönborn, Marquesa de Cadaval, e já com a Prof. Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, que se havia juntado à caravana na população de Raposa, ao volante de uma das carrinhas que transportavam a neve.

Ana Abrunhosa, aproveitou o momento para referir que “a valorização da nossa história permite construir futuro. A estruturação de novas ofertas turísticas une os diferentes territórios, tanto por estradas de terra batida, estradas de asfalto ou estradas do mar. Preservando a nossa história e a tradição, construímos também modernidade e futuro.”

Antes de um merecido descanso no Resort Praia do Sal, em Alcochete, a caravana jantou no Clube Náutico Moitense, na companhia do Vice-Presidente da Câmara da Moita, antecipando o embarque naquele cais no dia seguinte.

A neve embarcou no varino “O Boa Viagem”, da Câmara Municipal da Moita e da Marinha do Tejo, pelas 12h de sexta-feira com destino ao Cais das Colunas, em Lisboa. Durante a viagem, o mestre fragateiro João Gregório e o Eng. Paulo Andrade, Presidente da Marinha do Tejo que acompanhou toda a expedição, falaram da história destes barcos e da sua importância ao longo da história náutica portuguesa.

Ao longe, já se avistava Lisboa, e na margem do Terreiro do Paço, já esperavam a neve os bombos e fanfarras dos arautos do reino. Foi assim, num desfile escoltado pela Polícia Municipal de Lisboa do Cais da Colunas até às arcadas do Terreiro Paço, que seguiu a neve até ao Martinho da Arcada, onde foi recebida por António Marcos Sousa, atual proprietário.

A neve que viajou da Serra da Estrela até Lisboa, foi entregue, simbolicamente, aos diversos representantes do poder local, de hoje e de antigamente. Primeiro à Prof. Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, em plena Praça do Comércio, depois ao Vereador Miguel Gaspar, do átrio da Câmara Municipal de Lisboa, e, como há séculos se fazia, à Casa Real Portuguesa, na pessoa do Duque de Bragança, o Senhor Dom Duarte, que fez questão de vir “tomar neve” com todos os aventureiros ao Martinho da Arcada.

Luís Celínio, Presidente do Clube Escape Livre, comentou que “foi um prazer dar vida a esta ideia do Prof. Carvalho Rodrigues, aplicando todo o conhecimento de expedições fora de estrada do Escape Livre, juntando a modernidade dos veículos 4×4 Toyota com a tradição dos barcos da Marinha do Tejo.”

O sucesso desta recriação histórica promete voltar a repetir-se no futuro, e a neve da Serra da Estrela promete continuar a refrescar a capital, pela mão do Clube Escape Livre e da Marinha do Tejo, mesmo nos meses mais quentes do ano.

Beiras e a Serra da Estrela ideal para férias de Verão

Destino em estado puro com 6300km de percursos pedestres, 1/3 do território com áreas classificadas, dezenas de praias fluviais de água limpa e sã.

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) desafia este verão os portugueses e os turistas internacionais para partirem à descoberta das dezenas de praias fluviais e zonas balneares mais icónicas e impolutas existentes no vasto território composto pelos 15 municípios. Na aplicação para telemóvel recentemente lançada, dispõe de todos os locais para visitar e ficar, os melhores pratos e iguarias da gastronomia local, pontos de interesse e experiências 360º para programar o regresso à Serra pós-confinamento e ir a banhos nas praias ‘de altitude’. Este Verão, as Beiras e a Serra da Estrela vão ser mesmo o ponto mais alto e saudável das férias de verão.

É nas Beiras e Serra da Estrela que é possível visitar e usufruir de dezenas de praias fluviais e zonas balneares que fazem parte do roteiro turístico para o tão almejado descanso pós-confinamento. O frio já lá vai, e agora a paisagem natural veste-se de todas as cores, banhada pelos cursos de água límpida, à espera de ser apreciada na sua plenitude. Quer seja em família, com a cara-metade ou com o grupo de aventuras, este ano as férias de verão passam pela descoberta de algumas das mais carismáticas e icónicas zonas balneares e praias fluviais do território onde é possível ir a banhos nas águas dos quatro rios que nascem na Serra – o Mondego, o Zêzere, o Alva e o Alvôco, dos rios mais limpos da Europa. Sem esquecer a “arte da luz” do Côa e das gravuras rupestres, que atravessa o planalto beirão e que passa por Pinhel, Almeida e Figueira de Castelo Rodrigo. E para que a visita a este destino seja em pleno, há a acrescentar o capital gastronómico de sensações e sabores únicos; a vasta oferta de saúde e bem-estar com escolhas diversificadas de espaços para relaxar, tratar doenças ou refugiar-se do bulício das cidades. As Beiras e Serra da Estrela ladeia-se de um território rico em património cultural, histórico e religioso pautado por castelos, muralhas, igrejas milenares e um vastíssimo património judaico. Aqui encontram-se 9 das 12 Aldeias Históricas de Portugal, várias Aldeias de Xisto e Aldeias de Montanha. O território é composto por cerca de 300 quilómetros de percursos pedestres e cinco estâncias termais. Um terço do território possui áreas classificadas, tem a reserva natural da Serra da Malcata, dois parques naturais (Parque Natural da Serra da Estrela e Parque Natural do Douro Internacional), o Geopark Mundial da UNESCO, a paisagem protegida regional da Serra da Gardunha e ainda a área protegida privada da Faia Brava.

Beiras e Serra, o Ponto Mais Alto das Férias de Verão

Este é um destino em estado puro com muito para oferecer, sustentado na valorização dos seus produtos endógenos e na promoção e divulgação da cultura e história, natureza e aventura, saúde e bem-estar, sensações e sabores. De entre as dezenas de praias e zonas fluviais, existem locais e espaços de natureza por descobrir e outros para usufruir em família durante as férias. As opções são muitas! Em Manteigas é imprescindível a visita à praia fluvial da Relva da Reboleira localizada num contexto natural único, banhada pelas águas límpidas do Zêzere. No Sabugal, conheça a praia fluvial de Vale das Éguas, situada numa zona de lazer natural rodeada de amieiros e freixos e com as águas do Côa a correrem livremente pelas pedras. E, nas margens do rio Mondego, por que não aproveitar para testar os seus dotes de pesca na praia da Ratoeira (Celorico da Beira). Em Fornos de Algodres passe pela idílica praia fluvial Ponte de Juncais. Em Gouveia, obrigatória a passagem pela praia fluvial de Vale do Rossim situada bem no coração da Serra da Estrela, a uma altitude de 1437 metros, onde se situa o maior vale glaciar da Europa. No município de Seia, propomos passar pelas praias das Aldeias de Montanha – Lapa dos Dinheiros e de Loriga (respire fundo ao entrar nas águas cristalinas que escorrem do Vale Glaciar!). No Fundão passeie nas tradicionais barcas existentes na praia fluvial de Janeiro de Cima em pleno rio Zêzere. Na serra da Gardunha, mesmo à entrada da aldeia histórica de Castelo Novo, aproveite para passar uma manhã de verão na sua praia fluvial e à tarde dê um salto até à Covilhã, mais concretamente à praia fluvial do Paul, vila tipicamente serrana, onde existe um poço natural que acolhe a praia com o mesmo nome. Ainda neste município há ainda a referenciar um pequeno paraíso: na praia de Unhais da Serra carregue energias nas águas cristalinas das ribeiras de Unhais e Paul, no ar puro e na paisagem idílica nos contrafortes da Serra da Estrela. Se passar pela Guarda, mais um município com praias fluviais de cortar a respiração, poderá ser sempre opção ir a banhos ou simplesmente embrenhar-se na natureza das praias de Valhelhas, de Aldeia Viçosa em pleno parque natural ou da praia fluvial do Caldeirão, junto à albufeira da barragem. Toda a informação, aqui (link).

A Serra mais perto com app gratuita

E para programar em pleno as férias, é possível aceder à app Visite Serra da Estrela e programar ao pormenor o que pode visitar. Esta aplicação poderá ser descarregada gratuitamente na PlayStore (sistemas Android) e AppStore (sistemas iOS). Procura novos trilhos para caminhar a dois? Precisa urgentemente de recarregar baterias pós-confinamento num spa no meio da natureza? Ou a ideia é mesmo conciliar uma experiência de aventura com o conforto de um hotel em plena montanha? Usufruir de roteiros para férias em família nos quais seja possível visitar locais que não estejam sobrelotados e que seja possível experimentar escalada, arborismo, ski, btt ou até mergulhar numa praia fluvial banhada pelas águas do vale glaciar? Ou simplesmente aprender um pouco mais sobre a história escondida nas muralhas, nos castelos e nas calçadas milenares das aldeias e vilas do Território?

Tendo como base a localização do utilizador, a app Visite Serra da Estrela permite a qualquer turista ou visitante descobrir diferentes locais e pontos de interesse no Território das Beiras e Serra. Está tudo aqui: natureza, aventura, cultura, história, saúde e bem-estar, os saberes ancestrais, os sabores típicos, sugestões de roteiros e pontos de interesse para que possa programar o seu regresso à Serra da Estrela, um destino em estado puro.

Praias e Zonas fluviais

https://www.visiteserradaestrela.com/pt/page/praias-fluviais

 

“Visite Serra da Estrela”

Site I Instagram I Facebook

Download App Visite Serra da Estrela

PlayStore (sistemas Android) I AppStore (sistemas iOS)

Escape Livre e Toyota vão Dar Neve a Lisboa

Em agosto, o Clube Escape Livre, a Toyota e a Marinha do Tejo, em estreita colaboração com o Turismo Centro de Portugal, vão recriar uma tradição secular que começou há mais de 400 anos, em 1614.

A ideia original de Carvalho Rodrigues, cientista natural de Casal de Cinza, no concelho da Guarda, parecia feita à medida para o espírito de aventura do clube da Guarda.E, há medida que se desvendava o novelo desta tradição secular, mais certezas tínhamos que não podíamos recuar deste desafio.” – afirmou Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre.

A história é simples de contar. Outrora, a neve era cortada na Serra da Estrela e depositada em “geleiras”, que mais não eram buracos ou poços onde não chegava o sol, para depois ser transportada para a capital. A neve seguia em burros e cavalos até Vila Velha de Rodão ou outras portas do Tejo e a partir dali era transportada de barco para Lisboa. A neve era entregue a sua majestade o Rei, para que pudesse saborear bebidas frescas e gelados nos meses mais quentes do ano, e depois distribuída aos almocreves para que os comerciantes a vendessem como gelado também aos lisboetas.

Todos os anos, tinham de ser transportados para Lisboa entre 450 a 600 quilos de neve por dia, para sua majestade “tomar neve”, ou seja, à falta de máquinas de gelo na época, derreter a neve e beber a água fresca.

Nos dias 5 e 6 de agosto de 2021, com a tradição e experiência todo terreno do Escape Livre, vai ser recriado todo o processo. A comitiva irá ser recebida na Serra da Estrela ao fim do dia de 4ª feira, 4 de Agosto, onde também já estará a nova estrela offroad da Toyota, a Pickup Hilux Invincible, o veículo oficial desta iniciativa e que terá a enorme responsabilidade de transportar a neve pelos trilhos fora de estrada até ao seu destino.

Para Ricardo Amaral, Diretor de Comunicação, Marketing e Produto da Toyota “É com muito gosto que a Toyota se associa a este evento. O Escape Livre é um parceiro com provas dadas, tal como a nossa Toyota Hilux, que pelas suas características de robustez e fiabilidade foi a escolha natural para superar este desafio”.

Depois de ser recolhida a neve da Serra da Estrela, na 5ª feira, dia 5 de Agosto, será transportada pelos antigos trilhos da montanha nos modernos “cavalos” da novíssima Toyota Hilux Invincible até à Moita, onde a caravana pernoita para no dia seguinte, 6ªfeira, dia 6 de Agosto, embarcar nos barcos da Marinha do Tejo até ao Cais das Colunas, em Lisboa, onde, como antigamente, será entregue aos representantes oficiais do país e posteriormente aos comerciantes para que a possam distribuir nos seus estabelecimentos.

O objetivo? Levar a neve da Serra da Estrela até à capital em agosto!

Clube Escape Livre-Aventura Dacia ao mais alto nível

A cidade mais alta de Portugal e a serra da Estrela vão receber a 10ª edição da Aventura Dacia 4X2 organizada pelo Clube Escape Livre, inicialmente prevista para o Douro.
Festejando uma década de êxito, o grande encontro dos proprietários Dacia Duster 4X2 e 4X4 e Sandero Stepway promete descobrir os caminhos, paisagens e gastronomia da serra
da Estrela.
Os tempos de incerteza que se atravessam também afetaram a preparação da Aventura Dacia 4X2, que este ano celebra 10 anos de aventuras com descobertas incríveis e paisagens
deslumbrantes. Inicialmente prevista para junho no Douro, vai, agora, realizar-se na serra da Estrela e no fim-de-semana de 22 a 24 de outubro.
O Hotel Vanguarda é o local de encontro e centro de operações deste passeio e na sexta-feira
aqui funciona o secretariado e tem lugar o jantar de boas-vindas.
No sábado, rumo à montanha mais alta de Portugal Continental, a caravana Dacia percorre
alguns caminhos fora de estrada até à bonita aldeia de Folgosinho. Aqui um almoço serrano
com a qualidade da casa Albertino promete cinco (cinco!) magníficos pratos para degustar
para além das entradas e sobremesas.
Na etapa da tarde, os caminhos da serra permitem visitar a Cabeça do Faraó e passar na aldeia
de Videmonte antes de um percurso final ao longo do novo ex-libris da Guarda que são os
passadiços do Mondego. O jantar de convívio encerra este dia que promete muitas e boas
recordações.
A etapa final, no domingo, avança em direção a Vale de Estrela onde o percurso atravessa o
parque eólico e para no “Marco das Três Bacias”. Deste alto as encostas fazem o escoamento
de águas para as bacias do Tejo, Douro e Mondego.
O almoço de encerramento, com a entrega de lembranças e os magníficos troféus SPAL
encerra o passeio e este ciclo de 10 anos da Aventura Dacia.
As inscrições já podem ser feitas no site do Clube, www.escapelivre.com e têm o custo de 325€
para duas pessoas com programa completo.