Início » Tag Archives: TMG

Tag Archives: TMG

Agenda cultural TMG desta semana

Aqui fica  a agenda do TMG para esta semana, que arranca nesta terça-feira , dia 27, pelas 21h30 | 3.00 € | Cinema | 94m • Pequeno Auditório • M/12

Cineclube da Guarda apresenta Outras Paragens CESÁRIA ÉVORA

A “diva dos pés descalços”, a icónica Cesária Évora num documentário que mostra imagens nunca vistas e oferece uma visão nunca antes explorada sobre a vida da cantora cabo-verdiana que, apesar de não corresponder ao modelo normal de sucesso, foi capaz de superar todas as condições que normalmente a afastariam da ribalta. Esta é a história de uma mulher negra, africana, com mais de cinquenta anos e vinda de um contexto pobre, cujo único sonho era ser livre.

01/03 | 21h30 | 5.00 € | Teatro | 50m | Pequeno Auditório | M/12

CARTAS D’ ABRIL

“Cartas d’Abril” é uma criação teatral contemporânea a partir de testemunhos verdadeiros e documentos produzidos nos 50 anos pós 25 de abril de 74. Uma crónica do passado e presente construída junto da comunidade durante 3 períodos de residência artística em Gonçalo, Joane e Guimarães, que convoca a pensar o futuro e refletir sobre as portas que Abril abriu. Uma criação teatral contemporânea, dinâmica, com uma linguagem propositadamente próxima mas com um conteúdo desafiante, que exige reflexão no binómio “Emoção vs Razão” como fator mobilizador e gerador de vontade, opinião e ação. Texto, direção e interpretação de Simão Barros.

02/03 | 21h30 | 10.00 € | Música | 90m | Grande Auditório | M/6

Moonspell Acústico – Soombra 2024

Esgotado

O espetáculo Soombra é um exercício de simplicidade, que permite ao ouvinte, contactar com a autenticidade melódica de um tema, e, facilita a viagem até ao amago da canção, ao seu interior mais puro e despido de convencionalidades. Os Moonspell, depois de celebrarem o seu trigésimo aniversário com concertos pelo mundo inteiro e nos Coliseus em Portugal, e de terem anunciado o seu primeiro concerto sinfónico, onde se estreiam, em conjunto com a Sinfonietta de Lisboa, como cabeças de cartaz na já mítica sala da Altice Arena (a 26/10/2024); recuperam a sua tournée Soombra onde se apresentam na sua faceta acústica. Depois de em 2010 terem esgotado dez dos mais belos teatros em Portugal, e, de terem internacionalizado o projeto no maior festival de Heavy Metal do mundo (Wacken, Alemanha, 2012) perante milhares de pessoas; os Moonspell juntam agora forças com a agência aFirma e com os programadores de pelo menos dez cidades e vilas do nosso país, para recuperar um conceito que deixou muitas saudades. Com um repertório redefinido, que contempla versões surpreendentes dos seus clássicos, aliadas a novidades e experiências, que são a imagem de marca da banda, o grupo leva a sua música a outras dimensões e, como é seu apanágio, vai ter com o seu fiel público às suas cidades, numa experiência única, exclusiva e arrebatadora. Para além dos cinco músicos habituais, juntam-se aos Moonspell em palco (com um design especialmente elaborado para esta tour) o trio de cordas Magnetic Strings e duas cantoras, que irão abrilhantar uma noite onde não só se ouvirá a pureza acústica da música desta ensemble reunida para o efeito, mas onde também se contarão várias histórias da carreira da banda, em pleno convívio e cumplicidade com o público português, que sempre lhe tem sido tão dedicado. Porque da escuridão nasce a luz, e da simplicidade se forma a grandeza, temos a honra de vos trazer, hoje, à vossa cidade e ao vosso teatro, Soombra a faceta acústica do sempre em crescente feitiço da Lua: os nossos Moonspell.

Até 30/03 | Entrada Gratuita | Exposição | Galeria de Arte | M/12

AS MEMÓRIAS DOS OUTROS

“As Memórias dos Outros” é um manifesto artístico sobre o património individual e coletivo da memória, baseado em 8 coleções de diapositivos compradas na internet. É um projeto de novos média, multidisciplinar, que abraça as artes visuais, artes plásticas e a música, à procura dos proprietários dessas memórias das décadas de 50 a 80. Artistas convidados: Adriana Ribeiro, Ana Couto, André Neto, Desy CXXIII, Inês Costa, Inês Mendes, Mariana Lisboa, The Animals Lab.

Foto:TMG

Teatro Municipal da Guarda com novos projetos

O Teatro Municipal da Guarda integra uma rede informal de circulação de projetos de música (de Portugal e Espanha) com o MUM (Meeting, Music, Market) – Jornadas Profesionales da Música na Extremadura que ocorrem em Mérida e MUMI – Jornadas Profissionais de Músicas do Minho, que decorre em Valença (PT) e Tui (Galiza).

Esta rede permite ao Teatro Municipal da Guarda acolher projetos de Espanha e Portugal, com a contrapartida de projetos de criação de artistas da Guarda, na área da música, se poderem apresentar nestas jornadas, promovendo assim a criação artística da Guarda, com o apoio do TMG e da Câmara Municipal da Guarda.

Estas jornadas profissionais da indústria musical espanhola são um espaço de referência para profissionais da música, empresas, festivais, produtores e programadores. Os participantes têm a oportunidade de avaliar o talento criativo dos artistas, além disso, a MUM e o MUMI também são abertos ao público. A 8ª Edição do MUM terá lugar em Mérida, de 18 a 20 de abril de 2024 e é organizada pelo “Centro de las Artes Escénicas y la Música (CEMART)” da “Consejería de Cultura, Turismo y Deportes de la Junta de Extremadura” e pela “Asociación de Gestoras y Gestores Culturales de Extremadura (AGCEX)”, conta também com a colaboração das “Diputaciones de Badajoz e Cáceres e Extremadura (AVANTE)”, bem como do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

O Teatro Municipal da Guarda, para esta edição do MUM, avançou já com a inscrição de alguns projetos desenvolvidos no âmbito de residências artísticas e com o apoio do TMG.

Brevemente anunciam o projeto que se fará representar na 8.ª Edição do MUM, em Mérida.

Foto:TMG

 

 

Agenda cultural no TMG esta semana

Aqui fica a agenda cultural no TMG nesta semana

25/01 , pelas 21h30 | 5.00 € | Música | 75m | Pequeno Auditório | M/6

JOSEF VAN WISSEM

Jozef van Wissem é um músico e compositor holandês que se especializou num instrumento em particular: o alaúde. Este músico já conta com mais de 20 álbuns editados, assim como quase as mesmas colaborações com outros músicos. Há 10 anos ganhou o prémio de Melhor Banda Sonora com o filme “Only Lovers Left Alive” do realizador de culto Jim Jarmusch, em Cannes. Regressa a Portugal em janeiro de 2024, e estreia-se na Guarda, para a apresentação do seu novo disco, “The Night Dwells in the Day”.

27/01 | 21h30 | 5.00 € | Música | 90m | Grande Auditório | M/16

THE LEGENDARY TIGERMAN

Um dos músicos mais aclamados do rock português regressa ao TMG. Em 2019, The Legendary Tigerman passou mais de 3 meses em Paris à procura de um novo som, de uma nova maneira de criar Rock’ n’ Roll, escrevendo, pela primeira vez, canções com sintetizadores modulares, eletrónica e não guitarras. Segundo o artista Paulo Furtado, o álbum “Zeitgeist” é uma “obra densa, pessoal e profunda que nasceu em Paris”. Ao vivo, só se espera entrega, carisma e energia totais deste fascinante “Homem Tigre”.

Até 26/01 | Entrada Gratuita | Exposição | Galeria de Arte

Transversalidades 2023 – Fotografia sem Fronteiras

A mostra reúne os portfólios vencedores de uma seleção de fotografias submetidas à 12.ª edição do Concurso organizada em torno de quatro núcleos temáticos e permite uma viagem por amplas e diversas geografias do planeta. Esta mostra é organizada pelo Centro de Estudos Ibéricos, promotor do concurso de fotografia, e pode ser visitada até 26 de janeiro de 2024.

Foto:TMG

Agenda no TMG por esta semana

Aqui ficam as atividades agendadas para a presente semana no TMG, na cidade mais alta.

16/01 | 21h30 | Entrada Gratuita | 40m | Pequeno Auditório | M/12

O GRITO SILENCIOSO

Os alunos do 2° ano do CTeSP de Multimédia e Artes Performativas, do IPG, apresentam, no âmbito das disciplinas Laboratório de Encenação, Cenografia e de Áudio e Vídeo, um projeto/exercício performativo, desenvolvido ao longo de um semestre letivo. Este exercício aborda uma problemática preocupante na comunidade escolar, a nível mundial, o Bullying. O principal objetivo deste exercício é apelar à comunidade em geral, mas, sobretudo, aos pais, educadores, professores e a jovens em idade escolar, para as graves consequências a nível psicológico, mas também físico, que esta forma de violência provoca àqueles que sofrem deste tipo de abusos.

18/01 | 21h30 | 5.00 € | Música | 80m | Pequeno Auditório | M/6

CONJUNTO CORONA

Foyer do Pequeno Auditório

Lotação Reduzida, sem lugares marcados

Corona são dB e Logos, duas distintas personagens do Hip Hop nacional que uniram ideias em comum. dB é o produtor de serviço e muito provavelmente o maior cleptomaníaco de samples em Portugal, tudo tem potencial para ser reutilizado nos seus beats Logos é o rapper de serviço e, muito provavelmente, aquele com mais facetas em Portugal. A forma como aborda cada música revela a sua impressionante vertente camaleónica. Conjunto Corona editou o seu sexto disco (“ESTILVS MISTICVS”) em outubro de 2023, e será o mote para o concerto no TMG.

20/01 | 21h30 | 5.00 € | Teatro | 80m | Grande Auditório | M/16

2:22 UMA HISTÓRIA DE FANTASMAS

Esta peça teve um enorme sucesso em Londres em 2022 e foi adaptada em 2023 em Portugal pelo Teatro Villaret, igualmente com sucesso. Trata-se de um thriller sobrenatural com momentos de comédia e que conta com um enredo brilhante, intrigante e cheio de adrenalina, protagonizado pelos atores Ana Cloe, Joana Seixas, João Jesus e Pedro Laginha. Esta peça recebeu o prémio de Melhor Peça de Teatro em 2022 nos WhatsOnStage Awards, tendo também sido nomeado para Melhor Peça de Teatro em 2022 nos Olivier Awards que reconhecem a excelência no teatro profissional.

Até 26/01 | Entrada Gratuita | Exposição | Galeria de Arte

Transversalidades 2023 – Fotografia sem Fronteiras

A mostra reúne os portfolios vencedores de uma seleção de fotografias submetidas à 12.ª edição do Concurso organizada em torno de quatro núcleos temáticos e permite uma viagem por amplas e diversas geografias do planeta. Esta mostra é organizada pelo Centro de Estudos Ibéricos, promotor do concurso de fotografia, e pode ser visitada até 26 de janeiro de 2024.

 

Foto:TMG

Carminho, GuardaFolia e Moonspell são destaques da Agenda Cultural da Guarda de janeiro a março

A Guarda inicia o novo ano com mais de 100 atividades que decorrerão, durante os primeiros meses do ano: janeiro, fevereiro e março, nas três infraestruturas do Município da Guarda: Teatro Municipal da Guarda (TMG), Biblioteca Municipal da Guarda (BMEL), Museu da Guarda e diversos espaços do concelho. O Teatro Municipal da Guarda inicia o ano com mais de 30 atividades diversificadas e direcionadas para todos os públicos.

Para celebrar em grande o início do novo ano a Orquestra Académica Filarmónica Portuguesa sobe ao palco do Grande Auditório, sob a direção do maestro Osvaldo Ferreira, para o Concerto de Ano Novo, no dia 13 de janeiro. Com um programa cativante para toda a família, o concerto promete ser uma jornada pelas pitorescas terras austríacas onde a rica tradição vienense de celebrar o Ano Novo ganha vida através de obras brilhantes de Strauss. Ler Mais »

Guarda-Agenda cultural no TMG

Vai ter lugar de  14 a 16 de dezembro pelas 21h30, no pequeno auditório do TMG, uma sessão de teatro, com 50m, para M/16

O Mal de Ortov – Por Teatro do Calafrio

“O Mal de Ortov” é a história de um homem que convida a comunicação social para transmitir o seu suicídio, em direto, no noticiário, após confessar o homicídio da sua vizinha: Nas palavras do autor, Ortov é uma “personagem dramática disfuncional” que representa o homem dos nossos dias com os seus medos, sonhos, violência e obsessões, cuja realidade à sua volta é tão intensa e absurda que leva o seu pensamento à desintegração, despontando nele uma espécie de loucura.

Ficha artística e técnica:

Texto: Jaime Rocha

Encenação: Florbela Sá Cunha

Interpretação: Mariana Silva, Micael de Almeida e Rafael Lopes

Desenho de Luz: Alexandre Costa

Cenografia: Florbela Sá Cunha

Música: Hugo Vasco Reis

Operação técnica – Alexandre Costa e Rui Tiago

Fotografia e Teaser – Alexandre Costa

Produção Executiva: Ana Pereira e Alexandre Costa

Produção: Teatro do CalaFrio

Co Produção: CMG/TMG

 

Já nesta sexta-feira, dia 15/12 pelas 18h00 , acontece a abertura da Exposição na Galeria de Arte

Transversalidades – Fotografia Sem Fronteiras 2023

A exposição “Transversalidades: Fotografia Sem Fronteiras” reúne os portfólios vencedores de uma seleção de fotografias submetidas à 12ª edição do Concurso organizada em torno de quatro núcleos temáticos (Património natural, paisagens e biodiversidade; Espaços rurais, agricultura e povoamento; Cidade e processos de urbanização; Cultura e sociedade: diversidade cultural e inclusão social), e permite uma viagem por amplas e diversas geografias do planeta.

Org. CEI/Apoio: CMG/TMG

Foto:TMG

Agenda cultural da semana no TMG

Vai decorrer na noite desta terça-feira, pelas 21h30, uma sessão de Cinema , com duração de 90m , no Pequeno Auditório | M/12—-100 Anos do Cinema de Animação Português – Nayola, de José Miguel Ribeiro

“Nayola” é uma história de amor, pulsações dos laços inquebráveis da maternidade, e uma canção de esperança num mundo melhor que nenhuma guerra é capaz de destruir. As vidas, os sonhos e os segredos de três mulheres, (avó, filha e Yara) cruzam-se em dois tempos narrativos, distanciados catorze anos. No passado, Nayola parte à procura do marido, desaparecido em combate na guerra civil angolana, e envolve-se numa busca audaz e mágica. No presente, Yara é uma jovem rapper e ativista dos direitos humanos, perseguida pela polícia nas ruas de Luanda. Uma noite, avó e neta sofrem uma dupla ameaça…

 

Por sua vez na quinta -feira , pelas  22h00 , com Entrada Gratuita

Simply The Best – Tributo a Tina Turner

Música | 90m | Café Concerto | M/6

Tina Turner foi uma cantora suíça nascida nos Estados Unidos e amplamente referida como a “Rainha do Rock ‘n’ Roll”, tendo ganho destaque na década de 60 como vocalista da dupla Ike & Tina Turner Revue, antes de lançar uma carreira de sucesso como artista solo. “Simply The Best” é o nome de uma das mais conhecidas canções de Tina, mas também o nome de uma banda de tributo liderada pela cantora Kika Cardoso. Uma oportunidade para ouvir alguns dos maiores clássicos desta icónica cantora.

 

Foto:DR

TMG com agenda musical para esta semana

O TMG tem  atividades agendadas para a presente semana:

 

Assim dia 30/11 pelas 21h30 com Entrada Gratuita temos Uma Noite Pode Ser Assim – 15 Anos dos Cantares da Sequeira, Música | 60m | Café Concerto | M/6

Em dezembro de 2008 iniciou-se o caminho do grupo Cantares da Sequeira. Nascido no âmbito do programa Emergências do Núcleo de Animação Cultural da Câmara Municipal da Guarda, sob a direção musical de César Prata, criou e apresentou até hoje inúmeros espetáculos e gravou dois discos. Passados quinze anos, importa assinalar a data. Ao longo de cerca de uma hora, num momento feito de memórias e afetos, o grupo revisita algumas das canções que espalhou no seu percurso.

Depois , Carmen Souza sobe a palco no dia 02/12 pelas 21h30

5.00 € | Música | 75m | Pequeno Auditório | M/6

Cantora luso-caboverdiana, Carmen Souza iniciou a carreira num grupo de gospel de Portugal. Aos 17 anos, conheceu o baixista Theo Pascal, que passou a ser o seu produtor. Juntos, os dois criaram um estilo unindo a cultura cabo-verdiana aos ritmos tradicionais africanos, portugueses e ao jazz. Dona de uma voz doce e melodiosa, Carmen Souza pratica uma música ritmada, alegre e que contagia qualquer público. A Downbeat Magazine considerou que a original assinatura Sonora de Carmen Souza é a “receita para o sucesso artístico”.

Agenda cultura no TMG na cidade da Guarda

Dia 22, decorre pelas 21h30 com Entrada Gratuita uma peça de  Teatro “Histórias das Coisas – Por Mochos no Telhado”

60m | Pequeno Auditório | M/12

(14:30h sessão para escolas, com marcação previa obrigatória)

Espetáculo que é uma metáfora construída à volta da nossa incapacidade de lidar com o estado atual do mundo e da nossa procura de soluções dentro de um sistema que criámos e não conseguimos abandonar. Um sistema em que o descarte é uma inevitabilidade e a eternidade um aborrecimento. “Coisificámos” o presente. E no instante seguinte, quando ele já era passado, deitámo-lo fora. E o futuro? Estaremos quase lá?

Direção artística: Dennis Xavier e Sofia Moura/Encenação: Sofia Moura/Assistente de Encenação: Clara Spormann/Interpretação: Nádia Matos e Tomás Seruca Bravo

Org. CMG/TMG/Mochos no Telhado

23/11 | 22h00 | Entrada Gratuita | Música | 60m | Café Concerto | M/6

TT Syndicate

Desde 2012 no ativo, os TT Syndicate impuseram-se no panorama musical português com um soberbo e criativo trabalho de fusão do som dos anos 60, com Rhythm n’ Blues, R&B, Soul, Funk e Rock’n’roll. São sete músicos em palco, todos com muita experiência musical que, ao vivo, arrasam com uma contagiante energia e alegria.

24/11 | 21h30 | 5.00 € | 75m | Grande Auditório | M/16

Beatriz Gosta – Resort

Beatriz Gosta é uma das principais vozes da nova geração de humoristas portuguesas e está de regresso com o novo espetáculo, “Resort”. Depois de dois anos de pandemia. De amores e desamores. De gerar e parir uma criança. De virar trabalhadora independente. De voltar ao ginásio e pôr mamas de silicone. De sobreviver à privação do sono, a viroses de infantário e à toxicidade das redes sociais. Beatriz Gosta precisou de parar. Férias? “Resort” pode ser tudo isso e um burnout numa hora e pouco de espectáculo. Sempre naquele equilíbrio ténue entre rir de nervoso e gargalhar até pingar na cueca. Só há uma certeza: é de perder o juízo!

25/11 | 21h30 | Entrada Gratuita | Música | 60m | Pequeno Auditório | M/6

Festival de Cantares Tradicionais – Pelo Grupo de Cantares de São Miguel (NDS)

Este é um espetáculo integrado no programa das Comemorações do Dia da Cidade, e pretende valorizar e divulgar o rico património musical dos cantares tradicionais que são identitários da cultura regional e nacional.

Foto:DR

 

Agenda cultural de novembro no TMG na Guarda

O TMG traz assim atividades neste mês de novembro, desta forma, esta quinta-feira, dia 2 , pelas 21h30 , vai haver Teatro, no Grande Auditório , com duração de 75m e para M/16.

José, o Pai De Elmano Sancho

“José, o Pai” é o último capítulo da trilogia “A Sagrada Família”, projeto teatral de longo curso do reconhecido e premiado ator e encenador Elmano Sancho. José, um ator velho e desempregado, renuncia ao papel de pai, vítima de um mundo que exige novas formas de autoridade. Mas José – para onde convergem as figuras de Deus Pai e do Diabo – não cede o seu lugar. Espetáculo que coloca em tensão os arquétipos da cultura patriarcal e as relações entre arte/performance e religião/ritual.

Texto e encenação: Elmano Sancho/Interpretação: Djucu Dabó, Isadora Alves, Jorge Pinto e Sílvia Filipe

Cenografia: Samantha Silva/Figurinos: Ana Paula Rocha/Desenho de luz: Pedro Nabais

Depois temos dia 04/11 | 22h00 | Entrada Gratuita | Música | 75m | Café Concerto | M/6

Emmy Curl

Emmy Curl mostrou a singularidade do seu mundo musical em 2010, tão etéreo e delicado como aberto a desafios. Em 2019, e já depois de brilhar no Festival da Canção com uma canção de Júlio Resende, Emmy Curl revelou o segundo álbum, “Øporto”. Coleção de histórias e memórias dos tempos em que viveu na Invicta, o disco funciona como “uma pintura impressionista” desse período de descoberta, alternando com elegância os mais belos momentos acústicos e as experiências eletrónicas a que junta uma forte aposta na arte visual que acompanha os seus concertos.

Ainda até dia 18/11, disponível de terça a sexta , das 9h00/12h30 e 14h00/17h30 com Entrada Gratuita, a  Exposição na Galeria de Arte

Ovelhas à Solta – Maestras do Carrilhão

Ovelhas à Solta – Maestras do Carrilhão é uma peça audiovisual interativa de linguagem transmédia composta por um carrilhão vertical de campainhas/chocalhos, tocado pelas sombras digitais do público. É uma homenagem à atividade cada vez mais rara do pastoreio das profundezas do mundo rural, de ovelhas e cabras. Caos sonoro ou melodia serena, tudo é bem-vindo, dependendo apenas da criação do momento, da conjunção da espontaneidade de uma ou mais pessoas dispostas à entrega de si aos outros, à partilha de algo tão belo quanto o efémero bucólico de um carrilhão de ovelhas à solta. Do acenar do braço ao correr em frente à tela, tudo é válido para tocar o carrilhão. O conjunto é acompanhado por uma cama sonora de sons de riachos e chilrear de pássaros.

Curadoria e Conceção Artística: Pushkhy e João Louro, Parceiro Institucional: Programa Garantir Cultura

Foto:TMG