Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: ULS da Guarda

Tag Archives: ULS da Guarda

Fornos de Algodres em alta no campo da Vacinação contra a Covid-19

No distrito da Guarda, temos sem dúvida centros de vacinação a trabalhar muito bem, mas destacamos o Centro de Saúde de Fornos de Algodres , assim nesta campanha de vacinação à Covid-19, com a sua equipa escalada têm estado em alta, pela eficiência que tem exercido o seu trabalho.

Deste modo, na semana passada , iniciaram a fase dos 40, neste feriado 10 de junho já estão a vacinar muitos jovens dos 30, significa que com mais dias a laborar, a comunidade fornense pode chegar à imunidade de grupo rapidamente. Deste modo, este trabalho de qualidade deve ser evidenciado .

Recorde-se que os profissionais das forças de segurança e bombeiros já receberam as duas doses das vacinas.

Saúde- Como gerir sintomas da Síndrome do Intestino Irritável (SII)

A alimentação é uma das formas mais comuns e mais simples de gerir alguns dos sintomas da Síndrome do Intestino Irritável (SII), apesar de não estar comprovada a eficácia de todas as dietas baixas em FODMAP e de diferentes pessoas reagirem de forma diferente à alteração da dieta. Contudo, existem recomendações que podem melhorar a qualidade de vida destes doentes, não só ao nível da alimentação, como na alteração dos estilos de vida, garante Carolina Ferreira, farmacêutica e membro do Movimento Intestino Feliz, uma iniciativa criada pela Ezfy, uma organização que reúne mais de 700 profissionais de saúde distribuídos por farmácias ao longo de todo o território nacional, em colaboração com a Biocodex. O objetivo é ajudar os portugueses a gerir uma doença que ainda é pouco conhecida e que tem forte impacto no bem-estar físico e psicológico das pessoas. “O farmacêutico tem um papel muito importante no acompanhamento destes doentes, muitas vezes frustrados por tratamentos que não estão a corresponder às suas expectativas”, reforça.

A nossa primeira recomendação é que os doentes se informem sobre todas as possibilidades de tratamento com o médico, inclusive sobre como melhorar o seu estilo de vida, e que se aconselhem também com um nutricionista, de preferência com experiência no tratamento e acompanhamento da SII”, explica.

Carolina Ferreira salienta que a Síndrome do Intestino Irritável é um distúrbio gastrointestinal funcional que afeta 10 a 25% das pessoas em todo o mundo e que, no nosso país, deve atingir mais de um milhão de portugueses. É duas vezes mais comum em mulheres do que em homens. Os sintomas podem variar bastante de pessoa para pessoa, mas os mais comuns são a dor, inchaço abdominal, excesso de gases e períodos de prisão de ventre ou diarreia.

De acordo com a farmacêutica, as causas da Síndrome do Intestino Irritável não estão ainda totalmente clarificadas.  “Alguns estudos demonstram que o risco de desenvolver SII é cinco vezes maior após uma infeção bacteriana. Outros também sugerem uma possível interrupção na comunicação entre o cérebro e o intestino em conjunto com um desequilíbrio da microbiota intestinal”, esclarece. Daí a importância que determinados probióticos específicos podem ter na gestão dos sintomas associados à SII.

Na sua opinião, “é muito importante intervir na alimentação para identificar e excluir da dieta os alimentos que são mais propensos a desencadear crises” e, por isso, a farmacêutica e uma das impulsionadoras do Movimento Intestino Feliz partilha sete conselhos que podem aumentar a qualidade de vida dos doentes e atenuar os efeitos indesejáveis desta doença. E explica ainda que nem todas as fibras são benéficas para quem sofre de SII.

  1. CONSELHOS GERAIS PARA PACIENTES COM SII 
  1. Faça refeições regulares e coma devagar. Evite saltar refeições ou ficar períodos longos sem comer. 
  2. Beba pelo menos 8 copos de água (ou outro líquido, sem cafeína ou álcool) por dia. 
  3. Restrinja o consumo de chá e café a três por dia. Não convém tomar 3 cafés e 3 chávenas de chá num só dia, embora o consumo ideal de café e chá possa variar de pessoa para pessoa. 
  4. Reduza o consumo de álcool e bebidas gaseificadas. 
  5. Ajuste o seu consumo de fibras – fale com o seu nutricionista para saber qual a quantidade e que tipo de fibras é o mais adequado. 
  6. Limite o consumo de fruta a três porções por dia. 
  7. Tente evitar os açúcares e adoçantes, de forma geral. 

 NEM TODOS OS TIPOS DE FIBRA SÃO BENÉFICOS PARA PESSOAS COM SII 

A fibra da fruta, dos vegetais, frutos secos, legumes e grãos integrais são o melhor combustível para a microbiota intestinal, ajudando a proteger a barreira intestinal, a melhorar a função imunitária e a prevenir a inflamação. Mas, para quem tem SII, nem todos os tipos de fibra podem ser benéficos.

Carolina Ferreira explica que as fibras alimentares podem ser divididas entre solúveis e insolúveis, entre hidratos de carbono de cadeia curta ou de cadeia longa, do tipo fermentável ou não fermentável.

A fibra insolúvel encontra-se principalmente nas hortaliças e outros hortícolas e nos cereais inteiros e seus derivados integrais. “Estas fibras ajudam a dar volume às fezes e a que estas retenham água suficiente para serem suaves e fáceis de passar, estimulando ainda a motilidade intestinal. Esta estimulação faz com que o tempo de exposição da parede do cólon a agentes potencialmente nocivos seja menor”, frisa.

A fibra solúvel encontra-se sobretudo nos frutos, hortícolas, leguminosas e alimentos contendo aveia, cevada ou centeio. Aumenta o tempo de absorção dos nutrientes no intestino delgado e a saciedade, e contribui para a redução do total de glicose e de colesterol absorvidos pelo intestino.

“Não comer fibra suficiente, ou comer em demasia pode piorar os sintomas da SII. O nutricionista pode recomendar o aumento da ingestão de fibra de forma a regular as fezes, reduzir dor abdominal e a presença exacerbada de gases no intestino. O aumento gradual da ingestão de fibra pode modificar, melhorar e, em algumas pessoas, eliminar os hábitos intestinais anormais e sintomas dolorosos associados à SII”, remata.

Por:CF

Fornos de Algodres tem muitos casos mas cuidado notícias especulativas

Depois do Alerta Municipal dado pelo Município de Fornos de Algodres, devido ao aparecimento de casos nas Estruturas Residenciais de Maceira e Vila Ruiva, referentes ao concelho fornense, muitas noticias especulativas têm surgido nas redes sociais, sobre o número de casos nestas instituições.

Assim ainda hoje saiu, num Jornal de âmbito nacional, uma noticia que é totalmente especulativa e induz em erro a comunidade, isto é, o número de casos aumentou em escala no concelho, mas não se trata só nos Lares, agora o número exato de casos no concelho , apenas e só a ULS Guarda pode avançar esses dados, assim esperamos que avance entre hoje ou amanhã, para alguma tranquilidade da comunidade.

Agora sabemos que , se trata de uma situação que pode ficar descontrolada se não houver cuidados por toda a comunidade geral, isto é, todo cuidado é pouco, mediante isso, esteja atento aos seus últimos contatos e em caso de ter contactado com alguém que por infelicidade tenha sido infectado, deve verificar se tem sintomas e sempre ligar de imediato para a saúde 24, para ser aconselhado da melhor forma.

Muitos testes estão a ser realizados diariamente para poder travar o surto com brevidade.

Escolas reabrem

Face à reabertura das escolas, proteja os seus filhos e a si, faça com que eles se protejam no dia a dia escolar e desinfetem as mãos e usem sempre a máscara e no bar e refeitório das escolas mantenham as regras de segurança, para se protegerem e ao colega do lado.

Em caso de alguma dúvida, sobre o estado do seu filho, não hesite ligue para a saúde 24 e proteja-se os seus filhos e restante comunidade.

Sabemos que todo cuidado é pouco e a prevenção e estagnação da pandemia está nas nossas mãos.

agora não se deve culpar ninguém , todos estamos sujeitos a contrair o virus, mas podemos tomar diversas precauções para o evitar.

Agora tenham atenção às noticias que são colocadas, muitas das quais são especulativas e causam pânico na comunidade. Nós cá estaremos para informar de forma verdadeira.

 

Profissionais da ULSG começam a ser vacinados esta terça-feira

Este domingo, foi o primeiro dia de vacinação contra a Covid-19 em Portugal. Profissionais de saúde de Centros Hospitalares do Porto, Lisboa e Coimbra foram os primeiros a ser vacinados.
Na próxima terça-feira, dia 29 de dezembro, começam a ser vacinados os profissionais de saúde da ULS da Guarda. Para já vão ser administradas 605 doses nos profissionais de saúde que se encontram na primeira linha do combate à COVID-19.

ULS da Guarda distinguida com o prémio Diamond Status nos Angels awards

A Unidade de Acidentes Vasculares Cerebrais da ULS da Guarda recebeu das mãos da Coordenadora Nacional do Angels, Prof. Doutora Cláudia Queiroga, o prémio Diamond Status nos Angels awards.
Os ESO Angels Awards são uma forma de reconhecimento e motivação para as equipas, assim como o estabelecimento de uma cultura de monitorização contínua. A cada 3 meses, tendo por base o desempenho na totalidade das medidas de qualidade da ESO o hospital recebe o Estatuto de Ouro, Platina ou Diamante.
A ULS Guarda ganhou a categoria máxima no 2.º trimestre de 2019 e hoje simbolicamente o prémio foi entregue numa sessão restrita no Auditório da Unidade Local de Saúde. O evento acompanhado por muitos profissionais via online.
Esta distinção representa para o Conselho de Administração (CA) da ULSG o reconhecimento internacional da competência do trabalho desenvolvido por esta Unidade ao longo dos anos, com profissionais de exceção, cujo mérito valorizam a instituição hospitalar a que pertencem.
Foto:ULSG

Distrital do PSD da Guarda volta a criticar o PS de politizar a ULS Guarda

Em comunicado, a Distrital do PSD anteriormente tinha  denunciado a incapacidade do Partido Socialista em nomear o Conselho de Administração da ULS, visto que a comissão de serviço desta instituição terminou há quase um ano (dezembro de 2019), o governo, a reboque, apreçou-se
agora a nomear uma nova administração para a ULS da Guarda.
O Partido Socialista, durante todo este tempo, para além de não cumprir a lei,
manteve moribundo o Conselho de Administração que, com o passar do tempo foi-se
arrastando, desmotivado, gerindo a prazo e sem confiança e, sobretudo, sem eficácia.
Situação injustificável e grave, dado o especial momento critico de pandemia porque
todos passámos e continuamos a passar. Os tempos de espera para obter consultas
em algumas especialidades foi-se avolumando drasticamente, grande parte das
cirurgias não urgentes foram adiadas e a falta de profissionais de saúde é uma
realidade alarmante.
Face a esta situação, valeu-nos a dedicação e o emprenho de todos os profissionais
que desempenham funções na área de abrangência da ULS da Guarda.
Consumada que está agora a nomeação “recauchutada” de todos os elementos para a
ULS da Guarda, a Distrital do PSD denuncia aquilo que mais descredibiliza e fragiliza a
democracia, que é a politização inadmissível das instituições publicas, neste caso na
área da saúde.
O PS com estas nomeações provou, uma vez mais, que primeiro está o partido e a
política partidária e, só depois, está a resolução dos reais problemas dos cidadãos.
Nomear o Presidente da Concelhia da Guarda, que também é líder do Grupo
Parlamentar do PS na Assembleia Municipal para a administração da ULS da Guarda
é, sem sombra de dúvida, um ato de politizar esta instituição. Mais grave se torna,
quando a formação profissional do dito nomeado é Engenharia Mecânica, sendo esta
área absolutamente desajustada para a função que vai desempenhar. Mais inusitado é

o facto deste Conselho de Administração contar com mais dois engenheiros na sua
atual composição. Garante-se que as ‘engenharias’ do hospital estarão bem entregues,
mas assiste à dúvida quanto às competências da gestão, que tão caras são nesta ULS.
Não é a pessoa que está em causa, mas sim a falta de formação académica, curricular e
de experiência evidenciado para o eficiente desempenho de tal cargo. No fundo, as
evidências que existem levam-nos a crer tratar-se de um “boy” (mais um!) que vai
fazer trabalho político numa instituição onde a prioridade tem necessariamente de
ser os cuidados de saúde dos cidadãos, a gestão desses mesmos cuidados e da
própria ULS, e não a sua partidarização.
O Partido Socialista da Guarda já nos habituou a esta prática. Basta ver o que se passou
na Secretaria de Estado da Ação Social, sediada na Guarda, onde foram nomeados
vários “boys” sem qualquer formação na área social, funcionando como uma agência
de empregos do PS, com o objetivo de fazer o trabalho político do partido no Distrito,
pagos com o dinheiro dos contribuintes portugueses.
Em matéria de partidarização do aparelho do Estado o PS é recordista, pois em 2020
está a alcançar números nunca antes atingidos, porque para além de ser o maior
governo da nossa democracia, também tem o maior número de membros dos
gabinetes e ao longo da sua governação tem feito um assalto ao poder nos órgãos
descentralizados do estado.
Resta-nos desejar que este renovado Conselho de Administração da ULS da Guarda
resolva rapidamente os problemas com que os cidadãos se têm deparado, tirando o
distrito do estado de agonia em que se encontra. A prioridade tem de ser garantir
cuidados de saúde aos doentes COVID e combater a pandemia, mas não podem ser
esquecidos os doentes não COVID, cuja ULS já tem graves problemas no que diz
respeito ao atraso nas cirurgias, nos dramáticos tempos de espera para se obterem
consultas e na falta de médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar. A construção do
Pavilhão 5 e a segunda fase do hospital da Guarda, bem como a construção de novas
instalações para o Centro de Saúde de Seia têm de estar na prioridade desta
Administração.
Quanto a nomeações, a Distrital do PSD da Guarda antevê, ainda, que a escolha do
novo Diretor do Centro Distrital da Segurança Social da Guarda por parte do PS siga a
mesma prática censurável, sentando na cadeira maior da Segurança Social do Distrito
mais um elemento do aparelho partidário do PS.

ULS Guarda recebeu donativo da AF Guarda

Foi entregue à ULS Guarda um donativo no valor de mil euros pela Associação de futebol da Guarda. Nesta cerimónia, esteve presente o Conselho de Administração da ULS Guarda e dirigentes da Associação de Futebol da Guarda que simbolicamente entregaram o cheque.

Esta  verba resultou da angariação feita junto dos clubes associados, numa iniciativa da Associação Desportiva de Fornos de Algodres ,no âmbito da pandemia COVID -19 ,em parceria com Os Vilanovenses e Penaverdense que sensibilizaram os restantes clubes e com o objetivo de apoiar a Unidade Local de Saúde da Guarda. Assim, todos colaboraram e foi entregue a verba a esta instituição de saúde que agradeceu este gesto tão nobre e gratificante.

Assim, o Presidente da Associação, Amadeu Poço, referiu que este gesto, em que se evidencia a responsabilidade social da Associação de Futebol da Guarda, demonstra ainda “o outro lado do futebol, e o apoio dado na vertente da saúde”.

Foto:ULSG

Profissionais de Saúde da ULS Guarda homenageados

Na tarde desta sexta-feira, houve festa na frente do Hospital Sousa Martins, onde os profissionais de saúde da ULS Guarda foram homenageados.

Numa iniciativa da PSP em todo País, onde se aliaram a GNR e bombeiros.

Assim ainda foram algumas dezenas de pessoas que participaram tendo sempre em conta todas as precauções.

Deste modo , foi entregue pelas forças de segurança, um quadro alusivo à Torre de Belém, onde os profissionais de saúde, agradeceram todo este gesto e enalteceram o empenho de todos os que continuam na primeira linha na luta contra à COVID-19, profissionais de saúde, bombeiros, forças de segurança.

Foto:JP

 

Covid-19-Centro de Saúde de Gouveia vai receber doentes sem sintomalogia grave

O Centro de Saúde de Gouveia reúne assim condições, em termos de instalações, para operacionalizar a necessária diferenciação de circuitos de doentes;
É primordial assegurar condições de segurança para utentes e profissionais, possível através da referida separação;
Deliberou o Conselho de Administração da ULS da Guarda que, a partir de terça-feira, dia de 7 abril de 2020, os doentes suspeitos para COVID – 19 dos concelhos de Gouveia, Seia e Fornos de Algodres, sem sintomatologia grave, passarão a ser avaliados no âmbito da ADC – Comunidade de Gouveia que sucederá À ADC – Comunidade Seia.
A ADC – Comunidade Gouveia irá funcionar nas instalações atualmente destinadas ao SAP (Rua Dr. Mário Gomes Figueira – 6290 – 370 Gouveia), ficando o SAP a funcionar no espaço de ambulatório (bloco cinzento).
Mais se informa que no dia 7 de abril de 2020, terça-feira, se procederá à alteração do horário de funcionamento das ACD – Comunidade Guarda, Gouveia, Trancoso e Pinhel. As quatro ADC – Comunidade irão passar a funcionar das 9h às 13horas e das 14h às 19horas, todos os dias da semana.

Por:ULS Guarda

Guarda-Secretária de Estado da Saúde reuniu na Guarda com o CA da ULS Guarda

Um início de semana com uma reunião realizada no Edifício da Sede da ULS da Guarda , entre o Conselho de Administração da ULS Guarda, com a Secretária de Estado da Saúde, Dra. Raquel Duarte, a Presidente da ARS Centro, Dra. Rosa Reis Marques e elementos da Equipa Nacional para a Reforma do SNS na Área dos Cuidados de Saúde Primários, Enf. António Manuel Oliveira e Dr. José Frias Bulhosa.
Foram abordados temas como: as listas de espera para a primeira da Consulta da especialidade, hospitalização domiciliária, as Unidades de Cuidados na Comunidade, Unidades de Saúde Familiar e o Plano Nacional de Saúde Oral.
Após a reunião, a Secretária de Estado da Saúde e restante comitiva realizaram uma breve vista às instalações do Pavilhão Cinco e do Pavilhão da Consulta Externa no Hospital Sousa Martins.

fonte da ULS Guarda