Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: valongo

Tag Archives: valongo

CPT 4×4: Regresso mais forte em Valongo com muita adrenalina

Foi uma longa temporada sem por os pés nas pistas. A 8 de março de 2020, Valongo recebia a jornada inaugural do Campeonato Portugal de Trial 4×4, mas 1 semana depois o país entrava em confinamento… 19 meses volvidos a caravana do CPT4x4 volta a Valongo para o arranque da época 2021. E as saudades eram tantas que a casa esteve completamente cheia. 24 equipas compuseram uma das melhores grelhas de partida de que há memória numa prova de arranque. E o público, saudoso da adrenalina, compareceu em peso, mesmo com todas as restrições e limitações derivadas da COVID 19.

Marco Polónio (Malpevent Team) não podia desejar um começo mais promissor! Logo de manhã conseguiu o melhor tempo do prólogo e por isso partiu na frente. Lugar que nunca cedeu. Cláudio Ferreira andou quase toda a prova muito perto, mas Marco Polónio conseguiu ir dilatando a vantagem e terminou as 2h30 de resistência com 3 voltas de avanço. Acompanhado por Daniel Esteves ganhou à classe e também em termos Absolutos.

António Silva (Canelas Pneus) repetiu em 2021 o primeiro lugar alcançado em março de 2020. Completou 15 voltas ao circuito e assegurou o primeiro lugar da classe Proto.

António Moreira (Valclima) chegou, viu e venceu na classe Extreme. Teve uma vitória muito confortável e coroa a estreia no CPT4x4 com a medalha de ouro.

Na classe Promoção Tiago Costa (SuperPrint) foi o vencedor. Em 2019 experimentou a classe FUN, em 2020 deixou bons indicadores com a vitória aqui em Valongo. Em 2021 repetiu a proeza e com 10 voltas foi o primeiro classificado da Promoção.

Foto:DR

Classe Absoluto

1.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet – 19 voltas

2.º Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 16 voltas

3.º António Silva – Proto XS5 – 15 voltas

 

Classe Super Proto

1.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet – 19 voltas

2.º Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 16 voltas

3.º Daniel Carapau – Proto XS5 – 13 voltas

 

Classe Proto

1.º António Silva – Proto XS5 – 15 voltas

2.º Rui Nunes – Nissan Patrol Y61 – 8 voltas

3.º Carlos Gomes – Nissan Proto – 8 voltas

 

Classe Extreme

1.º António Moreira – Nissan Patrol Turbo – 10 voltas

2.º Armando Sousa – Nissan Patrol GR – 8 voltas

 

Classe Promoção

1.º Tiago Costa – Nissan Patrol 260 – 10 voltas

2.º Carlos Teixeira – Suzuki Samurai – 10 voltas

2.º Pedro Pereira – Nissan Patrol GR y60 – 7 voltas

António Henriques (Mister Reboques/Lucrofusão) entrou a vencer em Valongo

Prova molhada prova abençoada

 Valongo tem todas as condições para receber as melhores provas de desportos outdoor e não é por isso de surpreender que, ano após ano, seja o concelho escolhido para o arranque do Campeonato Portugal de Trial 4×4 (CPT4x4).

Numa pista cada vez mais natural as equipas desbravaram terreno na luta pela vitória. Este ano com a resistência a ser encurtada para 2 horas e 30 minutos levou a melhor António Henriques (Mister Reboques/Lucrofusão). Em 2020 o piloto de Mangualde é acompanhado por Miguel Costa e corre na categoria Super Proto. Nesta primeira prova ganhou à classe e também em termos Absolutos.

António Silva (Canelas Pneus) voltou às vitórias depois de um 2019 afastado dos primeiros lugares do pódio. Em Valongo completou 7 voltas ao circuito e assegurou o primeiro lugar da classe Proto.

Carlos Gomes (Team Rafael & Gomes), campeão de 2019, começou a temporada de 2020 em grande. Ganhou a classe Extreme e, com 17 voltas ao circuito, foi o piloto que deu mais voltas ao circuito de Valongo.

Na classe Promoção Tiago Costa (SuperPrint) foi o vencedor. Depois de no ano passado ter experimentado a classe FUN, em 2020 aventurou-se em voos mais altos e completou 8 voltas ao circuito.

 

Classe Absoluto

1.º António Henriques – Proto XS5 – 12 voltas

2.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet LS3 – 12 voltas

3.º Rui Rocha – Toyota Land Cruiser Bj 40 – 11 voltas

 

Classe Super Proto

1.º António Henriques – Proto XS5 – 12 voltas

2.º Marco Polónio – Crawler Chevrolet LS3 – 12 voltas

3.º Rui Rocha – Toyota Land Cruiser Bj 40 – 11 voltas

 

Classe Proto

1.º António Silva – Proto XS5 – 7 voltas

2.º Luís Bacelo – Nissan Patrol – 3 voltas

3.º Rui Faria – Nissan Proto – 3 voltas

 

Classe Extreme

1.º Carlos Gomes – Nissan Proto – 17 voltas

2.º Bruno Bastos – Nissan Patrol Y 60 – 15 voltas

 

Classe Promoção

1.º Tiago Costa – Nissan Patrol 260 – 8 voltas

2.º Pedro Pereira – Nissan Patrol y60 – 3 voltas

3.º Rui Nunes – Nissan Y61 – 2 voltas

Foto: CPT 4X4

 

 

 

Trial 4×4 em Valongo é prova verde

CPT 4×4 2020
A tradição que o Campeonato Portugal de Trial 4×4 – CPT4x4  arranca em Valongo mantém-se.
Ano após ano tem sido o concelho nortenho a acolher a primeira prova da competição e 2020 não será exceção.
A 7 de março os motores começam a soar em Valongo, com a chegada das equipas inscritas para a primeira etapa de 2020. Nesse sábado decorrem as verificações técnicas e administrativas e as viaturas podem ser admiradas em parque fechado, na rua Emídio Navarro, perto da Câmara Municipal de Valongo.
Quanto ao circuito, o Clube Trilhos do Norte fez algumas alterações para tornar a pista mais longa e os obstáculos o mais naturais possíveis.
Novidade também é o facto de esta ser uma prova “verde”. Em 2020 a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting – FPAK – lançou aos promotores o repto de organizarem provas “amigas do ambiente” e Valongo seguirá já essas diretrizes. Tendo em vista a sustentabilidade ambiental e a preservação do ambiente serão distribuídas dezenas de eco-ilhas para separação dos resíduos.
A 1ª etapa do CPT4x4 é no fim de semana de 7 e 8 de março, em Valongo.

Gala do Campeonato Portugal de Trial 4×4 vai ser em Valongo

A tradicional Gala de Entrega de Prémios está a ser já preparada pela  Comissão organizadora/promotora do CPT4x4 a realizar, no próximo dia 12 de janeiro (domingo) a partir das 16h
no Auditório VALLIS LONGUS – Dr. António Macedo. (Av. 5 de Outubro, 72 – 4440-452
Valongo).
Uma cerimónia conjunta do clube Trilhos do Norte e a Federação Portuguesa
Automobilismo e Karting (FPAK) para consagrar os Campeões Nacionais da modalidade de
Trial4x4 em todas as suas Classes.
A Gala do Campeonato Portugal de Trial 4×4 vai reconhecer e homenagear pilotos,
navegadores, equipas e personalidades que contribuíram de forma significativa para o
engrandecimento da competição.
Na gala serão atribuídos os prémios às melhores equipas das classes Absoluto,
Extreme, Proto, Super Proto, Promoção e UTV/Buggy. Serão também distinguidos os três
melhores navegadores e os três melhores pilotos das referidas classes. Para além destas
distinções, acrescem os já habituais Prémios Especiais.

foto:DR

Tufão Team triunfa na prova inicial em Valongo, no CNTrial 4×4

No ano em que o trial português passa para a tutela da FPAK Valongo abriu caminho para uma excelente época desportiva. A estreia do Campeonato de Portugal de Trial 4×4 contou com  26 equipas em pista, divididas por 5 categorias.

Com uma pista renovada em relação ao ano anterior e a chuva que antecedeu o dia da prova, a pista revelou-se muito dura e os obstáculos difíceis de transpor. Rui Querido (Euro4x4parts/Veicomer), campeão em título, foi o grande vencedor desta etapa inaugural. Acompanhado por Ivo Mendes passou para a frente da corrida logo na primeira volta e assim se manteve até à bandeirada xadrez. Durante as três horas de resistência completou 12 voltas à pista, começando assim a nova época na liderança da Absoluto e da Classe Proto e aumentando ainda mais o favoritismo na corrida pelo título.

O campeão da Super Proto, Cláudio Ferreira (Auto Higino), também foi feliz em Valongo. Ficou em segundo da geral e venceu a luta com Pedro Costa (PBCabral seguros) na vitória pela Super Proto.

Na classe Extreme a luta foi muito renhida entre António Silva (Canelas Pneus) e António Calçada (Nordhigiene Team) que rodaram sempre perto um do outro. Levou a melhor António Silva ao dar mais uma volta ao circuito nortenho.

A grelha de partida da promoção estava recheada de novas equipas, que se aventuram em 2018 no  Campeonato de Portugal Promoção Trial 4×4. André Henriques (Tufão Team), um dos pilotos mais experientes da classe uniu-se ao navegador campeão de 2017, Rodrigo Sousa, e entrou com o pé direito na época 2018. Completou as mesmas 4 voltas de Carlos Teixeira (RC automoveis & tasco do stand) mas gastou menos 26 minutos e 16 segundos.

Na classe UTV/Buggy Marco Melo (M. Transportes) foi o grande vencedor. Foi a primeira vitória do piloto flaviense depois de um ano de 2017 recheado de vitórias nos prólogos, mas muito azar na prova de resistência. Em 2018 começa o CPT4x4 com uma vitória expressiva, com 4 voltas de vantagem.

A segunda prova é numa terra mítica do todo-o-terreno, mas que se estreia no trial 4×4. Reguengos de Monsaraz recebe o Campeonato de Portugal de Trial 4×4 2018.

Classe Absoluto

1.º Rui Querido – Toyota BJ 40 – 12 voltas

2.º Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 11 voltas

3.º Pedro Costa – Crawler 15BFT – 10 voltas

Classe Extreme

1.º António Silva – Toyota Hilux – 9 voltas

2.º António Calçada – Suzuki Samurai R – 8 voltas

3.º Pedro Alves – Land Rover Defender – 6 voltas

Classe Proto

1.º Rui Querido – Toyota BJ 40 – 12 voltas

2.º Luís Bacelo – Nissan Patrol – 10 voltas

3.º Miguel Marques – Toyota IJ70 – 8 voltas

 

Classe Super Proto

1.º Cláudio Ferreira – Proto Mercedes – 11 voltas

2.º Pedro Costa – Crawler 15BFT – 10 voltas

3.º Adriano Santos – Crawler Bj40 – 6 voltas

 

Classe Promoção

1.º André Henriques – Land Rover Defender td5 – 4 voltas

2.º Carlos Teixeira – Suzuki Samurai – 4 voltas

3.º Bruno Bastos – Nissan Patrol GR Y60 – 3 voltas

 

Classe UTV/buggy

1.º Marco Melo – RZR Polaris xp – 6 voltas

2.º Paulo Mendes – Polaris RZR 1000 – 2 voltas

Casa cheia na apresentação do Campeonato de Portugal de Trial 4×4

A expectativa era muita e o auditório da Câmara Municipal de Valongo encheu para a apresentação oficial do Campeonato de Portugal de Trial 4×4 (CPT4x4). Em 2018 a competição passa a estar sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting: “a FPAK existe para regular o desporto automóvel, esta modalidade não era tutelada pela FPAK e achamos que é bom para os concorrentes, é bom para os clubes e é bom para a modalidade no geral que esteja sob a égide da FPAK e estamos muito motivados para que se faça um bom CPT 4×4”, explicou Ni Amorim, presidente da FPAK, em declarações à margem da apresentação oficial da competição.

Antero Bessa, promotor do CPT4x4, também está confiante de que esta mudança trará um impacto e desenvolvimento muito positivo para o trial 4×4: “vai ser o início de um novo ciclo. Acho que vamos ser mais competitivos, vamos ter organizações muito mais fortes e vamos ser ajudados por esta Federação em termos de regulamentos e regras que é necessário que existam nas competições”.

Na apresentação oficial da época 2017, na Câmara Municipal de Valongo, foram lançadas algumas novidades da nova época e apresentado o calendário desportivo. Há 5 provas que transitam da época passada (Valongo, Mação, Ourém, Bragança e Paredes) e a estreia de uma localidade: Reguengos de Monsaraz. O Trial Voz Reguengos (TVR) junta-se assim a esta aventura: “estamos mobilizadíssimos para esta competição. Fomos convidados a estender o campeonato mais a sul, achámos a ideia engraçada e estamos preparados para o que der e vier”, explicou o presidente do TVR, António Medinas.

Como já vendo sendo a hábito, de há uns anos a esta parte, a apresentação oficial da competição foi feita no concelho de Valongo e a autarquia não podia estar mais satisfeita com o retorno desta aposta, como afirmava Paulo Ferreira, vereador do Desporto da CM de Valongo: “fazemos questão que a apresentação seja aqui porque para nós é muito importante receber esta prova, principalmente este ano que está sob o comando da FPAK e a prova vai subir de nível. Para nós é muito importante que seja a apresentação cá e que a primeira prova seja também aqui”. De facto é outra tradição que se mantém: o CPT 4×4 arranca a 25 de março, em Valongo, mas este ano numa organização do Clube Aventura do Minho (CAMI): “julgo que esta transição para o CPT4x4 é excecional, não só pela mediatização mas também pelo salto qualitativo que o campeonato vai dar em termos organizativos (…) todos estes pilotos vão ser verdadeiramente considerados pilotos e não de modalidades de segundas escolhas”, afirmou Nuno Loureiro, presidente do CAMI.

Estão assim lançados os dados para um grande campeonato em 2018. A arranque está agendado para 25 de março, no concelho de Valongo, sob os comandos da FPAK e do CAMI.

 

Calendário desportivo para 2018:

25 março: CPT 4×4 Valongo

15 abril: CNTrial 4×4 Reguengos de Monsaraz

3 junho: CNTrial 4×4 Mação

1 julho: CPT 4×4  Ourém

5 agosto: CPT4x4  Bragança

15 outubro: CPT 4×4

Campeonato de Portugal de Trial 4×4 vai ser apresentado em Valongo

  Vai ter lugar no próximo sábado, 10 de fevereiro a apresentação oficial do Campeonato de Portugal de Trial 4×4 . O evento decorre a partir das 18H no Auditório da Câmara Municipal de Valongo e é aberto ao público em geral.

Em 2018 o Clube Todo-o-Terreno Trilhos do Norte vai promover o Campeonato de Portugal de Trial 4×4 (CPT4x4), sob a alçada da FPAK – Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, juntando assim o trial 4×4 a outras provas de automobilismo de elevado renome e credibilidade.

O evento contará com a presença do presidente da FPAK, Ni Amorim, comissão organizadora, Clubes, pilotos, navegadores, comissários, mecânicos, amigos, aficionados e comunicação social.

Os regulamentos e calendário oficiais já foram publicados no site oficial da FPAK, em http://www.fpak.pt/competicoes/2018/trial-4×4/campeonato-portugal-trial-4×4, e convidamos todos os interessados a uma leitura atenta para que possam apresentar as vossas dúvidas às entidades presentes na apresentação oficial.

Por:CN Trial

 

 

Valongo marca o arranque do Nacional de Trial 4×4 4×4

4x4Está quase tudo pronto, junto ao Ecocentro de Valongo, para receber a jornada inaugural do Campeonato Nacional de Trial 4×4 2017. A pista é no mesmo local dos anos anteriores, mas vai sofrer alterações profundas. Em relação ao circuito do ano passado, o Clube Trilhos do Norte vai aproveitar apenas 4 obstáculos e está a construir 5 novos. O espaço que no ano anterior foi utilizado como boxes será este ano parque de estacionamento. Se optar por levar carro até junto da pista, a organização disponibiliza 2.000 lugares gratuitos.

Não só ao nível do estacionamento, mas sobretudo da segurança, o público é a principal preocupação do clube organizador. Todos os acessos, pontos de espetáculo e travessias estão a ser pensadas ao pormenor para que o público que no próximo dia 12 de março queira assistir ao arranque do campeonato, o possa fazer em segurança.

Em 2016, milhares de pessoas que esta primeira etapa ganha, a cada época.

A organização garante também a atribuição de prémios extra campeonato. Ao primeiro classificado de cada classe (Extreme; Proto ; Super Proto; Promoção e UTV/Buggy) será oferecida a inscrição na segunda jornada, em Torres Vedras, a 9 de abril.

À semelhança de 2016 as Classes Extreme, Proto e Super Proto vão discutir o título Absoluto que coroa, digamos assim, o campeão dos campeões. António Henriques foi o vencedor da época passada, mas a concorrência vai ser ainda mais apertada nesta nova época, com as equipas a investir cada vez mais forte na preparação dos carros. Em Valongo estarão ainda em pista viaturas de Turismo de Serie, com ou sem modificações, que deverão respeitar as normas impostas pelo Regulamento Técnico do CNTrial4x4 da classe promoção. A medida máxima permitida dos pneumáticos será até 37” (trinta e sete polegadas) inclusive, a competir na prova “Memorial José Costa”.

Esta primeira prova é uma organização a cargo do Clube Todo-o-Terreno Trilhos do Norte, soba égide da Federação Portuguesa de Todo-o-Terreno Turístico Trial e Navegação 4×4 com o forte apoio da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Valongo. As inscrições para a primeira etapa, que se realiza no fim de semana de 11 e 12 de março, em Valongo, já estão abertas.

Programa Oficial

SABADO – 11/03/2016 15h00 / 19h30 – Secretariado, verificações técnicas e administrativas (C.M. Valongo) 15h00 / 19h30 – Parque fechado (Rua Emídio Navarro)

20h30 – Prova em circuito fechado SPARTANS & MACHINES SERIES 20h30 – Briefing c/ os pilotos (Auditório Municipal de Valongo)

DOMINGO – 12/03/2017 08h30 / 09h00 – Abertura parque fechado

09h00 – Deslocação até local da prova

10h00 – 12h00 – Prólogo para qualificações pré-grelha 12h15 – Publicação de tempos 13h00 / 14h00 – Pausa para almoço 13h30 / 14h00 – Entrada em Parque Fechado / Grelha de Partida

14h15 – Neutralização/Briefing

14h30 / 17h30 – Inicio prova Resistência Campeonato Nacional Trial 4×4 (3 horas)

15h30 / 17h30 – Inicio prova de Resistência) Classe da Promoção e TT UTV/Buggy (2 horas)

17h45 – Divulgação/Publicação das classificações Oficiais Provisórias

18h15 – Divulgação/Publicação das classificações Finais Oficiosas

18h20 – Cerimónia da entrega de prémios

Campeonato Nacional de Trial 4×4 e de Navegação 4×4 apresentados

4x4Em 2016 pelo menos 37 % da população portuguesa esteve exposta às notícias sobre o Campeonato Nacional de Trial 4×4 através da televisão, imprensa, online e rádio. Tem sido um crescimento gradual da competição, que para esta nova época quer manter a rota de crescimento.

No que diz respeito ao espaço editorial a maior frequência de informação resultou dos meios online, aqui com o grande contributo das plataformas dedicadas ao desporto automóvel… mas especialmente da Bola Online que tem sido fundamental para levar o Campeonato nacional de trial4x4 a um público mais generalista. A televisão contribuiu com 15% da informação, com a RTP2 a emitir o Programa Magazine Trial 4×4, a SportTv a incluir as reportagens do campeonato no programa Grelha de Partida e a “Bola TV” a incluir conteúdos no Magazine TT, mas também no programa Debate.

Já no caso da imprensa, onde se registou 14% da informação é de realçar o contributo da revista oficial do Campeonato Nacional de Trial 4×4, mas também da revista Auto Foco.

Na conclusão de um estudo desenvolvido pela Cision “estes resultados refletem um contacto mais vasto e que permitem um maior reforço dos índices de notoriedade do campeonato”. Sentimos de facto que o campeonato, mas sobretudo a modalidade está em crescimento e isso é o resultado de um trabalho de cooperação entre todos: federação, clubes organizadores, equipas, comissários e autarquias.

Na apresentação oficial da época 2017, no Museu Municipal de Valongo, foram lançadas algumas novidades da nova época e apresentado o calendário desportivo. Há 5 provas que transitam da época passada (Valongo, Torres Vedras, Mação, Bragança e Paredes) e a estreia de duas localidades (Gondomar e Ourém).

Além do Campeonato Nacional de Trial 4×4, 2017 será também marcado pelo regresso do Campeonato Nacional de Navegação 4×4, também a cargo do Clube Todo-o-Terreno Trilhos do Norte em parceria com os clubes associados e, sob a égide da Federação Portuguesa de Todo Terreno Turístico Trial e Navegação 4×4. A ideia da organização é recuperar o campeonato de navegação 4×4,mas dar-lhe uma nova roupagem, tornando-o mais atrativo para os participantes, mas também para os meios de comunicação social e para o público. Para esta época de 2017 o clube Poyares Rotações e o Natur Jipe foram os primeiros clubes a aceitar o desafio de organizar uma prova. A organização está ainda a planear uma terceira prova, ao que tudo indica para outubro, mas ainda sem local definido.

Calendário desportivo para 2017:

11 fevereiro: Formação trial 4×4: Comissários e diretores de prova – Mação

18 fevereiro – Formação trial 4×4: Comissários e diretores de prova – Paredes

12 março: CNTrial 4×4 Valongo – Clube Trilhos do Norte/CM Valongo

18 março: Formação navegação 4×4: Piotos, navegadores e comissários – Paredes

9 abril: CNTrial 4×4 Torres Vedras – Clube Trilhos do Norte/Bombeiros Voluntários de Torres Vedras

30 abril: CNTrial 4×4 Mação – Mac TT – Clube TT de Mação

6 maio: CNNavegação 4×4 V.N.Poiares – PoyaresRotações

4 junho: CNTrial 4×4 Gondomar – Clube Trilhos do Norte/Bombeiros Voluntários de Gondomar

6 agosto: CNTrial 4×4 Bragança – Associação TT Sem Limites

24 setembro: CNTrial 4×4 CNTrial 4×4 Ourém – Clube Eespite Aventura

15 outubro: CNTrial 4×4 Paredes – Clube TT Paredes Rota dos Móveis

21 outubro: CNNavegação 4×4 (local a designar)

4 novembro: CNNavegação 4×4 Fafe – Natur Jipe

18 novembro: Entrega de prémios – Porto