Início » Tag Archives: Vinhos do Dão

Tag Archives: Vinhos do Dão

Vinhos do Dão Casa da Ínsua com mais 9 medalhas, 2 das quais Grande Ouro

Os vinhos do Dão Casa da Ínsua continuam a sua caminhada de sucesso em concursos nacionais e internacionais. Nos últimos dias foram conquistadas mais 9 medalhas – duas grande ouro, quatro de ouro e três de prata, num mês de maio histórico para um dos mais antigos produtores de vinhos do Dão.
O Vinho Tinto Dão Casa da Ínsua Reserva 2018 foi galardoado com Grande Ouro no concurso Cidades do Vinho de Portugal, certame que brindou com a mesma categoria de medalha o Vinho Branco Dão Casa da Ínsua Encruzado Reserva 2023. O Grande Ouro é a mais elevada distinção que é atribuída, à escala global, nos concursos do setor.
Como vinho de exceção, o Vinho Tinto Reserva 2018 também conquistou a medalha de ouro no Portugal Wine Trophy e no prestigiado Concurso Internacional de Bordéus. Este mesmo vinho conquistou uma medalha de prata no Concurso Nacional de Vinhos Portugal.
O Concurso Internacional de Frankfurt, na Alemanha, consagrou o Vinho Tinto Dão Casa da Ínsua Colheita 2019 com uma medalha de ouro.
O Vinho Branco Dão Casa da Ínsua Colheita 2023 foi brindado com medalha de ouro no Concurso Dão Primores, tendo conquistado uma medalha de prata no Concurso Internacional de Lyon, França. O Dão Primores atribuiu ainda ao Vinho do Dão Casa da Ínsua Rosé Colheita 2023 a medalha de prata.
A Casa da Ínsua, que coloca no mercado vinho tinto, branco, rosé e espumante, tem a sua produção na quinta em Penalva do Castelo, distrito de Viseu, sendo uma unidade dos Empreendimentos Turísticos Montebelo. Os vinhos estão disponíveis na loja na quinta, nas unidades hoteleiras e de restauração da Visabeira Turismo e na loja online da Casa da Ínsua.
Foto:DR

Programa “Best Wine Selection” Viseu Dão Lafões entra numa nova fase

Os restaurantes que se candidataram a receber o selo “Best Wine Selection”, que atesta a excelência do serviço prestado no domínio dos Vinhos do Dão, começaram esta semana a receber visitas-surpresa por parte dos avaliadores, naquela que é uma nova fase do programa.

Recorde-se que o território Viseu Dão Lafões é o primeiro do país a acolher este projeto da AHRESP, que visa dignificar e promover os vinhos portugueses, neste caso os Vinhos do Dão.

Promovido pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, em parceria com a AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, a ViniPortugal, a Turismo Centro de Portugal e a Comissão Vitivinícola Regional do Dão, o programa “Best Wine Selection” recebeu, até ao momento, inscrições de 15 restaurantes da região.

Para receberem o selo de qualidade “Best Wine Selection”, os restaurantes têm de garantir a satisfação dos seus clientes, através da oferta de vinhos de qualidade e da prestação de um serviço irrepreensível. Assim, até meados de junho, os restaurantes inscritos recebem uma visita de técnicos qualificados, para que seja possível a apreciação dos serviços oferecidos aos clientes.

Após a realização da visita os profissionais de mesa e bar do estabelecimento terão de frequentar um programa de mentoria, ministrado em contexto de trabalho. Os conteúdos desta formação passam pelos “tipos de vinhos”, “castas da região e seus descritores aromáticos”, “o processo e os mecanismos de venda”, ou “o vinho e as harmonizações gastronómicas”, entre outros.

“A gastronomia e os vinhos são dois produtos emblemáticos da região Viseu Dão Lafões. Esta é uma oportunidade para os restaurantes certificarem a sua mestria no domínio dos Vinhos do Dão, o que constitui uma garantia de qualidade para os clientes. Desta forma, é mais uma iniciativa-chave para a valorização do projeto ‘Enoturismo na Região Demarcada dos Vinhos do Dão’, no qual estamos fortemente empenhados”, considera Nuno Martinho, Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões.

“Neste âmbito, a CIM Viseu Dão Lafões, através de diversas iniciativas, tem vindo a realizar um enorme esforço na promoção de boas práticas relacionadas com a restauração e o enoturismo, tendo por objetivo desenvolver uma proposta regional de excelência neste campo”, acrescenta.