Templates by BIGtheme NET
Início » Aguiar da Beira » Vestígios Romanos na história de Penaverde

Vestígios Romanos na história de Penaverde

  AdeIMG_7104são massiva viu Edícula Romana

  Na tarde do passado domingo, na localidade de Penaverde, concelho de Aguiar da Beira, houve conversas com história sobre os vestígios romanos.

  Desta forma, após as boas vindas pelo Presidente do Município, Prof. Joaquim Bonifácio, o Presidente da freguesia, Armindo Florêncio e Ricardo Guerra, sócio fundador da Aquilaris (Associação de Defesa do Património), seguiu-se a preleção do Dr. Pedro C. Carvalho, da Área de História, Arqueologia e ArIMG_7100tes da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, que foi dando a conhecer um pouco da história Penaverdense.

 Segundo o preletor, Penaverde situa-se numa localização importante a nível da região, dado que, na época dos romanos, era um local de grandes cruzamentos dos povos para outras localidades, inclusive para terras espanholas.

 Também nesta época, apareceram elementos importantes para sinalizar os povos, caso dos Marcos Milenares, um símbolo importante descoberto nesta localidade foi uma edícula romana, que muitos ouviam falar dela mas poucos a tinham vIMG_7087isto ao vivo.

  Deste modo, nesta tarde, a Edícula Romana esteve presente na freguesia, esta peça é única e face a isso foi doada para um museu em Viseu, segundo o preletor, salientou que esta peça tem gravado o nome de Cornélio, leva a deduzir que estivesse na parede de uma casa particular.

  Esta peça foi encontrada a 2 de maio de 1932, no Soutinho, aquando a remodelação daquele local, esta peça depois de limpa e analisada poderá ter cerca de 2000 anos, segundo o caderno de apontamentos do Padre José Coelho.

  Esta peça representa muito valor, sendo um de muitos vestígios romanos na freguesia.

  Para completar a preleção, teve lugar, uma pequena caminhada no intuito de observar outros traços e vestígios existentes da passagem dos romanos por esta localidade, existentes nas diversas ruas.

  Para finalizar a tarde, um magusto na Casa do Povo local, com a música do Grupo de concertinas Clave de Sol.

  De salientar a grande adesão por parte da população quer IMG_7183da freguesia de Penaverde, assim como do restante concelho de Aguiar da Beira.

  Esta ação teve como entidade organizadora, a Aquilaris, com o apoio da Junta de Freguesia local e o Município de Aguiar da Beira.

  Fomos conversar com um dos elementos da Aquilaris, Ricardo que nos referiu que foi importante, sendo a presença da edícula romana a razão talvez de tão grande adesão.

  Foi encontrada em 1932, e nesta ação a preleção do Dr. Pedro Carvalho, foi importante no sentido de que agora todos ficaram com mais conhecimento e vai ser mais fácil as pessoas identificarem que nas suas casas podem existir pedras com história.

  Foi um despertar para todos poderem preservar todo este património, com grandes vestígios romanos e daqui a uns tempos se poder contar melhor esta história.

  No futuro, poderá vir a surgir uma réplica desta edícula e ser colocada num local específico, ou seja, um “museu”, onde toda a gente possa ver.

  Esta é a terceira ação, uma foi  em Carapito, com o tema “os dolmens”, na segunda ação, em Dornelas, a visita pelos fontanários, ambas também com grande adesão.

  A missão é alertar os mais jovens e as populações para as maravilhas que existem nestas localidades e no futuro podem vir a ser importantes a nível do turismo.

Por:António Pacheco

Publicidade...



 

Enviar Comentário