Início » Celorico da Beira (Pagina 10)

Celorico da Beira

Celorico da Beira- Sessão de esclarecimento sobre Pedido Único – PEPAC

Vai ter lugar no próximo dia 26 de março, pelas 10H00, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Celorico da Beira, uma sessão de esclarecimento sobre o Pedido Único (PU), para a campanha de 2024.

A iniciativa, promovida pelo município de Celorico da Beira em parceria com a CAP -Agricultores de Portugal, visa esclarecer e responder a todas as dúvidas dos agricultores, atendendo a que está a decorrer até ao próximo dia 31 de maio, o período de candidaturas ao Pedido Único (PU), no âmbito do Plano Estratégico da Política Agrícola Comum (PEPAC).

Artigo de opinião- Dia do Pai por Vítor Santos

                                                       O meu pai é o mais fixe
Sou um jovem de 15 anos. Pratico desporto. É a minha atividade preferida. Também gosto de
refletir sobre as coisas que vivo. Os jovens têm um sentido de justiça muito agudo. E têm
opiniões. Não sei o valor das minhas, mas mesmo assim quero partilhá-las.
Tenho dificuldades que tenho em compreender o mundo que os adultos pensaram para nós,
os jovens. Construíram-no à sua medida, à sua imagem e rechearam-no com os seus anseios e
as responsabilidades que pretendem que assumamos no futuro. Nessa azáfama, não cuidam
de outras coisas importantes, como deixar-nos viver o nosso tempo, o tempo de sermos
jovens. Nem sequer pensam em perguntar como pretendemos vivê-lo.
Felizmente o meu pai não é assim. Não se comporta como os outros que impõem, gritam,
insultam, humilham! Diz-me sempre para eu ser feliz com a idade que tenho. E que viva. Que
não tenha pressa de ser adulto.
Desde os 7 anos que jogo futebol e continua a ter a mesma postura, a mesma serenidade e o
discurso que sempre teve. Nunca me exigiu nada que eu não pudesse dar. No final de cada
treino, esperava-me no carro com um sorriso. Se eu estava triste ou angustiado, lançava uma
das suas piadas e deixava que fosse eu a iniciar a conversa, se assim quisesse. Nunca
alimentava a raiva que por vezes eu trazia do treinador, por não me convocar, ou de algum
colega, por não me ter passado a bola. Pelo contrário. Dizia-me que cada momento era uma
aprendizagem e que o facto de eu não ser convocado era uma ótima oportunidade para
fazermos um programa em família.
Depois dos jogos, a que assistia – eu bem o via, do canto do olho, a bater palmas e a dar um ou
outro sinal de apoio para a nossa equipa –, perguntava-me sempre se queria ir logo para casa
ou lanchar com ele, um programa de pai e filho”, dizia ele. Nem uma palavra sobre o
resultado e sempre várias de demonstração de apoio: “gostei do vosso jogo, da vossa entrega
e alegria”.
Quando ele, ou a minha mãe, me levavam ao treino ou ao jogo, deixavam-me “entregue” ao
clube, aos treinadores. Naquelas horas, eu era mais um dos atletas da equipa e os meus pais
sabiam que o treinador me guiava para uma experiência saudável na prática desportiva. Nem
sempre ficavam para assistir. Aproveitavam o tempo para fazer outras tarefas.
Hoje já não sou uma criança de 7 anos. Observo o mundo em meu redor e questiono-me.
Questiono-o. E vejo muitas contradições. Eu gosto de ganhar, claro que sim. Mas gosto mais de
aprender. A fazer as coisas bem, para ser melhor. Mais do que ser campeão, quero fazer
desporto. Quero integrar uma equipa com os meus companheiros e sentir-me parte dela, em
todos os momentos. Por isso, não entendo o desporto que se reduz à ideia da vitória e exclui
tudo o resto.
O meu pai ensinou-me valores, atitudes, respeito pelas pessoas e pelo desporto. Disse-me que
todos devem ter oportunidades e ninguém deve ser excluído pelo que se vê como falta de
capacidades; que o esforço e o empenhamento são mais importantes que a vitória; que
mesmo na derrota podemos sentir-nos bem, desde que saibamos que demos tudo o que nos
era possível. Tantos outros adultos têm tanto a aprender com o meu pai.
Pai, eu sou feliz e vou continuar a jogar, mas já vejo colegas meus a desistirem porque não se
sentem bem. Estão cansados e fartos de conflitos. As expetativas elevadas que tinham, e que
os pais deles alimentavam, já se esfumaram. Por causa de tudo isso vão deixar de fazer algo

que os apaixonava! Eu continuo a acreditar em tudo o que me ensinaste. Obrigado por seres o
melhor o pai do mundo.

Vitor Santos
Embaixador “Ética no Desporto”

Izandro Pereira venceu em Vala de Estrela

Em Vale de Estrela realizou-se o 2º SuperTénis com a participação de jogadores oriundos dos distritos da Guarda, Castelo Branco e Viseu. O torneio iniciou-se 3 horas após o previsto devido ao mau tempo que se registou naquela manhã em Vale de Estrela, aliás o mau tempo tem estado na origem de vários adiamentos e cancelamentos de torneios CDTA nas últimas semanas.
Numa das meias finais encontraram-se o João Brites de Castelo Branco e o David Pinto da Guarda tendo sido um jogo bem disputado mas que o João acabaria por ganhar por 2 a 0. Na outra meia-final encontraram-se o Izandro Pereira de Manteigas e o jovem egitaniense Miguel Sá onde o Izandro inspôs o seu jogo e o Miguel não conseguiu contrariar pelo que também se registou o resultado 2 a 0 a favor do veterano Izandro.
Na final encontraram-se então o João Brites e o Izandro Pereira, reeditando a final do último torneio CDTA Ergovisão disputada a 17/2/24. Esta foi uma final que devido ao atraso no início do torneio já se jogou durante a noite com a iluminação artificial que o campo de Vale Estrela dispõe. Esta final foi muito bem disputada e com muita emoção tendo o Izandro ganho o primeiro set por 4-3 após desempate no tie break, já o segundo set foi ganho por o João por 4-2 pelo que os dois tiveram que jogar o terceiro e último set, a chamada negra, para encontrar o vencedor deste torneio em Vale da Estrela. Então nesse último super tie break o João viria a vencer por 10-7 sagrado assim pela segunda vez este ano, vencedor de um torneio do Circuito Ergovisão Guarda 2024.
Arrancou também nesse dia a segunda etapa da liga consolação museu da ótica com a participação de atletas da Guarda e Viseu e que irá decorrer durante 1 mês para a realização de todos os encontros previstos.
No Final a organização entregou um cabaz a cada um dos finalistas deste torneio SuperTénis, um no valor de 25€ para o vencedor e outro no valor de 12€ ao vencido.
Este evento foi uma organização conjunta da Associação Desportiva e Cultural de Vale Estrela, da secção de ténis do Guarda Unida e do CDTA Ergovisão Guarda.

Fornense Mário Martins vai orientar o S.Paio d´Arcos

O fornense Mário Martins vai mostrando as suas qualidades como treinador de futebol e face a isso, vai agora enfrentar um novo desafio, no Pro Nacional , numa das associações mais fortes do País, a AF Braga. Desta forma, vai agora orientar o S.Paio d´Arcos, depois da boa prestação na Juventude da Póvoa, na 1ªdivisão.

Assim o jovem treinador vai procurar fazer regressar a nova equipa ao triunfos já na próxima ronda.

foto DR

AF Guarda- Resultados da 21ªjornada da Liga CIMA/TAVFER (Campeonato Distrital 1ªDivisão)

Freixo Numão –  Vila Franca Naves-2-1
Os Vilanovenses – Aguiar da Beira-3-0
Guarda FC – AD Manteigas-1-0
SC Mêda – AD S. Romão-3-1
SC Sabugal – SC Celoricense-2-3
AD Fornos de Algodres – Vila Cortez-3-2
GD Trancoso – GD Foz Côa-2-2
Lidera- Vila Cortez-43pts, Guarda FC-42pts, 3º- AD Fornos de Algodres-40pts
Classificação Pontos Jogos
1º-Vila Cortez 43 21
2º- Guarda FC 42 21
3º- AD Fornos de Algodres 40 21
4º- SC Celoricense 39 21
5º- GD Foz Côa 38 21
6º- SC Mêda 34 21
7º- AD São Romão 30 21
8º- GD Trancoso 30 21
9º- Os Vilanovenses 30 21
10º- SC Sabugal 27 21
11º- Aguiar da Beira 24 21
12º- AD Manteigas 16 21
13º- VF Naves 11 21
14º- Freixo de Numão 10 21

Liga Ergovisão de futsal da AFG- 12ªronda- AD Fornos venceu e GD Mêda quase campeão

Foi mais uma ronda da Liga Ergovisão de futsal da AF Guarda, onde se realça o triunfo do Fornos de Algodres, alcançando os três primeiros pontos na prova, recorde-se que se trata de uma equipa estreante nestas andanças. Já o líder GD Mêda a vencer perante o Sameiro, veio consolidar a posição e na próxima ronda pode já celebrar o título.

Resultados-12ªronda

AD Fornos de Algodres- Estrela Almeida-4-1
Penaverdense- Casal Cinza- 3-2
Lameirinhas- Aguiar Beira-5-3
Sameiro- GD Mêda-1-7

Lidera:GD Mêda com 30 pontos; 2ºPenaverdense-25 pts; 3º A.Beira-22 pts; 4ºLameirinhas-19 pts; 5ºSameiro- 18 pts; 6º Casal Cinza- 16 pts ; 7ºE.Almeida- 7 pts; 8ºAD Fornos de Algodres-3 pts

Apresentado livro “A Espia do Bolonhês”, de Miguel Pires em Celorico

Uma casa cheia

A Biblioteca Municipal de Celorico da Beira acolheu na tarde deste sábado, a apresentação do livro “A Espia do Bolonhês”, de Miguel Pires, onde esteve presente, o Presidente do Municipio, Carlos Ascensão, musica para animar e uma encenação a ilustrar a época. Assim o autor agradeceu e deu uma explicação sobre o livro e foram lidas partes do livro, numa sala cheia de amigos , convidados do autor. Ler Mais »

Penalvense António Silva e viseense João Félix convocados na seleção AA

Roberto Martinez convocou 32 jogadores para os jogos de preparação para o Euro 2024 frente à Suécia e à Eslovénia, onde figuram o penalvense António Silva e viseense João Félix.

Num modelo de convocatória alargada, o Selecionador Nacional, Roberto Martínez, anunciou, esta sexta-feira, na Cidade do Futebol, que chamará 29 jogadores de campo mais três guarda-redes aos trabalhos da equipa nacional.

Portugal, recorde-se, já apurado para a fase final do Euro 2024 – Alemanha, enfrenta, em jogos de preparação, a Suécia, dia 21 de março, às 19h45, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães. e, a Eslovénia, dia 26 de março, no Stozice Stadium, em Ljubliana, também às 19h45 (hora portuguesa).

A Seleção Nacional, apurada para o Euro 2024 da Alemanha, com dez vitórias em dez jogos, realizará, além destes dois encontros, mais três partidas de preparação, em Portugal, frente a Finlândia, Croácia e República da Irlanda.

Portugal, recorde-se, terá na fase de grupos do Europeu as seleções da Chéquia, Turquia e o vencedor do caminho C do play-off (Geórgia, Luxemburgo, Grécia ou Cazaquistão).

Guarda-redes – Diogo Costa (FC Porto), José Sá (Wolverhampton Wanderers FC) e Rui Patrício (AS Roma);

Defesas – João Cancelo (FC Barcelona), Nélson Semedo (Wolverhampton Wanderers), João Mário (FC Porto), Diogo Dalot ( Manchester United), Raphael Guerreiro (FC Bayern Munich), Nuno Mendes (PSG), Diogo Leite (Union Berim), Pepe (FC Porto), Rúben Dias (Manchester City), António Silva (SL Benfica), Gonçalo Inácio (Sporting CP), Toti Gomes (Wolverhampton Wanderers) e Danilo Pereira (PSG);

Médios – João Palhinha (Fulham FC), Rúben Neves (Al-Hilal), João Neves (SL Benfica), Bruno Fernandes (Manchester United), Otávio Monteiro (Al Nassr), Vitinha (PSG), Matheus Nunes (Manchester City),Bernardo Silva (Manchester City);

Avançados – Francisco Conceição (FC Porto), Jota Silva (Vitória SC), Francisco Trincão (Sporting CP), Bruma (SC Braga), Rafael Leão (AC Milan), João Félix (FC Barcelona), Cristiano Ronaldo (Al Nassr) e Gonçalo Ramos (PSG).

Fonte:FPF Foto:AFV

Gouveia-Tertúlia “uma viagem pela vida de 3 figuras da literatura

O Escola Velha Teatro de Gouveia vai promover no próximo dia 23 março pelas 14:30h, a tertúlia “uma viagem pela vida de”: Vergílio Ferreira, Aquilino Ribeiro e Eugénio de Andrade.
Nesta tertúlia vai estar em destaque a obra dos 3 escritores mas, essencialmente a vida/personalidade de cada um deles.

Operação Floresta Segura- Balanço provisório

A Guarda Nacional Republicana (GNR) iniciou, no dia 1 de fevereiro, a Operação Floresta Segura que decorre, até 30 de novembro, com o objetivo de executar ações de sensibilização, de fiscalização, de vigilância e deteção de incêndios rurais, de investigação de causas dos crimes de incêndio florestal e validação das áreas ardidas, de forma a prevenir, detetar, combater os incêndios rurais e reprimir atividades ilícitas, procurando garantir a segurança das populações e a preservação do património florestal.

No âmbito da sensibilização a Guarda Nacional Republicana, até ao dia 3 de março, realizou 715 ações de sensibilização, tendo alcançado 14 471 pessoas, com o objetivo de evitar comportamentos de risco, a adoção de medidas de autoproteção e uso correto do fogo, por parte das comunidades. Foram efetuadas 2 859 sinalizações nas freguesias prioritárias, sendo aquelas que apresentam potencial risco de incêndio rural, registadas 206 ocorrências de incêndio e 22 contraordenações (14 por queimas e oito por queimadas).

Foram registados até ao momento 93 crimes, tendo sido efetuadas três detenções e identificados 13 suspeitos.

Nesta fase, os militares encontram-se no terreno a percorrer as faixas de gestão de combustível das freguesias prioritárias, com o objetivo de se proceder à sinalização e georreferenciação dos terrenos rurais que pela sua localização apresentem potencial risco de incêndio, promovendo em simultâneo, ações de informação e sensibilização junto dos proprietários, para que realizem voluntariamente a limpeza dos terrenos até 30 de abril de 2024, evitando que, após o dia 1 de maio de 2024, possam encontrar-se em incumprimento.

Esta fase da operação tem como objetivo principal a prevenção com ações de sensibilização dirigidas aos cidadãos e entidades, com vista à alteração de comportamentos e à adoção das melhores práticas de segurança individual e coletiva. O esforço principal está a ser desenvolvido para despertar consciências para a importância da adoção de medidas de autoproteção e para a redução do risco de ocorrência de incêndios.

A Operação Floresta Segura da GNR contribui decisivamente para uma redução significativa do número de ocorrências graves e dos impactos negativos que podem causar na sociedade. A proteção de pessoas e bens, no âmbito dos incêndios rurais, continua a assumir-se como uma das prioridades estratégicas para a GNR, sustentada numa atuação preventiva e num reforço de patrulhamento nas áreas florestais.

A Guarda Nacional Republicana, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), tem como preocupação diária a proteção ambiental e a conservação da natureza. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.