Templates by BIGtheme NET
Início » Fornos de Algodres (Pagina 30)

Fornos de Algodres

Artigo de Opinião de Paula Miranda – PRESENTE, não é passado nem futuro

Depressão e Ansiedade,

Vamos lá trazer um pouquinho de clareza sobre estes temas.

Finalmente, cada vez mais estamos alerta para os “perigos” das depressões e estados de ansiedade.

Finalmente, estes temas começam a deixar de ser tabu na nossa sociedade e ainda bem!

Primeiro, seja qual for o estado em que te encontres, não hesites em pedir ajuda. Somos já muitos, em diversas áreas, que podemos dar apoio, levar-te a entender o que está por trás de uma depressão ou crise de ansiedade.

Isto tudo é trabalhado sem julgamento, sem culpa, sem crítica.

Qualquer um de nós, em qualquer situação de vida, pode em qualquer altura precisar de ajuda.

Ninguém está livre, pode é estar mais ou menos consciente.

 

“A nossa Mente pode ser a nossa melhor amiga, ou a nossa pior inimiga.”

 

  • As depressões, normalmente estão associadas a situações do nosso passado, que por vezes nos trazem para o presente significados e sentimentos que não conseguimos gerir, como, tristeza profunda, apatia, sensação de vazio. Maior parte das vezes estes sentimentos vêm acompanhados deste tipo de pensamentos: não sou capaz de… não vou conseguir… porque é que isto não me larga?…
  • Os estados de ansiedade podem ser distinguidos em dois grupos, a ansiedade dita normal, que aparece no dia a dia com situações claras e reais, que nos pode ajudar a elevar a consciência e resolver situações rapidamente. E a ansiedade “crónica”, que nos pode trazer sensações incapacitantes como, falta de ar, tremores, cansaço extremo, apatia, etc. Normalmente estão associados ao futuro, ou seja, a expectativas que criamos na nossa mente em relação ao futuro. Como por exemplo, medo/receio, ou do que pode acontecer, ou até de criamos algo que nem sabemos que vai acontecer, o que nos leva a estados de ansiedade elevados. Se existe ansiedade é porque existe causa. E esta maior parte das vezes é inconsciente.

 

 

Como podemos encontrar soluções e trabalhar?

 

DEPRESSÃO

  • Procurar ajuda, junto de um profissional
  • Através do coaching e da programação neuro linguística (PNL), podemos:
  • Ressignificar acontecimentos passados
  • Trabalhar o perdão e a gratidão
  • Criar novos hábitos/rotinas, etc

ANSIEDADE

  • Procurar ajuda, junto de um profissional
  • Através do coaching e da programação neuro linguística (PNL), podemos:
    • Trabalhar o SPA – síndrome pensamento acelerado
    • Ferramentas específicas para trabalhar o relaxamento, perdão, autoconsciência, autoconfiança e amor próprio
    • Transformação de crenças
    • Comunicação, etc

 

Em qualquer uma das situações, maior parte das vezes o que precisamos é de acolhimento.

 

Espero com este artigo, ter trazido ao teu consciente alguma clareza e consciência sobre o tema.

 

Acima de tudo devemos sempre:

  • ESTAR PRESENTES – ACOLHER
  • OUVIR O OUTRO
  • TER EMPATIA E COMPAIXÃO
  • SER SEM JULGAR

 

Estou disponível para Ti, no meu email treecoach9@gmail.com

 

Com Amor e Gratidão

 

Paula Miranda

 

 

 

 

 

Coach Profissional &Practitioner em PNL

                                                                                                               Somos Criadores/Acredita em Ti

Tlm 932 688 567

treecoach9@gmail.com

Rua S Vicente, 2245

4445-210 Alfena

Município de Fornos de Algodres entregou UMS (viatura elétrica) ao Centro de Saúde

Foi entregue a Unidade Móvel de Saúde  ao Centro de Saúde desta localidade fornense, onde marcaram presença
pelo Município de Fornos de Algodres, o Presidente,  Manuel Fonseca e o Vice-presidente, Alexandre Lote, pelo Conselho de Administração da ULS da Guarda, o Presidente,  João Pedro Barranca, o Diretor Clínico de Cuidados de Saúde Primários,  António Serra e a Enfermeira Diretora, Nélia  Faria, pelo Centro de Saúde de Fornos de Algodres, a Coordenadora,   Luísa  Amaral e a Enfermeira Responsável,  Helena Pinheiro.
A viatura foi adquirida no âmbito de uma candidatura da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) ao Programa Operacional do Centro 2020, designada “Unidades Móveis de Saúde para o território CIM-BSE”.
Com o objetivo de proporcionar um melhor acesso à prestação de cuidados de saúde domiciliários e apoio social, a viatura será compartilhada pelos serviços do Centro de Saúde de Fornos de Algodres e pelos serviços de apoio social da Câmara Municipal de Fornos de Algodres.
Após a cerimónia de entrega da viatura foi efetuada uma visita ao Centro de Saúde, onde foram explicadas as medidas realizadas para o procedimento da vacinação à Covid-19, desde a preparação, à administração e à vigilância pós-vacinação.
O Conselho de Administração da ULS da Guarda teve ainda hipótese de verificar o investimento efetuado pelo Município de Fornos de Algodres no equipamento adquirido para o gabinete de saúde oral, que em breve entrará em funcionamento e proporcionará consultas de saúde oral na Unidade Local de Saúde.

Liturgia do 3º domingo da Quaresma- Ano B

 

Nesta caminhada para a Páscoa, as leituras bíblicas deste Domingo falam-nos de uma outra caminhada: aquela que o povo de Israel teve de percorrer para conseguir a liberdade. Os israelitas queriam ficar livres da escravidão dos egípcios, uma escravidão exterior, uma escravidão não desejada, sofrida. Mas na travessia do deserto, uma vez libertados desta escravidão, conduzidos por Moisés, descobrem novas escravidões, mas desta vez são mais interiores e, de alguma maneira, queridas e desejadas. Vivendo a sua liberdade, caem em novas escravidões mais subtis: a escravidão da riqueza, da cobiça e do ódio ao irmão. O decálogo, os dez mandamentos, começam por recordar que Deus os libertou da escravidão do Egipto. Deus faz uma proposta de vida que lhes permite gozar desta liberdade sem cair em outras escravidões. O primeiro mandamento afirma que somente se deve adorar a Deus e amá-Lo sobre todas as coisas. Nada de divinizar realidades humanas, ou coisas materiais, nem sequer o dinheiro, nem o bem- estar material, nem o poder sobre os outros. Quando endeusamos todas estas realidades convertemo-nos em seus escravos. Como conservamos a nossa liberdade? Respeitando e amando os outros na nossa vida.

É neste contexto que Jesus entra no Templo de Jerusalém e purifica-o. Aquele sítio tinha-se convertido num ídolo, numa “casa de comércio”, deixando de ser um sinal da presença de Deus. Com esta purificação, e com toda a sua vida, Jesus revela que, a partir da sua humanidade, Deus torna-se presente. E isto acontece porquê? Ele viveu numa atitude de serviço, de acolhimento, de proximidade aos débeis, de perdão, de solidariedade, de amor. É somente com esta maneira de viver que Deus se torna presente. As mesquitas, as sinagogas, os templos budistas e as igrejas nunca serão lugares da presença de Deus se não forem lugares onde se ajuda a crescer na humanidade. Quantas vezes estes lugares religiosos foram lugares de ausência de Deus porque lhes faltou humanidade!

O critério de verificação desta presença de Deus não se encontra na beleza, nem no incenso, nem na sumptuosidade, nem nos cânticos bem cantados, nem em palavras muito complicadas e numa linguagem erudita. O critério de verificação encontra-se no facto de que aqueles que se reúnam nesses lugares religiosos cresçam em humanidade com o que lá se diz e se faz. Caso contrário, se Jesus entrasse nesses lugares, voltaria a fazer o que fez no Templo de Jerusalém, aquele Templo do qual os judeus se sentiam tão orgulhosos pela sua grandiosidade, pelas suas colunas, pelo seu ouro.

Neste tempo da Quaresma, deixemos entrar Jesus no nosso coração, na nossa vida, para que também nos purifique, nos limpe, expulse os nossos ídolos, tudo o que nos impede de amar e que nos escraviza, tudo aquilo que nos afasta de Deus, de Jesus, de um Deus que é “escândalo para os judeus e loucura para os gentios”; e que também pode ser um absurdo ou um escândalo para nós quando nos convida a falar menos e a agir mais em favor dos seus preferidos: os pobres, os refugiados, os sem-abrigo, os doentes, os que vivem na solidão e no desespero, os que perderam o trabalho, os que sofrem violência e os que morrem por causa das suas convicções ou crenças. Todos estes são, hoje, a encarnação do Messias crucificado, escândalo para uns e loucura para outros. Ao celebrarmos a Eucaristia, oxalá Jesus encontre em cada um de nós, homens e mulheres, a abertura e a vontade de crescer na humanidade.

Elo de Comunhão 07-03-2021

LEITURA ESPIRITUAL

«Destruí este templo e em três dias Eu o levantarei!». Tanto um como outro, tanto o templo como o corpo de Jesus, são, a meu ver, símbolos da Igreja. O templo será restaurado e o corpo ressuscitará ao terceiro dia. Porque ao terceiro dia surgirá um novo céu e uma nova terra (2Ped 3,13), quando os ossos ressequidos, quer dizer, toda a casa de Israel (Ez 37,11), voltarem a ser revestidos no grande dia do Senhor, e a morte for vencida.

Da mesma maneira que o corpo de Jesus, sujeito à condição humana vulnerável, foi pregado na cruz e sepultado, e depois foi novamente erguido, assim também o corpo total dos fiéis foi «crucificado com Cristo» e agora «já não é ele que vive» (Gal 2,19). Com efeito, tal como Paulo, nenhum dos fiéis se gloria de nada senão da cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, que fez de cada um deles um crucificado para o mundo e do mundo um crucificado para ele (Gal 6,14). «Porque nós fomos sepultados com Cristo» diz Paulo; e acrescenta, como se tivesse recebido um penhor de ressurreição: «Ressuscitaremos com Ele» (Rom 6,4-9). Todos nós temos, pois, uma vida nova, mas que ainda não é a ressurreição bem-aventurada e perfeita. Quem é hoje sepultado, um dia ressuscitará. (Orígenes, c. 185-253, presbítero, teólogo, Comentário sobre São João 10,20).

 

http://www.liturgia.diocesedeviseu.pt/

Ano B - Tempo da Quaresma - 3º Domingo - Boletim Dominical II
Ano B - Tempo da Quaresma - 3º Domingo - Boletim Dominical II

Finalistas do AE Fornos de Algodres 20/21 organizam Concurso de Fotografia

Um olhar pela Natureza
Em tempos de pandemia, tudo está confinado, assim a Comissão de Finalistas do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres 20/21, resolver lançar mãos às atividades.
Nada mais , nada menos que um Concurso de Fotografia, com o tema a Natureza, isto é podem realizar fotos a toda a beleza paisagística desta região e não só.
Assim para participar neste concurso basta enviar um email para finalistasaefa2021@gmail.com com as seguintes informações:
-Nome para a fotografia (opcional); A descrição da foto (opcional); A fotografia  anexada ao email (apenas uma);
 Comprovativo de transferência (mbway, paypall ou NIB) anexado ao email. de 2 finalistas.
Inscrições até 19 de março
-As candidaturas ao Concurso de Fotografia arrancaram a 5 de março e terminam a 19 de março.
-As fotos serão publicadas no dia 21 de março na página de Facebook dos Finalistas.
Depois serão votadas e vence a que tiver mais likes.Um voto corresponde a um like ou qualquer outro tipo de reação na foto. Cada pessoa pode votar em uma ou mais fotos, consoante a sua preferência!
.-O vencedor será anunciado nas nossas redes sociais e posteriormente contatado por email no dia 28 de março.
Para mais informações: REGULAMENTO

AF Guarda-Certificação de clubes e escolas de futebol prossegue a bom ritmo

Continua a decorrer o processo de certificação de clubes e escolas de futebol, deste modo, em fevereiro, seguiu a etapa das visitas técnicas.

Esta é uma ação da responsabilidade da Federação Portuguesa de Futebol, tendo uma Sub-comissão técnica da Associação de Futebol da Guarda, composta pelo vice-presidente Paulo Menano, pelo Diretor técnico Artur Lobão e por Leandro Gonçalves, , já reuniu com alguns dos clubes e deverá concluir as visitas até ao final de março.

Este época, a AF Guarda conta com 30 clubes recenseadas para a certificação, sendo que alguns estão inscritos no processo na modalidade de futebol e futsal e no género feminino e masculino.

Após estas visitas, que estão a decorrer online, a plataforma da certificação irá reabrir, de 24 a 30 de março, para os clubes inscritos poderem fazer algumas alterações no processo.

Aquisição de kit florestal de intervenção rápida pelo Município de Fornos de Algodres

Foi recentemente adquirido pelo Município de Fornos de Algodres, um kit florestal de intervenção rápida com capacidade para 500L de água . Desta forma , tem o objetivo de  reforçar a operacionalidade do Serviço Municipal de Proteção Civil .

Este Kit vem equipado com os seguintes materiais: MOTOBOMBA (Bomba de pistões/membrana | Pressão máx.40 bar | Motor Kohler CH440- 14cv); ROLLBAR TRASEIRO VIATURA; ESTRADO EM GRADE (FIXA EM CIMA);
ARMÁRIO COM PERSIANAS e DEPOSITO AÇO INOX AISI 316.

Assim, segundo refere o Município Fornense, “a Proteção Civil Municipal é tida como um eixo prioritário para o desenvolvimento do concelho, pelo que, o reforço da capacidade operacional dos diferentes agentes de proteção civil, onde se inclui, obviamente, o Serviço Municipal de Proteção Civil, foi, é e será sempre, uma forte aposta da Câmara Municipal de Fornos de Algodres“.

Eduardo Madeira é o rosto da nova campanha do Queijo Serra da Estrela DOP

Segundo refere o Município de Fornos de Algodres , o humorista, escritor, argumentista e ator Eduardo Madeira é o rosto da nova campanha do Queijo Serra da Estrela DOP, à venda na plataforma www.obomsabordaserra.pt.

A escolha foi fácil e quase natural, não fosse Eduardo Madeira fã confesso de petiscos e sobejamente conhecido e acarinhado pelo público, dada a sua imagem sempre tão bem disposta e acessível!

“No Bom Sabor da Serra achámos que é tão fácil gostar do Eduardo Madeira como gostar do Queijo Serra da Estrela DOP e ambos nos deixam de sorriso estampado no rosto”.

O objetivo da campanha é dar a conhecer a plataforma a mais consumidores e mostrar que é muito simples ter o verdadeiro Queijo Serra da Estrela DOP, em casa, sem sair de casa, encomendando diretamente online, tal como faz o Eduardo Madeira que, neste momento, já deve estar a pensar na sua próxima encomenda, pois sabemos que é impossível resistir a um Queijo Serra da Estrela em casa, durante muito tempo!

Durante este mês de março, realiza-se a Feira do Queijo Serra da Estrela de Fornos de Algodres, exclusivamente online em www.obomsabordaserra.pt.

Visite a plataforma e, tal como o Eduardo Madeira, faça a sua encomenda e receba comodamente em sua casa, os melhores produtos endógenos de Fornos de Algodres.

Municípios receberam Unidades Móveis de Saúde (UMS) por parte da CIMBSE

Teve lugar no Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda,  a entrega das chaves das Renault Kangoo Maxi Z.E. (elétricas) aos 15 presidentes dos municípios Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE), municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso.

Já  a respetiva cerimónia, decorreu em cumprimento  das recomendações previstas no âmbito da Covid-19, contou com a presença de Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial, de António Lacerda Sales, Secretário de Estado Adjunto da Saúde e de João Paulo Rebelo, Secretário de Estado da Juventude e Desporto, enquanto coordenador regional de combate ao novo coronavírus na zona Centro.

Esta ação resultou de uma candidatura financiada pelo Programa Operacional CENTRO 2020, designada “Unidades Móveis de Saúde para o território CIMBSE”, com um investimento total 612.079 € comparticipados em 85% pelo FEDER.

Tem o objetivo de contribuir para o reforço da rede de infraestruturas de saúde, nomeadamente na prestação de cuidados de saúde domiciliários primários, cuidados paliativos e doença mental.
Numa ótica de prevenção, as UMS poderão ainda ser utilizadas em ações educativas nas áreas da toxicodependência, comportamentos de risco, saúde alimentar, diabetes, doenças cardiovasculares, entre outras, de acordo com as necessidades identificadas.

É pretendido implementar e reforçar o acompanhamento de proximidade, permitindo o acesso a serviços de saúde e de apoio social com qualidade a utentes com acesso mais limitado, e contribuindo para minimizar as diferentes fragilidades e assimetrias existentes.

As viaturas estão devidamente identificadas e encontram-se equipadas com nebulizador ultrassónico portátil, aspirador de secreções, monitor ambulatório de pressão arterial e oxímetro, aparelho de electroestimulação portátil, andarilho, pedaleira e mala térmica. Conta ainda com instalação elétrica na bagageira e quatro portas USB, espaços de arrumos, recipiente fechado para colocação dos resíduos hospitalares de grupo de risco III e Grupo IV, recipiente para colocação dos dispositivos médicos reutilizáveis e suporte para antissético líquido das mãos e papel de limpeza.

De referir ainda que, se tratam de viaturas elétricas, refletindo a preocupação desta

Comunidade Intermunicipal em contribuir para a descarbonização do meio ambiente.

A utilização das UMS ficará a cargo de cada município e respetivo centro de saúde, mediante dois protocolos assinados, (um com vista à colaboração para implementação do projeto das UMS e um protocolo operacional de utilização destas unidades), entre a CIM-BSE, a Administração Regional de Saúde do Centro I.P. (ARS Centro), a Unidade Local de Saúde da Guarda E.P.E (ULS Guarda) e os 15 municípios.

 

Refira-se que a CIM-BSE é composta pelos municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso.

Um balanço da Assembleia Municipal de Fornos de Algodres

Teve lugar na tarde de sexta-feira, mais uma sessão da Assembleia Municipal, no salão dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres, com o total das presenças dos intervenientes nesta reunião, que teve uma novidade ao iniciar-se, a transmissão em direto através do Facebook do Município de Fornos de Algodres, permitindo que a comunidade pudesse ter a visão real do funcionamento da mesma, assegurada pelos técnicos municipais.

Ainda a salientar a presença dos meios de comunicação social locais, uns em presença física (Rádio Imagem) e outro via online (Magazine serrano), no que nos toca optamos pela via online, uma vez que em virtude da pandemia, conseguimos acompanhar como estivéssemos fisicamente, através do direto do Município.

Deste modo, nós enquanto Magazine Serrano, já participamos em muitas assembleias ao longo destes anos todos, agora optamos sim por estar nas mais importantes.

Nesta reunião, muitas foram as preleções, no período antes da ordem do dia.

Ao longo desta reunião, o Presidente da Câmara foi respondendo e deixando algumas novidades. Deste modo, salientou que esta Assembleia foi transmitida a primeira vez com imagens, através do trabalho dos técnicos do Município, enalteceu ainda o trabalho feito das IPSS de Maceira, Vila Ruiva, Santa Casa da Misericórdia, sobretudo a coragem de todos os técnicos para controlar a situação e do SNS nesta fase de pandemia.

Depois, referiu que, o Espaço do Cidadão se encontra a trabalhar em bom ritmo e novos esforços estão a ser feitos no sentido de ampliar serviços.

Quanto à questão da iluminação a Led, relembrou que está a ser instituída pela EDP, mas que já existem localidades no concelho onde as luminárias Led já estão a funcionar, é um processo que decorre aos poucos e que todas as freguesias terão em breve luz led.

No que toca às Estradas Municipais, esclareceu que está a ser negociada uma forma de colocar em prática um plano para que sejam reparadas.

Depois de um dos deputados municipais alegar que o Canil estava mal situado, o autarca referiu que, o local já estava anteriormente escolhido por executivos anteriores, agora esta obra de qualidade efetuada, tornou Fornos de Algodres num dos primeiros a ter um canil com todas as condições no distrito.

Apoio às Freguesias

Um dos assuntos mais focados, foi o valor transferido para as Juntas de Freguesias, aqui Manuel Fonseca, salientou que, as ordens de pagamento estão assinadas e em breve será transferido o montante para todas e que nenhuma Freguesia será prejudicada.

Vai ser feito ainda um parque infantil em Casal do Monte, este ano, depois relativamente à obra de requalificação do Mercado Municipal, houve quem defendesse a não realização, mas o autarca explicou que a obra está adjudicada por 1 milhão e 100 mil euros, sendo comparticipada a 85% e no futuro será um local que trará mais valorização à vila e ao concelho.

Pelo meio, ainda os presidentes de junta foram fazendo um resumo do que tem sido feito e do que mais precisam nas suas localidades e ainda enaltecido o excelente trabalho do Dr. Artur Oliveira no Agrupamento de Escolas e a excelente parceria entre o Município e toda a comunidade escolar. Pelo meio, foi votada a proposta de composição do júri de recrutamento do Procedimento do Concurso para o cargo de Direção Intermédia de 2º grau de Chefe de Divisão de Administração Geral, com decisão por maioria.

Assim finalizou mais uma Assembleia presidida por Carlos Costa, secretariado por António Rocha e Manuel Gonçalves.

Fotos:MFA

Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2 atualizada pela DGS

Segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS) houve uma atualização da Norma nº 019/2020 referente à Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2, respondendo à necessidade de continuar, de uma forma dinâmica, a adaptar as necessidades de testagem à situação epidemiológica da COVID-19.

Para além do alargamento na testagem, já previsto na versão anterior, houve que consolidar alguns contextos, particularmente no que se refere aos rastreios comunitários ou ocupacionais. Neste caso, a operacionalização é implementada de forma progressiva através de planos sectoriais, para melhor se adaptarem às necessidades de testagem.

Nos estabelecimentos de ensino e nos locais com maior risco de transmissão em meio laboral estes rastreios devem ser periódicos nos concelhos com incidência cumulativa a 14 dias superior a 120/100.000 habitantes. Para o efeito, devem ser utilizados testes rápidos de antigénio, podendo também ser considerada a amostra de saliva para a realização dos rastreios laboratoriais, utilizando-se, nesses casos, os testes moleculares.

Os testes em larga escala, integrados com outras medidas de Saúde Pública, são um elemento chave para limitar a propagação da COVID-19 e a DGS continua a alinhar as atualizações da estratégia nacional de testes com as necessidades decorrentes da evolução da pandemia a nível nacional e com as recomendações internacionais