Templates by BIGtheme NET
Início » Mangualde (Pagina 198)

Mangualde

AFViseu – Resultados da divisão de honra

JORNADA 8
Por:zero zero
Classificação
P J V E D GM GS DG
1 7 Sátão 20 8 6 2 0 16 6 +10
2 8 Moimenta da Beira 19 7 6 1 0 11 3 +8
3 8 Silgueiros 19 8 6 1 1 14 7 +7
4 Resende 13 8 4 1 3 8 6 +2
5 7 Castro Daire 13 8 4 1 3 12 8 +4
6 7 Sampedrense 11 8 3 2 3 14 14 0
7 7 Tarouquense 11 8 3 2 3 9 9 0
8 7 Sport Clube Paivense 11 8 3 2 3 9 12 -3
9 7 Carregal do Sal 10 8 2 4 2 10 11 -1
10 8 Penalva Castelo 10 8 3 1 4 12 9 +3
11 Molelos 8 7 2 2 3 5 7 -2
12 8 ACDR Lamelas 8 8 2 2 4 10 13 -3
13 7 Alvite 7 8 2 1 5 6 10 -4
14 8 Mangualde 6 8 1 3 4 7 11 -4
15 7 Ferreira de Aves 5 8 1 2 5 8 14 -6
16 8 Viseu e Benfica 4 8 1 1 6 2 13 -11

Dia Internacional da Pessoa Portadora de Deficiência assinalado em Mangualde

1 deficienciaComo forma a assinalar o Dia Internacional da Pessoa Portadora de Deficiência, a Câmara Municipal de Mangualde promove o debate “Esbater as desigualdades – realçar as diferenças”. A sessão realiza-se no dia 4 de dezembro, às 21h00, no Auditório da Câmara Municipal de Mangualde e terá como orador Rui Matos, colaborador da IBM e membro da direção da FAPPC (Federação das Associações Portuguesas de Paralisia Cerebral).

 O Dia Internacional da Pessoa Portadora de Deficiência, assinalado anualmente a 3 de dezembro, é uma data comemorativa internacional promovida pelas Nações Unidas desde 1998, com o objetivo de promover uma maior compreensão dos assuntos concernentes à deficiência e para mobilizar a defesa da dignidade, dos direitos e o bem-estar das pessoas. Procura também aumentar a consciência dos benefícios trazidos pela integração das pessoas com deficiência em cada aspeto da vida política, social, económica e cultural.

Por:Mun.Mangualde

Proteção Civil alerta para o Frio e Vento Forte

17103_10153062148718183_7082118569019644813_nAVISO À POPULAÇÃO: FRIO E VENTO FORTE – MEDIDAS PREVENTIVAS

1. SITUAÇÃO

 

No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, dia 20 de novembro, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), salienta-se para os próximos dias:

    • Acentuada descida das temperaturas, mas significativa amanhã (21/11) mantendo-se a tendência de descida para os dias seguintes, com máximas a rondar 6-9ºC nas regiões do interior e 10-15ºC nas regiões do litoral. As temperaturas mínimas a situarem-se abaixo dos 0ºC nas regiões do interior Norte.
  • Vento a soprar moderado a forte (<45 Km/h) do quadrante Norte com rajadas da ordem de 80 a 85 Km/h, respetivamente no litoral Oeste e nas terras altas, até meio da tarde de amanhã (21/11). A tendência será para diminuição da intensidade do vento no domingo (22/11).
  • Possibilidade de formação de gelo e/ou geada nos vales mais abrigados do interior.

 

As características de tempo frio, associadas ao vento que se fará sentir aumentarão a sensação de desconforto térmico na população.

 

Acompanhe as previsões meteorológicas em www.ipma.pt

 

 

2. EFEITOS EXPECTÁVEIS

 

Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:

 

  • Piso rodoviário escorregadio devido à formação de geada, em especial nas regiões do interior;
  • Intoxicações por inalação de gases, por inadequada ventilação, em habitações onde se utilizem aquecimentos com lareiras e braseiras;
  • Incêndios em habitações, resultantes da má utilização de lareiras e braseiras ou avarias em circuitos elétricos;
  • É necessário especial atenção aos grupos populacionais mais vulneráveis, crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas e população sem-abrigo.

 

3. MEDIDAS PREVENTIVAS

 

A ANPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

  • Especial atenção aos aquecimentos com combustão (ex. braseiras e lareiras), que podem causar intoxicação e levar à morte;
  • Que se assegure uma adequada ventilação das habitações, quando não for possível evitar o uso de braseiras ou lareiras;
  • Que se evite o uso de dispositivos de aquecimento durante o sono, desligando sempre quaisquer aparelhos antes de se deitar;
  • Que se tenha em atenção a condução em locais onde se forme gelo na estrada, adotando uma condução defensiva;
  • Especial atenção por parte das famílias e vizinhos, e das redes sociais de proximidade, com as situações de pessoas idosas e em condição de maior isolamento.

 

A Direcção-Geral da Saúde recomenda a adoção das seguintes medidas (www.dgs.pt):

 

  • Que se evite a exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura;
  • O uso de várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura ambiente;
  • A proteção das extremidades do corpo (usando luvas, gorro, meias quentes e cachecol);
  • A ingestão de sopas e bebidas quentes, evitando o álcool que proporciona uma falsa sensação de calor;
  • Especial atenção com a proteção em termos de vestuário por parte de trabalhadores que exerçam a sua atividade no exterior, e evitar esforços excessivos resultantes dessa atividade.

Olga Almeida dirigiu encontro da Liga dos Campeões Feminina

IMG_0548Depois de no domingo passado ter apitado o encontro que acompanhamos entre a Fundação L.Santos e o At.Ouriense, Olga Almeida, àrbitro internacional, da AF Viseu, dirigiu o encontro da Liga dos Campeões Feminina, na França entre as Equipas: Paris Saint-Germain(FRA) / KIF Orebro DFF(SWE), nesta quarta -feira, que terminou empatado a zero.

Assim Olga Almeida a representar a região das beiras no mais alto patamar internacional.

Por:António Pacheco

Biblioteca de Mangualde faz 18 anos

18BMMJovens nascidos em 1997 convidados para esta festa

No próximo domingo, 22 de novembro, a Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, vai celebrar o seu 18º aniversário de serviço dedicado à comunidade em prol da cultura, com grande enfoque para a promoção do livro e da leitura. A comemoração tem início às 15h30 e promete uma tarde cultural onde a literatura e os sabores estarão em verdadeira comunhão.

Com o objetivo de, mais uma vez, envolver a comunidade, a Câmara Municipal de Mangualde convidou todos os mangualdenses que nasceram em 1997 a juntarem-se a esta celebração e participarem na programação desse dia com um número de música, canto, dança, leitura, humor, ou outro que mais lhes agrade. Do programa consta ainda a atuação Meeting Quartet e a iniciativa Sabor a literatura.

Assim do programa faz parte apartir das 15h30, o Meeting Quartet
, Sabor a literatura e o Espetáculo 18º aniversário com jovens de 18 anos.

Por:Mun.Mangualde

 

‘Trail Aldeias do Mondego’ com larga adesão

trail Cerca de duas centenas de participantes

No passado sábado, 14 de novembro, realizou-se a segunda edição do ‘Trail Aldeias do Mondego’ que contou com a participação de cerca de 180 atletas. A iniciativa, organizada pelo Centro Desportivo Abrunhosense, de Abrunhosa do Mato, contou com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde, da Junta de Freguesia da Cunha Baixa e da União de Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães. O edil mangualdense, João Azevedo, juntou-se à iniciativa e deu o mote para a partida.

Compostas por um Trail Longo (40Km), um Trail Curto (15Km) e uma Caminhada (7,5Km), as provas decorreram entre as duas pontes sobre o rio Mondego, que dão acesso à Serra da Estrela. Os “trailers” do percurso longo começaram no centro da cidade de Mangualde, passando pelas Ruinas Romanas da Quinta da Raposeira, as escadarias da Nossa Senhora do Castelo, a serra de Almeidinha, a aldeia de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães em direção ao local onde começaram.

José Feliciano Nunes Da Silva, do Maratona Clube Vila Chã foi o vencedor do Trail Curto 15km com 01:27:30. Tendo Daniel Almeida Duarte, do GD Os Ribeirinhos alcançado o segundo lugar com 01:29:53 e João Monteiro, da Associação Jorge Pina, o terceiro com 01:31:30. No Trail Longo 40km, o primeiro lugar do pódio foi para Milton Leal Gonçalves, da ARSM trail1– S. Miguel Poiares, com 04:00:24. Seguindo-se José Manuel Duarte Tomas, da PSP Viseu Runners, com 04:00:59, e António Ferreira, da Mangualde RUNNERS, com 04:01:15, conquistando assim o 2º e 3º lugar respetivamente.

Já no que fiz respeito às provas de equipa com a categoria de Melhor Equipa de 3 Atletas, no Trail Curto 15km o destaque vai para as equipas da PSP Viseu Runners (1º lugar), GD Os Ribeirinhos (2º lugar) e Viriathvs Runners Viseu (3º lugar). Já no Trail Longo 40km, os dois primeiros lugares do pódio foram para a GD Os Ribeirinhos e Viriathvs Runners Viseu, respetivamente 1º e 2º lugar.

Por:Mun.Mangualde

 

Operação “Crescer em Segurança”

gnrA Guarda Nacional Republicana (GNR) promove entre os dias 18 e 20 de novembro, ações de sensibilização, no âmbito da operação “Crescer em Segurança”, com o objetivo de alertar a comunidade escolar para os direitos das crianças, e para as questões relativas à exploração e abuso sexual das mesmas.

Aceda a http://goo.gl/RReUHF e saiba mais pormenores.

Por:GNR Guarda

Clube UMM de Portugal celebrou 10ºaniversário em Mangualde

EDIL MANGUALDENSE RECEBEU PARTICIPANTES NA AUTARQUIA

UMM 10º aniv (1)  No passado sábado, 14 de novembro, o Clube UMM Portugal assinalou o seu 10º aniversário com um passeio todo-o-terreno em Mangualde. O Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, fez questão de receber os cerca de 193 participantes na autarquia. Na cerimónia, que decorreu no salão nobre, marcou ainda presença Rui Ardérius, Vereador da autarquia mangualdense, Norberto Liberato, Presidente do Clube UMM e Sérgio Serra, organizador local do encontro.
O dia começou bem cedo com a concentração dos UMM 10º aniv (2)participantes no Largo das Festas de Fagilde. Seguiu-se um passeio pelos trilhos mangualdense com passagem na Barragem de Fagilde, em Canedo do Mato e na Ermida da Sra. do Castelo, onde se fez uma visita à Igreja situada no ponto mais alto de Mangualde. Seguiram rumo ao centro da cidade mangualdense, onde foram recebidos na autarquia, pelo edil mangualdense, João Azevedo. No fim, estes amantes do todo-o-terreno, continuaram a sua jornada visitando a Roda, o Monte de Santo António dos Cabaços, Fornos de Maceira do Dão e o Convento de Maceira do Dão, em Vila Garcia, terminado o percurso no ponto de partida, Fagilde. No final do passeio realizou-se um animado almoço convívio no Restaurante “Cascata da Pedra”, em Mangualde, onde foram entregues lembranças a todos os participantes.
O Clube UMM tem coUMM 10º aniv (3)mo principais atividades a realização de passeios e organização de eventos que promovam a divulgação do Todo-o-Terreno.
Fonte:Mun.Mangualde

Workshop reflete sobre regras familiares em Mangualde

RealizaWorkshop Regras e Limites-se no dia 28 de novembro, às 14h30, no Auditório da Câmara Municipal de Mangualde, o workshop “Regras e Limites”, integrado no projeto Famílias Felizes. A iniciativa é organizada pela Comissão de Projeção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Mangualde e dinamizada por Cristina Nogueira da Fonseca, mentora e coordenadora do projeto Famílias Felizes, Presidente da direção da Associação Quero-te Muito e especialista em empowerment familiar e psicologia positiva.

A ação destina-se a pais, encarregados de educação, professores e educadores, e tem a duração mínima de duas horas. O objetivo é permitir a reflexão sobre regras familiares que fazem sentido, sobre as que são e não são cumpridas e sobre as regras para construir regras.

A inscrição é gratuita, mas obrigatória e deve ser efetuada até 20 de novembro na CPCJ de Mangualde (Largo Dr. Couto, 3530-004 Mangualde), através de contacto telefónico (232 619 880) ou email (cpcj@cmmangualde.pt).

Por:Mun.Mangualde

NOSSA SENHORA DO MONTE, OU DA CABEÇA – SÍTIO PRIMITIVO DO MOSTEIRO DE MACEIRA DÃO?

A campaNossa Senhora do Montenha da autarquia mangualdense, «Mangualde, o nosso património!», continua a dar a conhecer o vasto património do concelho. Para aproximar a população do património mangualdense, em novembro, o destaque vai para a «Nossa Senhora do Monte, ou da Cabeça – Sítio primitivo do Mosteiro de Maceira Dão?»

Nossa Senhora do Monte, ou da Cabeça – Sítio primitivo do Mosteiro de Maceira Dão?
Alpendurada no cimo do monte, tendo a seus pés o Real Mosteiro de Maceira Dão, vê-se a Igreja de culto mariano de Nossa Senhora do Monte e que, por mercê das curas feitas pela Imaculada Senhora às maleitas de cabeça dos fiéis que a ela acudiam, viu, paulatinamente, mudado o seu nome para Senhora da Cabeça.
O edificado transporta-nos para o estilo barroco do século XVIII, belo na sua gramática ornamental, com monumental e esplendoroso requinte decorativo do portal principal. É na fachada nobre que concentra, aliás, a sua extraordinária riqueza artística.
A arquitectura do templo, a planta e demais soluções fazem crer que a sua edificação se situará nos finais do século XVII, finalizando-se, pelo menos, até à primeira década da 2ª metade do século XVIII, conforme sugere a gramática decorativa do exterior.
Inventariado em 1716, Frei Agostinho de Santa Maria refere que a sua primitiva construção se deverá aos primeiros monges Benedictinos, por volta do ano 900, constituindo assim o primeiro convento naquele sítio, e que mais tarde, por volta do ano 1100, terá sido abandonado para dar lugar ao mosteiro cisterciense que abaixo lhe fica, por permitir maior expansão habitacional.
Diz ainda aquele frade, em tom de justificação: “(…) e em memoria de haver no monte estado o primeyro Convento, costumàrão ir os Religiosos em todos os Sabbados pagar à Senhora aquelle devoto obsequio.”
Dando como certos os relatos de Frei Agostinho de Santa Maria, a actual Igreja do século XVIII mais não é que uma reedificação no sítio do velho e primitivo mosteiro: “Esta Ermida jà parece obra moderna, & reedificação da primeiyra”. Só a Arqueologia poderá corroborar ou desmentir as palavras de Frei Agostinho de Santa Maria.
António Tavares
Gabinete de Gestão e Programação do Património Cultural

Com esta campanha todos ficam mais próximos do vasto esplendor patrimonial do nosso concelho. Nesse sentido, continua a ser colocada, em vários pontos de encontro do concelho, informação sobre o monumento/património apresentado. O património material e imaterial vai sendo apresentado consoante a categoria com a qual foi classificado: arqueologia, pelourinhos, fontes, palacetes e religiosos, bem como outros bens patrimoniais. Cada categoria será representada por uma cor que a distingue das restantes.

Foram já vários os bens patrimoniais destacados por esta campanha nos últimos dois anos. Em 2015, continuamos a aproximar a comunidade de todo o nosso património, tendo sido apresentada ao longo do ano, a Igreja de São Tomé de Cunha Baixa, o Fontenário dos Seabra Beltrões, em Cassurrães, o Penedo da Cruz, em Póvoa de Cervães, Vila Cova de Tavares…1663, a Capela dos Cabral Pinto – Cassurrães, a Ponta da Barca, a Igreja de Santiago de Cassurrães e as mais recentes Sepulturas medievais de Maceira Dão.

Por:Mun.Mangualde