Templates by BIGtheme NET
Início » Mangualde (Pagina 30)

Mangualde

Biblioteca Municipal de Mangualde acolhe apresentação do livro “Dias de Outono”

Mangualde acolhe na sexta-feira, dia 25 de setembro, a apresentação do livro “Dias de Outono”. O romance será apresentado pelas 18h30 na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves e conta com a presença do autor, José Rodrigues. Uma parceria estabelecida nos três títulos já publicados pelo autor: O rio de Esmeralda, Voltar a Ti e O tempo nos teus olhos. A apresentação será adaptada por forma a seguir as recomendações de segurança da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O autor, que tem formação superior em gestão e carreira como consultor empresarial e formador, revela como o amor pode ser uma ferramenta para ultrapassar barreiras e reconstruir a felicidade. Desta forma, descreve assim a obra: O sentimento de felicidade pode dar medo. Medo de que, de repente, tudo se desmorone. Que o coração gele, depois de aquecer. Que a pele esfrie, depois de recolher os melhores pedaços do Sol.

Esta apresentação terá uma lotação limitada, seguindo as recomendações da DGS, pelo que os interessados devem reservar lugar através do telefone 232 619 889.

Numa obra recheada de personagens verosímeis com histórias de vida intrincadas, o autor explora temas pertinentes e que ocupam a ordem do dia como a crítica do materialismo e a dicotomia entre cidade e campo, que preenchem os dias de outono, a institucionalização de idosos e os impactos na vida familiar, as relações disfuncionais e a admissão de que a felicidade se encontra nos bens materiais e nos meios urbanos.

Sinopse do livro:

Os dias de Miguel são divididos entre a intensa atividade profissional e o apoio a Teresa, a sua tia, institucionalizada com uma doença irreversível. Na família encontra o conforto dos seus dias agitados, com Catarina e os filhos André e Tiago.

As alterações recentes na administração do banco onde trabalha, a degradação do casamento e os problemas vividos pelo filho adolescente levam Miguel a questionar as opções de vida. Ao mesmo tempo, retoma as memórias mais antigas, incluindo a sua vila no interior e a casa onde nasceu e viveu, criado por Teresa, num ambiente de permanente felicidade.

Quando o mundo de Miguel parece desabar, passado e presente unem-se numa longa jornada de salvação e de mudança de prioridades, onde o amor se transforma no principal caminho para a reconstrução da felicidade, mesmo quando a perda e a saudade pareciam não querer dar tréguas…

 

Feira dos Santos em Mangualde regressa a 6 e 7 de novembro 2021

A Câmara Municipal de Mangualde, tendo em conta a fase pandémica que o Mundo atravessa, decidiu não realizar a tradicional e secular Feira dos Santos, adiando o evento para 2021. O certame, que conta já com mais de 300

anos de existência, não se realiza este ano, mas voltará a animar, entre 6 e 7 de novembro de 2021, as ruas do centro da cidade, colocando em destaque o que de melhor se faz no concelho ao nível da gastronomia, vinhos, artesanato, agropecuária, máquinas e alfaias agrícolas, indústria, entre outros.

“Trata-se de uma decisão dolorosa, mas incontornável” começa por contextualizar o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira. “Sacrificamos a realização da Feira dos Santos em prol de um bem maior, que é a defesa da saúde e da vida das pessoas, bem como a segurança de toda a sociedade. Esta decisão tem em conta o contexto epidemiológico que vivemos, com riscos de contágio crescentes, a retoma da atividade escolar e a aproximação do período do outono e inverno. Não podemos promover um ajuntamento de mais de 50.000 pessoas nos dois dias. Não seria responsável da nossa parte.”, conclui o Presidente.

“Loja Social” de Mangualde a servir a comunidade há 8 anos

A“Loja Social” de Mangualde assinalou o seu 8.º aniversário, num momento simples e singelo, que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira, da Vereadora da Ação Social, Maria José Coelho, e da equipa técnica da Ação Social do Município.

Elísio Oliveira salientou “o sucesso deste projeto que nasceu em 2012, com o intuito de ajudar os mais vulneráveis e que tem vindo a ganhar dimensão e a assumir novas competências, sempre num contexto de inovação”.  Destacou-se ainda “o envolvimento da comunidade e dos empresários em torno deste projeto. Concluiu, agradecendo a solidariedade de todos e o trabalho desinteressado dos voluntários.

A Loja Social tem vindo a registar uma forte dinâmica, assumindo especial relevância para a comunidade, na medida em que se traduz numa mais eficaz, eficiente e ética rentabilização dos recursos locais, dando resposta às necessidades mais prementes da comunidade, especialmente da mais vulnerável.  Atualmente, a loja social apoia mais de 430 pessoas.

AF Viseu- Resultados da jornada inaugural

Teve lugar na tarde deste domingo, o arranque da Divisão de Honra da AF Viseu com alguns golos, com o calor a fazer-se sentir mas de forma mais densa.

Muitos empates e apenas dois triunfos fora de portas e três caseiros, com 19 golos apontados.

Resende – CDR Moimenta da Beira-2-0
GD Mangualde – Nespereira FC-1-1
CD Cinfães -GD Oliveira de Frades-0-0
SC Vale de Açores -Carvalhais FC-0-3
ACDR Lamelas – CF Carregal do Sal-2-1
AD Sátão – SL Nelas-3-0
GDC Roriz – SC Lamego-1-1
CA Molelos – CR Ferreira de Aves-2-2
SC Paivense – SC Penalva do Castelo-0-1
Classificação
1 Carvalhais 3 1 1 0 0 3 0 +3 a
2 Sátão 3 1 1 0 0 3 0 +3 a
3 GD Resende 3 1 1 0 0 2 0 +2 a
4 ACDR Lamelas 3 1 1 0 0 2 1 +1 a
5 Penalva Castelo 3 1 1 0 0 1 0 +1 a
6 Molelos 1 1 0 1 0 2 2 0 a
7 CR Ferreira de Aves 1 1 0 1 0 2 2 0 a
8 GDC Roriz 1 1 0 1 0 1 1 0 a
9 Nespereira FC 1 1 0 1 0 1 1 0 a
10 SC Lamego 1 1 0 1 0 1 1 0 a
11 GD Mangualde 1 1 0 1 0 1 1 0 a
12 GD Oliveira de Frades 1 1 0 1 0 1 1 0 a
13 CD Cinfães 1 1 0 1 0 1 1 0 a
14 Carregal do Sal 0 1 0 0 1 1 2 -1 a
15 Paivense (V.N. de Paiva) 0 1 0 0 1 0 1 -1 a
16 Moimenta da Beira 0 1 0 0 1 0 2 -2 a
17 Vale de Açores 0 1 0 0 1 0 3 -3 a
18 Nelas 0 1 0 0 1 0 3 -3 a

 

Groupe PSA entregou material escolar aos filhos dos seus colaboradores

Uma iniciativa de louvar por parte do Centro de Mangualde do Groupe PSA ao entregar material escolar aos filhos dos seus colaboradores.
No âmbito da sua política de responsabilidade social, o Centro de Mangualde do Groupe PSA apoia o regresso à escola, entregando  quase 600 kits com material escolar, a filhos dos colaboradores com idades entre os 6 e os 18 anos.
Os kits são constituídos por cadernos, canetas, lápis, dossiers, réguas, compassos e borrachas. Para além deste material escolar, está também incluído no kit uma bolsa de cintura, que, face à situação de pandemia, foi pensada para que as crianças possam transportar para a escola a máscara e o álcool-gel, estando assim mais protegidas e em segurança.
Esta iniciativa decorre desde 2015, onde já foram entregues mais de 3.500 kits aos filhos dos colaboradores. Para muitos deles, este é o sexto ano consecutivo que o seu regresso às aulas é marcado por esta oferta de material escolar.
A PSA Mangualde vem assim desejar a todos os que agora iniciam a sua jornada educativa, um ano letivo pleno de sucessos, e que, no contexto instável que se vive.

AF Viseu- Arranque da Divisão de Honra este domingo

Vai ter lugar já neste domingo, mais uma edição do Campeonato da Divisão de honra da AF Viseu, com alguns jogos bastante interessantes.

Nesta jornada inaugural, que terá o apito inicial às 17h, com os seguintes encontros:

Resende x GDR Moimenta da Beira
G.D.Mangualde x Nespereira
Molelos x Ferreira de Aves
Paivense x Penalva do Castelo
Roriz x Sp. Lamego
Sátão x Nelas
Cinfães x Ol. Frades
Vale Açores x Carvalhais
Lamelas x Carregal do Sal

De salientar que todos os jogos são à porta fechada.

Alerta para risco de incêndios

A manutenção do risco de incêndio rural,conduz aos  Ministros da Defesa Nacional, da Administração Interna, do Ambiente e da Ação Climática e da Agricultura determinarem o prolongamento da Situação de Alerta em 14 distritos do Continente.

A Situação de Alerta,  prolonga-se agora até às 23h59 horas de sexta-feira, dia 11 de setembro.

Os distritos abrangidos são os de Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

A Declaração da Situação de Alerta decorreu da necessidade de adotar medidas preventivas e especiais de reação face ao risco de incêndio previsto pelo IPMA na maioria dos concelhos do continente nos próximos dias.

No âmbito da Declaração da Situação de Alerta, prevista na Lei de Bases de Proteção Civil, estão em vigor as seguintes medidas de caráter excecional:

1) Proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem;

2) Proibição da realização de queimadas e queimas de sobrantes de exploração;

3) Proibição total da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que tenham sido emitidas nos distritos onde tenha sido declarado o Estado de Alerta Especial de Nível Laranja pela ANEPC;

4) Proibição de realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a qualquer tipo de maquinaria, com exceção dos associados a situações de combate a incêndios rurais;

5) Proibição de realização de trabalhos nos demais espaços rurais com recurso a motorroçadoras de lâminas ou discos metálicos, corta-matos, destroçadores e máquinas com lâminas ou pá frontal.

A proibição não abrange:

1) Os trabalhos associados à alimentação e abeberamento de animais, ao tratamento fitossanitário ou de fertilização, regas, podas, colheita e transporte de culturas agrícolas, desde que as mesmas sejam de carácter essencial e inadiável e se desenvolvam em zonas de regadio ou desprovidas de florestas, matas ou materiais inflamáveis, e das quais não decorra perigo de ignição;

2) A extração de cortiça por métodos manuais e a extração (cresta) de mel, desde que realizada sem recurso a métodos de fumigação obtidos por material incandescente ou gerador de temperatura;

3) Os trabalhos de construção civil, desde que inadiáveis e que sejam adotadas as adequadas medidas de mitigação de risco de incêndio rural.

A Declaração da Situação de Alerta implica, entre outros aspetos:

A) A elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP, com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamentos dissuasores de comportamentos e de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas, considerando-se para o efeito autorizada a interrupção da licença de férias e a suspensão de folgas e períodos de descanso;

B) O aumento do grau de prontidão e mobilização de equipas de emergência médica, saúde pública e apoio psicossocial, pelas entidades competentes das áreas da saúde e da segurança social, através da respetiva tutela;

C) A mobilização em permanência das equipas de Sapadores Florestais;

D) A mobilização em permanência do Corpo Nacional de Agentes Florestais e dos Vigilantes da Natureza que integram o dispositivo de prevenção e combate a incêndios, pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P., através da respetiva tutela;

E) A realização pela GNR de ações de patrulhamento (vigilância) e fiscalização aérea através de meios da Força Aérea, nos distritos em estado de alerta especial do SIOPS, para o DECIR, incidindo nos locais sinalizados com um risco de incêndio muito elevado e máximo.

F) A dispensa de serviço ou a justificação das faltas dos trabalhadores, do setor público ou privado, que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário, salvo aqueles que desempenhem funções em serviço público de prestação de cuidados de saúde em situações de emergência, nomeadamente técnicos de emergência pré-hospitalar e enfermeiros do Instituto Nacional de Emergência Médica, I. P., nas forças de segurança e na ANEPC.

A par da emissão de avisos à população pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil sobre o perigo de incêndio rural, a Força Aérea – através do Ministério da Defesa Nacional – tem disponibilizado os meios aéreos para, em caso de necessidade, estarem operacionais nos locais a determinar pela ANEPC.

Obras de restauro da Igreja da Misericórdia de Mangualde inauguradas

Depois de um espaço de tempo apropriado para realizar as obras de restauro da Igreja da Misericórdia, agora que estão concluídas.

Assim aproveitando, o Feriado Municipal e o dia da Nossa Senhora do Castelo, teve lugar a inauguração das obras de conservação e restauro da Igreja da Misericórdia de Mangualde, onde José Tomás, provedor da SC Misericórdia de Mangualde, hoje é um homem feliz, juntamente com a sua equipa terem realizado uma obra de sonho.

Taça Sócios de Mérito- Sorteio da 1ªeliminatória

O Auditório Carlos Costa, na sede da AF Viseu, acolheu o sorteio da 1ª eliminatória da Taça Sócios de Mérito. A competição tem início marcado para 18 de outubro, com os clubes da 1ª Divisão Distrital.

JOGOS 1ª ELIMINATÓRIA

Sporting Clube Nandufe – GD Arcos FC

AD Piães – ARCD Boassas

CD Santacruzense – AC Travanca

GDR Canas de Senhorim – GD Parada

ARC Sezurense – Sport Viseu e Benfica

GD Santacombadense – CF Repesenses

ASSRD Vila Chã de Sá – Associação Os Vouzelenses

GD Campia – Os Ciências ACD

Sporting Clube de Santar – UD Vilamaiorense

CF Oliveira do Douro – Gente da Nave – Alvite

Sport Cabanas de Viriato e Benfica – Sport Vale Madeiros e Benfica

GCD Os Ceireiros – Moimenta do Dão FC

UD Sampedrense – ADR Tarouquense

ISENTO: Besteiros FC

Pré-Temporada- GD Mangualde-SC Penalva-1-3

Num domingo com o calor a fazer-se sentir , no Municipal de Mangualde, teve lugar mais um apronto antes do arranque do campeonato, que se inicia no próximo dia 13.

Este teste para as duas equipas foi proveitoso, dado que ambos os técnicos estudaram novos esquemas táticos para as próximas semanas.

Deste modo, os penalvenses venceram por três bolas a uma a turma de João Bento.

Foto:GDM