Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Alexandre Borges

Tag Archives: Alexandre Borges

Kartcross-Alexandre Borges venceu na Costilha

No regresso do Campeonato de Portugal de Kartcross a Lousada, Alexandre Borges, voltou a ser “dono e senhor” da Pista da Costilha, deixando imaculado o registo de vitórias, em 2021.

Se bem o disse, melhor o fez. Assim se pode resumir em poucas palavras, a promessa de Alexandre Borges, na antevisão desta Prova.

Sendo sempre um dos mais rápidos ao longo do fim de semana, nas Meias-Finais e Final, puxou dos galões e mostrou porque não permitiu a mais nenhum piloto, deixar a sua marca no registo de vitórias do CPKx 2021, em Lousada.

Se no arranque para a Final, o público presente vibrava pela indefinição do vencedor, cedo se percebeu que a luta pelo lugar mais alto do pódio final, rapidamente ficou definida, tal foi o ritmo imposto pelo piloto da NelaSport, que volta após volta, foi aumentando a sua vantagem, até ao cair da bandeira de xadrez, averbando também, a volta mais rápida.

Estava bastante motivado para esta Prova, para brindar os meus patrocinadores e equipa, com mais uma vitória. Na derradeira corrida, a Final, a primeira curva é sempre decisiva, mas arranquei muito bem e consegui assegurar logo a liderança. A partir daí, foi forçar o andamento nas primeiras voltas, para ganhar alguma margem de segurança e depois fazer a gestão da corrida, até ao cair da bandeira do xadrez. Foi uma boa corrida! Agora é tempo de começar já a preparar o próximo fim de semana, para tentar amealhar um bom resultado na Prova de suporte ao Mundial RX em Montalegre”, refere Alexandre Borges.

Para a presente época, a equipa conta com os apoios de: A Oficina – Borgesport; Qbeiras Energia; JC Automóveis; Câmara Municipal de Nelas; Officelan; Junta de Freguesia de Nelas; Valvoline; Maciça; Opção Atual – Consultores de Gestão; Quinta da Fata; Planus; Grafinelas; Movsil; Ana Mendes – Mediação Imobiliária; Auto Mecânica Ideal de Nelas – Posto GALP; Movsteel; Transportes Penacovense; Tinita; Avencar; News Motor Sports; Semog; Maxi Shocks; Artes & Letras, Papelaria.

Crédito das Fotos: newsmotorsports

Alexandre Borges(NelaSport) quer triunfar em Lousada

Pilotos e máquinas, já se encontram em contagem decrescente, para o regresso do Campeonato de Portugal de Kartcross, à Pista da Costilha, já no próximo fim de semana de 9 e 10 de outubro.
Uma das presenças confirmadas, é o piloto da NelaSport, Alexandre Borges, focado em brindar novamente a sua equipa e patrocinadores, com o lugar mais alto do pódio, em Lousada.
Estou determinado em vencer novamente na Costilha. Foi aqui a Prova de abertura do Campeonato, onde venci e pretendo amealhar uma nova vitória, já no próximo fim de semana. É uma Pista que apresenta um traçado que me agrada
bastante, rápida e sem margem para erros, mas onde me sinto bastante confortável.
Por isso, o plano só poderia ser rodar no limite, do princípio ao fim e procurar saborear novamente a vitória”, refere Alexandre Borges.
Face ao levantamento das restições, no âmbito da pandemia de COVID-19, esta prova já contará com público nas bancadas, encontra-se também assegura a transmissão via streaming, através do Facebook e Youtube.

Alexandre Borges vai tentar brilhar em Mação

A vila de Mação, recebe já no próximo fim de semana de 4 e 5 de setembro, a rentrée do Campeonato de Portugal de Kartcross e marcará também, o regresso do público aos Circuitos.

Com uma lista de inscritos, novamente a rondar as três dezenas, o líder do Campeonato, Alexandre Borges, parte para esta Prova, determinado em dar continuidade à senda de bons resultados e promete estar entre os mais rápidos na luta pela vitória.

“O Campeonato está ao rubro, com quatro provas e três vencedores diferentes. Estamos certamente a viver um dos melhores anos do Kartcross em Portugal, tanto em número de participantes, como em competitividade. As diferenças de andamento, estão em valores irrisórios, pelo que a concentração tem que estar em níveis muito elevados ao longo de todo o fim de semana. Apesar de não ser uma tarefa fácil, vamos para Mação, com o mesmo objetivo de sempre, lutar pelos lugares do pódio”, refere Alexandre Borges.

Apesar do interregno da competição, durante o mês de agosto, a equipa não teve direito a descanso. O tempo disponível, foi aproveitado para fazer uma revisão ao Semog e acertar algumas afinações, para que nada falhe, para esta que será a quinta ronda do Campeonato, antes do regresso a Sever do Vouga e o términus em Castelo Branco, no final do mês de outubro.

Fotos: Newsmotorsports

Alexandre Borges foi segundo na prova de Montalegre

Num fim de semana atípico em termos meteorológicos, Montalegre viveu corridas de pura adrenalina, com constantes reviravoltas na tabela classificativa, até ao cair da bandeira de xadrez.
Se no sábado, o típico dia de verão, presenteou pilotos e máquinas, com muito pó e calor, o domingo ficou reservado para uma descida da temperatura, com nevoeiro e precipitação, por vezes intensa, o que baralhou as contas das equipas, na
escolha do melhor setup para cada uma das corridas.
Alexandre Borges, o piloto da NelaSport, apesar de não ter passado incólume, no dilúvio de domingo, partiu determinado para a Final, acabando na 2ª posição e amealhando o terceiro pódio da época, o que lhe permite continuar a liderar o Campeonato de Portugal de Kartcross.
“Foi um fim de semana intenso, com várias peripécias e um misto de emoções.
Tanto ocupámos os lugares cimeiros, como de um momento para o outro, passámos
para lugares longe dos nossos objetivos e vice-versa. Mas o importante, foi nunca
baixar os braços e impedir que os imprevistos, influenciassem negativamente a
equipa. Por isso, este 2º lugar, foi bastante positivo e “arrancado a ferros”. O toque no
final da reta da meta, empenou um dos triângulos da suspensão, tornando a
condução extremamente complicada, mas mesmo assim, ainda conseguimos averbar
a volta mais rápida e manter a liderança do Campeonato”, refere Alexandre Borges.
No final da corrida, a equipa ainda teve que fazer “horas extraordinárias”, com
o Semog Bravo, a ser alvo, novamente, de uma verificação técnica, a nível de motor,
por parte da organização, com o objetivo de aferir se tudo se encontrava de acordo
com o Regulamento Técnico. Como seria de esperar, confirmou-se que tudo estava
em concordância com o Regulamento.

Alexandre Borges não teve sorte e foi forçado a desistir

Alexandre Borges, líder do Campeonato de Portugal de Kartcross, chegou a Sever do Vouga, decidido em amealhar mais um bom resultado, mais viu goradas as suas aspirações, depois um toque na Final, que danificou irremediavelmente o seu Semog e forçou a sua desistência.

Nesta que foi a terceira prova pontuável para o Campeonato, o piloto da NelaSport, apresentou-se novamente com um bom ritmo, rodando sempre no grupo dos mais rápidos e vencendo duas, das quatro corridas de qualificação, da sua série. No somatório das quatro qualificações, fechou a manhã de domingo, na terceira posição.  Com um segundo lugar na Meia-Final A, assegurou uma posição na primeira linha da grelha de partida para a Final, a qual, viria a ser madrasta para as aspirações da equipa, em resultado dos toques da primeira curva.

“As corridas, por vezes, têm estes dissabores. Foram alguns toques que acabaram da pior forma para mim e com danos significativos no Kartcross.  Desta vez, infelizmente, fui eu o “contemplado”. Como foi visível ao longo de todo o fim de semana, o ritmo competitivo está muito alto, deixando a indefinição do resultado final, até ao cair da bandeira de xadrez. O lote dos mais rápidos é muito vasto e felizmente, não se resume apenas a três ou quatro pilotos. Até agora, três provas, três vencedores diferentes, o que demonstra bem a competitividade do nosso Campeonato. Agora é tempo de reparar os estragos e começar já a preparar a próxima prova, agendada para o fim de semana de 24 e 25 de julho, no Circuito Internacional de Montalegre”, refere Alexandre Borges.

Foto:DR

Kartcross- Alexandre Borges quer manter liderança

O próximo fim de semana de 12 e 13 de junho, marca o regresso do
Campeonato de Portugal de Kartcross, a Montalegre, após o reajustamento do calendário face às medidas de contenção da pandemia de COVID-19.
A competitividade e prestígio deste Campeonato, além-fronteiras, está a atrair cada vez mais pilotos de outras nacionalidades, estando confirmada, a presença de pilotos espanhóis e franceses, que se juntam aos habitués, para esta segunda prova pontuável, garantindo desde já, os ingredientes necessários, para corridas com muita emoção e adrenalina, até ao cair da bandeira de xadrez.
Alexandre Borges, o piloto da NelaSport e líder do Campeonato, será certamente, um dos protagonistas a ter em conta na luta pelo pódio, após a vitória na prova inaugural, em Lousada.
O nível competitivo das várias equipas, está bastante forte, como foi visível na
primeira prova. Os diferenciais, por volta, estão na casa dos centésimos de segundo,
por isso, o grau de concentração, tem que estar no máximo. Estou determinado em
lutar novamente por um lugar no pódio, contudo, tenho a noção que não será uma
tarefa fácil. O Circuito Internacional de Montalegre, é extremamente rápido, por isso
não há margem para qualquer erro. Foco e determinação, são a imagem de marca da
minha equipa, a qual tem sido incansável, para que tudo esteja a 100% para esta
prova”, refere Alexandre Borges.
Devido às restrições, no âmbito da pandemia de COVID-19, Montalegre continuará sem público nas bancadas, contudo, a transmissão em live streaming, encontra-se assegurada, para que todos os aficionados possam acompanhar o desenrolar das várias corridas, ao longo do fim de semana.

Kartcross-Alexandre Borges voou para a vitória em Lousada

Emoção e adrenalina, foram os principais ingredientes, de um fim de semana recheado de excelentes corridas, no Eurocircuito da Costilha, que recebeu a prova de abertura do Campeonato de Portugal de Kartcross.

Alexandre Borges, o piloto da NelaSport, foi um dos principais protagonistas em Lousada, cumprindo com os objetivos delineados pela equipa e levando de vencida, a armada, dos cerca de 30 pilotos presentes.

A vitória, começou a ser sedimentada, logo no dia de sábado, onde venceu, as duas corridas de qualificação, da sua série, fechando o dia na liderança. No domingo, nem mesmo o dilúvio que se abateu sobre o Vale do Sousa, desviou o foco do piloto, onde mais uma vitória e um segundo lugar, na sua série, permitiram sedimentar o primeiro lugar, no somatório quatro corridas de qualificação, amealhando pontos importantes, para o Campeonato.

Se a segunda posição, na meia final da sua série, fruto de um arranque menos conseguido, poderia induzir os mais distraídos, a associar a algum sintoma de pressão, as dúvidas dissiparam-se logo no arranque da Final, onde o Alexandre Borges, assumiu a liderança desde a primeira curva, até ao cair da bandeira do xadrez.

No final da corrida e quase sem tempo para saborear a vitória, a equipa ainda teve que trabalhar pela noite dentro, ao ver o Semog, ser alvo de uma verificação técnica a nível de motor, por parte da organização, com o objetivo de aferir se tudo se encontrava de acordo com o Regulamento Técnico. Como seria de esperar, confirmou-se que estava tudo dentro do Regulamento, o que permitiu dissipar qualquer eventual “névoa”, valorizando ainda mais, a determinação e vitória da equipa.

Foi um fim de semana quase perfeito. Consegui imprimir um bom ritmo e manter a consistência ao longo das várias corridas de qualificação, sempre com o foco, na luta pelo pódio. Foi uma vitória importante e um prémio para todos os meus patrocinadores e equipa, por todo o esforço, empenho e dedicação, em montar o projeto para a presente época. Um agradecimento especial, ao meu pai e ao meu avô, pelas várias noites mal dormidas, para que tudo estivesse pronto”, refere Alexandre Borges.

Foto:JCA

Alexandre Borges com desfecho inglório em Montalegre

Foi um desfecho inglório, para um dos principais animadores do fim de semana, em Montalegre e que promete voltar ainda mais forte para a última prova do Campeonato, agendada para os dias 14 e 15 de novembro, em Sever do Vouga.

Com duas corridas de qualificação agendadas para a tarde de sábado, o jovem piloto nelense Alexandre Borges ,entrou determinado em ser um dos protagonistas do fim de semana, averbando logo a 3ª posição, da sua série, na qualificação um, garantindo assim um lugar na primeira linha da grelha de partida, para a corrida seguinte. Na segunda e última qualificação do dia, esteve irrepreensível, assumindo a liderança da sua série, desde a primeira volta, até ao cair da bandeira de xadrez, registando ainda a volta mais rápida, tempo que permaneceu imbatível, ao longo de todo o fim de semana.

A manhã de domingo, estava reservada para a terceira corrida de qualificação, onde mais uma vez, a equipa demonstrou estar determinada, terminando na 2ª posição da sua série, o que resultou na quarta posição (devido ao fator de desempate, “tempo treinos cronometrados”), no acumulado de todas as qualificações, para a grelha de partida da Final, com os mesmos pontos do segundo e terceiro.

Na derradeira corrida do dia e partindo da segunda linha da grelha, um bom arranque permitiu assumir a terceira posição desde a primeira curva, posição que apesar da intensa luta pela segunda posição, foi mantendo ao longo de toda a Final, alterando-se apenas com a idas à Joker Lap. Até aqui, tudo parecia estar a correr dentro do plano delineado pela equipa, mas eis que, uma ultrapassagem mais forçada, nos últimos metros antes da bandeira do xadrez, encetada pelo concorrente que seguia na quarta posição, conduziu a um inevitável pião, que culminou com outro kartcross a bater violentamente no Semog Bravo e a danificar irremediavelmente a direção, forçando assim a desistência.

“Morrer na praia”, é possivelmente a expressão que melhor define a prestação do piloto da Nelasport, em Montalegre. “Ser forçado a desistir, quando rodava em 3º e com o pódio praticamente certo, a pouco mais de 100 metros da bandeira de xadrez, não é uma “ementa” fácil de digerir”, lamenta Alexandre Borges.

Alexandre Borges sobe ao pódio

Com os termómetros a rondar os 38ºC, a Vila de Mação foi brindada com uma excelente prestação do piloto nelense, na Final da 4ª ronda do Campeonato de Portugal de Kartcross, onde averbou, cumulativamente, o 3º lugar e a volta mais rápida, numa corrida alucinante e imprópria para cardíacos.

No entanto, nem tudo foram “rosas” para o piloto da NelaSport, que partia para esta jornada com aspirações em alcançar um bom resultado. “O meu “calvário” começou logo nos treinos livres, onde o motor do Semog Bravo começou a revelar alguma falta de potência, situação que não foi possível resolver no imediato e se voltou a repetir tanto nos treinos cronometrados, como na primeira corrida de qualificação”, confessa Alexandre Borges.

Com o problema mecânico solucionado, adivinhava-se trabalho extra para recuperar posições ao longo manhã de domingo. Mas “como uma desgraça nunca vem só”, na segunda corrida de qualificação e quando lutava pela segunda posição, um toque violento com o líder da corrida, que tinha acabado de fazer um “téte”, levou à desistência com a direção do kartcross partida. Para quem pensava que à terceira seria de vez, na última corrida de qualificação do dia, um toque na primeira curva e consequente pião, “arrumaram” a equipa para o décimo lugar da geral, bastante longe das aspirações iniciais.

Contudo, as palavras de ordem da equipa, eram determinação e persistência, em quebrar a malapata e na Final, o binómio piloto/máquina, estiveram em irrepreensíveis. “Apesar de todos os problemas do fim de semana, não baixei os braços. Estava focado em rodar nos meus limites e foi o que fiz, ou talvez me tenha até superado. Sinto que foi uma Final quase perfeita. Este 3º lugar, tem sabor a uma vitória pessoal, porque recuperar sete posições, averbar a volta mais rápida e conseguir terminar a apenas 1 segundo do vencedor, era uma tarefa quase impensável. A minha equipa merecia esta alegria depois de tantos contratempos”.

CPK-Alexandre Borges (NelaSport) vai a Montalegre

O Circuito Internacional de Montalegre, será o palco da 5ª Prova do Campeonato de Portugal de Kartcross, já no próximo fim de semana de 27 e 28 de julho.

Uma das presenças confirmadas, é o jovem piloto da NelaSport, Alexandre Borges, que parte para esta prova com a motivação em alta, após a vitória absoluta no Guarda Racing Days, prova que juntou vários nomes sonantes do automobilismo nacional, na cidade mais alta de Portugal.

Como é habitual, Alexandre Borges, não avança com prognósticos para Montalegre, mas certamente será mais um dos animadores deste fim de semana, que promete muita animação e adrenalina, até ao cair da bandeira de xadrez.

“Claro que o resultado alcançado na prova organizada pelo Clube Escape Livre, é um fator motivacional extra, mas quem me conhece sabe que não entro em euforias, pois conheço as minhas capacidades, mas também as limitações do meu Kartcross. Por outro lado, no Guarda Racing Days, era uma prova em que se estava sozinho em pista a tentar fazer o melhor tempo, que considero ser um dos meus pontos fortes. No Campeonato de Portugal de Kartcross, após os treinos cronometrados, são vários pilotos em pista e “por vezes”, ou designados “toques normais”, baralham completamente as contas e nesta parte não tenho sido muito afortunado. Vamos ver como corre, mas como sempre, estou motivado para mais uma prova e apenas posso garantir que vou dar o melhor em pista, procurando assim garantir um bom resultado para toda a equipa e patrocinadores”, confessa Alexandre Borges.