Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: Câmara de Figueira de Castelo Rodrigo

Tag Archives: Câmara de Figueira de Castelo Rodrigo

Secretária de Estado do Turismo e Presidente da Câmara de Figueira de Castelo Rodrigo entregam prémio “Best Tourism Villages” à população de Castelo Rodrigo

A Secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Rita Marques, efetuou hoje uma visita a territórios de dois municípios do Centro de Portugal, onde ficou a conhecer alguns projetos turísticos pensados para a região. A visita foi acompanhada por uma equipa do Turismo Centro de Portugal, liderada pelo seu presidente, Pedro Machado, e pelo presidente da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, Luís Tadeu.

Antes de começar o dia, a comitiva pernoitou no alojamento “Colmeal Countryside Hotel”, no município de Figueira de Castelo Rodrigo. Esta é uma unidade hoteleira criada numa aldeia anteriormente abandonada, em plena Serra da Marofa, e que foi construída com os materiais da região, xisto e cortiça.

A manhã começou com uma visita ao cais de Barca D’Alva, também no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo. A visita foi acompanhada por Carlos Condesso, presidente do município, e por Inácio Ribeiro, vice-presidente do Turismo do Porto e Norte. Por ser a única localidade da região Centro de Portugal banhada pelo rio Douro, Barca D’Alva dispõe de condições privilegiadas para o aproveitamento turístico, como a comitiva testemunhou na visita ao local.

Seguiu-se uma visita à Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo, onde aconteceram dois momentos institucionais no Palácio de Cristóvão de Moura. O primeiro foi a entrega à população de Castelo Rodrigo do prémio Best Tourism Villages, que foi atribuído pela Organização Mundial de Turismo a Castelo Rodrigo, distinguindo-a como uma das melhores aldeias turísticas do Mundo. A autarquia aproveitou a deslocação de hoje para a Secretária de Estado entregar o prémio à população.
Para Carlos Condesso, autarca de Figueira de Castelo Rodrigo, esta entrega do prémio à população da Aldeia Histórica “é mais do que justa, pois são eles, juntamente com quem cá investe, os maiores obreiros deste prémio, e é com eles que deve ficar”. O Presidente da Câmara fez questão de referir que este trabalho não tem um rosto apenas, tem uma população inteira que merece ser lembrada pelo poder central. Carlos Condesso terminou dizendo que “temos tudo, património edificado, cultural e paisagístico, só falta que existam mais investimentos a pensar no futuro, captando mais fluxos turísticos e fixando mais gente”.
O segundo momento consistiu na apresentação de algumas iniciativas em curso nas Aldeias Históricas de Portugal, por Dalila Dias, coordenadora da Associação das Aldeias Históricas de Portugal. A cerimónia contou também com a presença de Carlos Ascensão, presidente das Aldeias Históricas de Portugal.

Depois, a comitiva deslocou-se à cidade de Pinhel, para o lançamento do Concurso REVIVE da Casa Grande. A sessão teve lugar no átrio do edifício a concessionar, que data da primeira metade do século XVIII, estando também presentes a vice-presidente do Turismo de Portugal, Teresa Monteiro, e o presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura.

Na sequência da apresentação, foi enviado também hoje, para publicação em Diário da República, o anúncio do concurso para a concessão deste edifício histórico, um dos edifícios mais emblemáticos do centro histórico de Pinhel, tendo em vista a sua exploração com fins turísticos, ao abrigo do Programa REVIVE.

Para Pedro Machado, esta visita da Secretário de Estado do Turismo inscreve-se na estratégia de valorização do produto e de dinamização do território do Centro de Portugal, que é uma preocupação central da Turismo Centro de Portugal. Simultaneamente, esta deslocação teve também o intuito de ilustrar a importância de disponibilizar patrimónios edificados para a atividade turística, como forma de animação dos núcleos urbanos. É o que sucede com a Casa Grande de Pinhel”. “Todos os objetivos da visita foram cumpridos e saímos daqui

Figueira C. Rodrigo-Semana do Livro e das Artes decorre até segunda -feira

A Casa da Cultura acolheu  a inauguração da Semana do Livro e das Artes, que se irá prolongar até ao próximo dia 25 de Abril. Este é um evento multicultural e artístico, e tem como objetivo o desenvolvimento de hábitos de leitura nas famílias e na população em geral. A autarquia quer, deste modo, criar uma estratégia de democratização ao acesso a espetáculos e cultura.
Num ambiente descontraído e animado, esta sessão inaugural contou com um momento musical a cargo dos alunos do Conservatório de Música da Guarda e uma visita ao mural que está a ser finalizado na parede da Casa da Cultura.
Também, por forma a relembrar os valores da democracia e da liberdade que o 25 de Abril devolveu aos portugueses, foi inaugurada a exposição “25 de Abril… Sempre”. Esta mostra contém trabalhos elaborados pelos alunos do Concelho e pelos utentes das nossas IPSS.
A Semana do Livro e das Artes contempla, ainda, a Feira do Livro, que vai funcionar diariamente na Casa da Cultura. Este evento pretende demonstrar que o livro é um importante instrumento para elevar a nossa cultura, contando histórias e alimentando sonhos.

Figueira de Castelo Rodrigo celebra os 48 anos do 25 de Abril

O Município de Figueira de Castelo Rodrigo vai comemorar o 48.º aniversário do 25 de Abril com iniciativas de cariz cultural e artístico. As celebrações do Dia da Liberdade pretendem evocar a importância que esta data histórica tem para Portugal e para o concelho.

A programação levada a cabo pela autarquia, a fim de celebrar esta efeméride, começa com a cerimónia do hastear da bandeira, na Câmara Municipal, pelas 10h30. Depois segue-se no Salão Nobre a Sessão Comemorativa dos 48 anos do 25 de Abril, que tem como convidada a Museóloga e Investigadora de Património e História Local, Dulce Helena Pires Borges, com a temática “25 de abril de 1974 – o meu património de memórias”.

À tarde, a partir das 16h30, o programa comemorativo prossegue na Casa da Cultura, com a visita à Pintura Mural “LIBERDADE”, realizada pelo artista Desy Ysed.

Para concluir as celebrações realizadas, às 17h, no Auditório da Casa da Cultura o espetáculo “Primeira Vez”, do grupo de teatro de improviso “Os Jokebox”, com os atores Telmo Ramalho, Pedro Luzindro e Pedro Miguel Silva.

Novo Plano Municipal de Defesa da Floresta contra incêndios no Município de Figueira de Castelo Rodrigo

O novo Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios (PMDFCI) de Figueira de Castelo Rodrigo, para o período de vigência de 2021-2030, já se encontra publicado em Diário da República.

Com a aprovação deste plano vai permitir operacionalizar, a nível local e municipal, as normas contidas na legislação de Defesa da Floresta Contra Incêndios (DFCI).

A viabilização deste importante instrumento de gestão e defesa da floresta contra incêndios, que estava em atraso e que deveria ter sido aprovado ou atualizado até 31 de março de 2021, permite também ao Município de Figueira de Castelo Rodrigo reaver cerca de 115 mil euros relativos às verbas retidas.

O PMDFCI de Figueira de Castelo Rodrigo, contém as ações necessárias à defesa da floresta contra incêndios e, para além das ações de prevenção, inclui a previsão e a programação integrada das intervenções das diferentes entidades envolvidas perante a eventual ocorrência de incêndio. O plano está disponível para consulta no site institucional do Município de Figueira de Castelo Rodrigo.

Iniciativa “Dar Saúde a Figueira de Castelo” disponibiliza consultas gratuitas

A Fundação Álvaro Carvalho, em colaboração com a Câmara de Figueira de Castelo Rodrigo, vai levar a cabo no dia 19 de fevereiro a iniciativa “Dar Saúde a Figueira de Castelo Rodrigo”, uma jornada assistencial na qual irão participar 35 médicos de 23 especialidades, que irão dar consultas gratuitas à população.

Esta iniciativa social contempla utentes identificados pelo Centro de Saúde de Figueira de Castelo Rodrigo que serão acompanhados por médicos especialistas da zona de Lisboa, Porto e também do distrito da Guarda.

As consultas vão decorrer entre as 9 e as 13 horas, sendo divididas entre o Centro de Saúde de Figueira de Castelo Rodrigo e o Pavilhão dos Desportos. As especialidades médicas desta iniciativa dividem-se entre medicina interna, diabetologia, cirurgia geral, cardiologia, dermatologia, pneumologia, hematologia, gastroenterologia, neurologia, reumatologia, infeciologia, pediatria médica, cardiologia pediátrica, ginecologia, cirurgia vascular, cirurgia maxilo-facial, estomatologia, urologia, cirurgia cardíaca, neurorradiologia, oftalmologia, ortopedia e medicina física e de reabilitação. Serão ainda realizados, se necessário, exames complementares de diagnóstico como eletrocardiogramas, ecocardiogramas e doppler das pernas e eventualmente das carótidas.

Com o objetivo de dar a conhecer o concelho a estes profissionais de saúde, foi criado um roteiro onde estão previstas visitas ao património natural e edificado do concelho, contemplando também uma visita às Amendoeiras em Flor.

Figueira de Castelo Rodrigo homenageia a Amendoeira em flor

A amendoeira em flor é um dos ex-libris mais aclamados na zona de Ribacôa e, como tal, Figueira de Castelo Rodrigo assume-se como a “Rainha da Amendoeira em Flor” em 2022. Para celebrar a chegada da primavera e a paisagem vestida de branco, a Câmara Municipal vai levar a cabo nos fins de semana de 4 a 6 e 11 a 13 de março, no recinto da Feira Quinzenal, numa estrutura amovível coberta preparada para o efeito, uma mostra de produtos regionais, acompanhada de diversas atividades musicais, culturais e desportivas.
As inscrições estão abertas até ao dia 18 de fevereiro e disponíveis no link: https://bit.ly/3fQCwe3

Município de Figueira C. Rodrigo testou funcionários à Covid-19

Devido ao aumento de casos Covid-19 no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo e à necessidade de adoção das medidas de prevenção que contribuem para o bem-estar dos colaboradores, reduzindo, também, o risco de contágio, a Câmara Municipal testou no dia de ontem os funcionários municipais que se encontram a desempenhar serviços presencialmente. Dos 73 testes realizados, os resultados foram todos negativos.

A Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo adotou também o teletrabalho, em situações compatíveis com as funções, cumprindo assim a lei em vigor, reduzindo o número de funcionários nos seus postos de trabalho habituais, sendo que todos os serviços continuam a funcionar em plena normalidade.

Esta ação foi realizada em colaboração com o Centro de Saúde de Figueira de Castelo Rodrigo por forma a proteger os cidadãos que utilizam os serviços públicos da autarquia, permitindo uma implementação mais célere de medidas de isolamento que conduzam à contenção da transmissão do vírus.

“Figueira Terra Natal” aberto até 25 de dezembro em Figueira de Castelo Rodrigo

  O Dia Santo foi aproveitado pelo Município de Figueira de Castelo Rodrigo para inaugurar o espaço “Figueira Terra Natal”, onde a vila viu as iluminações natalícias ligadas e a chegada do Pai Natal.
Deste modo foram muitos miúdos e graúdos que ocorreram a Figueira no sentido de ver as animações, as figuras natalícias e as diversas atividades que se vão realizar nesta terra natal até dia 25 de dezembro.
Carlos Condesso , Presidente da Câmara figueirense era um homem feliz , juntamente com o seu executivo ao ver a sua terra em modo natalício que vai atrair muitos visitantes a esta localidade nesta fase.
Fotos:MFCR

Escape Livre apresentou Rota Turística da Estrada Nacional 221

O Clube Escape Livre, com o apoio da SEAT e das Aldeias Históricas de Portugal, apresentou a Rota Turística da EN221, ocasião assinalada com a inauguração do totem turístico junto ao KM0 em Miranda do Douro.

O projeto Rotas de Portugal continua de vento em popa, desbravando caminho por magníficas estradas que nos ligam ao Interior de Portugal. Esta terça-feira, dia 23 de novembro, foi apresentada no Mini-Auditório Municipal de Miranda do Douro a Rota Turística da Estrada Nacional 221.

Com o apoio da SEAT Portugal e das Aldeias Históricas de Portugal e em parceria com todos os Municípios e Comissões Vitivinícolas que esta estrada atravessa, a Rota Turística da Estrada Nacional 221 leva-nos a percorrer estas magnífica estrada de Miranda do Douro até à cidade da Guarda.

Do Douro às portas da Estrela

De Miranda do Douro, onde começa, até à Guarda, seu destino final, podemos percorrer os cerca de 184km da EN221 a serpentear o Douro e a fronteira com Espanha, subir a uma vasta rede de miradouros impressionantes, atravessar o rio e chegar às portas da Serra da Estrela.

A EN221 cruza 6 municípios: Miranda do Douro, Mogadouro, Freixo de Espada à Cinta, Figueira de Castelo Rodrigo, Pinhel e Guarda. Liga a Castelo Rodrigo, Aldeia Histórica de Portugal e cruza três regiões vitivinícolas: Trás-os-Montes, Douro e Beira Interior.

Ao longo da viagem, lugares que nos chamam para descobrir a suas histórias, as suas gentes, as suas ruas, monumentos e museus. Também as muitas praias fluviais, os desafios de condução da “excomungada” e os hotéis e restaurantes que espelham a hospitalidade e os sabores do interior do país.

Inauguração do Totem Turístico

A apresentação do roteiro, realizado a bordo dos novos SEAT Ateca e SEAT Leon FR Sportstourer, continuou com a comitiva a deslocar-se até ao local do KM0 da EN221. Aqui, foi inaugurado o novo totem turístico com um QR Code. Assim, cada um poderá ter acesso ao roteiro e ao mapa GPS via Google Maps que lhe permitirá percorrer toda a EN221.

Três regiões vitivinícolas

A comitiva de convidados e jornalistas seguiu depois até ao Hotel Parador Santa Catarina onde decorreu uma prova de vinhos, cortesia das Comissões Vitivinícolas da Beira Interior, Trás-os-Montes e do Instituto de Vinhos do Douro e Porto. Durante o almoço com pratos típicos de Miranda do Douro, todos puderam saborear vários dos diferentes néctares da EN221, de vários produtores da região, que também merecem destaque na página da Rota Turística.

Um projeto de todos, para todos

A apresentação, onde Helena Barril, Presidente da Câmara de Miranda do Douro foi a anfitriã, contou ainda com a presença de José Relvas, Presidente da Assembleia Municipal da Guarda, Rui Ventura, Presidente da Câmara de Pinhel, Carlos Condesso, Presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, Nuno Ferreira, Presidente da Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta, Márcia Barros, Vereadora da Câmara Municipal de Mogadouro, Ana Alves da Comissão Vitivinícola Regional de Trás-os-Montes e Anabela e José Leite, representantes da SEAT.

Durante o evento, todos fizeram questão de salientar a importância da iniciativa e do seu potencial turístico para todas as regiões.

“Alicerçar a partir de Miranda do Douro uma Rota Turística em parceria com os restantes municípios é um privilégio maravilhoso”, comentou Helena Barril, Presidente da Câmara de Miranda do Douro.

Esta Rota é de extrema importância para Mogadouro já que atravessa todo o concelho e permite a todos visitar os nossos pontos de interesse e aproveitar tudo aquilo que temos para oferecer”, afirmou Márcia Barros, Vereadora da Câmara de Mogadouro.

“Mais do que falar do Interior, esta Rota permite praticar o Interior, que tem cada vez mais valências e mais potencialidades”, disse Nuno Ferreira, Presidente da Câmara de Freixo de Espada à Cinta

Esta Rota vem valorizar todo este território que poucos portugueses conhecem.” salientou Carlos Condesso, Presidente da Câmara de Figueira de Castelo Rodrigo, deixando um apelo “para que todos façam esta Rota que certamente irá ficar marcada na memória de cada um”.

É uma Rota fantástica, não só para se fazer de carro mas, também, de mota ou de bicicleta, aproveitando as diferentes paisagens ao longo do percurso, alavancando todo o potencial destes territórios”, comentou Rui Ventura, Presidente da Câmara de Pinhel.

Estes projetos podem ser o pontapé de saída para o desenvolvimento futuro, aproveitando estas estradas que unem todas estas regiões”, concluiu José Relva, Presidente da Assembleia Municipal da Guarda

“É mais uma forma de, além de promover o território, promover os nossos produtos, sobretudo os nossos vinhos”, comentou Ana Alves da Comissão Vitivinícola de Trás-os-Montes.

Para José Leite, representante da SEAT, “a responsabilidade da nossa marca é continuar a fazer parte da solução de mobilidade, sobretudo associando-nos a estes projetos que também enaltecem todos os territórios onde passam”.

“Acreditamos que as Rotas de Portugal têm um enorme potencial de atração turística. Mas este é apenas o primeiro passo da viagem. Agora é preciso que todos os municípios e agentes de promoção do território trabalhem, em conjunto, e encontrem novas formas de promover e divulgar esta Rota.”, resumiu Luís Coelho, Diretor Criativo do Escape Livre e responsável do projeto

As Rotas de Portugal regressam já no início de 2022, com a Rota Turística da Estrada Nacional 17, a célebre Estrada da Beira, que liga Coimbra a Celorico da Beira, concluindo com a EN16 que atravessa Portugal de Aveiro a Vilar Formoso.

Apoio financeiro do Municipio de Figueira C.Rodrigo para pagar dívidas da Fundação D. Ana Paula

Aconteceu mais uma reunião de câmara do executivo municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, tendo como assunto principal a atribuição de um apoio extraordinário de 100 mil euros à Fundação D. Ana Paula Águas Vaz de Mascarenhas e Garcia e Dr. Álvaro Augusto Garcia, sendo o mesmo aprovado por unanimidade.

As dívidas acumuladas desta instituição a fornecedores, segurança social, contribuições entre outros ascendem a mais de 100 mil euros, com o executivo a ter de agilizar este processo, evitando pôr em risco a continuidade da prestação dos serviços a mais de 100 crianças, que diariamente estão a cargo deste centro infantil, bem como o apoio social a quase 50 pessoas do concelho.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal, Carlos Condesso, revelou estar “surpreendido com a grave situação financeira em que se encontra a Fundação D. Ana Paula”, que para além das avultadas dívidas tem também “um quadro de pessoal desajustado às necessidades, bem como problemas no edifício que carece de obras de reabilitação”. O edil destaca ainda que este apoio reveste-se de importância extrema, pois consegue “salvar a instituição e honrar o legado e a responsabilidade que os antigos donos deixaram em testamento”.

Assim sendo, e depois do apoio ter sido aprovado por unanimidade, a Fundação D. Ana Paula Águas Vaz de Mascarenhas e Garcia e Dr. Álvaro Augusto Garcia, que funciona em Figueira de Castelo Rodrigo desde 1976, irá ser alvo de uma auditoria, solicitada pelo presidente da Câmara Municipal, tendo ainda que ser feita uma reorganização geral do funcionamento da mesma, por forma a evitar de futuro uma nova rotura desta instituição.