Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: “Conversas: Guarda2027”

Tag Archives: “Conversas: Guarda2027”

Figueira de Castelo Rodrigo recebeu terceiro debate do ciclo “Conversas: Guarda2027”.

 

A relação entre a produção/consumo cultural e uma territorialidade alargada foi o mote do terceiro debate do ciclo “Conversas: Guarda2027”.

A sessão, programada para Figueira de Castelo Rodrigo mas realizada em formato webinar por causa dos constrangimentos da COVID19, juntou na tarde de 26 de novembro programadores da Guarda2027, agentes culturais e público em geral a debater “A importância da mobilidade, coesão social e territorial na cultura”.

A mobilidade dificulta a criação e fruição cultural? Em que medida as pontes construídas entre residentes constroem um sentimento de pertença e dão coesão e força a uma proposta de candidatura com escala regional?, foram algumas das questões que mereceram reflexão e discussão, numa região em que a mobilidade física depende em muito da mobilidade automóvel privada.

O envolvimento da população (e da Escola) foi assumido como um dos fatores fundamentais para o sucesso da Guarda2027.  Elisabete Bárbara, professora e diretora do Agrupamento de Escolas de Aguiar da Beira, defendeu-o, testemunhando com a participação dos seus alunos no Concurso BI2047, cujo resultado designou os mandatários da juventude da Guarda2027, “peças-chave importantes numa estratégia de implicar os cidadãos no caminho a percorrer, numa abertura ao exterior do projeto e, por isso, nas estratégias de visibilidade que é preciso adotar”, referiu. Na mesma linha, Victor Afonso, programador da Guarda2027, salientou a importância de “sensibilizar, mobilizar e envolver os cidadãos no trabalho de longa duração que é a formação de públicos”.

Caminhar para uma verdadeira coesão social e territorial implica uma “mudança de paradigma onde a cultura é um bem essencial que gera riqueza e tem de chegar a todos”, defendeu Lara Seixo Rodrigues, programadora da Guarda2027. Para conseguir essa coesão, é crucial fixar pessoas (defendeu Tiago Sami Pereira, programador da Guarda2027) e “trazer pessoas qualificadas, tal como tem conseguido por exemplo o Fundão”, rematou Pedro Almeida responsável na região de uma multinacional pelo acolhimento de talento.

No ar, ficaram dois desafios. José Luis González Prada, da Fundación Rey Afonso Henriques, propôs reforçar o carácter trans-fronteiriço da candidatura e José Luís Martins (programador da guarda2027) defendeu a utilização dos sentimentos e afetos para a criação artística.

A quarta e última sessão das “Conversas:Guarda2027” acontece no dia 10 de novembro de 2020 e fará a conclusão deste ciclo com um debate presencial no Teatro Municipal da Guarda. Serão apresentados os resultados preliminares do inquérito sociológico à população dos 17 municípios da Guarda2027 e os contributos recolhidos durante o processo de reflexão promovido por esta iniciativa.

Guarda2027 promove debate sobre Património identitário no Teatro Cine de Gouveia 

Teatro Cine de Gouveia  recebe evento

 

 O segundo debate do ciclo “Conversas: Guarda2027” realiza-se no Teatro Cine de Gouveia, na próxima quinta-feira, 12 de novembro, às 21h00.

A discussão tem como tema “Património identitário – do património natural ao património histórico da região” e parte dos resultados da reflexão de um grupo de trabalho que reuniu entidades, agentes e cidadãos representativos da região. Este grupo avaliou as aspirações e a atividade cultural da região com o objetivo de compreender as dinâmicas sociais atuais, identificando os valores que farão parte do futuro sustentável da Beira Interior, da sua auto-imagem e também da imagem que se pretende projetar para a população, o país e a Europa.

O debate, aberto a todo a população interessada, conta com a participação de Emanuel Castro (Geopark Estrela), Bruno Navarro (Fundação Côa Parque), Miguel Vasco (INature), Rita Costa Gomes (Conselho Estratégico da Guarda2027), Leonor Narciso  (Adufeiras da Casa do Povo do Paúl), Rita Salvado (Museu de Lanifícios) , Ricardo Brandão (CERVAS – Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens), Joel A. Saraiva Correia (Arqueólogo Câmara Municipal de Gouveia), Miguel Rainha (Câmara Municipal do Fundão), Maria Manuel (Aldeias Históricas), Jorge Maximino (Programador Guarda2027), entre outros. A moderação é de Nuno Jerónimo (UBI) e João Fonseca (INOVA+).

Na ocasião, vai ser ainda apresentado o Resultado do Inquérito à população sobre consumo e práticas culturais, realizado pela INOVA+ nos 17 concelhos que integram a candidatura da a capital europeia da cultura em 2027.

“Conversas: Guarda2027” é um ciclo de quatro debates organizados pela candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura. As conversas acontecem no Fundão, Gouveia, Figueira de Castelo Rodrigo e Guarda. Nestas sessões de debate vão ser discutidas temáticas como a atividade cultural e artística; mobilidade e coesão social; empreendedorismo e tecnologias da cultura; património natural e histórico da região.