Templates by BIGtheme NET
Início » Tag Archives: detenção

Tag Archives: detenção

GNR Guarda-Celorico da Beira – Pulseira eletrónica para dois detidos por violência doméstica

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), nos dias 8 e 11 de novembro, deteve dois homens de 22 e 57 anos, por violência doméstica, em duas situações distintas, no concelho de Celorico da Beira.

Na primeira situação, no dia 8 de novembro, no âmbito de uma investigação por violência doméstica, foi possível apurar-se que o suspeito de 22 anos exercia violência física e psicológica sobre vítima, sua companheira de 15 anos. Na sequência das diligências de investigação, foi dado cumprimento a um mandado de detenção.

No segundo caso, no dia 11 de novembro, no âmbito de uma investigação por violência doméstica, foi possível apurar-se que o suspeito de 57 anos exercia violência física e psicológica sobre vítima, sua companheira de 53 anos, tendo também sido dado cumprimento a um mandado de detenção.

Os detidos foram presentes ao Tribunal Judicial de Celorico da Beira, ficando sujeitos às medidas de coação de apresentações semanais no posto policial da área de residência, proibição da aproximação e de contatos com as vítimas por qualquer meio, num raio 500 metros, controlados por pulseira eletrónica.

GNR Guarda- Sabugal – Detido por posse de armas e munições proibidas

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) da Guarda, hoje, dia 5 de novembro, deteve um homem de 43 anos por posse de armas e munições proibidas, no concelho do Sabugal.

No âmbito de uma denúncia efetuada para a Linha SOS Ambiente e Território da GNR, relativa a uma situação de alegados maus-tratos a animais de companhia, os elementos do NPA deslocaram-se para o local onde realizaram uma ação de fiscalização. No decorrer da ação não foi detetada nenhuma situação de maus-tratos, mas foi possível apurar-se que o suspeito era detentor de armas e munições proibidas, tendo sido apreendido o seguinte material:

  • Duas armas de caça de calibre 12;
  • Uma arma de calibre .22;
  • Cinco munições com zagalotes;
  • 162 cartuchos carregados com chumbo;
  • 65 munições de salva;
  • 26 munições com projétil único (bala);
  • 25 munições de calibre .32;
  • 12 munições de calibre .22;
  • Sete cartuchos carregados com chumbo 00.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial da Guarda.

A GNR relembra que, de acordo com o Regime Jurídico das Armas e Munições, são proibidos a venda, a aquisição, a cedência, a detenção, o uso e o porte de armas, acessórios e munições da classe A, nos quais se incluem os cartuchos carregados com zagalotes e com cartucho de projétil único, exceto se integrados na atividade de colecionador ou de armeiro, exclusivamente para exportação e transferência.

GNR Guarda- Detenção em Almeida

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE),  deteve um homem de 47 anos por violência doméstica, em Almeida.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito exercia violência física e psicológica sobre a vítima, sua esposa de 49 anos. No decorrer das diligências policiais foi dado cumprimento a um mandado de detenção.

O suspeito foi presente ao Tribunal Judicial de Almeida, ficando sujeito à medida de coação de proibição da aproximação e de contatos com a vítima por qualquer meio, bem com imposição de saída da residência.

GNR Guarda-Pinhel – Detido por posse ilegal de arma e posse de munições proibidas

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Pinhel,  deteve um homem de 78 anos por posse ilegal de arma e posse de munições proibidas, no concelho de Pinhel.

No âmbito de uma investigação, os militares da Guarda deram cumprimento a um mandado de busca domiciliária tendo apurado que o suspeito detinha munições proibidas, bem como uma arma sem registo ou qualquer tipo de documentação, tendo sido apreendido o seguinte material:

  • Uma caçadeira de calibre 12;
  • Trinta e cinco cartuchos de chumbo de calibre 12;
  • Doze zagalotes;
  • Cinco cartuchos de projétil único (bala).

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Pinhel.

GNR Guarda-Pinhel – Detido por incêndio florestal

O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial de Pinhel, deteve um homem de 50 anos por incêndio florestal, no concelho de Pinhel.

Na sequência do alerta a dar conta de um incêndio florestal, os militares da Guarda deslocaram-se de imediato para o local, onde constataram que o incêndio teve origem durante a realização de uma queima de sobrantes florestais que se descontrolou, consumindo cerca de 4,300 m2 de vegetação.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Pinhel.

A proteção de pessoas e bens, no âmbito dos incêndios rurais, continua a assumir-se como uma das prioridades da GNR, sustentada numa atuação preventiva, com o envolvimento de toda a população e demais entidades públicas e privadas, na salvaguarda da vida humana e na segurança do património de Portugal e dos portugueses.

A GNR relembra:

  • As queimas de sobrantes são uma das principais causas de incêndios em Portugal;
  • Em qualquer altura do ano é proibido queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração florestal ou agrícola sem pedir autorização ou fazer comunicação prévia;
  • Para evitar acidentes siga as regras de segurança, esteja sempre acompanhado e leve consigo o telemóvel.

GNR Guarda-Penalva do Castelo – Detido em flagrante por furto

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda, recentemente deteve um homem de 41 anos por furto, na localidade de Penalva do Castelo.

No âmbito de uma investigação de três meses por furto em igrejas, os militares da Guarda apuraram que o indivíduo era suspeito de ter efetuado dezenas de furtos com o mesmo modo de atuação nos distritos de Castelo Branco, Guarda e Viseu. No decorrer das diligências, o suspeito foi detido em flagrante quando efetuava um furto no interior da Igreja Matriz de Penalva do Castelo, no distrito de Viseu. Foi apreendido o seguinte material:

·         Um veículo;

·         Um GPS;

·         Diversas carteiras/bolsas;

·         Arame galvanizado para extrair as moedas das caixas de esmolas;

·         Vários rolos de fita adesiva de dupla face para subtrair as moedas;

·         Uma pinça;

·         Duas lanternas;

·         Binóculos de longo alcance;

·         269,64 euros em numerário.

O suspeito, com antecedentes criminais por furto, foi presente , nesta quinta-feira ao Tribunal Judicial de Mangualde.

GNR Guarda- Detido por violência doméstica

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da Guarda, ontem, dia 10 de janeiro, deteve um homem de 68 anos por violência doméstica, na Guarda.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito exercia violência física e psicológica na vítima, sua ex-mulher de 70 anos. Após diligências policiais, os militares da Guarda deram cumprimento a um mandado de detenção.

O suspeito foi presente  ao Tribunal Judicial da Guarda para aplicação das medidas de coação.

GNR Guarda-Detido por violência doméstica em Trancoso

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE)no dia 16 de novembro, deteve um homem de 35 anos por violência doméstica, em Trancoso.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica que decorria há uma semana, os militares da Guarda apuraram que o suspeito exercia violência física e verbal sobre a sua companheira de 26 anos, tendo sido dado cumprimento a um mandado de detenção.

O suspeito foi presente ao Tribunal Judicial de Trancoso, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de termo de identidade e residência, proibição de se aproximar e contactar com a vítima por qualquer meio, obrigatoriedade de sair da casa em que viviam e de não voltar a entrar na mesma, apresentações semanais, sujeição a tratamento de dependência de álcool e acompanhamento psicológico.