Início » Tag Archives: positivo

Tag Archives: positivo

Projeto Ecos da Ida e do Retorno termina com chave de ouro em Nogueira de Côta

O projeto Ecos da Ida e do Retorno, que a associação Binaural Nodar, com sede em Vouzela, desenvolveu ao longo de quase dois anos em vários municípios da região, chegou ao fim, com o sentimento de dever cumprido e um balanço positivo.
“Conseguimos cumprir com sucesso as metas a que nos propusemos”, salienta o presidente da associação Binaural Nodar, Luís Costa, destacando que se pretendia “fazer emergir uma
realidade que, na região, é do conhecimento de muita gente, mas cujos detalhes escapam”.
Os processos difíceis pelos quais as pessoas passaram, as suas vidas árduas, um Portugal marcadamente rural e a necessidade de se adaptarem aos países de acolhimento estão entre as cambiantes que foi possível aferir.
Ao longo do projeto, a Binaural Nodar adotou a metodologia a que já costuma recorrer, nomeadamente a utilização de entrevistas com antigos emigrantes – em que estes tiveram a
oportunidade de expressar as suas experiências, sensações e memórias dos lugares –,
relacionando-as com o acolhimento, em residências artísticas, de artistas de diferentes
nacionalidades e sensibilidades estéticas.
Para o responsável, esta abordagem permitiu a “análise da temática através de diferentes
prismas, como o impacto ao nível das mudanças sociais, etnografia e no próprio casario das
aldeias, entre outros”.
Em e para a comunidade
A encerrar com ‘chave de ouro’ o conjunto de propostas desenvolvido neste âmbito, a Binaural
Nodar promoveu um evento comunitário em Nogueira de Côta, na freguesia de Côta e concelho
de Viseu, que acolheu a derradeira residência artística do projeto Ecos da Ida e do Retorno.
No passado domingo, a sede da Associação Desportiva, Recreativa e Cultural de Nogueira abriu
as suas portas e encheu para a apresentação dos trabalhos de Sofía Balbontín (do coletivo
Espacios Resonantes), José Bica e da equipa criativa da Binaural Nodar. Houve ainda tempo
para uma atuação de alunos de concertina e acordeão da escola de música da ASDRC de
Nogueira e para a visualização do documentário “António, Lindo António”, de Ana Maria
Gomes, também relacionado com a temática.
“O acolhimento não poderia ter sido melhor, bem como o apoio da Junta de Freguesia e da
Associação Desportiva, Recreativa e Cultural de Nogueira, que tem um projecto muito
interessante, que muito agradecemos”, conclui Luís Costa.